História Far From Home - Capítulo 5


Escrita por:

Postado
Categorias One Direction
Personagens Harry Styles, Liam Payne, Louis Tomlinson, Niall Horan, Zayn Malik
Tags Comedia, Nova York, Romance
Visualizações 10
Palavras 2.629
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Famí­lia, Festa, Ficção Adolescente, Hentai, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá meninas, trago um novo capítulo para vocês, leiam atentamente e até o próximo.

Capítulo 5 - Chapter Four - Face the challenge


— Quer parar de enrolar Zayn? — perguntou Liam impaciente com a demora em responder, Perrie mantinha seu olhar fixo no moreno, ela parecia insegura com o que ele fosse responder, sub entende-se que ela não era notada por ele no local de trabalho caso isso já estivesse acontecido.

— Que Harry é um galinha a gente já sabe né, não sei porque a surpresa. — Harry imitou a voz de Zayn e o mesmo lhe lançou um olhar que queria dizer para ele calar a boca, o clima estava tenso para Zayn, a noite começou lhe dando uma tremenda rasteira. Não era algo do tipo perder a credibilidade com seus subordinados, não se tratava disso, era muito mais ser zoado por seus amigos, no trabalho sempre continuaria o mesmo.

— Se você não responder e continuar enrolando vamos achar que já aconteceu. — Louis disse com um sorriso torto nos lábios, Eleanor estava risonha e Niall esperava ansioso pela resposta.

— Ok, vou responder. — Finalmente ele respondeu segurando uma garrafa de corona com um sorriso de quem fez todos arrancarem os cabelos para saber a resposta. — Eu já fiquei sim com uma garota NA empresa. — Ele enfatizou. — Em minha sala, na mesa e tudo, ela se sentou e fez um ótimo trabalho, mas não houve nada além de um bom pega, ela não é da empresa, mas foi ATÉ empresa. — Ele finalizou virando a garrafa na sua boca, a expressão de decepção de Perrie era disfarçada quando ela evitava olhar no rosto das pessoas, e até disfarçava muito bem.

— Ah, quer dizer que o Presidente do Conselho anda se esgueirando nas salas e dependências da empresa? Bom saber, significa que também podemos. — Niall disse com as mãos sujas do sal da pipoca.

— Como tu és senhor Malik! — Liam disse tapando a boca fingindo surpresa de um jeito muito afeminado, e ele riu para ele.

— Fala sério zayn, deve ter acontecido algo mais, você não nos engana fácil, como que em um pega sobre a mesa você para na hora H? — Eleanor disse acariciando os cabelos de Louis que aproveitava das carícias tombando o rosto para o lado.

— E como é que a senhorita sabe de tudo isso Calder? — Perguntou Perrie com um sorriso malicioso, todos entenderam que o posicionamento de Eleanor significava que já havia acontecido entre ela e Louis. Rimos cerca de 5 minutos, Eleanor tentava se explicar mas até Louis ria da situação.

— Não acreditam em mim? — Ela perguntou puxando para si o balde com batatinhas de pacote e segurava o riso parecendo se recordar do dia quando falava.

— Pode crer que não. — Harry disse fazendo com que rissemos da reação dele em escutar o comentário, desacreditado em tamanha falta de confiança. Zayn ignorava os comentários e olhava diretamente no meu rosto pela situação que causei, sem dúvidas foi uma ótima pergunta, eu mantinha um sorriso sapeca no rosto e desviava o olhar poucas vezes.

— Não dá pra brincar de verdade ou desafio com Ellie, já vi que ela pega muito pesado, o que vocês vão pensar de mim se eu começar a soltar aqui todas as besteiras que já fiz? — Niall disse me fazendo curvar a cabeça e soltar uma risada, Harry ainda mexia na ponta dos meus cabelos.

— Sua vez Zayn! — disse apontando na direção da garrafa. — Gire! — Ele segurou a garrafa ao meio e ela girou algumas vezes parando em Niall e Eleanor.

— Você pergunta Niall! — Perrie disse deitando no chão por entre as almofadas.

— Vejamos o que posso arrancar de você Calder. — Ele disse fazendo uma expressão pensativa apoiando o queixo na mão. — Verdade ou desafio?

— Desafio, sou uma mulher de coragem. — Ela estufou o peito e Louis gargalhou a puxando na direção dele lhe dando um beijo no rosto.

— Olha, eu tenho orgulho de você, não é qualquer um que diz desafio para o perverso do Niall. — Harry disse.

— Desafio você a colocar este gelo aqui dentro da calcinha e fica com ele aí até que derreta, não vale tirar. — Ele disse pegando um gelo de dentro do balde de bebidas e entregou na mão de Eleanor, em seguida passando a mão na calça secando, coloquei a mão na testa analisando a cena, eu não gostaria de estar na pele dela.

— Se arrependeu de ter escolhido desafio Eleanor? — Harry perguntou com um enorme sorriso no rosto, Louis se segurava para não rir da própria namorada, até ele gostaria de ver a cena.

— Niall você não é mais meu preferido! — Eleanor disse fazendo careta e pegou o gelo, ele era enorme inclusive, demoraria um pouco até que ele derretesse totalmente.

— Não se ofenda niall, na realidade você nunca foi. — Harry brincou arrancando de todos nós uma gargalhada.

­— Isso vai ser interessante. — Zayn disse com uma ponta de malícia e Perrie lhe deu um soquinho no braço, talvez ela tenha entendido com malícia demais, estavam todos eufóricos para ver Eleanor se ferrando. Ela se levantou e suspirou antes de abrir o botão de sua bermuda.

— Eu vejo essa cena todo dia. — Louis comentou virando a garrafa de cerveja na boca, ela sorriu para ele e continuou seu trabalho, discretamente Eleanor colocou dentro da sua calcinha o gelo, ela se contorceu soltando um gemido, tapou seu rosto com a sensação gelada adormecendo sua intimidade. Não conseguíamos controlar a risada, as caretas que ela fazia eram extremamente engraçadas. Cuidadosamente ela se sentou, era visivelmente visto aquela região ficando molhada, para se aguentar ela ficou segurando a mão de Louis e ao sentir alguns choques ela apertava.

— Conta para nós como é a sensação Eleanor, sempre quis usar isso nas minhas namoradas. — Zayn pegou um balde que tinha restos de batatinhas, ele abriu um novo pacote e despejou lá dentro.

— Suas namoradas? — Liam perguntou.

— Todas as 15. — Niall conclui.

— É como um.. — ela parava de falar se contorcendo novamente, Harry ria tanto que em outras circunstâncias a Eleanor já teria partido para cima dele, mas tudo o que ela dizia era “Vai chegar sua hora”. — Isso com certeza é como uma anestesia, eu não sei como elas vão se sentir, mas depois fica muito bom. — ela apertou com força a mão de Louis murmurando um “droga” logo em seguida, e para que tudo ficasse ainda mais completo Niall e Zayn gravavam tudo, faziam piadas e dancinhas vitoriosas por terem conseguido aquele registro.

Pouco tempo depois Eleanor já tinha conseguido se livrar do gelo, sua bermuda ficou toda molhada, Harry disse que tinha roupas esquecidas de sua irmã e que ela poderia usar algo que servisse, ele adorava perturbá-la, mas era muito claro o cuidado que ele tinha com ela. Estávamos famintos e resolvemos pedir algumas pizzas, em se tratando de comida Niall foi o primeiro a se oferecer para fazer o pedido, ele pediu muito mais do que o necessário, mas mesmo assim nós estávamos famintos. Enquanto esperávamos resolvemos continuar o jogo. Desta vez era Perrie quem perguntava para Harry.

— O que vai ser cachinhos de anjo? Verdade ou desafio? — A loira perguntou mexendo nos seus cabelos, a essa altura já estávamos largados pelo chão, deitados um por cima do outro, Harry com a cabeça na minha coxa para ser mais exata, decidi parar de beber pois na verdade meus pensamentos estavam na pizza que chegaria em alguns breves minutos.

— Desafio! — Ele respondeu sem pensar duas vezes, mordi os lábios por dentro e Zayn se levantou para ir até a cozinha buscar molhos que usaríamos na pizza, por ter me ajudado a encontrar a garrafa e também ir pegar as coisas eu via que ele conhecia muito bem a casa de Harry, talvez melhor que o próprio Harry.

— Desafio você a chamar o entregador para sair e pedir o número dele. — Ela disse.

— O QUÊ? — Harry perguntou alterando a voz que saiu em meio a surpresa.

— Desse jeito, quero esse agudo na sua voz. — Ela finalizou e zayn aparentemente escutou tudo da cozinha, ele quase derrubava as coisas enquanto deixava entre nós.

— Você tá brincando né? — Ele estava desacreditado, os meninos cuspiram a cerveja da boca quando ouviram, riam tanto da expressão de Harry que era de dá dó, mas na verdade eu ria junto com eles.

— Se arrependeu de ter escolhido desafio Harry? — Eleanor usou as palavras dele e ele mostrou o dedo do meio para ela, ela o abraçou por trás mas ele não estava a fim e fez uma cara emburradas. Os rapazes riam de perder a voz e o fôlego. Naquele exato segundo a campainha foi tocada, deduzimos ser o entregador e todo mundo se levantou correndo para se esconder onde era possível e ver a cena ridícula e forçada que Harry iria fazer.

— Não posso fazer isso, não vai dá não. — Ele coçou a nuca se recusando a permitir a entrada do elevador na sua casa.

— Larga de ser mole. — Louis apertou na trava de segurança e ela se abriu, ficamos num breu de silencia esperando Harry falar, Liam gravava como se estivesse brincando com o celular.

— Boa noite senhor, aqui está sua pizza, são cinco, e mais a taxa de entrega. — Quando ele disse cinco pizza nós olhamos para Niall pois ele fez o pedido, e porque essa quantidade absurda de fatias? Ele deu de ombros e voltamos a nos concentrar em Harry.

— Aqui está. — Harry disse estendendo o dinheiro e segurando as caixas de pizza. Quando a rapaz pegou o dinheiro Harry ficou tocando a mão dele fazendo uma carícia. — Não quer entrar? — Ele fazia uso muito bom do agudo, ninguém estava conseguindo ficar sério, mas tudo tinha que sair natural, o rapaz franziu a testa puxando sua mão e dando um passo para trás. — Se não quiser tudo bem, posso pegar seu número e sei lá, a gente pode sair para... bom, para o que você quiser. — Nunca escutei algo tão sexy, soou realmente sexy, que olhar era aquele?

— Ê cara, qual é? Tá me estranhando é? Está aqui o seu troco, e aí a sua pizza, tenha uma boa noite e aquieta esse seu fogo. — O entregador saiu o mais rápido que pôde, pensou que Harry fosse ataca-lo bem ali. Pulamos em Harry rindo, ele fez uma cara horrível pois odiou seu desafio.

— Achei muito natural, acho que Harry queria mesmo sair com ele. — Zayn disse passando o braço no pescoço de Harry.

— Cala a boca Zayn! Não tem graça nenhuma. — disparou ele e gargalhamos.

— O que achou Ellie? — Louis me perguntou ajudando Harry com as caixas. — Temos ou não temos um galanteador entre nós?

— Eu gozei. — disse apenas isso e Harry pareceu ter adorado minha resposta, a galera ficou toda risonha com o comentário e Liam dava replay no vídeo toda hora, ele estava com o rosto vermelho e Harry ameaçou pegar no celular.

— Tenha uma boa noite e aquieta esse seu fogo. — Eleanor imitou o cara que saiu e Harry ameaçou correr atrás dela que pulou por impulso por cima do sofá e caiu contra o chão.

Depois de "socorrer" Eleanor, decidimos parar um pouco a brincadeira para comer, fomos para a sala e limpamos a pequena bagunça que fizemos, sentamos no chão que era extremamente aconchegante e abrimos as caixas de pizza, o cheiro invadiu nossas narinas e sem cerimônia nós pegamos fatias, estava tudo saboroso e ninguém se atrevia a falar, estávamos ocupados demais comendo e mastigando, eu estava no paraíso sem dúvidas, comentávamos pouca coisa, assuntos aleatórios e não de muita relevância. Minutos depois já estávamos satisfeitos, ainda tinha fatias de pizza e comíamos agora por pura vontade e não por fome, foi quando resolveram me interrogar.

— Ellie, o que aconteceu em Londres? — Harry perguntou puxando um travesseiro para se deitar no chão, todos me olharam, com certeza essa era uma dúvida que todos tinham sobre minha vinda Nova York, não sabia se deveria falar, afinal meu chefe estava ali, e esse assunto profissional poderia me comprometer.

— Bom ... — enrrolei como Zayn estava fazendo.

— Também tenho essa curiosidade. — Malik disse e isso me encorajou a falar, porque na verdade eu tinha receio de dizer na frente dele, era como uma ficha de crimes suas atitudes no mundo corporativo, e as demais empresas sempre olhariam para ela, seja para o sim ou para o não. Limpei os lábios antes de começar minha triste história na GQ.

— Quando você se forma é claro que você busca sucesso profissional, você investe no seu perfil enquanto pessoa, tenta se encaixar, e foi o que eu fiz. Quando você trabalha com os livros, com as matérias, é sua responsabilidade ser real, transparente e verdadeiro, claro que com um olhar crítico, mas reflexivo. Quando você não é assim e só escreve para que os outros gostem, para que eles curtam você, isso vira uma dependência, mas uma dependência de ego, para que sempre seja exaltado, você não tem originalidade. — gesticulava com minhas mãos explicando os fatos. — Cheguei na GQ pois não tem mais porque não dizer o nome do santo, meus colegas de trabalho me avisaram que o diretor estava me esperando na sala de reuniões, fui para lá e foi feito a mim uma oferta muito interessante, tenho certeza que poucos recusariam. Eu escreveria uma matéria sobre a própria empresa, eles iriam publicar, os créditos não seriam meus, mas o dinheiro sim, isso tudo envolve uma questão de autoria de conteúdos, basicamente eu deveria superexaltar o meu local de trabalhar, usar números de estatística de venda estrondosos, enfim.

— Mascarar a realidade! — Liam disse.

— Isso, foi quando eu neguei a oferta, o dinheiro ia me tirar de algumas dividas, compras e pagamentos que fiz saindo da universidade, comprando roupas para o ambiente de trabalho, e o resto vocês podem imaginar. Então três dias depois eu fui demitida, toda conta tem prazo de pagamento, então eu precisava de um emprego logo. “Ah, ela é nova nisso, não vai nem se importar,  não vai perceber ou se tocar” Mas estavam errados sobre mim. — conclui levando para a boca um pedaço de pizza, eles me olhavam com uma cara de pena, parecia a história mais triste e injusta, triste não, mas injusta bastante.

— Que filhos da puta. — Niall soltou sem se importar, ele fez uma cara de nojo pelo o que haviam feito ou queriam que eu fizesse. Zayn estava pensativo sobre o assunto, ele prestou atenção em tudo o que eu disse.

— Sempre considerei a GQ uma empresa forte, importante e bom, eu sinto muito pelo o que houve Ellie, a questão é que você está em Nova York, essa é sua casa agora. — Zayn disse me olhando no rosto.

— E é a diretora do departamento de livros online. — Louis disse sorrindo.

— Graças ao meu conselho fenomenal. — Niall disse batendo no peito e rimos.

— Eu sabia que alguém tinha dito alguma coisa a você antes de entrar na minha sala. — Zayn disse gargalhando e atirou uma azeitona em Niall.

— Mas é óbvio, o que você esperava? Você tá cansado de saber que eu participo da seleção indiretamente, e olha aí, Ellie é minha contratada. — Horan disse sorrindo.

— Ela é a diretora porque tem potencial, e se os olhos do Malik viram isso, é porque ela tem mesmo e ainda fará o departamento de livros online crescer muito. — Eleanor era muito amável, ela tinha algo na voz que conseguia apaziguar a situação, ou pelo menos algumas. Mas eu me pergunto o que ela quis dizer com “e se os olhos do Malik viram isso, é porque ela tem mesmo”, como se ele fosse o maior e melhor estrategista de empresa.

— Admiro sua índole Ellie, acho que Zayn acertou muito em ter aceitado você. — Harry disse com a voz mais calma, diferente e com o olhar mais solidário e doce.

— Acertou? — Perguntei para Zayn olhando para seus olhos cor de avelã, um silencio se estendeu antes que ele me respondesse.

— É, eu acertei. — Ele disse retribuindo o olhar.

 

Continua...



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...