História Fatale - Cidade dos escolhidos - Capítulo 12


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Alexander "Alec" Lightwood, Clary Fairchild (Clary Fray), Imogen Herondale, Isabelle Lightwood, Ithuriel, Jace Herondale (Jace Wayland), Jocelyn Fairchild, Jonathan Christopher Morgenstern, Max Lightwood, Personagens Originais, Sebastian Verlac, Simon Lewis
Tags Ação, Batalhas, Clace, Clary Fairchild, Clãs, Climon, Clizzy, Drama, Guerra, Historia Original, Izzy Lightwood, Jace Herondale, Luta, Malec, Romance
Visualizações 101
Palavras 970
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Ficção, Luta, Mistério, Romance e Novela, Survival
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Canibalismo, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


( gif n rodou :/ )

yaaay! voltei, e postei uma hist nova, se chama "The love is a devil", fic de Shadowhunters também, caso queiram ver.

Obrigada a todxs que estão acompanhando e lendo a hist, sério gente, cês são foda dms! Boa leitura 💛

Capítulo 12 - Vá pro inferno!


Fanfic / Fanfiction Fatale - Cidade dos escolhidos - Capítulo 12 - Vá pro inferno!

[...]

- Eu não vou facilitar pra você. - disse Izzy sorrindo de canto.

- Mostre-me o que sabe fazer! - nos preparamos, estávamos distantes ainda, nos aproximamos e começamos.

Isabelle tinha bons reflexos, ela se movia igual uma serpente, era rápida e ágil.

- Você não é nada mal, me lembra o Jace lutando, mas é como se você conseguisse voar com os movimentos. - disse se afastando e recuperando o fôlego, dei um mortal pra trás.

- Aprendi muito com a minha avó. - acertei um chute na barriga dela. E logo ela se recuperou e me derrubou.

- Nada mal.

Izzy era mais velha que eu, ela era rápida, lutava super bem, acertamos socos e chutes uma na outra e caímos no chão.

- Okay, eu estou morta.

- Acredite em mim Fairchild, eu também. E a propósito você está muito em forma sim senhorita! - nós rimos.

- Ainda tenho muito que melhorar, ai posso te dar uma bela de uma surra.

- Bom, eu tecnicamente ganhei hoje, certo? Eu dei o último soco. - Iz falou.

- E depois saiu correndo dizendo que tinhamos que parar. - eu ri.


Em seguida resolvemos voltar, Isabelle falou que queria fazer uma festinha, fomos aos nossos quartos e depois de um longo e demorado banho com muita espuma, eu estava pronta, com um vestido preto e uma meia arrastão, os cabelos enrolados e soltos, Izzy usava um vestido vermelho com zíper na frente.

- Uau, Clarissa você acabou de virar o pecado em forma de gente. - ela dizia fazendo eu girar.

- Eu? Você né! Mas, fico agradecida. - sorri fazendo um gesto de agradecimento.



A festa era na cabana dos Lightwoods, eles estavam em alguma missão e Izzy decidiu que seria o momento perfeito pra festejar, quando chegamos lá estava cheio, tinha um barzinho rústico com muita, tipo muuuita bebida! 

A cabana era bem espaçosa e moderna, não demorou muito e o lugar estava cheio.

- Eu achei que era uma festa só pros mais próximos. - disse assustada.

- Eu deixei eles trazerem um, ou talvez até uns dois amigos... ou três. - ela ria. - Oh! Ali está! 

- Ali está quem? - procurei por onde ela olhava.

- ALEC? ALEC AQUI! - levantava o braço fazendo sinal ao mesmo. E logo ele veio até nós.

Izzy o abraçou apertado e logo depois ele veio me abraçar. 

- Caraca, já fazi um tempo em! - disse dando um soco em seu ombro.

- Se tamanho fosse força, você seria gigante. - ele disse e eu soquei seu braço de novo, Isabelle ria feito uma doida.

- Herondale veio? - perguntei curiosa, pois queria saber de Jace e Will.

- Eles disseram que viriam, mas não vi nenhum dos dois. - Alec ergueu os ombros em um sinal de tanto faz.

- Hmmmm. - Isabelle insinuando coisas como sempre.

- Sshh! - a encarei. - Vem, vamos dançar. - puxei-a até a sala principal onde as pessoas dançavam.

Estava tocando Lick It.


Take it, hold it, pass it down
Pat it, lick it, pull it down
Take it, hold it, pass it down
Pat it, lick it, pull it down


Eu e a Iz fomos até a pista e começamos a dançar, rindo e dançando juntas. Em seguida tocava Get Down. 

Continuamos dançando por um bom tempo, até que eu decido ir prgar uma bebida. Fui até o bar e pedi três doses de whisky, e ao meu lado estava, Roy Lake, aquele filho da puta machista, que tentou me afogar.

- Claryzinha, deixe-me pagar uma bebida pra você! - falava se aproximando, eu virei as costas e sai, mostrando o dedo do meio em um sinal de vai se ferrar

Passei pela pista e fui até uma salinha afastada. 

- Claryzinha? - Merda! O maldito me seguiu. 

Fechei o punho e suspirei.

- Que merda você quer aqui? - perguntei irritada.

- Você me deu uma bela surra outro dia, pensei que podíamos nos resolver... Talvez eu até deixasse você me dar outra surra... na cama. - disse se aproximando com um sorriso no rosto.

Eu o acertei bem no meio da cara, ele segurou meu braço e eu me soltei o empurrando.

- Vá pro inferno! 

- Vadia medrosa. - ele falou um pouco baixo, o suficiente pra mim ouvir.

Pulei nele, passando minhas pernas sobre seu pescoço e com o impulso o joguei no ar fazendo o mesmo cair com força no chão.

- Vá. pro. inferno. E fique bem longe de mim! 

Saí dali e vi Isabelle e Alec na porta, com uma expressão de surpresa. Fui até eles cruzando os braços.

- Te seguimos quando vi que ele vinha atrás, iamos intervir, mas parece que você lidou bem com ele. - Dizia Iz.

- Parece que alguém aqui não precisa de nenhum herói. 

- Você está certa, eu não preciso de herói, porque eu sou uma. - sorri e passei pelos dois indo em direção a saída, até que me bati em alguém. 

- Desc-

- Olha por onde and... Jace? 

- Alguém parece irritada. E a propósito, eu estive te procurando desde ontem. Podemos conversar? 

- Eu tive emoções de mais pra um dia, tá? Conversamos amanhã? Estou exausta. - sorri fraco e ele assentiu sorrindo de volta. 

Não era o melhor momento pra eu ficar sozinha com Jace, eu já tive a minha cota por esses dias, minha cabeça poderia explodir a qualquer momento, não era seguro que eu me aproximasse muito das pessoas, eu precisava de um tempo.

Venha pra mim, eu estou aqui querida, a escuridão está te esperando, venha, você sabe que pertence a mim.

Malditas vozes! E o pior e que tudo parecia tão tentador...


Corri de volta pra torre e fui em direção ao meu quarto, até que eu me bati de novo, em alguém, mas que bela merda Clarissa!

- Me desculpe. - disse seca.

- Oi, não foi nada. -

- Você é o...? - o olhei esperando uma resposta, eu acho que conheço ele de algum lugar.



Notas Finais


Quem será...? 👀

até o próximo cap, bjocas! 😚
(não esqueçam de votar e falar se estiverem gostando.) ❤❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...