História Feelings - TaeKook - Capítulo 15


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Visualizações 78
Palavras 611
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ficção Adolescente, Lemon, LGBT, Romance e Novela, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Cross-dresser, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Hi.
Boa Leitura.

Capítulo 15 - 1.4


 

                   _TAEHYUNG_


Uma semana depois...

Hoje é o dia em que eu e meu pai iremos para o Canadá e admito estar um pouco - muito - ansioso. Essa semana que se passou, eu usei para me organizar para a mudança, afinal é por um ano que ficarei lá e muitas coisas precisavam ser ageitadas. Meu pai é o que está mais ansioso pra viagem, ele realmente quer que eu passe com um psicólogo e ele acha que essa mudança de ares irá me fazer bem.

Essa semana eu fui para a faculdade somente um dia, que foi o dia na qual eu conversei com o diretor sobre a viagem e ele me deixou claro que minha vaga estará aqui quando eu voltar no ano que vem. Na faculdade eu fiz questão de evitar o Jungkook, oque foi total sucesso ja que ele tava ocupado de mais se pegando com o Jimin em algum canto.

Eu contei apenas para o Jin, Nanjoon e Yoongi que estou indo viajar, e é claro que Jin chorou um pouco quando eu disse que iria ficar no Canadá por um ano, mas no fim ele aceitou e me fez prometer que falaria com ele todos os dias. Nanjoon falou que me ligaria sempre para saber como eu estou e Yoongi disse que sentiria minha falta.

Tanto o Yoongi quanto o Jin sabem que eu tenho depressão e que me culpo pela morte da minha mãe, eles me ajudaram muito quando fiquei internado a uns dois anos atrás por depressão. As únicas pessoas que não sabem da minha depressão e das vezes em que eu tentei me matar, é o Nanjoon, Jungkook e Jimin, e honestamente, se depender de mim, eles nunca iram saber.

Enfim, eu os fiz prometer que não contariam ao Jimin e o Jungkook sobre a minha viagem. Eles não precisam saber disso agora. Não quero que achem que eu to fugindo.

***

- Tae, ja está pronto? - Meu pai perguntou assim que eu apareci na sala com a minha mochila em mãos.

- Estou sim e você?

- Estou.

- Senhor? - Jisso apareceu na sala com uma pequena mala. - Ja estou pronta.

- Ótimo, vamos.

Meu pai comprou um apartamento para morarmos no Canadá e como nem eu e ele sabemos cozinhar e não queremos ter que ficar procurando uma cozinheira nova, decidimos que seria bom que a Jisso fosse conosco ja que ela sempre trabalhou para a minha família. Ela ficou muito feliz por termos a convidado para vir com a gente e obviamente, ela aceitou.

Saímos  de casa e o motorista estava terminando de colocar a última mala quando nos aproximos do carro.

- Ja guardou todas? - Meu pai perguntou.

- Sim. - Respondeu.

- Ok.

Meu pai se sentou no banco da frente com o motorista e eu e Jisso fomos atrás.

- Obrigado por vir com a gente. - Me virei para a Jisso e toquei sua mão.

- Eu que agradeço por me convidarem a ir junto. - Sorriu e entrelaçou nossas mãos.

Fomos a viagem toda até o aeroporto de mãos dadas. Jisso fazia um  carinho com o polegar no dorço da minha mão e eu não sentia vontade de separar nossas mãos.
O carinho que a Jisso sempre demonstrou por mim, me faz tão bem, ficar perto dela me faz bem. Ela é muito especial pra mim.

Quando chegamos no aeroporto, meu pai foi direto fazer o nosso check-in, enquanto o nosso motorista foi despachar as nossas malas.

- Daqui a pouco vai ser a chamada para o nosso vôo. - Meu pai falou sorridente.

Respirei fundo e sorri também.

- TAEHYUNG. - Ouvi alguém gritar.

Olhei pra trás  e me surpreendi ao ver quem era.


Notas Finais


Uh, quem será ?

Até o próximo.

Bjs♡


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...