História Fanfic interativa - Hentai - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Tags Hentai
Visualizações 163
Palavras 1.270
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Bishoujo, Bishounen, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Ficção Adolescente, Ficção Científica, Harem, Hentai, Lemon, LGBT, Luta, Mistério, Orange, Romance e Novela, Seinen, Shonen-Ai, Shoujo-Ai, Shounen, Suspense, Terror e Horror, Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Mutilação, Necrofilia, Nudez, Pansexualidade, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Desculpe pela demora espero que gostem

Capítulo 2 - Adeus Virgindade!


Fanfic / Fanfiction Fanfic interativa - Hentai - Capítulo 2 - Adeus Virgindade!

-Vou te contar o que aconteceu comigo durante esses dois anos.

Pov. Natanael On

Era a véspera do meu aniversário e eu como um garoto secretamente pervertido acabei procurando por pornô e achei um site que se destacava do resto. Lá tinha tinham vídeos, gifs e imagens que atendiam a todos os meus fetiches aparentemente uma maravilha. Então eu bati uma e fui dormir. 

Na manhã seguinte um número desconhecido havia me mandado mensagens e vídeos meus me masturbando.

Mensagem

Se você não quiser que isso vá parar na internet ou que eu mande isso pra todos os seus amiguinhos me encontre sozinho sem contar nada pra ninguém. Me econtre no centro da praça as 17h15min nada de atrasos, pois caso eu não chegue em casa a tempo os vídeos estarão no automático e serão postado em sites de pornô e enviados para todos que você conhece. 

E foi assim que que suas ameaças junto a minha ingenuidade me levaram para uma emboscada onde fui desacordado. 

Horas depois quando acordei estava amarrado em um barco similar a este onde fique durante 5 meses. Onde nesse meio tempo fui obrigado a fazer exercícios e dieta além de vários outros procedimentos que até mesmo hoje não sei ao certo o que eram.
Depois disso fui levado a uma ilha onde fui vendido e perdi a minha virgindade em seguida tive que assistir aulas sobre técnicas sexuais e posições. Quando isso terminou fui designado a um cargo que era ser o acompanhante da quele homem que eu estava, antes disso.

Pov. Autora on.

Após lágrimas começaram a correr no rosto da garota. Que logo foram secas pelos dedos precisos de seu amigo. 

-Em pensar que hoje eu encontro a pessoa que mais sonhava reencontrar, ao mesmo tempo em que estou presa no meu pior pesadelo. 

-Pelo menos estamos juntos, e vamos passar pelas dificuldades unidos. Respondeu o Garoto com um sorriso bobo.

-Você sabe o que vão fazer comigo?

-Eu não sei ao certo, mas todo virgem que chega aqui perde virgindade com outro virgem. E logo após a cerimónia é comprado por alguém de status alto o suficiente pra fazer isso. 

-Você é uma dessa pessoas? 

-Ainda não, mas meu chefe é o quinto homem mais poderoso desse andar e me prometeu você a não ser que uma pessoa de casta mais alta esteja intereçado em você eu vou poder ficar com você.

-Então quer dizer, que tem o risco de qualquer um me comprar como brinquedinho pessoal?

-Sim.

-Fudeu! Espero que todos apreciem minha feiura natural e escolham outra. 

-Acho difícil, mas vamos torcer pra tudo dar certo. Ele começou a mexer no cabelo dela formando uma sena super fofa, mas foi interrompido pela porta sendo aberta.

_Já estamos chegando na zona três então iremos atracar em minutos.

Pov. Ágda 

Do nada o navio começou a tremer e foi em questão de segundos que Nath me abraçou com o braço esquerdo em quanto se segurava a parede com a mão direita. E em algum momento desse processo eu fique com o rosto virado pra a janela e pude ver que navio estava levantado do mar e em pouco tempo já estávamos assima das nuvens que deixavam muito evidentes que estava rolando uma tempestade lá em baixo por conta da cor das nuvens e pelo som estridente dos trovões, mas o que realmente me assustou foi quando avistei uma ilha voadora.

Tá essa foi a minha primeira vez em um barco voador, que já é pra poucas pessoas, mas tenho certeza que não tem muitas ilhas voadoras por ai.

Nós estamos no triângulo das bermudas o único lugar no mundo onde ilhas podem voar e um plano sadico desse tamanho pode ser posto em prática sem nehuma autoridade desconfiar.

-Tambom isso aumenta minha teoria que diz que eu ainda não sai da minha cama hoje de manhã. 

Quebra de tempo

O navio voador havia pousado em uma cidade estranha esculpida em pedra. E Assim que desembarcamos fui separada do Natanael e algemadanos aos pés aos de outras pessoas. Fomos forçados a andar em duas filas por um corredor escuro que parecia não ter fim.

Ao meu lado estava um garoto de olhos verdes e cabelo castanho claro aparentemente não muito mais velho que eu porem bem mais baixo, Atras de mim havia uma ruiva que provavelmente já era adulta sendo muito mais alta que eu que me fazendo me sentir uma anã com os meus 1,60, Ao lado da garota havia um garoto loiro de olhos dourados e um pouco mais alto que ela com uma idade aproximada. A minha frente estava um garoto loiro de olhos azuis não muito mais velho e mais alto que eu. Ao seu lado esta um menino ruivo de olhos azuis mais baixo que eu aparentemente da mesma idade. 

Quando mais andavamos mais pedíamos escutar o som de pessoas gritando e assobiando como o som de uma grande torcida medieval esperando os gladiadores entrarem em campo. Conforme chegávamos mais perto a luminosidade do corredor aumentava e finalmente podíamos ver que realmente se tratava de um enorme estádio. 

Os caras que nos escoltavam derrepente pararam de andar e nos mandaram seguir em frente. No centro da arena havia um grande tronco com uma e uns homens com uma espécie de sacos pretos na cabeça que seguravam chicotes e cordas. 

-Me desculpe. O menino ao meu lado disse. 

-Pelo-lo que? Perguntei já desconfiada da resposta.

Ele ficou queto e não disse mais nada ele parecia estar distante... 

Sem conversa disse um dos homens de máscara preta. O mesmo homem que disse isso me desacorrentou aproveitei a situação pra tentar fugir, mas ele me segurou pelo braço, embora eu ainda estivesse ainda lutando para me soltar ele me amarro de quatro no tronco e em seguida fez o mesmo com a menina ruiva e com o menino loiro de olhos azuis. 

Pov. Autora On.

Em quanto isso os três meninos restantes já sabiam o que teriam que fazer, pois a alguns minutos atrás receberam uma espécie de fone de ouvido que lhes dava ordem de tudo que tinham que fazer. Nenhum deles queriam fazer o que estava prestes a fazer mas estavam sobre a ameaça dos piores chantagistas de todos os tempos. 

Pov. Ágda on

Um som similar ao de um gongo tocou e todos nas arquibancadas começaram a gritar mais alto que nunca eu podia notar que a maioria das pessoas estavam se masturbando. 

De repente sinto uma mão separado minhas nadegas arrepiado todo meu corpo. Em seguida sinto uma língua quente lamber a minha buceta. Começo a chorar e gritar dizendo que não quero isso, mas era inútil. Sinto esse alguém apalpar minha bunda interrado seus dedos e estranhamente sinto gotas pingarem na mesma. Será que a pessoa está chorando?

Após ele explorar toda minha vagina com a língua sinto ele alterar para meu cu. Eu tenho fetiche por anal, mesmo assim isso é errado não quero perder minha virgindade com um completo desconhecido. E ainda por cima sinto vergonha por ter um estádio inteiro me olhado eu ser extuprada.

Podia sentir a cabeça do seu membro na estrada da minha vagina. Fechei meus olhos e gritei o máximo que pude ao sentir o seu amiguinho rasgando meu ventre. Pude sentir sangue escorrer entre as minhas pernas. 

Ele fazia movimentos lentos de vai e vem e tenho que confessar que a essa altura eu já estava excitada então como tudo já tinha ido pro espaço entrelacei minhas pernas a sua cintura e o forcei contra minha intimidade forçando seu pau entrar mais fundo. Ele começou a almentar os movimentos de vai e vem até ficar em um ritimo frenético e rápido onde gemiamos em sincronia.

Contínua...





Notas Finais


Serezinhos me digam se seus personagens são a favor ou contra ficar nesse lugar. O cara da capa é o Natanael


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...