1. Spirit Fanfics >
  2. Família Uchiha - Novos Laços >
  3. Capítulo bônus II - O novo clã Uchiha

História Família Uchiha - Novos Laços - Capítulo 15


Escrita por:


Notas do Autor


Oiii pessoal!
Sim, agora é sério. É o último dos últimos. É incrível ver como a gente se apega às histórias❤ vou sentir falta de escrever Família Uchiha - Novos Laços, mas sinto que dei meu melhor❤
Espero que gostem!❤

Capítulo 15 - Capítulo bônus II - O novo clã Uchiha


- Pelo amor de Deus, cadê sua irmã, Sakino? - Sakura desce as escadas correndo e pergunta para seu menino de doze anos de idade, que estava sentado à mesa comendo um doce. 

- Não faço a menor ideia, mamãe. 

- Ai, se a gente se atrasar por conta da Izumi, eu nem sei o que faço!

- Eu até entendo ela. - comenta o garoto.

- Mas por quê? - a doutora se vira rapidamente e fixa o olhar em seu menino. Os olhos verdes da mãe se fixam nas orbes verdes do filho, e ele sorri.

- Já pensou se realmente a Sarada virar nossa mestre? Deve ser estranho! 

- Ué, mas por que seria? Não vejo problema em sua mestra ser sua irmã. 

- E todo dia acordar e dormir vendo a líder do seu time? A toda hora? É tipo morar com seu professor. É esquisito.

- Mas isso não é motivo para a Sakune simplesmente desaparecer de tudo uma hora antes da cerimônia! Talvez vocês nem fiquem na mesma equipe. Ah, aquela garota… 

- Acho que deve ficar mais tranquila, mamãe. - Sakino sorri e segue até a janela. - Afinal, o papai foi buscá-la e ninguém consegue se esconder daqueles olhos dele.

- Eu sei, mas sua irmã já conseguiu enganar bem seu pai algumas vezes.

- Mas dessa vez não. - Sasuke diz e entra na casa carregando a filha nos braços. A menina, com a cara fechada, protestava:

- Eu tenho certeza que o tio Naruto vai querer fazer graça com a gente! Pai, eu não quero ir pra cerimônia!

- O Naruto é um imbecil, mas ele sabe dividir umas equipes. 

- Vai se arrumar agora, Izumi! 

- Mãe…

- Eu disse AGORA! 

A menina volve os olhos negros para a mãe e puxa os compridos cabelos cor-de-rosa para cima do ombro direito, de forma a ficarem lateralmente posicionados. Ela bufa e sobe as escadas, não sem antes olhar para seu irmão e instigá-lo:

- Por que não me ajudou, Itachi? 

- Eu sabia que dessa vez não ia dar certo. 

- Você é um chato. 

Sakura suspira e Sakino volta a comer seu doce. O marido se aproxima e pergunta à esposa:

- Sarada realmente irá treiná-los?

- Eu não sei. Na verdade, acho que nem ela sabe. Mas não entendo esse escândalo todo! Nem sabemos se eles vão ficar na mesma equipe.

- Ah, eu até entendo. - confessa Sasuke. - Acho que eu também não gostaria de ter Itachi como sensei na nossa época. 

- E você acha que sumir do mapa como a Izumi fez é necessário?

- Claro que não. Só entendo o motivo de estarem desconfortáveis. 

- E pra variar, ela demora pra se arrumar, já que é vaidosa. Tô até vendo que vamos chegar atrasados. 

- Você está muito nervosa. 

- Pois é. - ao concordar, ela sorri e coloca uma mão na cabeça. - Acho que é ansiedade, sabe? Nossos gêmeos vão separar as equipes oficialmente e Sarada vai começar a ensinar uma equipe como jounin. É muita coisa de uma vez! 

- Eu não acho que é ansiedade. Voto em orgulho. - o marido diz rapidamente e se vira para falar com o filho. A esposa, por sua vez, sobe as escadas para falar com a filha e ajudá-la a se arrumar. 

- Também está nervoso, pai?

- Na verdade, não. 

- Onde a Izumi estava?

- No monumento dos Hokages, precisamente no meio do cabelo do segundo. - o filho ri.

- Eu sabia que ela ia pra lá ou então seguiria para a floresta.

- Vocês gostam de explorar, não é?

- Eu não diria assim. É mais um reconhecimento do local que todos os shinobis de Konoha deveriam ter.

Sasuke arqueia uma sobrancelha e o filho abre um sorriso. Os olhos verdes voltam-se para o horizonte da janela e o pai segue o olhar. Poucos instantes depois descem as mulheres apressadamente.

- Você conseguiu se arrumar, Izumi? Nem acredito!

- Nem vem, Itachi. Mas tenho que admitir - a garota mexe nos cabelos compridos presos e aponta para o vestido vermelho que usava -  A mamãe faz milagres rapidinho. 

- Só não terminei a maquiagem, mas isso dá pra deixar pra lá. Você é linda sem isso. - afirma Sakura enquanto colocava alguns itens em sua bolsa e a filha sorri. 

- Você exagera, mamãe! - diz envergonhada. - Eu só queria me livrar dessas marcas perto do meu nariz, mas todo mundo diz que isso fortalece o olhar, né? Acho que só eu tenho cisma com isso.

- Sarada sempre diz que queria ter essas marcas. - comenta Sakino.

- E o papai sempre diz que são iguais ao do nosso falecido tio quando ela fala isso. - completa a gêmea, sentando-se ao lado do irmão. 

- Vocês falam como se eu não estivesse aqui. - o Uchiha afirma e se aproxima da esposa.

- Vou dar os créditos então: o papai, que está aqui do lado, sempre diz que… - começa a brincar a menina, mas os gêmeos começam a rir e ela não termina a frase. Sasuke limita-se a direcionar um olhar aos dois e Sakura os apressa para saírem. 

Na academia ninja, Boruto e Konohamaru estavam organizando os alunos que chegavam. Sarada, por sua vez, posicionava os equipamentos shinobis em uma mesa. Ela se aproxima da dupla e comenta:

- Tenho que dizer, Boruto, esse ano isso vai dar trabalho.

- Até agora eu não entendi o que fez o mano Naruto pedir que a seleção das equipes desse ano fosse assim, uma cerimônia tão grande. 

- Papai parece estar gostando de festas na Academia esse ano. Primeiro foi a entrada, depois a formatura como genins e agora até a seleção das equipes.

- Mas a entrada e a formatura sempre tem festas. A seleção das equipes que não. - a Uchiha cruza os braços. - A gente tá falando sobre isso, mas convenhamos que sabemos que nos últimos anos virou costume internacional fazer uma cerimônia pra dividir equipes shinobis. - ela sorri. - Estamos reclamando do trabalho que dá.

- Os jounins estão preguiçosos. - brinca Konohamaru. 

- Acho que é isso mesmo. - afirma Boruto e desata a rir com a dupla. - Aliás, vocês sabem como ficou a divisão das equipes? Quero saber meus alunos.

- Você não sabe?! - surpreende-se Sarada. - Eu jurava que o Sétimo te havia passado essa informação.

- Não passou nada. Você também não sabe, Sarada?

- Não. E estava contando com você saber!

- Parece que eu sou o único bem informado entre nós. - fala Konohamaru, com um sorriso.

- Konohamaru-sensei, você sabe?! Quem vão ser meus alunos? - pergunta a Uchiha.

- Por que está tão ansiosa por isso, Sarada? - ele sorri.

- Preciso saber se Sakino e Sakune vão ficar na minha equipe!

- Já pensou? - Boruto aparenta pensar nisso pela primeira vez. - Você vai terminar a missão e voltar para casa junto com seus alunos. E eles vão desobedecer suas ordens e você vai acordá-los de madrugada para aprenderem a usar o jutsu bola de fogo. E aí o Sasuke-sensei vai supervisionar tudo e a tia Sakura vai mandar todo mundo ir dormir…

- Ei, parece divertido. - Konohamaru entra na onda.

- Para de viajar, Boruto! - a jovem diz e ajeita os óculos. - Vai ser estranho treinar eles oficialmente. Papai, mamãe e eu já ensinamos eles, mas ser sensei deles seria realmente esquisito. Konohamaru-sensei, eles vão ser meus alunos?

- Ah, eu não vou estragar a surpresa. - o Sarutobi diz, se divertindo, e se afasta. - Até mais e vão trabalhar!

- Parece que alguém vai ter que treinar os irmãos! 

- Cala a boca, Boruto! Talvez eles nem fiquem na mesma equipe.

- Você sabe que isso é pouco provável, já que a sincronia dos seus irmãos é excelente. 

- Alguém falou em irmãos aí? - indaga Himawari, se aproximando da dupla.

- Ei Hima, você sabe se eu vou treinar o Sakino e a Sakune?

- Papai não me falou nada. Ele só falou para os antigos jounins. Nós, que vamos assumir equipes, também seremos surpreendidos.

- Acabou de virar jounin e já vai assumir uma turma. Essa é a minha irmã! - fala Boruto e pega no ombro de Himawari, que logo pergunta o que ele queria. Após dizer algo no ouvido dela, os irmãos se afastam e Sarada suspira. Enquanto se ocupa com alguns novos genins, sua família chega:

- Saradaaaaaaa! - grita a irmã e a abraça, gesto repetido pelo menino.

- Oi, Sarada! - ele diz. - Você é muito escandalosa, Izumi. 

- Cala a boca, Itachi. 

- Oi meninos! Como estão? Ansiosos?

- Nem tanto. Na verdade, só queremos saber uma coisa… - começa o menino, sendo completado pela irmã:

- … você vai ser nossa mestre?

- Eles já pertubaram lá em casa tentando saber isso. - comenta Sakura, rindo.

- Eu tentei descobrir, mas ninguém sabe. E quem sabe, não quer contar! 

- Naruto fez segredo, hein? Eu devia ter imaginado. - a doutora prossegue.

- Ah, mas vai dar tudo certo. Se eu for treinar vocês, só digo que não vou pegar leve, viu? 

- Ela vai acordar vocês de madrugada para aprenderem a usar o jutsu bola de fogo. Ela me contou tudo! - Boruto diz subitamente ao se aproximar com sua irmã. 

- Eu não disse nada disso! De onde você saiu?

- Eu fico feliz por meu irmão não ter sido meu sensei, sinceramente. - brinca Himawari. - Que tipo de treino você ia passar para mim? 

- O Boruto não é louco de ser muito duro com você. Afinal de contas, quem garante que você não iria olhar para ele, ativar o byakugan, apontar o dedo e dizer bem devagar "Alvo na mira"? 

- Você não esquece isso, Sarada. 

Todos desatam a rir com a expressão de Boruto. O único que não ri muito é Sasuke. Era impressão dele ou Boruto e Sarada estavam muito sincronizados? 

Ele preferia acreditar que era apenas impressão. 

De repente, uma voz no microfone pede para todos os jounins que seriam líderes de equipes se apresentarem no palco e que todos os novos genins se posicionassem. 

Todos se dirigem para seus lugares, mas Sasuke chama os filhos para conversarem em um lugar restrito. Sakura sabia do que se tratava e os deixou ir com um sorriso.

- O que foi, pai? - pergunta Izumi. 

Sasuke suspira e olha seriamente para seus filhos. Havia demorado para formular aquelas palavras e queria muito dizê-las. Foi direto em seu conselho:

- Vocês… Estão se tornando shinobis. De hoje em diante, os três estão indo para um caminho muito difícil e que vai precisar que vocês sejam persistentes. Sarada já atua nisso há mais tempo, é verdade. - ele volta-se para a mais velha. - Mas a partir de agora você ensinará novos shinobis. Sua responsabilidade é imensa, filha. Seus alunos dirão com orgulho por quem foram treinados e você mudará a vida deles para sempre. Você construiu um grande nome ao longo desses anos, Sarada. E esse é apenas mais um passo. Faça seus alunos se orgulharem de terem como mestre a kunoichi Sarada Uchiha, futura nona Hokage de Konoha. - a filha mais velha enrubesce e agradece em voz baixa o apoio do pai. Ele não fazia ideia do quanto isso era importante para ela. - Eu queria ter te dito o que vou dizer ao seus irmãos quando você virou uma kunoichi. Me perdoe. Sakune e Sakino, me ouçam. Vocês dois foram classificados como grandes prodígios na Academia Ninja, mas não deixem isso subir as cabeças de vocês. Acima de tudo, lembrem-se o que é ser um ninja e sejam honrados. Construam o nome de vocês e ajudem quem precisar. Lembrem-se: vocês, novos shinobis, vão construir o futuro. E sempre, para o que qualquer um de vocês três precisarem, saibam que Sakura e eu estaremos sempre prontos para ajudá-los. Mas não dependem de nós. Voem. Voem alto. E não esqueçam de tudo pelo que passaram. 

Por último, eu preciso alertar vocês. O sobrenome que carregam e esse símbolo que está nas costas de vocês tem uma carga imensa. Serem Uchihas os colocará em perigo e vocês terão que aprender a lidar com isso. Eu e sua mãe já contamos a vocês o que era o nosso clã. Vocês são responsáveis por reescrever a história Uchiha. E contamos com vocês. Eu sou o último da era da maldição do clã e vocês são o futuro. Eu mudei muito, mas não viverei para sempre e quero que o que vocês façam perpetuem a nova essência do clã. Não sou bom com palavras, então sou convencido de que ações e gestos falam muito mais. E que as ações de vocês sejam grandiosas, meus filhos. Usem o sharingan com responsabilidade. Sakino e Sakune, vocês viram a injustiça de perto naquele dia e os olhos de vocês despertaram esse poder. Por mais que vocês não tenham ativado o sharingan outras vezes e que não saibam controlá-lo ainda, Sarada e eu estamos aqui para isso. Eu peço que usem nosso kekkei genkai corretamente sempre. É poderoso e não pode cair em mãos erradas e muito menos ser mal utilizado por vocês. - Sasuke coloca a mão da prótese dentro do sobretudo e tira sua velha bandana e a mostra para os filhos. - Escutem o conselho do seu agora velho pai. Construam um novo futuro. Contamos com vocês.

Sakune não retém suas lágrimas e todos os filhos abraçam e agradecem Sasuke, emocionados. Sakura, que observava tudo, se aproxima no abraço.

- Nós amamos vocês e só queremos o melhor. - a antiga Haruno diz ao se desvincilharem. - E se apressem, Naruto já chamou o nome de vocês umas três vezes.

- Meu Deus! - espanta-se Sarada, e corre com os irmãos. Os pais se entreolham e pegam um na mão do outro sorrindo. 

Enteam no salão e então acompanham a divisão das equipes. Até que chega a vez dos gêmeos:

- Sakino Itachi e Sakune Izumi Uchiha! Jintan Yamanaka! Vocês formarão uma equipe. - Anuncia o sexto hokage, Kakashi. Imediatamente os gêmeos e o membro do clã Yamanaka sobem no palco. - A pessoa que os treinará será…

" A Sarada não, a Sarada não" pensava Izumi incessantemente.

" Agora vamos ver! " mentalizava Sakura.

" Sarada vai treinar os irmãos! Eu vou zoar muito!", animava-se Boruto.

" Por favor, que não seja a nossa irmã. Por favor" pedia Itachi mentalmente.

" Será mesmo que o Naruto fez isso?" perguntava-se Sasuke.

" Hora do show!" foi o pensamento de Konohamaru.

" Quem será?" pensava Himawari.

" Que não seja eu, que não seja eu, que não seja eu" repetia Sarada em sua mente.

" Já era de se esperar. "  comentou Kakashi em pensamento antes de anunciar:

- A pessoa que os treinará no time de número 7 será… Boruto Uzumaki!

- O quê?! - o Uzumaki e a Uchiha indagam em uníssono.

- Vai ser eu? - ele pergunta novamente em voz alta. Por sua vez, ela só solta uma gargalhada comprida. 

Na plateia, Sasuke e Sakura se assustam, mas a rosada logo desata a rir.

- Como não pensamos nisso?

- O Boruto é um cabeça-oca! Como ele vai treinar o Itachi e a Izumi? - Sasuke diz alto, honestamente preocupado.

- Ah, vai ser o Boruto? Ótimo saber. - Sakune diz para seu irmão com um sorriso brincalhão.

- Vai ser muito divertido. - ele passa uma palma da mão na outra, retribuindo o sorriso. O Yamanaka percebe as intenções de seus companheiros de equipe e sorri. Realmente, com aquele mestre as coisas seriam interessantes.

Boruto se aproxima da equipe para assumí-la e seu pai sorri para ele no caminho. Naruto diz rapidamente:

- Você é de longe o mais indicado.

O filho, por sua vez, estava nervoso. Lembrava-se da quantidade de pegadinhas que os gêmeos Uchihas já haviam pregado nele. Será que eles teriam coragem de fazer novamente? Observa Himawari e Sarada, que em um canto, riam descontroladamente. Em seguida, direciona o olhar para sua nova equipe. E ao ver as expressões deles, em especial a dos gêmeos, não precisou de muito para concluir.

" Eu tô ferrado."

E assim a trajetória do novo e promissor time 7 estava iniciada. Cheia de diversão, brincadeiras e muitas responsabilidades, aquela equipe iria mudar e muito os rumos do futuro do mundo shinobi. 

E o casal Uchiha, observando as ações dos três filhos, somente se alegrava e orgulhava. 

A família Uchiha se encheu de amor em seu interior. E os frutos desse amor cresceram e irradiaram para todo o mundo tudo de bom que tinham pra dar.

O novo clã Uchiha estava formado.



Notas Finais


E chegamos ao fim...
Não sei nem o que dizer, pessoal!
Eu amo vocês e quero agradecer por terem dado uma chance a uma escritora iniciante e sua história. Vocês não fazem ideia do quanto o apoio de vocês foi essencial. Estão no meu coração❤

Muito, muito, muito obrigada mesmo!❤
E até a próxima! Acompanhem minhas histórias que estão em lançamento. Espero que gostem também!❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...