1. Spirit Fanfics >
  2. Feel. >
  3. Capítulo 3- The Rockfeller.

História Feel. - Capítulo 3


Escrita por:


Notas do Autor


Meus amores como está a quarentena de vcs?

Espero que gostem dese capítulo!

Capítulo 3 - Capítulo 3- The Rockfeller.


Fanfic / Fanfiction Feel. - Capítulo 3 - Capítulo 3- The Rockfeller.

  *3 meses depois*

Giselly tinha algo diferente, não pelo fato de seu lindo sorriso e sua positividade até mesmo com as coisas ruins, mas a paz que ela me traz quando eu fico nervoso. Eu olho para aquele sorriso e me sinto mais leve, esqueço Loren e penso nas coisas boas que posso fazer.

Giselly me deu uma lista de coisas que eu posso fazer no fim de semana quando Loren leva minha filha pra casa da minha sogra. Eu adorei as ideias, mas eu ainda vou sair com minha filha e deixar Loren sozinha.

Era uma sexta feira, eu queria sair pra beber um pouco, meu amigo Ulisses Vergenan dono da melhor revista de carros antigos, me chamou para ir beber com ele em um barzinho. Eu no começo relutei mas depois aceitei o convite, afinal eu iria fia sozinho até o domingo.

Cheguei em casa, tomei um banho e me arrumei, peguei um táxi e logo cheguei ao local. Era um barzinho badalado da cidade chamado "the Rockfeller", lá tinha garota lindas, um ótimo som e ótimas bebidas....eu tava disposto a me divertir bem ali.

Cara que bom que veio!-

Fala Ulisses, e aí como vai as coisas?-

Cara tô bem e você? Loren e Lizzie?-

Nem me fale isso....eu por um momento quero esquecer loren.- falei caminhando até o bar- Cara ela tá insuportável demais, tudo briga....tô cansado!

Meu....conselho, parte pra outra!- Ulisses falou- Eu quando quero fugir, vou pra um..... você sabe!

Uma casa da luz vermelha!- falei- Você trai a Meredith? Isso não é.....

Errado... é cara, mas sabe, ali é onde desconto a raiva e relaxo!- Ulisses falou- Vai por mim, é bom um pouco!

Cara vc é muito nojento!- falei encarando ele- Hey hey hey....pera ai!

Que foi?-

Já venho!-

Entreguei a bebida para Ulisses e logo avistei a mais bela das mulheres ali.... Giselly, que estava acompanhada de uma outra pessoa.

Caminhei até ela e logo vi a outra moça dizer algo a ela fazendo a mesma se virar. Logo aquele belo sorriso surgiu.... E a voz doce de Giselly surgiu.

Rudolph,o que faz aqui?-

Oi Giselly, eu que lhe pergunto....-

É desculpa, deixa eu lhe apresentar minha prima e aniversariante do dia Jenna. -ela falou- Jenna esse é meu chefe Rudolph Schiavo.

Prazer!- estendi a mão e logo voltei a Giselly- Chefe? O que falamos sobre isso?

Foi mal, é que é estranho ver meu chefe num barzinho de rock, ainda mais sendo casado!-

Eu tô tentando desestressar da loren.-

Entendi!- ela observou- Quem é esse rapaz aí?

Prazer, sou Ulisses Vergenan!- ele falou e olhou para Jenna- Gata, quer ir dançar uma pouco?

É.....-

Vai Jenna!- Giselly falou- Se divirta!

Valeu Giselly!-

É..... Quer dançar Rudolph?-

Se não for problema!-

Ela me puxou e dançamos juntos, bebemos e nos divertimos....estávamos muito amigos e bem próximos. Almoçamos juntos, colocamos os assuntos da empresa em dia, as vezes quando tem alguma briga entre eu e a Loren... Giselly me dá conselhos, ou seja....ela tem se tornado alguém presente.

O único problema é que ela insiste ainda e me chamar de chefe, tudo bem que é formal e respeitoso, mas sei lá...vindo dela é tão estranho. Eu estava em devaneios olhando para aquele sorriso que nem ouvi o que Ulisses falou....

Cara....cara!-

Ahn?- falei- Que foi?

Tô levando a Jenna pra casa, se vc e a sua gata aí quiserem ir também....vamos saindo agora!-

Giselly me olhou e eu concordei em ficar mais um pouco, afinal ela tava se divertindo. Ela falou algo pra Jenna que a abraçou e deu uma piscadinha pra ela, Ulisses segurou na cintura de Jenna e saiu do barzinho.

Acho que sua prima vai ter companhia hoje....- falei rindo.

Jenna é assim!- ela falou- Bebe demais e depois perde o fio da meada em algumas situações.

E seu namorado quando vou conhecer?-

Que namorado?- ela riu- Solteira faz uns 4 anos, ainda não achei o homem certo.

Por que diz isso?-

Pelo simples fato de ou são casados, ou gays ou só sexo!-

Nossa!- falei meio sem jeito- Difícil.....

Pois é, pior que eu sempre gosto dos proibidos!-

Uhm.....- falei sério- Verdade ou desafio?

Desafio!- ela falou.

Desafio você a subir no bar e dançar sensualmente a próxima música!-

Aceito.- ela falou e subiu ali chamando a atenção de todos- Solta o som DJ!

Logo ela dançou, dançou e dançou..... Pegou a bebida da mão do garçom e bebeu inteira e continuou dançando até a música acabar. Logo ela riu e veio na minha direção.

Verdade ou desafio?-

Desafio!-

Eu te desafio a beijar a garota mais bonita daqui!-

É sério?-

Vai logo Rudolph!!!!-

Logo eu a despistei, andei por entre algumas pessoas e parei atrás dela. A cutuquei e quando ela se virou, eu a beijei. Giselly ficou sem reação, mas depois gostou....pelo menos foi o que eu achei até ela interromper o beijo.

Isso é errado!- ela falou- Você é meu chefe!

E?-

E que além disso, você é casado!-

Não sou legalmente casado, só moro junto!-

É casado e tem uma filha Rudolph!- ela falou saindo.

Espera, Giselly!- falei indo atrás dela- Giselly!!!!

A gente se vê amanhã!-

Giselly!- falei segurando em seu braço- Por que tá assim, foi só um desafio.

Certo,mas foi errado!-

Você gostou?- eu falei encarando ela- Fala pra mim.... você gostou Giselly!

O que isso importa Rudolph?- ela falou séria.

Responde, você gostou...sim ou não?-

Sim!- ela falou irritada- Sim, eu gostei... satisfeito?

Muito!- eu falei e a soltei- Até amanhã!

Ela pegou o táxi e foi pra casa, eu fiz o mesmo, cheguei em casa e me joguei no sofá onde eu sempre dormia. Amanheci com uma ressaca das grandes e só o que eu queria era um banho e ver Giselly.

Creio que depois de ontem, ela ficará receosa comigo, mas que aquele beijo foi bom....isso não négo. Depois de me arrumar e pegar o táxi, cheguei na empresa e notei Giselly de cabeça baixa anotando umas coisas, eu parei na mesa dela e logo a fiquei encarando.

Bom dia senhor Schiavo!- ela falou ainda de cabeça baixa- Já levarei seu café!

Ótimo, preciso falar com você!- falei- Giselly, olhe pra mim!

Sim senhor!- Ela me encarava disfarçadamente.

Pare de me chamar de senhor e segundo quero falar com você a sós em minha sala por favor!- disse entrando na mesma- daqui a 5 minutos quero você aqui!

Giselly em 3 minutos trouxe o meu café e colocou na mesa, eu levantei e fechei a porta trancando ela. Giselly estava sentada na cadeira encarando a caneta dourada na minha mesa e logo eu a virei pra mim.

Fiz ela me encarar olho no olho e logo fiz a mesma pergunta de ontem a noite. Dia reação era de alguém que queria fugir do assunto mas eu insisti.

Giselly, você nem bêbada estava ontem....por isso te pergunto, você gostou de ontem?-

Sim...eu gostei!-

E do beijo?-

É.... é.... é.....- ela gaguejou- Por mais que eu tenha gostado é errado Rudolph!

Se eu mostrar pra você que eu sou diferente dos outros, você mudaria de ideia?-

A questão não é essa.... é que eu, eu.....-

Você o que?-

Já fui amante uma vez sem saber!- ela falou abaixando a cabeça- Não quero que isso se repita, eu me feri muito.

Notei ela bem confusa e me encarando como se pedisse socorro. Eu a puxei e coloquei sentada em minha mesa de mármore preto, a mesma me encarou e eu a segurei pelo queixo.

Giselly!- falei baixo- Você não tem ideia do quanto eu estou ficando louco por você, eu quero você.... você!



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...