História Farce


Escrita por:


Sinopse:
Em 13 de Novembro de 2015, um grupo de terrorista invadiu o restaurante francês Le Petit Cambogde, marcando para sempre a história de Paris. Naquele ato de radicalismo, muitas vidas foram alteradas. A minha foi uma delas.
Sempre sofri preconceito por ser transgênero, sentia-me inferior aos demais homens, mas, com o apoio de Chloé LeClaire, meu grande amor, e da família, consegui superar esse trauma. Todas as metas que planejei até então estavam quase cumpridas, no entanto, naquela noite, tudo mudou.
Iniciado
Atualizada
Idioma Português
Visualizações 8.719
Favoritos 394
Comentários 260
Listas de Leitura 13
Palavras 55.367
Terminada Não
Categorias Justin Bieber, Taylor Swift
Tags Cara Delevingne, Justin Bieber, Paris, Taylor Swift, Terrorismo, Transgênero

Fanfic / Fanfiction Farce
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Romance e Novela
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Lista de Capítulos

Capítulo
Palavras
1.
Prologue
14
1.566
1.095
 
2.
Arrivée
11
953
2.143
 
3.
Bohême
11
726
4.175
 
4.
Leçons
10
517
3.078
 
5.
Perte
22
442
2.135
 
6.
Infermère
12
407
2.110
 
7.
Farce
22
469
2.272
 
8.
Vérité
13
370
1.371
 
9.
Ombres
13
300
2.337
 
10.
Jouir
10
287
2.744
 
11.
Guérison
13
273
3.991
 
12.
Réunion
8
266
3.436
 
13.
Manque
11
254
2.368
 
14.
Pardon
7
255
2.903
 
15.
Rendu
8
234
2.130
 
16.
Lent
9
222
3.001
 
17.
Peau
19
338
3.342
 
18.
Réalisation
13
305
2.454
 
19.
Visite
13
253
2.489
 
20.
Succombé
14
166
2.451
 
21.
Vol
7
116
3.342

Gostou da História? Compartilhe!

Comentários em Destaque

Postado por WarriorGirl
Capítulo 21 - Vol
Usuário: WarriorGirl
Usuário
Mais uma fic de sucesso hm? Adoro sua escrita!

Cnt xx
Postado por PsiuFaustao
Capítulo 11 - Guérison
Usuário: PsiuFaustao
Usuário
"...eu diria que estava no inferno. No entanto, pelo menos, ainda estava vivo"- Essa é a unica parte do capítulo que pode ser confundida ou até mesmo considerada contradição, entretanto, mesmo assim, ainda está cheia de significados. E por isso estou destacando-a.
"Achou que eu não enalteceria a mulher brasileira NEGRA nessa estória? Achou errado!"
Foi exatamente isso que eu peguei em Guérison, entre outras coisas que você faz questão de frisar e prezar em cada capítulo. E é exatamente o que eu mais amo sz. Esse capítulo foi recheado de críticas e quem leu com atenção pode pegar uma por uma, desde a Caroline falando sobre a igualdade e respeito, até ela falando sobre o casamento que diferente do que muitas pessoas acham, não é aquele mar de rosas, e que muitas vezes o homem leva o próprio prazer em primeiro lugar. Por que esconder? É a realidade! E ainda foi mais longe, revelou a farsa que nos deparamos dia após dia nas redes sociais, aqueles textões bem escritos ou então as montagens com o "eu te amo". Não que eu seja contra, mas, e no real como é que tá? Achei triste que ela ainda não tenha tomado coragem pra largar o "marido", mas sinto que isso não vai demorar pra acontecer.
Se Pierre não é a melhor pessoa, então eu simplesmente não sei quem é! Amo tanto esse jeito louco mas pacifico, amigavel e socialvel mas mesmo assim na dele. Quero um amigo como o Pierre, apenas!
To xonada nesse momento familiar deles, meu coração até aqueceu vendo os três juntos. E esse final? Caramba, Chloe, menina, se tu não quer esse homem que dá tudo de si pra realizar um sonho seu, então me dá que eu quero.
Postado por PsiuFaustao
Capítulo 10 - Jouir
Usuário: PsiuFaustao
Usuário
OPA, MEU CHEIRO
QUE CAPITULO BONITO, BEM FEITO, FORMOSO.
Sim, ele foi bem leve e descontraído. E eu amei essa nova atmosfera depois daquele caos todo. Confesso que tô adorando conhecer mais o Pierre, adoro quando as fanfics exploram os personagens secundários, pq poxa, eles fazem parte da história também. Obrigada por sempre dar enfoque neles e fazer com que eles sejam tão amados quanto os principais. Tô achando maravilhoso observar essa amizade entre ele o Jus crescer cada vez mais. Ri muito das atrapalhadas do francês e achei divino a forma em que descreveu Marseille (Marselha), vc tem o poder de transportar a gente pra qualquer lugar, se duvidar pra qualquer dimensão kkjkk. Todos os comentários citaram o quão divertido foi ler esse momento fã do Pierre, e eu não poderia concordar mais, porque gente, na vida somos todos Pierre. Porém admito que me senti um pouco Jus nesse capítulo, porque não entendo nada do mundo da moda, portanto não conheço as pessoas que envolvem essa área. Pra você ter ideia foi um dias desses que eu descobri que "Irmãs Kardashian" não era um desenho animado de televisão. Eu já ia dizendo que o Justin tem uma queda por loiras dos olhos claros, mas o real mesmo é que ele tá fissurado na Chloe, o que não é pra menos depois de tudo que eles viveram. Quase que eu caio no chão com esse final, tu nunca vai cansar de me fazer passar aperreio, né? Já falei que eu amo essa relação dele com o pai? Pois é, acho incrível que eles sejam confidentes e acima de tudo amigos um do outro. Ai tá incrível, não sei mais o que dizer.
Postado por PsiuFaustao
Capítulo 7 - Farce
Usuário: PsiuFaustao
Usuário
TÔ TODA ARREPIADA!
É impossível passar por esse capítulo sem comentar, principalmente esse que é meu fave. Eu sei que te pedi desculpas por não ter comentado nos capítulos anteriores, mas o caso é que eu simplesmente senti uma necessidade enorme de comentar agora (vulgo mandar meu sono e a minha indisposição lá pra aquele lugar) e estou chateada comigo por nas mensagens ter apenas dito que estava adorando, que estava incrível, que havia lido. Caramba, é mais que isso! Eu estou apaixonada. Esse casal é incrível, o Justin é fantástico, sério, vc tem o dom de criar personagens cativantes e com estórias inspiradoras. Eu queria saber se vc já foi a Cidade das Luzes ou se pesquisa sobre ela para trilhar o enredo? Porque é tudo tão detalhadinho que chega traz a sensação que conhecemos esses lugares. É incrível. Segundo que, em cada pedacinho da fanfic eu consigo achar um traço seu, pode ser apenas uma frase, ou então pra descrever um gesto do personagem ou até mesmo um contexto maior como a maneira em que ele se relaciona. Um exemplo é a relação do Jus com o pai. Eu sinto vontade de te enaltecer toda vez que leio uma estória sua e o personagem tem uma relação tão bacana e amigável com os pais, acho tudo de bom você prezar o quão importante a família é pra nós, e o quanto o afeto e o diálogo são importantes dentro de casa. Terceiro sobre o que você me perguntou e eu deixei a minha opinião meio vaga. A maneira como você descreve cada personagem faz com que eles sejam únicos. Já li tantas fanfics suas e em nenhuma eu encontrei um personagem com características parecidas, isso é fantástico porque mostra justamente que cada um possui a sua particularidade, algo que é somente seu, e no qual deve se orgulhar. E para não me prolongar de mais, esse capítulo foi meu preferido pq ele preza exatamente o que eu te falei no prólogo, o misto de sensações. Eu me vi de tantas formas nele. O cenário Parisiense, causou leves piques no meu coração; a conversa com a avó, me causou uma nostalgia indescritível, e eu simplesmente deixei meu mar correr solto pelo rosto. Acho que não tem ser humano que não se sinta tocado quando o assunto são avós. Por fim, eu amei o jeito romântico descontraído da Chloe (apesar de sãs desilusões). Espero que isso ajude na hora de escutar o Justin. Eu não imagino o quão complicado deve ser pra ele ter que lidar com tanta discriminação, preconceito, cochichos, olhares tortos, principalmente a falta de aceitação da mãe.
Se tem uma palavra que resume quase 99% das coisas que eu penso em te dizer nesse momento é gratidão.
Postado por PsiuFaustao
Capítulo 1 - Prologue
Usuário: PsiuFaustao
Usuário
A mesma sincronia que me fez encontrar essa estória, é a mesma que vc usou para me conta-la e a mesma com que escrevestes. Só pelo enredo, já consegui imaginar a obra de arte que estava por vir, e me empolguei ainda mais quando me contou sobre o quanto ela significa pra você. Você me disse que foi aqui que vc teve sua primeira experiência em escrever sobre artistas internacionais, mas algo em mim dispara que foi aqui tbm que você encontrou o que realmente queria abordar nas suas fanfics, a questão de falar o que a sociedade procura esconder, reprimir, repudiar. Tá certo?
Percebi que suas estórias são uma espécie de desabafo (o que eu simplesmente amo de mais e acho que todas deveriam ter um pouco). Adoro o modo original como expõe suas ideias, seus pensamentos, suas críticas, e nos leva a refletir sobre o ser humano, os lobos da sociedade e sobre as nossas relações. Estou encantada com esse enredo, eu nunca li uma fanfic em que o personagem fosse transgênero e também não compreendo muito sobre, então jâ tô empolgada pra conhecer. Concordo com você quando diz que o ar de Paris deixa tudo muito mais fascinante, foi uma delícinha ler esse prólogo, mesmo o final me deixando nervousa.
Obs: A desgraça do Spirit não tá deixando eu favoritar