1. Spirit Fanfics >
  2. Fan >
  3. Único;

História Fan - Capítulo 1


Escrita por: Aniverse e vorteex

Capítulo 1 - Único;


 A inspiração para que Takami Keigo se tornasse um herói sempre fora Endeavor, o herói número dois. Ele o admirava desde que se lembrava, era como se fosse o número um do ruivo. Keigo nunca se importou com os xingamentos que frequentemente eram direcionados ao mais velho. Afinal, só a opinião dele importava.

Então, depois de muito esforço, Keigo se tornou Hawks, o herói número três, e finalmente pôde conhecer Endeavor. Não se decepcionou, Enji era uma pessoa realmente incrível — apesar de ser realmente um idiota com a família. No entanto, com o passar dos anos, ser apenas amigo de Endeavor se tornou insuficiente. Keigo queria mais do que aquilo, porém sabia bem que o ruivo era casado e que jamais poderia ter algo do Todoroki.

Isso o frustrou de todas as formas possíveis.

Mirko o avisou para tomar cuidado, pois Takami estava entrando em um campo minado ao começar a nutrir aquele sentimento e Hawks tinha conhecimento desse fato, mas não era como se ele pudesse controlar aquilo. Para piorar, Endeavor notou a mudança do loiro. Era muito fácil encontrar o Takami encarando Enji descaradamente como se ele fosse um delicioso pedaço de carne — Hawks não era exatamente a pessoa mais discreta do mundo.

Era de conhecimento geral que Enji e Rei não se amavam mais — se é que chegou a haver amor entre eles — e, apesar disso, Endeavor nunca se intitulou como um homem desleal. Ele não queria dar mais motivos para que os filhos o odiassem, isso era tudo. No entanto, havia algo em Hawks que realmente mexia com o ruivo: o sorriso. 

Keigo era um homem muito bonito, e o sorriso dele parecia iluminar os dias escuros de Enji — a risada do loiro era tão gostosa de ouvir que Endeavor podia passar o dia inteiro apenas escutando um áudio dela. Então, sim, os sentimentos de Keigo eram recíprocos, mas ainda havia o “porém” de que Endeavor era casado. Claro, ele podia simplesmente pedir divórcio, mas o quanto isso afetaria a imagem dele? Quer dizer, ele já não era odiado o suficiente?

Até que então, um dia, Shouto apareceu em casa com uma carta e envelope de Rei, que aparentemente era para Endeavor. Já que o ruivo não a visitava no hospital, só lhe restava escrever tudo o que gostaria de dizer a ele em uma carta. Enji leu cuidadosamente cada palavra, se surpreendendo com a decisão que a albina tinha tomado. De todas coisas que imaginou, nunca pensou que Rei teria aquela atitude.

“Enji, como vai? Já faz anos que não nos vemos. Tudo bem. Eu não o culpo. Sinceramente, desde o começo vi como você era determinado em superar o All Might, e creio que você acabou exagerando enquanto tentava alcançar esse sonho. Pensei que pudesse te mudar um pouco com o passar do tempo, mas fui ingênua. Ontem, vi um noticiário seu com o Hawks-san. Notei a forma como vocês se olhavam. Eu te conheço, nunca te vi olhar para alguém daquele jeito. Não sei se está rolando alguma coisa entre vocês, porém fiquei feliz, de verdade. Acredito que Hawks-san possa ser capaz de fazer aquilo que nunca consegui. É por isso que decidi me divorciar de você. Os papéis estão dentro do envelope. Por favor, assine Enji. Vá ser feliz.”

Como dito na carta, Enji achou os papéis do divórcio no envelope que Shouto havia lhe entregado junto com a carta. Ele hesitou por alguns dias antes de assiná-los. Afinal, estavam falando de um relacionamento que durou mais de vinte anos. Na realidade, se não fosse por Hawks, Endeavor nunca teria feito como Rei pediu.

Keigo tinha escutado rumores do divórcio entre o herói número um e sua (ex) esposa. Curioso como sempre, ele se esgueirou pelo escritório do Endeavor com a desculpa de querer fazer uma surpresa para o mesmo e começou a procurar qualquer pista que pudesse confirmar os boatos. Foi quando encontrou os papéis do divórcio na gaveta da mesa. Isso o fez dar vários pulinhos de alegria pelo escritório — ele finalmente podia ter esperança.

— Vou ter que trancar minhas janelas para não deixar mais esses pássaros enxeridos entrarem no meu escritório. — Hawks congelou ao escutar uma voz rouca. Se virou lentamente, encontrando um certo ruivo musculoso o encarando.

— Há quanto tempo, Endeavor-san! — Keigo sorriu, escondendo os papéis entre as penas das asas dele.

— Acha mesmo que consegue me enganar? — O ruivo caminhou até Hawks, e então pegou os papéis dele. — Meu divórcio te deixou bem feliz, hm?

— Talvez sim, hehe — falou Hawks, enquanto sentava-se em cima da mesa do herói número dois. — Rei-san deve ter se cansado da sua chatice. Bem, é melhor assim.

— Melhor? Por quê? — Endeavor estreitou os olhos, curioso com a resposta do loiro, e ele soube que se arrependeria da pergunta quando viu o sorriso divertido do loiro.

— Assim você pode me comer sem sentir remorso — respondeu ousadamente. Hawks não tinha vergonha de falar aquelas coisas, só evitava antes por conta do ruivo ser casado.

— E o que te faz pensar que eu quero te comer? — Endeavor arqueou o cenho, cruzando os braços.

— Oh, não quer? — Hawks pulou da mesa, se aproximando perigosamente do ruivo. — Isso é uma pena — disse, deslizando a mão pelo corpo musculoso de Enji.

— Cuidado, ainda não me divorciei. 

— E eu cansei de me importar com isso.

Endeavor encarou Hawks por um tempo, pensando nos prós e contras. No fim das contas, nada daquilo importava. Se deixou levar pelo momento, beijando Keigo agressivamente, que rapidamente foi correspondido. Claro, aquilo era errado, já que Endeavor ainda não estava totalmente divorciado. Enji passaria o resto da vida tentando recompensar Rei por isso — ainda havia uma pequena amizade que os dois tinham construído naquele tempo de casamento.

Quanto ao Hawks, ele só agradecia por finalmente ter conseguido Enji para si. Afinal, quantas vezes se escuta sobre um caso onde fã e ídolo se apaixonam?


Notas Finais


Quero agradecer à @Alyena pela betagem e o @getsugo pela capa <33


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...