1. Spirit Fanfics >
  2. Favorite Teacher- Imagine Kim Namjoon >
  3. Capítulo cinco

História Favorite Teacher- Imagine Kim Namjoon - Capítulo 5


Escrita por:


Capítulo 5 - Capítulo cinco


Fanfic / Fanfiction Favorite Teacher- Imagine Kim Namjoon - Capítulo 5 - Capítulo cinco

Depois do banho os dois resolveram voltar a se deitar novamente, ela deitou ao lado dele e ele a puxou para deitar em seu braço. 

Na cabeça dela, mal podia acreditar que tinha ficado com seu professor, vulgo, seu novo amor secreto. 

Na dele, também, mal podia acreditar que ficou com sua aluna, vulgo, sua nova paixão, mas era em segredo, tinha medo de se machucar de novo. 

Vem cá, você vai parar de me provocar na aula, certo? -ele sorri e ela o olha- 

Não. Achava o que? Que você vai... -ela beija o pescoço dele- transar comigo e eu vou deixar de ser sua aluna favorita? -beija sua bochecha- sua coelhinha? -ela ri travessa- 

Não, ele não queria deixar de ser provocado por ela, não queria que ela deixasse de ser sua aluna favorita, sua coelhinha. 

Ele nem ao menos queria deixar de ser o professor favorito dela, o único que ela aprontava. 

Não, eu não achava não. Gosto do perigo que você me coloca. -ele a beija- agora vamos dormir, eu estou morrendo de sono. Você me deixou exausto. -ri- 

Isso é bom? -ela passa o indicador no rosto do mais velho- 

Isso é ótimo, você é muito boa. -sorri e dá um selinho nela logo os dois adormecem- 

✺⃟ No dia Seguinte, na hora de voltar✺⃟

Valeu pela carona. -ela sorri- 

Obrigado pela noite. -ele toca seu rosto- até segunda, na nossa aula. 

Até professor. -ela deixa um selinho em seus lábios- 

Se você for sair, pelo menos me dê um beijo direito. -ele sorri fechando os vidros do carro- 

Achava que não iria pedir. -ela sorri e o beija- 

Ele a puxou pro seu colo, onde segurou firme em seu quadril. 

Yaa! -ela ri e o abraça- você não pode fazer isso. 

Por que não? -ele a abraça apertado- posso te convencer a voltar pra minha casa? -ri- 

É... Pode. -ela se separa- eu preciso ir, obrigada por tudo. -ela sorri e sai do carro- 

Kim esperou sua aluna entrar e saiu da frente da casa dela, assim indo pra dele, antes passando em uma loja. 

Assim que a garota entrou em casa, deu de cara com seu irmão, SeokJin, sentado na sala. 

Ela bufou baixinho e tentou subir pro seu quarto mas o mesmo a chamou. 

S/n? Cheguei agora e não te vi. Onde estava? -ele se levantou- 

Eu não te devo satisfação. Onde está Hoseok? -ela parou no primeiro degrau- 

Deve estar vadiando por aí. -disse dando de ombros- mas agora me fale, onde estava, com quem e por que chegou essa hora. 

Como já te disse, não te devo satisfação. -subiu ao seu quarto- 

Garota! -Seok subiu as escadas e a puxou pelo braço- você não me tira do sério! Eu sou mais velho que você, então me respeita e me responde. 

Me solta seu imbecil. -se solta- eu não te devo respeito, eu só faço isso com quem faz o mesmo por mim! -entra no quarto- 

Olha aqui, minha mãe vai ficar sabendo das suas saídas quando não estamos em casa! -ele bate na porta- 

Fodase, eu não suporto ela, ela nem minha mãe é. -fala e tranca a porta- ai que ódio. -entra no banheiro e toma um banho- 

Ela tomou um banho refrescante, tentanto tirar o toque do seu irmão emprestado de seu corpo. 

Ela saiu, passou seus cremes e perfumes, colocou short preto, um tênis branco, uma blusa que deixava seus ombros de  e pegou um casaco jeas, colocou um brinco, e prendeu o cabelo molhado e passou um gloss logo pegando seu celular e saindo. 

Saiu de seu quarto e desceu até a porta da frente. 

Onde vai? -Seok disse sem paciência- 

Não te interessa. -sai e sai de casa- filho da puta. 

No encontro

Oi Hoseok, oi gente. -sorri- 

Oi maninha, senta aí. -Hoseok chega um pouco pro lado- Seok pegou muito no seu pé? 

Nem me fale. -pega no braço dele- "você não me tira do sério. Eu sou mais velho que você." -ri- 

Ele é muito trouxa. -ri- 

Eu me pergunto como vocês aguentam ele ainda. -ri- 

A gente ainda não conseguiu uma casa pra morar. -Hoseok fala- 

Mais tarde

Vocês chegaram vadios. -Seok nos recebeu-

Ah mano, real, se fode. -Hoseok disse e os dois subiram e entraram no quarto da garota pea dormir- 

Vamos assistir um filme? -ela sorri e coloca seu pijama- 

Vamos sim maninha. -sorri e os dois deitam- 

Segunda-feira

Bom dia alunos. -Kim chegou na aula- livro, página 223. 

Todos os alunos, com exceção de s/n, abriram o livro e começaram a aula. 

Kim, naquele dia não estava para brincadeira, e na escola ainda que ambos tivessem tido aquela noite, ele ainda era professor e ela aluna. 

Kim se dirigiu a classe da mais nova e pôs a mão sobre a mesa dela. 

S/n? Posso saber por que está dormindo na minha aula? -ela tirou o óculos e a olhou- 

Porque eu to com sono. -ela virou o rosto pro outro lado- 

Aqui não é lugar de dormir, quer ir dormir na sala do diretor? 

Não, aqui é melhor. -ela riu e levantou o rosto- acordei. -ela riu e bebeu um pouco d'água- 

Acho bom mesmo. -ele sorriu de fininho e sentou em sua classe-

O passar da aula foi calmo para os outros alunos, porém não seguiu o mesmo roteiro para o professor e sua aluna. 

A mesma o provocava abrindo os primeiros botões de sua camisa do uniforme, cruzando as pernas lindas que possuia. 

Seu professor já estava louco para que o final da aula chegasse para ter a garota apenas pra ele. 

Intervalo pessoal. -o professor disse sentado em sua cadeira-

E todos os alunos saíram, a garota por último ficou, sabia o que viria por aí. 

S/n, espera. Fecha a porta e fica, eu não aguento mais, vou te foder enquanto eu tiver força. -ele sorriu e aproveitou que todos os alunos iriam pro refeitório- ah garota... Você não se contém mesmo, não é? 

O que o senhor vai fazer? -ela sorriu travessa- 

Você não tem noção do que eu queria fazer com você agora,  mas infelizmente, estamos na escola. -ele a colocou contra a parede- apenas desce o que você fez subir. 

Tudo bem professorzinho. -ele sentou em sua cadeira e a garota ficou debaixo da mesa- chegue pra frente pra ninguém ver o que estamos fazendo. -ela ri e ele vai com a cadeira mais pra frente. 

Ela abriu com cuidado a calça do mais velho, não puxou muito, apenas o suficiente pra poder tê-lo em sua boca. 

Ela passou a ponta dos dedo, as unhas grandes que ela tinha, no pênis, já ereto de seu professor. 

Ele gemia baixinho, estava tão necessitado, que já podia sentir uma dorzinha. 

A garota o masturbou aproveitando que já estava coberto pelo pré gozo, logo começou a chupar apenas a glande, o fazendo se contorcer na cadeira. 

Ela sorria enquanto via o mesmo se contorcer aos toques de sua boca. 

Logo, logo vai dar o sinal, vai mais rapido, ninguém pode ver isso. -ele disse passando a mão sobre o rosto da mais nova logo puxando o rabo de cavalo que o cabelo formava- 

Ela sorriu ao sentir a mão do mais velho segurando seu cabelo, gemendo baixinho seu nome. 

Ela aumentou a intensidade agora lambendo apenas sua glande. 

Abre a camisa amor, abre a camisa! -ele tirou as mãos do cabelo dela abrindo os botões da camisa dela- 

Ele abriu e logo gozou, assim, sujando o decote da menina. 

Eu falei pra abrir. -ele ri e a puxa pro seu colo logo a beijando- obrigado. 

De nada professor. -sorri e desce do colo dele- bom, agora eu vou me sentar... E fingir que nada aconteceu. 

Tá afim de ir pra minha casa depois? Pra eu te recompensar? -sorri enquanto fecha a calça- 

Adoraria. -ela sorri e volta pro seu acento logo desfazendo sua face- 

Algo ali, havia a incomodado, mas não em satisfazer seu professor mas em como e por que ela fez, não queria ser tratada como uma garota fácil. 

No final da aula

Estamos liberados. -Kim sorriu olhando sua aluna- 

Vamos embora? -ela guarda seus materiais- 

Vamos pra minha casa? -ele sorriu ao vê-la concordar. 

E mais uma vez, ambos na casa dele, nus, exatos, suados, ofegantes e felizes. Mas ela permanecia séria, Kim viu, e tratou de perguntar. 

Coelhinha, está acontecendo algo? -ele se virou pra ela- pode me contar. 

Namjoon, eu não quero que me trate como se eu fosse uma garota fácil, eu não sou. Eu não quero que me use apenas pra te satisfazer como homem. -ela encarou o teto- outras mulheres fazem isso por dinheiro, e você tem o suficiente pra pagar uma. 

Espera, você quer que transamos com compromisso? -ele sorri- 

É... Tipo isso. Por favor, não ria de mim. -ela escondeu o rosto- 

Como você é apressada. -Ele pega a sacola com uma caixinha de veludo cor vermelha- eu iria te levar esse fim de semana num restaurante e pedir formalmente, mas... -ele ri e senta na cama- s/n, minha coelhinha, aluna favorita, aceita namorar com o seu professor? 

Isso é sério? -ela ri e se cobre com o lençol branco- eu quero muito. 

Sua mão por favor. -ele sorri colocando o anel de compromisso na mão dela- agora sua vez. 

Obrigada. -ela sorri e coloca no dedo dele- pronto. 

Prontinho meu amor. -Ele sorri e coloca ela sobre seu colo- agora, me dá um beijo que só você sabe dar? -ele sorri e ela o beija- 


Notas Finais


Me segue no tiktok

https://vm.tiktok.com/JL41a5f/8u8

Gente!! Recado, em breve sairá uma fic de terror de todos os meninos!!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...