1. Spirit Fanfics >
  2. F!ck Before Loving - Tobidei >
  3. Le début du désordre,,

História F!ck Before Loving - Tobidei - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Tradução do título: "o começo da bagunça"
Essa é uma daquelas histórias que eu tive a ideia no meio da madrugada, (sim, eu fico pensando em putaria entre dois macho ao invés de dormir) espero que gostem 'v'
Boa Leitura👁️👅👁️

Capítulo 1 - Le début du désordre,,


Fanfic / Fanfiction F!ck Before Loving - Tobidei - Capítulo 1 - Le début du désordre,,

Deidara's POV


O quarto escuro, era somente iluminado por uma luz de lede vermelha, que refletia a sombra de nossos corpos no papel de parede de tigre. 

Acompanhado disto, o único - e excitante - som ouvido era o da minha pele batendo de forma rude contra seu quadril. E é claro: gemidos, altos gemidos.

 Deidara:- T-Tobi Senpai! - Gemi ao sentir seu membro pulsando dentro de mim, pronto para chegar ao limite 

Tobi:- Ah! Eu sei! - Aumentou as estocadas 

O homem que a pouco havia se apresentado para mim como Tobi, segurava com força minha cintura e não tinha pudor algum.

E você deve, ou talvez não, estar se perguntando: "tá, mas e o contexto?"

Pode deixar, eu vou te dar o contexto



*FLASHBACK ON*

E novamente estava eu lá: no sofá da minha casa, tomando sorvete e assistindo todos os filmes da Disney que conseguiria lembrar. 

Escuto o som da porta sendo destrancada e fico animado. Jogo o cobertor para o lado, me levanto e fecho meus olhos em um sorriso:

Deidara:- Danna! - Ergo os braços - Que bom que você chegou, amor!

???:- Caralho, me chamando de amor? Assim eu fico com vontade de te comer Deizinho! 

Eu logo reconheci a voz de Hidan, seguida de uma risada de "pescotapinha" e abri meus olhos com desgosto. 

Deidara:- Hm... Achei que era o Sasori... 

Hidan:- Percebi... - Revirou os olhos 

Eu e Hidan somos amigos desde a faculdade. Eu era o tipo de veterano que se esforçava até o último pelo da perna e Hidan o  calouro que só ia para festas, bebia, comia geral e dava para geral. Não muito diferente do Hidan de agora. Moramos juntos desde que sua família o expulsou de casa.

Deidara:- Chegou cedo hoje... Não trouxe nem uma puta contigo... O que houve? 

Hidan:- Por incrível que pareça... Eu lembrei que seu namorado de merda te deixou aqui e eu me senti mal! - Deu de ombros, corado

Deidara:- Valeu pirralho!

Hidan:- Não começa! - Ri 

O mesmo se sentou ao meu lado, olhou por alguns segundos o "High School Musical"  na TV e fez uma cara de deboche.

Deidara:- Eu sei o que vai dizer... E eu vou te responder o de sempre: o Sasori não tem culpa de trabalhar muito! - Hidan resmungou em 300 línguas diferentes 

Hidan:- Meu Jashin amado! Deidara, quando ele tem tempo pra' você ele age como se estivesse de saco cheio, não faz nem um esforço pra' te ver mais! Manda esse maluco tomar no olho do cu dele logo, cara!

Deidara:- Eu... - Abaixei a cabeça olhando o pote de sorvete 

Hidan tinha razão. Mas eu não podia, eu não queria aceitar isso. Danna é a pessoa mais incrível que eu conheci em toda minha vida. Eu daria tudo por ele e ele faria o mesmo por mim... Eu acho...?

Hidan:- Ah, quer saber? Foda-se! - Levantou de forma brusca - Você já é adulto... Faz o que quiser! - Ele estava indo para o seu quarto, quando algo pareceu despertar em sua mente. Girou com os calcanhares e virou na minha direção - Ei!

Deidara:- Hum? - Jogou um cartãozinho encima da mesa - O que é isso Hidan? Já falei que não vou entrar em cabaré nenhu-

Hidan:- Não é cabaré seu porra! É um desses bares chiques onde as pessoas conhecem outras pra' fuder... Sei lá, acho que faz mais seu tipo que um puteiro... 

Com relutância, me levantei e peguei o cartão. Talvez não fosse tão ruim... 

Lembrei do meu ruivo precioso e balancei a cabeça, saindo desses devaneios horríveis. 

Sou comprometido! Não vou! 


*Quebra de tempo*


No dia seguinte, ou melhor, hoje, lá estava eu me contradizendo. Eu caminhava pelo lugar, uma música sexy genérica no estilo "Chase Atlantic" tocava em um volume agradável e enquanto isso, eu não parava de pensar como Hidan conhecia tantos lugares desse gênero. 

Eu não pretendia trair o Danna, vim por curiosidade. Já estava um pimentão pela quantidade de pessoas e casais que me observavam com um olhar de luxúria. Então, resolvi sentar no bar. 

Barman:- Olá, deseja alguma coisa? - Sorriu simpático 

Deidara:- Hm, não sei, o que me sugere? - Sorri de volta 

Barman:- Nunca te vi por aqui antes, você é novo não é? - Se inclinou no balcão - Eaí, me conta, como conheceu o lugar? Veio com a esposa?

Deidara:- N-Não, eu vim sozinho, recomendação de um amigo... Mas só por curiosidade! - Falei rápido 

O homem deu uma gargalhada e aproximou mais seu rosto do meu

Barman:- Sei bem que curiosidade é essa... - Depois de uns segundos me encarando ele riu mais um pouco - É brincadeira... Mas olha, sobre a bebida: Eu te recomendo u- 

???:- Dois "sex on the bitch"! - Uma voz rouca e atraente falou atrás de mim, fazendo meus pelos da nunca arrepiarem 

Barman:- Agora mesmo! - Antes de se virar e começar a preparar, ele piscou para mim, me deixando ainda mais vermelho 

Quando dou por mim, vejo um homem alto de cabelos pretos curtos se sentar ao meu lado. 

Ele me olhou no mesmo momento e riu calorosamentete. Meu deus, será que eu estava secando o homem?

???:- É a cicatriz não é? - Lançou um sorriso atraente 

Deidara:- Hm? - Saio dos meus devaneios 

Eu estava parecendo um adolescente bobo. Mas era impossível ter outra reação em relação aquele cara. Minha nossa, eu havia esquecido que tinha um noivo por alguns segundos! 

???:- Tudo bem, todo mundo sempre olha para ela primeiro - E foi só ali que eu notei o enorme machucado que cobria um lado inteiro do seu rosto

Deidara:- E isso não te deixa desconfortável?

???:- Hum... Não! Já senti algumas vezes, mas hoje eu reconheço que ela é meu charme. Homens com cicatrizes são sexy, não? - Me olhou esperando uma resposta 

Deidara:- S-Sim... Quero dizer, é uma maneira meio fútil de se sentir atraído por alguém... Mas são estilosas - Ri sem graça, enquanto o mesmo só me olhava com um sorrisinho ladino. 

Barman:- Aqui seus drinques, Tobizinho e loirinho!  - Colocou as taças no balcão e foi atender outras pessoas

Tobi:- Obrigado, Jay... Aliás - Me olhou de canto um pouco antes de bebericar a bebida - Sou o Tobi, o prazer é todo seu.

Sua voz rouca e calma fez minhas pernas ficarem bambas. Eu teria chamado ele de convencido, se meu cérebro não tivesse derretido naquele momento. 

Deidara:- Me chamo Deidara! - Falei rápido e assustado. Tobi riu. 

Tobi:- Você parece tenso... O que posso fazer por você... Em? - Levantou o queixo na minha direção, como forma de questionamento 

Coloquei a taça nos meus lábios e bebi bastante. Ele parecia se divertir com as respostas tímidas que meu corpo dava. 

Tobi:- Vamos ser honestos, certo? O que faz aqui? Você parece ser bem novo... Tem um namorado? - Continuou bebendo e não olhando nos meus olhos

Como ele sacou tão rápido que eu era gay???

Deidara:- Hm... Eu tenho um noivo... - Abaixei a cabeça e esfreguei as palmas das minhas mãos nas coxas, tentando tirar esse nervosismo bizarro de mim.

Os olhos que antes pareciam meio perdidos, se arregalaram surpresos. O mesmo lambeu os lábios, colocou a taça na bancada e virou-se de frente para mim.

Tobi:- E onde ele está agora...? 

Segurou meu queixo e levantou meu rosto, fazendo nossos olhares se cruzarem de verdade pela primeira vez naquela noite.

*FLASHBACK OFF*



Continua...


Notas Finais


Já vou pedindo desculpa por qualquer erro de ortografia gente (e se tiver partes escrito Toni ao invés de Tobi é porque meu corretor é babaca)
Beijo na bacurinha💗


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...