História Fanservice e seus limites - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens V
Tags Desabafo, Fanservice, Nn Project, Taehyung
Visualizações 169
Palavras 340
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Drabble

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


eu to pistola, cansada e com sono.
se ofender alguém ok, se não melhor ainda.

Capítulo 1 - Único


Você já pesquisou sobre fanservice?

O "fan service" introduz elementos, geralmente de conotação sexual, para atrair e agradar o público. Sabendo disso, o termo se explica: "a serviço do fã", ou seja, para diverti-lo. 

Certo, meu caro leitor. Captou bem a mensagem?

Então me responda, como se sentiria se pesquisasse seu nome no Google e várias páginas sobre um suposto relacionamento com fulano ou notícias genéricas de encontros as encondidas, roupas combinando, olhares cúmplices surgissem?

Não é nada legal.

Ser uma figura pública acarreta diversas coisas - a maioria são positivas. E o fanservice, de certa forma, é muito positivo. É um meio de conhecer pessoas novas, interagir, manter os fãs animados.

O que teria de mal, então?

Você já teve, ou tem, um amigo ou amiga muito próximo que mantém contato e afeto por você, e vice versa? Uma amizade, por assim dizer. Nada romântico, nada além de um relacionamento estável de amizade e amor recíproco. Já pensou se confundissem isso com um relacionamento amoroso? Seria embaraçoso, um pouco engraçado se vocês tiverem senso de humor. Se não passasse disso, tudo ficaria okay.

Agora me diga, você gostaria de se ver pressionado pela mídia, lendo falsas manchetes sobre você e um suposto parceiro?

Quando o respeito é só uma fachada para provocar muvuca e interferir na sua vida pessoal, na sua vida fora dos holofotes, o fanservice se torna algo bem chato.

Não é porque eu abracei meu colega que nós namoramos. Não é porque, durante um programa de variedades ou de esportes, eu cumprimentei alguém, que estamos em algum tipo de relacionamento.

Algumas coisas não tem cabimento nenhum.

Então, me desculpe por decepcionar metade do fandom e os adoradores do fanservice, mas o que eu faço dentro e fora das câmeras não é da conta de ninguém. 

Eu cultivo afeto, sou bem gente boa. Nada mais do que isso. E, não que eu ache necessário justificar, mas nem tudo que eu faço é fanservice.

E, para alguns que só me acompanham por isso, ou esperam interações ensaiadas, acredite em mim, tudo não passa de fanservice.


Notas Finais


não confundam afeto/amizade com fanservice, bicho.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...