História Fanfiction Is It Love? Colin - Melodia do Amor - Capítulo 39


Escrita por:

Postado
Categorias Is It Love?
Personagens Colin, Gabriel, Matt
Tags Amor, Drama, Is It Love Colin, Musica, Romance
Visualizações 46
Palavras 1.572
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Romance e Novela
Avisos: Drogas, Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 39 - Capítulo 38


Fanfic / Fanfiction Fanfiction Is It Love? Colin - Melodia do Amor - Capítulo 39 - Capítulo 38

~~ Colin ~~

 

Depois de almoçar com a minha sogra e a minha namorada, eu resolvo chamar o Gabriel, o Matt e o Adam para tomar uma cerveja no meu apartamento enquanto eu conto para eles o que aconteceu exatamente e as minhas preocupações com o Samuel tão perto, deixo a Kate aproveitar um tempo com a mãe dela antes de contá-la outra novidade.

Se tem uma coisa que não falta no meu apartamento é cerveja, aproveito enquanto espero eles chegarem para pedir algumas pizzas, eu acabei de comer, mas até a pizza chegar sei que estarei com fome.

Abro a porta assim que a campainha toca e me surpreendo de ver os 3 na minha porta.

- Vão dizer que vieram juntos? - eu digo levantando uma sobrancelha.

- Não seria uma má ideia, mas, na verdade, nos encontramos na portaria - diz o Matt já entrando e o Gabriel e o Adam o seguem para dentro do apartamento.

- Bom, já que estamos todos aqui, pode nos dizer para que, exatamente, precisava que viéssemos os 3 aqui? - pergunta o Gabriel.

- Simplesmente para não contar a mesma história várias vezes, é mais prático eu contar tudo uma vez só para os 3 - eu digo simplesmente e o meu cunhado dá de ombros.

Eu pego algumas cervejas na geladeira entregando uma para cada, abro a minha e já dou um gole antes de começar a falar. Começo contando do show e do que aconteceu com o Samuel, vejo o Gabriel tensionar ao meu lado quando repito as palavras dele, o Adam não chegou a ouvir tudo o que aquele babaca disse senão teria me ajudado a bater em vez de nos separar. Até o Matt queria ter me ajudado a bater naquele cara, ele ainda não se conforma com aquilo que aconteceu com a Bia e a Kate na academia onde ele treina, mas eu já chego nessa parte.

Depois de contar sobre o pós-show, a briga e tudo o que o Samuel falou eu começo a contar sobre as minhas suspeitas.

- Gabriel, lembra que eu te pedi ontem para aumentar a segurança com a Kate e a Sra. Jane? - ele acena concordando. - Bom, um dos motivos é a certeza de que esse cara está por perto.

- Um dos motivos? Certeza? - ele me pergunta confuso.

- Exatamente - eu respondo. - Assim que eu cheguei no apartamento da Kate com ela e depois de todos irem embora comecei a investigar a Cassidy.

- Mas a polícia não está investigando? - pergunta o Matt e eu reviro os olhos.

- Sim, mas da última vez que eu deixei de investigar alguma coisa aconteceu aquele acidente de carro com você e a Bia e logo depois o nascimento dos gêmeos, sendo assim, eu prefiro me preparar e juntar material contra a Cassidy e ajudar a polícia a achar ela mais rápido - eu explico.

- Então fala de uma vez o que você descobriu! - diz o Adam impaciente.

- Todos sabemos que a Cassidy fugiu novamente depois do que aconteceu na academia, certo? - todos concordam. - Acontece que ela teve ajuda para fugir, porque pelo que eu descobri fazia poucas semanas que ela tinha fugido da cadeia quando tentou machucar a Bia e a Kate e sem a ajuda de outra pessoa ela não teria conseguido fugir da viatura que a levada de volta para a prisão - eu explico. - Eu descobri que a Cassidy ainda tem o mesmo celular de quando trabalhava na Carter e eu já tinha invadido o celular dela uma vez, guardei as informações por segurança e descobri uma troca de mensagens com um número que eu não conhecia. Depois de algum esforço eu consegui descobrir de quem é esse número e invadi o aparelho também.

- Fala logo quem é o cúmplice da Cassidy! - diz o Matt.

- O Samuel - eu digo e todos se surpreendem, admito que até eu ainda estou surpreso. - Eu ainda não consegui entender direito o motivo dele estar ajudando a Cassidy, mas prefiro não pagar para ver e aumentar a segurança de todos será melhor - eu digo.

- Será que dessa forma você consegue rastrear o celular dela e descobrir onde ela está? - pergunta o Gabriel preocupado.

- Acho que sim, mas vai levar um tempo para conseguir rastrear, preciso tomar cuidado para que ela não suspeite de nada e resolva trocar de celular.

- E qual é o seu plano brilhante para resolver isso? - pergunta o Adam.

- Por enquanto eu não tenho um plano, só quero juntar o máximo de informações e passar para a polícia no momento certo e preciso da ajuda de vocês para ficarem de olhos abertos, por enquanto só dá para fazer isso.

- Nós podemos também armar uma emboscada para pegar os dois usando uma isca, igual aos filmes, aí eles caem na armadilha e nós saímos como heróis que ajudaram a polícia a prender os bandidos - diz o Matt e leva um tapa na cabeça do Gabriel. - Ai!

- Você teve essa ideia brilhante sozinho? - diz o Gabriel com ironia. - E quem você pretendia que fosse a isca? A Bia, a Kate ou os meus filhos?

- Eu não tinha pensado nessa parte - o Matt diz e eu reviro os olhos.

- Vamos deixar a ação para a polícia depois de entregar as provas que vamos colher, eu só preciso que vocês estejam cientes do que aconteceu e preparados para o que pode acontecer, algo me diz que aqueles dois são muito perigosos juntos e também imprevisíveis - eu digo preocupado.

Agora que todos estão cientes do que aconteceu terminamos as nossas cervejas em silêncio, cada um com um pensamento e todos preocupados com os próximos passos daquela dupla esquisita. 

Quando todos já digeriram as informações que passei, começamos a nos organizar para garantir a segurança da Kate e da mãe dela, assim como da Bia e dos gêmeos. Além disso acessei o banco de dados da clínica onde fizemos o exame de compatibilidade com a minha sogra e já sei que um de nós é compatível, incrível como conseguimos que tantas pessoas da Carter fizessem o exame, mesmo que a pessoa compatível já estivesse bem perto, pode ser que sejam compatíveis com outras pessoas que precisem do transplante.

 

~~ Kate ~~

 

Eu aproveito o resto do dia para contar sobre o show para a minha mãe, que me escuta com um brilho orgulhoso nos olhos, sei que está cansada por causa das sessões de quimio, mas isso distrai ela um pouco e tem vezes que só queremos um colo de mãe então eu aproveito bastante.

Nos curtimos o dia todo até que ela se despede para ir dormir, estranhei que o Colin não veio mais aqui e não ligou nem nada, o que será que ele está aprontando no apartamento dele?

Com esse pensamento em mente eu saio do meu apartamento e toco a campainha do dele e imaginem a minha surpresa quando ele abre a porta e eu vejo o meu irmão, o Matt e o Adam no apartamento dele, levanto uma sobrancelha.

- Vocês agora fazem reunião do clube do bolinha? - pergunto divertida.

- Não é nada disso que você está pensando, Kate - responde o Matt me fazendo rir.

- Agora eu tenho certeza que vocês estão fazendo uma reunião íntima, já fizeram as unhas também? - não perco a oportunidade de fazer piada, porque realmente é engraçado ver as caras de espanto deles quando me viram na porta.

- Cala a boca, Matt! - rosna o Colin. - Eu não estava esperando que você aparecesse aqui, na verdade, pensei que fosse o entregador de pizza.

- Eu já entendi que você não esperava me ver hoje, Colin, mas se não estão escondendo ou aprontando nada, por que essas caras de espanto? - eu pergunto confusa. - Eu não devo estar tão assustadora assim, estou? - eu pergunto fingindo ajeitar o cabelo.

- Gatinha, nem se você se esforçasse muito conseguiria ficar feia, nós só estávamos conversando sobre o show de ontem e a turnê em geral, mais especificamente sobre a segurança - diz o Colin.

- E para falar da segurança da turnê você precisa do Gabriel e do Matt? - ele faz uma careta quando eu pergunto e sei que ele está me escondendo alguma coisa, mas não vou insistir.

- O Gabriel é seu irmão e o Matt é nosso amigo, eles podem ajudar durante a semana - responde ele e eu aceno a cabeça, eu não vou insistir nisso, depois eu converso sozinha com o Colin e ele vai me explicar direito tudo isso.

- Tudo bem, vou voltar para o meu apartamento e vocês podem continuar a reunião de vocês - eu me viro, mas antes de sair me lembro de um aviso que tenho para o meu irmão. - Gabriel, essa semana saem os resultados dos testes de compatibilidade, você quer ir comigo buscar?

- Claro - ele responde e sorri, me fazendo sorrir também.

- Depois combinamos então - ele concorda e eu volto para o meu apartamento.

Esse fim de semana aconteceram tantas coisas, na verdade ultimamente aconteceram muitas coisas na minha vida, que fico até tonta só de lembrar e ainda tem a minha formatura é será em duas semanas.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...