História Fates of destiny - Capítulo 9


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Tags Adolescentes, Bruxas, Colegial, Drama, Lobisomens, Vampiros
Visualizações 24
Palavras 1.938
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Ficção Adolescente, Hentai, Luta, Magia, Romance e Novela, Sobrenatural, Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Oiee <3 Desculpa demorar muito pra postar e sumir de vez por um tempo, tava fazendo muita coisa ao mesmo tempo e também confesso que não tava muito bem pra escrever, mas consegui e ta aq.

Bom, espero que gostem, Boa Leitura QwQ

(Obs: Não se esqueçam que os personagens novos tem suas característica divulgadas la em baixo nas notas finais, os personagens com ''???"' na suas características é porque não se tem como saber ainda/não se sabe ainda).

Capítulo 9 - Capitulo 9 - A tentativa de salvamento


Fanfic / Fanfiction Fates of destiny - Capítulo 9 - Capitulo 9 - A tentativa de salvamento

Point Of View Anna

Acordei mais uma vez assustada, tive o mesmo sonho horrível da semana passada, a cama novamente estava encharcada, eu olhei e suspirei, porém logo um sorriso se abriu em meu rosto quando lembrei que dia era hoje

Levantei da cama pegando meu celular e ligando pra Liza pois tínhamos combinado de ir fazer cabelo, unhas e um monte de putaria ai que ela estava ansiosa para irmos fazer antes do baile

Chamou, Chamou e ela não atendeu, tentei ligar de novo e na segunda vez após alguns toques ela atendeu

*Call On*

Anna: Alô? Liza?

Liza: Alô?

Anna: e ai que horas a gente vai se aprontar?

Liza: Anna, eu não vou poder ir

Anna: mas porque?! Você era a que mais estava animada pra ir nesse negócio!

Liza: eu tenho que ir Anna, tchau

Anna: Eliza...

*Call Off*

- ela desligou na minha cara...

Resolvi então ligar pra Lucy, pelo menos ela iria comigo e com certeza não iria me rejeitar

Ela atendeu depois de chamar algumas vezes

*Call On*

Anna: Oi Lucy

Lucy: Oi Anna

Anna: Liza disse que não vai poder ir hoje se arrumar pro baile…não acredito que ela rejeitou oque ela mais ama e ainda desligou na minha cara, ela me paga!

Lucy: Anna...

Anna: que foi?

Lucy: eu também não vou poder ir contigo hoje...

Anna: ah não Lucy, porquê?

Quando ela ia responder ouço um barulho de alguém a chamando

Lucy: tenho que ir Anna, desculpa, eu juro que te recompenso depois, prometo, tchau! Beijos!

Anna: mas...

*Call Off*

Ela também desligou na minha cara

- o que ta acontecendo com todo mundo hoje?!

Estou pensativa quando alguém bate na minha porta e a abre, é Enzo

Enzo: maninha...vou no hospital com o Scott, ok? A Vicky leva alta hoje e acho que ela finalmente vai conseguir dizer o que foi que a atacou no sábado

- tudo bem...e a tia Mia?

Enzo: ela saiu pra trabalhar cedo de novo...acho que está puxado lá no hospital, já teve mais 2 casos de ataque de animais e está uma correria lá

A tia Mia é medica do hospital da cidade, ela é muito dedicada no que faz para poder manter a gente, mas não temos problemas financeiros por ela receber bem

- ah...ok, manda um abraço pra Vicky pra mim

Enzo: pode deixar, tchau maninha

Ele fecha a porta saindo de casa

Suspiro e saio do quarto sem animo algum, eu iria passar o dia inteiro indo a lugares pra me arrumar sozinha pra de noite, pelo menos ia ser por uma boa causa, queria que o Dylan se impressionasse

Tomo banho e me arrumo, como algo e quando eu abro a porta tomo um dos maiores sustos que eu já tomei

Kris: saindo?_ ele está parado na frente da porta encostado olhando pra mim

- que susto Kristian!_ dou um suspiro aliviada mas nem tanto

Kris: ta assustada porque?

- é porque é normal uma pessoa aparecer do nada na porta da sua casa quando você está saindo né...

Kris: hm...ta bom, desculpa_ ele desencosta da parede

Kris: ta indo a onde?

- te interessa?

Kris: dependendo do lugar

- porque? você quer ir comigo por acaso?

Kris: talvez

- você não tava com a Liza?

Kris: sim, mas ela ta ocupada hoje

- e por isso você veio aq?

Kris: na verdade eu tava passando e ela tinha me dito que você morava aqui e tbm tinha dito que teve que cancelar uma coisa com você então pensei em te acompanhar, mas to sentindo que você não quer, então já vou indo_ ele se vira andando

- não, pera, eu não disse que não queria_ eu não sei por que merdas eu disse isso

Kris: então, vamos a onde? Eu to com o carro do meu maninho, eu te levo

- no shopping...

Kris: ok, vamos_ ele desce da varanda indo em direção ao carro

Eu sei que a Lucy me falou que ele é algo ruim...mas ele não me parece nada ruim, ele ta sendo gentil comigo não vou recusar

Fui até o carro com ele e nós fomos ao shopping onde passei o resto do dia até que me divertindo bastante com Kristian

 

Point Of View Lucy

Era bem cedo, acordei pronta para salvar minha melhor amiga daquele vampiro metido

Minha vó me deu um livro que ela diz ser um grimório onde ficam registrados todos os feitiços já criados e feitos pelas minhas ancestrais

Arrumei tudo e fui saindo de casa, minha vó me mostrou no grimório um feitiço para poder quebrar a compulsão de um vampiro sobre um ser humano

Fui até a casa de Liza andando que não ficava muito longe, era uma casa enorme e muito bonita (a da foto da capa do capitulo), bati na porta, e ninguém atendeu, eu sabia que a mãe dela não estava lá porque sua família anda viajando a maior parte de tempo menos ela que prefere ficar aqui

Olhei pra maçaneta e me concentrei, a porta destrancou abrindo logo em seguida, entrei devagar

- Liza?_ procurei por todo o andar de baixo que era enorme e não encontrei nada, subi as escadas e olhei todo o andar de cima dessa vez entrando no quarto dela

Ela não estava lá porém ouvi alguém entrar fechando a porta lá em baixo, ouvi o barulho de alguém subindo as escadas logo depois, me enfiei em baixo da cama

Eu vi sapatos masculinos entrarem no quarto e virem em minha direção, era o Kris e eu estava ferrada...

 

Point Of View Dylan

Levantei da cama com Rose sentada na minha barriga enfiando o dedo na minha bochecha

Rose: você não vai acordar não?

- me deixa, vai...eu finalmente to conseguindo dormir

Rose: então tá, eu tava achando que você iria querer salvar a melhor amiga da sua namorada...mas então ta, pode dormir_ ela se levanta de cima de mim

- oq?_ levanto olhando pra ela

Rose: você precisa tirar a compulsão que Kristian colocou nela_ ela calça sua bota novamente

- E isso funciona?_ levanto vestindo a camisa

Rose: olha, não tem como você ‘’tirar’’ uma compulsão mas tem como você manipula-la

Levantei uma sobrancelha

Rose: Se você induzir ela a acreditar em você, você pode dizer que o Kristian é uma má pessoa e explicar que ele esta manipulando ela que ela vai acreditar e talvez quebre a compulsão dele

- Hm...entendi, e vamos agora?_ ela faz que sim

Rose: Ele saiu, vamos até a casa dela, se ele estiver lá você cuida dela que eu me resolvo com Kristian

- tudo bem...vamos_ saímos de casa com a super velocidade chegando a frente da casa de Liza em instantes

Rose: é aqui?

- sim, eu vim aqui diversas vezes quando observava Anna vir aq...

Rose para na frente da porta como se algo a impedisse de entrar

Rose: e eu esqueci desse simples detalhe...eu não fui convidada a entrar

Passo na frente dela entrando e olho pra ela

- Já havia sido convidado a entrar nessa casa pela mãe dela no Natal do ano passado...

Rose: porque você?

- eu queria ver mais de perto Anna vestida de elfa...

Rose: você sabe que isso soa muito psicopático não é?

- eu sei...

Rose: vai lá que eu te espero aqui...tem alguém la no quarto...consigo ouvir o barulho dos passos

- vou la ver e já volto

Subo as escadas e entro no quarto de Liza, não há ninguém lá, de repente a porta se fecha e eu começo a sentir uma dor insuportável na cabeça

 

Point Of View Lucy

Eu estava apavorada, então me acalmei um pouco e me concentrei, fiz a porta se fechar e o fiz sentir aquela dor insuportável novamente, porém quando ele caiu no chão ajoelhado eu percebi que não era o Kris

- D-Dylan?_ eu saio de baixo da cama me desconcentrando e acabo cancelando o feitiço e a dor para

Assim que a dor para ele avança em mim com uma velocidade descomunal, ele tem presas enormes, seus olhos são negros com as pupilas vermelhas, há veias negras saindo em volta de seus olhos

Ele olha melhor pra mim e me solta se virando de costas

Dylan: L-Lucy....me desculpa...

Lucy: você também é um…_ eu dei um passo para traz caindo deitada na cama

Ele se vira pra mim novamente com o rosto normal e se aproxima

Dylan: Lucy...eu_ eu fui mais pra traz na cama me encostando na janela

Dylan: Lucy, calma eu..._ ele olha pra o lado de fora da janela e algo bate na mesma

Assim que olho pra traz uma garota loira está em cima de uma arvore que está colada a janela ela sorri e acena pra mim apontando pra eu abrir a janela, com o susto eu me afasto da janela apavorada me batendo em Dylan que me abraça

Dylan: calma Lucy...a gente não vai te machucar

O abraço dele é bem reconfortante o que faz eu me acalmar e tentar entender a situação

Ele vai até a janela e a abre

Dylan: o que foi?

Rose: tem gente chegando...acho que é algum empregado...

Eu e Dylan olhamos um pro outro quando ouvimos o barulho de alguém subindo as escadas chamando por Liza

Dylan aponta pra janela me empurrando com cuidado, eu saio por ela e sento na arvore, ele faz o mesmo e fecha a janela, ele vira pra mim

Dylan: fecha a cortina Lucy

- eu não...

Dylan: você é uma bruxa...você consegue

Eu me concentro um pouco e a cortina se fecha e nós apenas ouvimos a porta do quarto abrir e fechar depois de alguns segundos

A garota loira pula da arvore caindo no chão em uma velocidade em que os olhos não conseguem acompanhar, Dylan estende a mão pra mim, eu êxito um pouco mas seguro a mão dele e ele faz o mesmo que a garota só que comigo ao seu lado

Dylan: como eu não percebi que você era uma bruxa...

Rose: essa é a...Lucy, não é?

Dylan: uhum

- como você sabe meu nome? Quem é você?

Rose: me chamo Rosemary, mas pode me chamar de Rose, e quem me falou de você foi o Dylan

Olho pra ele com uma cara confusa e ele logo me explica tudo que estava acontecendo e eu conto tudo o que eu sabia e estava acontecendo comigo

Dylan: então...você já sabia do Kristian mas não suspeitava de mim?

- nem um pouco...

Rose: bom...acho que perdemos nossa chance de salvar a garota por hoje...

- não...espera, hoje tem o baile da escola...

Os dois olham pra mim com cara de ‘’idaí?’’

- e se a gente bolar um plano pra encurralar o Kristian e salvar a Liza durante o baile?

Dylan: pode ser que dê certo...

Rose: já entendi porque ela é a inteligente_ ela ri um pouco

- eu sou...?

Rose: uhum...então vamos, acho que tive uma ideia_ a gente começa a andar quando meu celular toca e eu peço um momento, era Anna, ela me chamou para sair pra me arruma pro baíle com ela, porém eu não podia agora...salvar Liza era mais importante do que um baile...e se ela soubesse oque esta acontecendo diria a mesma coisa, quando estava me desculpando com ela Dylan me chamou e eu tive que desligar as pressas e sair correndo com eles

Nós bolamos o plano e combinamos tudo certinho quando já estava começando a ficar tarde e precisávamos ir nos arrumar

Nos despedimos e Dylan me deixou em casa com sua velocidade extremamente rápida e foi embora logo depois.


Notas Finais


Obrigado por lerem até aqui, espero que tenham gostado, logo logo eu posto o proximo capitulo <3
Não esqueçam de comentar se o capitulo ta grande demais, ou se a história ta uma bosta, qualquer coisa, qualquer opnião vale :v

Espero que tenham gostado realmente, Arigatou gozaimasu QwQ


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...