1. Spirit Fanfics >
  2. Fanfic Ateez 2 - Namoro à distância - >
  3. Saudades

História Fanfic Ateez 2 - Namoro à distância - - Capítulo 1


Escrita por: MauLee18

Notas do Autor


Notas do autor


Oi gente tudo bem com vocês? Demorei né?😋


Eu estava pensando muito se postava ou não a segunda parte da minha fic, estava com medo de vocês não gastarem.

Surgiu na minha cabeça ideias e não estava conseguindo organizar-las, estava uma bagunça. A fic estava tomando vários caminhos que eu não me sentia confortável, até pensei em desistir porque não estava satisfeita com o desenvolvimento. Só precisei de um tempo pra organizar tudo.

Sem mais delongas, vamos pro que interessa.Tá aí o primeiro capítulo pra vocês.

Espero que vocês gostem!😚❤

Capítulo 1 - Saudades



Saudades/ Garoto idiota

O sopro do vento tocar meu rosto, estou com os olhos fechados aproveitando a tranquilidade que a brisa me proporcionava. Podia jurar sentir os toques delicados e carinhosos em minha pele, abro eles percebendo que fora apenas uma sensação. Ao lembrar do seus traços, do seu sorriso que me encantou logo de primeira sinto um aperto no forte coração. Longas semanas se passaram e não tivemos tempo de falar um com o outro e isso me mata.

Estou com saudades sua meu amor, não se esqueça de mim.

Saio da varanda do meu quarto e indo ao banheiro tomar um banho, a água quente me deixava mais relaxada. Esses dias me senti tão solitária, mal saia com os meus amigos, já que eles estão namorando e as ligações que prometi não foram realizadas fiquei receosa em achar que o mesmo não me atenderia ou me achasse uma namorada chata e grudenta. Preciso dar espaço pra ele.

Pai - FILHA, DAQUI A DEZ MENUTOS DESCE PRO JANTAR! - gritou. Percebi que a Sra Chungha o repreendeu, ele parecem dois adolescentes.

Yana - JÁ TÔ INDO PAI! - gritei de volta. Terminando o banho sai do banheiro indo para meu quarto e vestir minhas roupas. Avisto meu celular sobre a cama, chamando meu nome. Aí que vontade de falar com você Seonghwa!

Já vestida e encorajada a ligar, pego meu celular a procura do número de celular do meu namorado e em seguida ligo pro seu contato nomeado Amor. Ele demora para me atender, o som repetitivo de espera me irrita. Perdendo a esperança penso em desistir até finalmente eu ser atendida. Pulo de alegria.

Ligação on*

- Oi amor. - digo meiga.

- Oi querida.

- Que? - a voz da pessoa era diferente comparado da voz do Seonghwa, não é ele no telefone. - Quem é você?

- Prazer fofa, Jackson Wang. - Wang? Sobrenome estrangeiro.

- Prazer me chamo Yana, Choi Yana. Você é o colega de quarto do Seonghwa?

- Sim sou eu. Ele está ocupado se quiser esperar eu posso ficar falando com voc... - notei na ligação que o Jackson não está sozinho deve está com um amigo.

- Não precisa, eu só liguei pra desejar boa noite. Depois eu ligo pra ele, obrigado por me atender.

- De nada, tchauzinho Yaná. - ele falou meu nome errado.

- Tchauzinho. - desliguei.

Que chato! Finalmente crio coragem e consigo ligar pra ele e o mesmo não estava disponível. Descontente desço as escadas e me junto a minha família.

Ao terminar voltei pro quarto, ainda não escrevi uma carta pra ele e como prometi estou nesse exato momento expressando meus sentimentos em forma de palavras. De como estou lidando com a saudade e do quanto eu amo Park Seonghwa.

 Selei, coloquei o remetente e destinatário no espaço apropriado, com um batom vermelho nos lábios beijo a carta como se fosse seu rosto, desejando muito que estivesse aqui para poder beija-lo.

Dia seguinte...

Acordei sentindo os raios do sol invadir meu quarto deixando o ambiente mais claro dificultando me de abrir os olhos. Sento na cama esticando meu corpo pra espantar a preguiça. Nesse momento permaneci sentada esperando meu espírito voltar pro corpo. Olho pro celular desejando de novo ligar pro Seonghwa, já que ontem fiquei no vaco. Será que eu devo tentar uma outra vez?

Perdida em minha indecisão acabo recebendo uma notificação de ligação. Pego o celular do pequeno móvel do lado da minha cama e percebi ser a minha amiga ligando.

Ligação on*

- Bom dia Jeon. - digo com o máxima de ânimo ainda estou sonolenta.

- Bom dia amiga. Ansiosa para aulas amanhã? Soube que vai entrar alguns alunos novos se não me engano um e da nossa turma.

- Tomara que não.

- Que isso Yana! Não quer conhecer gente nova?

- Eu quero o Seonghwa. Faz tempo que a gente não se fala. Será que ele se esqueceu de mim? - digo tristonha.

- Claro que não né? Sabe que faculdade o nível de formação é mais avançado e tal. Ele só deve está sem tempo mesmo.

- Vamos sair hoje a noite? Vou chamar a turma toda.

- Eu topo.

- Depois a gente se fala acabei de acordar. Ate mais tarde.

- Tchau amiga depois a gente se vê.

Hora de mandar minha cartinha pro meu namorado. Isso me lembra o fundamental, quando escrevia uma pro crush sem colocar meu nome nelas e o garoto ficava com a cara de não entender nada ou ficava tirando sarro.

Hoje em dia as cartas são entregues na velocidade da luz, já fico ansiosa pra ele me responder com uma ainda mais romântica.

...

A noite chegou rápido, depois de cuidar do Soobin retornei pra casa e me arrumei pra ir de encontro com os meus amigos, liguei pra todo mundo e combinamos de nos encontrar às oito na casa de festa. Fomos na mais famosa daqui, onde o público jovem é mais responsável e o local é mais organizado, sem gente louco ou drogas ilícitas.

Fui com a Jeongyeon e o Mingi, seu namorado. Yunho e Nayeon irar se encontrar com a gente aqui na festa.

Entramos com a permissão do segurança e logo fomos beber pra se soltar mais. Pedi algo mais leve por não apreciar tanto a bebida alcoólica. Com a bebida na mão criamos uma roda e juntos dançamos sem derrubar um só gole no chão. 

Eu e as meninas descendo até o chão, Mingi e Yunho também arrasando. A gente se acabou de tanto dançar e gargalhar na pista, as férias estão chegando ao fim e dias assim com a galera vão ser cada vez mais raros.

Jeongyeon - Gente, eu e o Mingi vamos descansar. - falou alto por conta do som. Foram pra uma namoradeira da cor preta e rosa choque, "descansar "

Yana - Vamos também? - disse pro dois também minhas pernas doem.

Yunho se sentou primeiro o acompanhei sentando ao seu lado. Fiquei entre eles, não divia estar aqui. Já basta segurar vela ainda estou atrapalhando os dois. A gente se entreolhou com cara de passagem e um sorriso sem graça no rosto.

Cri cri...

Pra deixa eles mais vontade disse que iria ao banheiro e acabei ficando sozinha no bar sentada olhando meu belo drink azulado. Me distraia com o gelo boiando no líquido. Minha bebida está descolegelando ao dar uma golada sinto o gosto aguado dela.

Wonho - Oi docinho. - disse simpático.

Yana - Ah, oi Wonho. - me assustei com ele. Dispenso meu copo.

Wonho - Está sozinha? - se sentou ao meu lado, no banco vazio.

Yana - Não, eu estou com meus amigos, eles estão namorando por aí.

Wonho - Cadê o idiota do Park?

Yana - Wonho! Não fala assim dele, é meu namorado. - revirou os olhos. - Ele foi estudar fora.

Wonho - Sério que ele te deixou pra estudar fora? Eu não iria fazer isso.

Yana - Bobo. Estamos entrando pra vida adulta, na vida proficianal. Você não pretende ter uma ótima carreira, um bom emprego?

Wonho - Mais é claro.

Yana - Pois então. Estudar é o primeiro passo. Apesar de ser difícil ficar distante de quem ama a certas coisas pra se sacrificar e também não é impossível ter uma vida amorosa afastando um do outro.

Wonho - Namoro à distância nunca da certo.

Yana - Eu vou parar de falar com você. Pessimista.

Wonho - Realista. Então significa que o caminho está livre pra mim? - sorriu sacana.

Yana - Wonho para! Você sabe que amo o Park e ele também me ama vamos enfrentar o que for pra permanecemos juntos.

Wonho - Não gosto quando está certa. - fez bico.

Yana - Ah, já ia me esquecendo, você tem algo que é meu me devolva.

Wonho - Seu vestido? Da pra mim ele é tão bonito.

Yana - Não Wonho...

- O que está havendo aqui? Quem é essa garota Wonho? - nossa que grossa. - Olha aqui garota, ele tem namorada.

Yana - Estamos só conversando.

- Acha mesmo que eu...

Wonho - Você sabe que odeio mulher ciumenta. - disse pra sua namorada se virou pra mim e se desculpou do jeito que ela me tratou.

- Ainda vai se desculpar com ela. Você é um idiota Wonho. - saiu em passos firmes.

Yana - Você não vai atrás dela? - revirou os olhos.

Wonho - A gente se ver qualquer dia desses.

A festa começou a ficar chata, não tinha com quem conversar, sair de casa pra ficar olhando pro nada. Peguei meu celular pra mandar uma mensagem para Jeongyeon e avisar que estou indo embora.

Sai da boate e fui caminhando pela calçada, não me preocupava em está sozinha aqui é bem seguro. Eu caminhava com passos calmo sem presa, me destraindo com os edifícios daqui da cidade, como são grandes, como alguém consegui construir isso?

Ouvi um barulho de buzina atrás de mim olhei por impulso e vi um veículo vindo na minha direção, me assustei e pra salvar minha vida me joguei pro lado evitando de ser atropelada. Cai de bunda no chão, doeu muito. Só penso em como vou xingar o infeliz responsável por isso.

Sua silhueta era de se julgar ser um jovem, sua vestimentas, uma calça de couro justa combinando com sua jaqueta, revela isso. Ele parou assim que percebeu seu erro, tirou seu capacete confirmando o que disse anteriormente. Até que ele é bonito mas não serei nem um pouco educada é por trás de uma face que as pessoas são de verdade.

Veio até a mim estendendo sua mão pra me ajudar a levantar. [email protected] que pariu garoto lindo!

- Quer ajuda princesa? - atrevido mal me conhece e já vem com apelidos, com meu lado mal educado ativo dei um tapa na sua mão recusando a ajuda.

Yana - Eu não sou uma princesa indefesa. - me levantei com dificuldade por conta da dor no bumbum.

Até me desiquilibrei quase retornando ao chão, se não fosse o garoto a minha frente me segurou pela cintura impedindo isso.

- Tem certeza?

Yana - Claro que tenho, garoto idiota. - me virei o ignorando. Ele disse algo que nem dei importância, pego meu celular e chamo um táxi pra oltar pra casa. 

Nem pediu desculpa, é mole!

Continua...


Notas Finais


Bem, é isso! Gostaram? Saudades dos comentários e favoritos.

Confesso, ela não está cem por cento feita então tenha paciência comigo, só postei por conta da ansiedade.

Continua?

Até a próxima bye-bye!😚❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...