1. Spirit Fanfics >
  2. Fate >
  3. VII - La La Lost You

História Fate - Capítulo 8


Escrita por:


Notas do Autor


Olá, gente
Perdão pela pequena demora, mas a faculdade tá acabando com o restante do meu tempo. Porém, aqui está mais um capítulo para vocês. Espero que gostem.

Capítulo 8 - VII - La La Lost You


Fanfic / Fanfiction Fate - Capítulo 8 - VII - La La Lost You

Camila se espreguiçou, após acordar, e observou que Marco ainda dormia ao seu lado. Havia sido complicado não se agarrar a ele aquela noite, porém ao longo da noite acabaram unindo seus corpos e dormindo juntos. A garota poderia dizer que não tinha gostado daquela aproximação, mas seria uma bela mentira. Amava ficar próxima de Marco e esperava que eles não perdessem o contato ao longo do tempo.

­Marco estava tão lindo dormindo que não pretendia acordá-lo. Camila precisava conversar com Douglas daqui há uma hora e colocar um ponto final em tudo. A garota observou Marco acordar com os cabelos bagunçados e uma cara de sono.

- Mila, vem dormir de novo. – Marco sabia que a garota precisava se encontrar com o jogador da Juventus agora, mas não queria que ela saísse de sua cama.

- Eu preciso falar com o Douglas daqui há uma hora, Marco. – Disse Camila. – Não tente me olhar com essa cara de cachorro abandonado, pois não vai funcionar. – Ela olhou para Marco rindo.

- Isso é baixo, Mila. Não faça isso comigo. – Abraçou Camila, mas estava com intenções de beijá-la. Todo seu autocontrole estava indo por água abaixo, e sim estava começando a gostar de Camila com outros olhos.

Nunca gostou de enxergá-la como uma menina assustada, sabia que Camila era muito forte, mas seu lado protetor gritava mais alto. Queria proteger a garota de tudo e ao mesmo tempo queria se proteger de um possível sentimento surgindo em seu coração.

- Por que está me olhando assim? – Não havia prestado atenção em como parecia um bobo encarando a garota, que ria bastante do jogador. – Você está fazendo cara de bobo apaixonado, Marco Asensio. Isso não me fará mudar de ideia.

- Tudo bem! – o jogador levantou as mãos em sinal de rendição. – Você descobriu todos os meus planos, Camila. O que faço com você? – Camila se aproximou ainda mais do espanhol, que estava inerte pela coragem da garota.

- Eu te mostro o que pode fazer comigo. – Camila selou os lábios de Marco e começou um beijo lento. Asensio não pensou e se entregou ao beijo da brasileira.

Os lábios macios de Camila o tomaram com tanta calma e amor. Era o melhor momento do mundo para os dois. Ela não pensou muito e se sentou no colo de Marco fazendo seus corpos ficarem ainda mais colados.

Era gostoso demais e queriam ter esse momento novamente. Os dois pararam o beijo e encararam um ao outro. Marco desejava ter Camila de outra forma, mas esperaria o tempo dela para isso.

- Eu não sei o que dizer. – Camila queria cavar um buraco e sair daquele lugar de qualquer forma. Olhava para a boca de Marco e sentia vontade de beijá-lo novamente.

- Eu não esperava, mas a gente pode repetir quantas vezes você quiser. – Camila riu, pois queria muito repetir mais vezes.

- Você é idiota demais, Marco, por isso merece mais beijos. Mas, a gente tem que descer para tomar café agora e eu preciso encontrar o idiota do meu ex. – Revirei os olhos ao lembrar de Douglas, mas precisava colocar um ponto final na nossa história.

- Eu posso ir com você? Tenho medo de que aconteça algo com você. – Marco tinha total razão, pois Camila também não confiava em Douglas. Seria mais seguro se Marco acompanhasse ela.

- Você tem razão, mas só intervém na conversa se algo estiver acontecendo. – Disse Camila. – Eu quero enfrentar ele sozinha. Passei anos tendo medo, mas tudo isso acabou.

- Tudo bem, meu amor. – Camila jogou um travesseiro em Marco que apenas riu do ato.

Os dois tomaram um banho, novamente em banheiros separados, e depois desceram para o café. Camila conversou brevemente com Douglas via WhatsApp e avisou que estava saindo de casa. Encaminhou para o jogador o local, assim como havia combinado anteriormente.

Marco estava com o coração apertado, mas não queria dizer nada para Camila. Não queria esse encontro dela com Douglas, pois o outro não apenas uma conversa. Sabia que o brasileiro faria de tudo para Camila voltar para Itália com ele.

Os dois se dirigiram ao lugar marcado por Camila. Ela estava tranquila, porém sempre estaria com seu sinal de alerta ligado. Não sentia nenhum tipo de confiança em Douglas e permaneceria assim.

Marco estava observando tudo de longe, apesar de querer dar vários socos na cara de Douglas. Camila entrou no café mais caro da cidade e o jogador olhou para o seu rosto. O seu sorriso cínico deixava a garota enojada.

- Bom dia para você também, Mila. – Ela estava pedindo a Deus calma, pois queria muito gritar com o jogador.

- Não precisamos disso, afinal você nunca me tratou com educação. – Era a mais pura verdade, pois o jogador nunca havia se importado com o bem-estar da garota e, muito menos, a forma com que a tratava.

 - Eu estava estressado, Camila. Me entenda, por favor. – Ela não conseguiu segurar o riso, nesse momento.

- Você anda estressado todos os dias? Você sempre disse que me ama, mas nunca demonstrou nenhum sentimento. Tudo não passou de palavras vazias e eu não quero mais me machucar com você. – Douglas estava um pouco assustado com as palavras de Camila. Ela havia mudado muito em pouco tempo e ele não esperava por isso.

- Camila, meu amor por você é real. Acredite nas minhas palavras, inclusive comprei uma joia para você como prova do meu amor. – Camila não estava acreditando em nenhuma palavra, mas a sua atitude estava deixando-a enojada.

- Você acha que o amor se compra, Douglas? Joias nunca provaram o seu amor. – Disse Camila. – Você nunca vai mudar. Eu era uma boba por pensar que todo meu sentimento poderia te fazer mudar, mas somente eu estava amando. Você nem sabe o que é amor, Douglas.

- Camila, por favor...

- Eu não quero ouvir mais uma palavra. Eu não estou aqui para te dar uma segunda chance porque você não merece isso. – Camila abriu a sua bolsa e jogou a aliança de compromisso na mesa. – Está tudo acabado. Não me procure mais. – Douglas jogou os copos, que estavam na mesa, no chão. Camila não deu nenhum tempo para segundas explicações e correu para a porta de saída. Marco estava aguardando-a fora do carro, então apenas abraçou o jogador e seguiu com ele.

- Você conseguiu se libertar. Eu estou muito feliz por você. – Ele segurou na mão de Camila.

- Obrigado por me ajudar desde o primeiro momento. Eu estou muito feliz por te encontrar, Marco.

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...