1. Spirit Fanfics >
  2. Feelings >
  3. "Diga que nunca mais vai acontecer."

História Feelings - Capítulo 27


Escrita por:


Notas do Autor


Então...
Esse era pra ser o último capítulo, mas eu não goxtei de como acabou a estória (falo mesmo).
Aí eu tive que reescrever e por isso que não saiu ontem.
B/

Capítulo 27 - "Diga que nunca mais vai acontecer."


Fanfic / Fanfiction Feelings - Capítulo 27 - "Diga que nunca mais vai acontecer."

- Tem um minuto? – Perguntou Viperion, entrando no quarto de Adrien pela janela, como sempre fazia.

- Não sei. – Respondeu Adrien, ainda procurando o anel. – Estou um pouco ocupado.

Viperion o observou procurar por algum tempo, até que Adrien parou o que estava fazendo para ver o que o ele queria.

- O que foi? – Perguntou.

- O que você está fazendo com Marinette, hein?

Adrien fitou-o com um olhar confuso. O que ele quis dizer com aquilo? Será que ele se referiu a quando ele disse que Ladybug era a culpada por aquilo que aconteceu com seu pai?

- Olha... – Começou. – ... foi coisa do momento, sabe?

Viperion ergueu uma das sobrancelhas, intrigado.

- Então você não quis...?

- Não. – Respondeu Adrien. Sem saber que havia entendido errado a outra pergunta de Luka.

- Não foi isso que pareceu. – Comentou ele, lembrando do momento intenso entre Marinette e Chat Noir.

Adrien suspirou, cansado.

- Me desculpa, tá legal? Foi sem querer, é sério.

Viperion o observou, desconfiado. Realmente não parecia ter sido sem querer mas os olhos de Adrien mostravam sinceros, fazendo Luka acreditar nele.

- Tudo bem, mas por que está se desculpando? Não tenho nada com ela. – Sorriu, mostrando para Adrien que confiava nele.

- Acho que ela não vai querer me ver tão cedo. – Disse Adrien, com um sorriso torto insincero. – Então diga que pedi desculpas a ela por mim. Diga que nunca mais vai acontecer.

- Pode deixar. – Disse Luka. Ele não estava exatamente feliz com o que Adrien dissera pois, apesar de gostar de Marinette, o recado poderia deixa-la triste. Tudo que ele menos queria era que isso acontecesse. – Eu digo.

 

Marinette estava no quarto, sem saber o que fazer. Ela deveria chamar Chat de volta? Se desse sorte, ele ainda estaria transformado. Ou será que deveria procurar por Luka? Talvez, devesse só aproveitar aquele momento só para pensar com mais clareza.

- Ah, Tikki. – Gemeu. – O que eu faço?

A kwami riu. Era algo tão simples.

- Você deveria esquecer as outras pessoas. Se concentrar em si mesma é bom às vezes, sabia?

Marinette se sentou na cama. “Será?” Pensou. Mas, afinal, o que era “se concentrar em si mesma”? A falta de Chat Noir já fazia efeito dentro dela. O que era essa necessidade tão grande de ficar junto dele? Por que toda vez que se viam, era por um período tão curto? “Se concentrar em si mesma” era ir atrás de Chat para tentar preencher esse vazio, ou ficar em casa sozinha, pensando na vida? Ficar em casa a deixaria melhor, ou pior?

- O que foi, Marinette? – Perguntou Tikki, vendo os olhos tristes da garota. – Aconteceu alguma coisa?

Marinette se deitou de lado na cama, abraçando o travesseiro.

- Não. – Falou, simplesmente.

- Ei, não fica assim. – Disse Tikki. – Você derrotou Hawk Moth, finalmente. Pense nisso.

Era verdade. Finalmente Hawk Moth se foi. Mas, então, por que não estava feliz com isso? Talvez fosse o jeito como tudo acabou o que atiçou sua tristeza. Ela nem sequer podia saber como o Sr. Agreste estava, pois Adrien com certeza não iria querer falar com ela. Uma lágrima escapou de seu olho esquerdo, enquanto ela dizia tudo o que pensara para Tikki. Constatou que falar era bem mais difícil do que apenas pensar, parecia que tornava tudo um pouco mais real.

- Ei, por que ele não falaria com você? – Perguntou Tikki, já sabendo qual seria a resposta.

- Por que foi culpa minha, lembra? – Respondeu Marinette, abraçando o travesseiro com mais força.

- Primeiro: isso não foi culpa sua, pare de pensar assim. – Disse ela, ficando na frente do rosto da dona. – Segundo: ele não havia dito isso para Ladybug? Adrien não sabe que vocês são a mesma pessoa, não é?

Marinette enfim compreendeu. Ela passou uma toalha no rosto rapidamente, e pôs-se a ligar para Adrien.

 

Luka ainda estava na casa de Adrien quando Marinette ligou, pois ele e o garoto haviam ficado conversando até o momento. Adrien puxou o celular do bolso, lendo o nome na tela.

- É a Marinette. – Falou, confuso. Ela queria falar com ele? Bom, se estava ligando...

- Ela deve querer saber como está o seu pai, ela é assim. – Luka deu de ombros.

Adrien atendeu o celular, ouvindo Marinette perguntar sobre seu pai em seguida, exatamente como Luka havia dito.

- Ele está bem, só quebrou algumas coisas. De resto, está bem.

Ele ouviu um suspiro aliviado do outro lado da linha e sorriu. Marinette também estava preocupada, como ele podia ter dito que aquilo tudo era culpa dela? Foi pensando naquele momento que ele se lembrou que Marinette não sabia que ele sabia que ela era Ladybug.

- Escuta, eu estou resolvendo umas coisas por aqui. Posso te ligar depois?

A garota aceitou e se despediu, desligando logo depois disso.

 

- Ele disse que depois me liga, Tikki. – Suspirou, novamente.

- Então, como ele está? O Sr. Agreste? – Perguntou a kwami.

- Adrien falou que ele estava bem. Assim espero.

Tikki sorriu. Era bom Marinette saber disso, pois assim diminuía um pouco suas preocupações.

- Ótimo, agora você pode descansar em paz. – Disse ela, sem saber que o problema da dona não se resumia somente ao pai de Adrien, ou mesmo ao próprio Adrien.

- Mas... – Marinette arregalou os olhos. – e se ele me ligar enquanto eu estiver dormindo? – Ela se sentou novamente na cama e olhou fixamente para a tela do celular. – Tenho que esperar.

Foi a vez da kwami suspirar.

- Eu desisto. – Falou.


Notas Finais


Obrigada por lerem e desculpem-me pelos erros.
Até a próxima! S2!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...