1. Spirit Fanfics >
  2. Fatal - Caso Iniciado (ATEEZ - Kim Hongjoong) >
  3. Sem sentimentos.

História Fatal - Caso Iniciado (ATEEZ - Kim Hongjoong) - Capítulo 2


Escrita por:


Notas do Autor


Oioi pessoas, como vão? eu espero que bem, como eu nunca sei o que dizer no primeiro cap, vim explicar no segundo a respeito de algumas coisas;

×Eu sei que a cantora/atriz Lee Ji-Eun é coreana, mas eu espero que relevem e que entendam que aqui ela é chinesa, please.
×Eu já havia iniciado esta fic, mas o principal era o Tao, ex-membro do EXO, e como eu vi que era uma fic bem escrita, eu quis mudar algumas coisas como a categoria que agora é do grupo ATEEZ, então só será com os membros desse grupo, portanto, não estranhem e nem pensem que é plágio, pois esta fic era de minha autoria.

× como já mencionado na sinopse, esta fic é inspirada em um filme que eu amo de paixão, mas é apenas o início e o restante será somente de minha AUTORIA, espero que entendam.


É isto, sem mais delongas, uma ótima leitura ~

Capítulo 2 - Sem sentimentos.


Fanfic / Fanfiction Fatal - Caso Iniciado (ATEEZ - Kim Hongjoong) - Capítulo 2 - Sem sentimentos.

Anteriormente.

— Vamos ver se consegue me vencer. Garotinha. Estou pagando para ver! — Disse e por fim fizera um breve carinho no queixo da menor que evitou um suspirar apaixonado.

 

[•••]

Agora.

Ji-Eun percebera, naquele momento, que Yifan contrariado, conseguia ser totalmente insano. Teve tal confirmação ao vê-lo adentrar ao ringue e em poucos minutos avançar contra o adversário rapidamente, o levando a inconsciência.  Os golpes que desferia sobre o rosto do mesmo eram bastantes brutais e poucos minutos depois foi decretado como o vencedor da segunda luta. O viu se levantar de cima do oponente mirando os olhos em sua direção enquanto a mesma assistia a luta de braços cruzados e se apoiava numa lacuna de parede. O garoto apenas sorriu para ela e mandou-lhe um breve acenar de cabeça enquanto escutava gritarem o seu nome. 

Não se deixou abater por tal provocação e logo tratara de ir em busca de pequenas bandagens para amarrar em ambas as mãos. Ouviu seu nome ser anunciado, havia chegado a sua vez.

Subiu em cima do ringue enquanto escutava todos clamarem por seu nome, era de fato algo muito satisfatório de se ouvir. Observou bem o seu adversário; estatura mediana, um pouco acima do peso ideal e inúmeras tatuagens sobre o braço esquerdo e algumas pequenas sem nexo sobre o rosto.

Se posicionaram em seus lugares e logo o soar do gongo se fez presente, iniciando a luta. 

— Vamos brincar, garotinha? — Zombou ele se aproximando da morena. 

— Com toda certeza. — Respondeu com escárnio e firmeza, partindo para cima dele sem nenhuma hesitação. Acertara a costela do homem com uma de suas pernas enquanto as mãos disparavam socos em uma habilidade totalmente ágil. O homem conseguira interceptar os ataques das mãos, mas fora pego de surpresa ao ver a garota pular em cima de si, o prendendo entre ambas as pernas e o lançando no chão com uma força extrema.

Yifan assistia a luta em completa euforia. Ele sabia que a garota era boa, mas não fazia idéia que era tanto assim. O atrito entre o corpo do homem e o chão fizera um alto barulho que fez com que todos enlouquecessem ainda mais. Logo a garota fora decretada como vencedora e o moreno sorriu enquanto continuava a olhar em direção à Ji-Eun e a mesma agora sorria para si e repetia o mesmo sinal que ele o fizera anteriormente. 

 

[•••]

 

— Lee Ji-Eun P.O.V 

 

E o momento em que todos mais ansiavam, havia chegado; a final do torneio. Tanto eu quanto Yifan havíamos conseguido vencer nossos oponentes, o que nos tornou os finalistas e os próximos a se enfrentarem. 

Eu estava me preparando para subir ao ringue quando senti olhos me encarando. Segui em direção ao olhar de Yifan que também trocava as bandangens em suas mãos enquanto ele sorria de uma forma cínica. 

— Espero que não se importe. — Disse ele ao retirar sua camisa e deixando o seu peitoral e tronco definido à amostra. Corei minunciosamente e logo virei o rosto em outra direção. — O que foi? Nunca viu um corpo tão belo assim? — Questionou de forma convencida. 

Apenas o ignorei e caminhei para perto do ringue, mas ainda pude escutar uma risada vindo do mesmo. 

 Em meio as pessoas que assistiam a luta, acabei por deparando-me com uma mulher, certo que era comum ter mulheres assistindo as lutas, mas aquela era diferente.

 Seu labios estavam rígidos em uma única linha e sobre o seu rosto repousava um óculos escuro preto. Mesmo que eu não pudesse ver seus olhos, eu ainda assim podia sentir os mesmos me analisando. Como se estivesse fascinada comigo. Certo, que poderia ser algo da minha cabeça, mas algo nela não me transmitia confiança tampouco segurança. 

Tratei de ignorar tal mulher e logo subi no ringue, ficando frente a frente com Yifan. Este que ainda continuava com seu cinismo, mas que mudou sua expressão para uma carranca séria. 

Que garoto mais bipolar...

— E ENFIM CHEGAMOS À FINAL DO CAMPEONATO. — Anunciou o anfitrião que recebera gritos em resposta. — DESTA VEZ, TEMOS FINALISTAS MAIS DO QUE ESPECIAIS. DE UM LADO, O ATUAL VENCEDOR: WU YIFAN! — O moreno se virou em direção a multidão que berravam pelo o seu nome enquanto se vangloriava, levantando ambas as mãos e rodeava o ringue. Alguns o vaiavam, com certeza, torciam por mim. — DO OUTRO LADO, A NOSSA GAROTA REVELAÇÃO: LEE JI-EUN - Apenas dei um breve aceno em direção aos que torciam por mim o que fez com que os mesmos assobiassem e lançassem cantadas em minha direção. Sorri constrangida enquanto percebia um olhar fulminante indo de Yifan até um dos caras do meio da multidão que acabara gritando um "gostosa" à minha pessoa, tal coisa que não soube distinguir se seria de ódio ou de outra coisa. 

— QUE COMECE A LUTA! — Gritou por fim e o soar do gongo se fez presente mais uma vez. 

Eu estava confiante de que o ganharia, mas algo em meu peito começara a arder. Como uma hesitação de que eu não deveria partir para cima primeiro. Mantive-me em minha posição de defesa sem sair de meu lugar enquanto o via lançar-me um sorriso irônico. Ele também se encontrava em posição de defesa e se aproximava lentamente de mim, como se estivesse tentando mexer com o meu psicológico, fazendo-me recuar atônitamente. 

O que está acontecendo comigo? 

Eu realmente estou hesitando em machucá-lo sendo que ele não pensaria duas vezes em fazer tal coisa? 

Me recompus a tempo de o vê-lo avançar em minha direção enquanto eu me esquivava para o lado, mas logo o mesmo viera novamente com ataques precisos que por pouco eu consegui defender só que não interceptei a tempo o chute certeiro em minha barriga. Senti uma falta de ar terrível e uma dor fulminante em meu nariz quando o infeliz acertou um soco no local. 

Toquei no lugar e vi pequenas gotículas de sangue em meu dedo. Soltei uma pequena risada inalasada. 

Eu vou matar esse idiota!

 

— Ah, qual é? Vai ser tão fácil assim? — Questionou sorrindo ladino. 

— Vai ter que fazer mais do que isso. — Respondi e logo sorri. Limpando o restante do sangue que ainda escorria. 

— Terei o maior prazer em fazer isso! — Disse e partiu em minha direção novamente, mas eu fui mais rápida e me esquivei, posicionando-me atrás de si e desferindo um chute em sua costa o fazendo grunhir em resposta. Sorri e logo começei os golpes usando ambas as mãos sem fazer nenhuma pausa entre os mesmos. Ele interceptava alguns, mas consegui acertá-lo diversas vezes no rosto.

 Recobrei a respiração enquanto o via passar a mão sobre a boca, percebendo que seu lábio havia sido cortado e que estava saindo um pouco de sangue de seu machucado. — Certo, acho que estamos quites agora. — Falou em tom brincalhão e cuspiu uma quantidade grande de sangue. Talvez tivesse quebrado um dente ou coisa do gênero. Sorri satisfeita. 

Senti novamente a ardencia em meu peito, como se algo ruim fosse acontecer. Estranhamente, virei-me em direção à mulher que me observava. Ela parecia-se como uma cobra, alheia à tudo ao seu redor e prestrava a atenção somente a sua presa. No caso, eu. Nesse meio tempo de distração, não reparei o momento em que Yifan tinha se levantado e corrido em minha direção rapidamente me dando um chute certeiro na boca do estômago enquanto me atingia com técnicas perfeitas usando as mãos. Recebi todos os golpes e senti as dores absolutas dos mesmos. Levei minha mão até a altura de meu estômago e senti minha visão tornasse turva, o que fez com que eu caísse sobre o chão duro do ringue. 

Escutei vozes ao longe que pediam para que eu levantasse e terminasse a luta, mas minha maior vontade era de permancer deitada naquele lugar e não levantar mais. Porém, retirando forças de lugar desconhecido por mim, me levantei e prostei-me de pé mesmo que ainda sentindo as dores constantes causadas pelos os ataques ferozes de Yifan. 

Respirei fundo e preparei-me em posição de ataque. Gritos de apoio e satisfação vieram a ser soados por parte daqueles que torciam por mim o que fez Yifan bufar e vir novamente em direção só que, dessa vez, eu estava preparada. Totalmente brutal, Yifan tentava acertar-me com socos enquanto eu os defendia ainda meio zonza. Vi o momento certo que o mesmo se cansou e logo foi a minha vez de partir para cima de si. 

 

Narrador On: 

A menor correu em direção ao mais alto que ainda se encontrava bastante ofegante e que já usara todas as energias. Odiava admitir, mas se enganara em relação à morena. Era para a partida ter acabado assim que fora soado o gongo, mas a mais nova tinha o superado e mudado completamente suas expectativas. 

Defendia os ataques certeiros da garota, quando na verdade queria logo acabar a luta e se render a humilhação, mas seu orgulho era algo que o mesmo prezava e não desistiria tão fácil assim. 

Fora tudo muito rápido, distraiu-se e logo sentiu o impacto do seu corpo indo de encontro ao chão enquanto sentia alguém sentando-se sobre si. A viu e vislumbrou a mesma sorrindo, mas a sua imagem estava embaçada devido a pancada, o que tornou sua visão turva. 

Via pequenos fragmentos de sua visão que logo se tornou totalmente escura quando Ji-Eun desferiu o soco que o deixara desacordado. 

 


Notas Finais


Não esqueçam de comentar e de favoritar. Vejo vocês no próximo, kissus ~


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...