1. Spirit Fanfics >
  2. Fanfic Jikook - Loucura, romance e cú doce >
  3. Pequena grande discussão e uma amizade verdadeira...

História Fanfic Jikook - Loucura, romance e cú doce - Capítulo 6


Escrita por:


Notas do Autor


Boa leitura, meus anjinhos ❤

Capítulo 6 - Pequena grande discussão e uma amizade verdadeira...


  

P. O. V Jungkook

Nome: Aula de Matemática

Sobrenome: Causadora do meu tédio

Pois é... E lá vamos nós... De novo...

5... 4... 3... 2... 1... Durmi ...

Tá eu não dormi, mais eu queria ter dormido, fiquei metade dessa aula pensando no Jimin e em como foi bom dormir com ele.

Ele é tão fofinho... Pera, algo errado não está certo... Por que eu tô pensando nele?

Quer saber... Eu não ligo, só sei que eu estou pensando e não quero parar de pensar nele.

Que estranho, eu estava pensando que estava pensando que não quero parar de pensar no Jimin...

Isso não fez o menor sentido.

Mais é vida que segue e-

TRIIIIMMMM

AEEEE PORRAAAA O SINAL TOCOOOOOU

Eu sai correndo da sala sem falar com ninguém e fui direto pegar um lugar na cantina porque, pior que o refeitório da minha escola, só o inferno, Jesus, o povo lá é tudo um bando de esfomiado que come a primeira coisa que vê pela frente. Infelizmente eu não estou exagerando dessa vez, ontem eu ví um aluno comendo pedra velho, PEDRA.

Peguei um lugar bem no canto e fiquei esperando pelas lesmas que eu chamo de amigos.

Não demorou muito para eles se juntarem a mim nesta incrível jornada observando animais agressivos vulgo povo da minha escola devorar o lanche, Jesuis eu que não ia querer ser aqueles lanches e ser devorado por esses animais. Socorro.

- Daqui a pouco essa escola vai aparecer no Animal Planet e vão mostrar o habitat natural dos adolecentes hiperativos.

Jm: Não duvido disso nem por um segundo

Jin: Dexei de acreditar nesse povo desde que eu ví um adolescente roendo um tijolo.

- Semana passada fizeram uma sopa de pedra. E não sobrou nada.

Jh: Tadinhas das pedrinhas, não mereciam esse tipo de agressão

Yg: Luto pelas pedrinhas inocentes que foram pegas na encruzilhada.

- Um minuto de silêncio por elas...- Não deu cinco segundos e eu voltei a falar- Tá, são só pedras, não vão se importar se falarmos...

Jh: Você não tem respeito pelas coitadas

Tae: Seu sem coração...

Esse povo é tudo besta, oxi.

Comemos nossos lanches e ficamos conversando por um tempo.

Até o Babaca o Jackson aparecer e acabar com a minha felicidade e o que ainda restava do meu bom censo.

VÔ PARTI PRA CIMA DESSE MALUCO.

Será que ele ainda não entendeu que o Jimin é só Me- Nosso.

Caraí viu, maluco difícil, só não parto pra cima dele porque eu tenho dignidade o suficiente pra não querer passar a vergonha de enfrentar ele e os amigos dele sozinho.

Você deve estar pensando " Mais você tem os seus amigos".

I- DA- I ?

É a mesma coisa que ter a merda.

Do jeito que eu conheço eles, iriam ficar só assistindo e gritando " MATA ELE, MATA ELE" enquanto eu apanhava, isso se não pegassem a pipoca pra acompanhar a briga.

Jack: Oi Minie

Jm: Oi...

Jack: Jimi, posso falar com você á sós?

Jm: Hum... Tá...

Jimin se levantou e seguiu Jackson até um canto mais afastado do refeitório/ Campo minado pois tinham começado uma guerra de comida e tinha muitas almôndegas voando descontroladamente por aí.

Bom, obviamente eu ainda conseguia ouvir a conversa deles e ver mais ou menos.

Eu sei, eu sei que isso é invasão de privacidade, mais ninguém precisa ficar sabendo não é?

Jm: Então... Sobre o que você quer falar?

Jack: Vou direto ao ponto Ok?

Jm: Anh... Ok?

Jack: Um dos meus amigos, Taemim pra ser mais exato, me disse que você e o novato tão de pegação...

Jm: O QUE??- Ele ficou muito vermelho. Fofo. - Hum... - Limpou a garganta - E se estivessemos, qual seria o probrema??

SHUPA JACKSON, PODERIA TER DORMIDO SEM ESSA VÉI.

Jack: Jimin, eu só quero saber se é verdade, o meu único problema com isso é vocês dois juntos, a essa altura você já deveria pelo menos ter desconfiado do meu interesse em você.

Falei cedo demais...

Parece que o jogo virou não é mesmo??

Estou me segurando pra não ir lá e dar na cara daquele idiota gostoso.

Jm: Ual,eu...- Ele soltou um pequeno Suspiro - Jackson... Você gosta de mim ou do meu corpo?

Jack: E isso importa? - Disse com uma expressão sarcástica que mudou ao ver o olhar sério de Jimin sobre si- Dos dois, eu acho...

Jm: Isso... Isso explica muita coisa, tipo muita coisa mesmo - Passou a mão pelo próprio cabelo, parecendo pensativo. Desviando seu olhar de Jackson para o chão

Jack: Minie... Olha pra mim - Disse ele segurando o queixo do menor, o forçando a olhar em seus olhos- Eu- Gosto - de - Você - Disse ele lentamente a Jimin que parecia estar se segurando para não chorar.

Pera... Por que ele está se segurando para não chorar?? Ele tá... Triste??

Jm: Eu ... Não acredito em você, você é como os outros... Não liga pros sentimentos, só pro corpo- Ele disse antes de sair correndo e chorando, deixando Jackson ali, olhando para o nada como o completo idiota que é.

Eu deveria ir atraz de Jimin... Pera ... JIMIN, ELE PRECISA DA MINHA AJUDA AGORA.

Eu estou começando a achar que sou muito lerdo...

Nj: Você prefere azul ou roxo Jungkook?- Perguntou Nanjoom me tirando da minha boiagem, sério... Como eles chegaram nesse assunto?

- Eu prefiro deixar seu olho roxo

Nj: Não foi essa a pergunta...

- Tá... Eu prefiro ir atraz do Jimin - Eu disse antes de sair correndo em direção á porta por onde Jimin passou minutos antes. Passando pelo meio do campo de guerra eu fui acertado bem no rosto por uma almôndega do tamanho do mundo, se não tivesse suja e eu não estivesse com pressa, eu claramenre a devoraria.

Foco Jungkook, Foco.

Nj: Menino doido ... - Pude ouvir ele falar atavez da minha audição de Lúpus. Antes de morder uma folha de papel e engolir, além de engasgar porque o pedaço de papel era grande demais... Hum... E eu que sou doido... Nem papel ele sabe comer direito cara. PAPEL.



P. O. V Jimin

Jackson...

Aquele filho de uma puta...

Ele basicamente acabou de admitir que não gosta de mim e sim do meu corpo.

Ele é um babaca ele.

Depois que eu sai correndo e chorando de lá fui direto pro banheiro e me tranquei em uma cabine pra ficar chorando.

Bom, esse eram meus planos até um certo Jeon Jungkook bater na porta

Jk: Jimin, cê tá aí?

- Não, acho que o Jimin já foi pra sala- Disse tentando esconder a dor

Jk:Uhum... Como é seu nome então menino misterioso?

- Irineu

Jk: Irineu?

- Você não sabe nem eu... - Pude ouvi a risada dele, que por sinal era gostosa de ouvir, não consegui conter o meio sorriso que se formou em meus lábios

Jk: Muito bem Irineu... Poderia ver seu rosto?

- Você é muito chato sabia ? - Eu disse abrindo a porta da cabine e me deparando com Jungkook e seu sorriso de coelinho.

Jk: Sabia sim- Ele pareceu me avaliar por um tempo até vir até mim e me abraçar. Me assustei com a ação repentina mais o abracei de volta, percebendo que lágrimas silenciosas caiam pelas minha buchechas sem eu ter notado - Quer conversar?

- Não... Não agora... Só me abraça cara

Jk: Tá... Olha... Se vc precisar de mim eu estou aqui viu...

- Pera um segundo... Por que você está falando como se soubesse o que aconteceu? - O olhei nos olhos ainda abraçado a ele - Oh meus Deus... É porque você sabe! - Disse ficando vermelho e escondendo minha cabeça em seu peito pra ele não perceber - Que vergonha Jesus ... - Nessas horas eu só queria ser um avestruz pra enfiar minha cabeça em um buraco bem pequenininho

Jk: Dicupa, mais eu não pude deixar de ouvir

- Você não podia ou não queria?... Seu xereta...

Jk: Aigo Jimin...

Dei um sorriso com a cara ainda entrrada em seu peito.

- Tá eu te perdoo

Jk: Bigaduh

Alguns minutos se passaram e nós ficamos em silêncio, até o Jungkook o quebrar.

Jk: Sabe... Eu não tô entendendo o porque disso se você disse que não gosta dele...

PUTA QUE PARIU ELE DESCUBRIU CARALHO, EU TÔ FUDIDO.

Acho que vou me mudar pra Austrália, ouvi dizer que lá é um lugar legal e ninguém me conhece. Mais isso está fora de cogitação porque eu não sei falar inglês ou sei lá que porra de língua eles falam lá. Ou seja me fudi.

Pensa Jimin, pensa pra não descobrirem sua mentira...

- E eu não gosto... Só que .... Sabe ...

Jk: Não, não sei...

- ... É só que é cansativo e chato pessoa se interessarem pelo que você é por fora e não por dentro, pelo seu físico e não pelas suas ações ... Essas pessoas não ligariam se eu fosse uma puta de esquina que fica rodando bolsinha por aí, eles ainda iriam querem me comer, Entende agora?

Jk: Agora que você explicou... Eu continuo sem entender, mais isso nóis releva e finge que eu entendi- Eu comecei a rir e abraçei ele ainda mais forte

- Obrigado Jungkook

Jk: Não foi nada Minie...


Notas Finais


Comentem e favoritem, isso me incentiva a continuar!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...