1. Spirit Fanfics >
  2. Feelings >
  3. I'm a mess.

História Feelings - Capítulo 4


Escrita por:


Notas do Autor


Comentem o que acharam e compartilhem o máximo que der. ❤

Links nas notas finas.

Tradução: Sou uma bagunça.

Boa leitura :)

Capítulo 4 - I'm a mess.


Fanfic / Fanfiction Feelings - Capítulo 4 - I'm a mess.

E ela por acaso sente, do jeito que eu senti você?

Pov. Jessie

Acordei no chão do banheiro, estava toda dolorida e não consegui dormir direito a noite. Até pensei em voltar ao quarto, mas fiquei com medo de Klaus escutar o barulho e voltar a bater na porta.

Entrei no box e tomei um banho demorado. Procurei qualquer roupa de Rebeckah e coloquei.

Quando pegava um casaco, escutei Rebekah me chamando no corredor. Coloquei o casaco e abri a porta rapidamente.

- Meu deus! Sua cara está horrível. - Rebeckah diz entrando no quarto.

- Obrigada pelo Conselho. - Reviro os olhos.

- Vai aonde? - Ela pergunta fitando suas roupas, que estão no meu corpo.

- Pra casa.

- Não! - Ela quase grita.

- Eu não vou ficar aqui, Rebekah. - Olho para ela incrédula. Ela pega minha mão e se aproxima.

- Eu sei que vocês brigaram, ele me contou, só não sei o motivo. Mas por favor, não deixa ele te atingir dessa forma, você está sendo fraca!

- Rebekah, eu tive que me trancar no banheiro para ir dormir! Tem noção?! e eu mal consegui fazer isso! Eu estou cansada, dolorida e de saco cheio - Solto um longo suspiro. - Não dá pra eu ficar aqui.

Pego as chaves do meu Audi e desço as escadas. Todos estavam reunidos na sala, me fitando confusos e eu apenas ignorei e saí daquela casa, entrando no meu carro e pisando fundo.

•••

Entro em casa dando de cara com minha irmã sentada no meu sofá, conversando com Matt. Ela me olha surpresa quando eu coloco as chaves do audi em cima da mesa, chamando a atenção deles. Vanessa se levanta e me abraça com um sorriso no rosto. 

- Uau! Você virou uma mulher! A última vez que eu vi você foi com quantos anos? 16? - Ela diz acariciando meu rosto.

- 13, mas até que foi perto, você quase acertou dessa vez. - Tiro sua mão do meu rosto e me afasto. - Oque quer?

- Meu deus Jessie, minha visita não trás felicidade a você? - Ela revira os olhos.

- Sempre quando junta nós três, é porquê quer algo. - Digo me sentando.

- Não quero nada, só preciso ficar na sua casa por alguns dias. - Deu de ombros.

- O marido já enjoou? - Ri.

Ela me olha séria mas depois começa a rir, com matt fazendo o mesmo.

Vanessa é a mais velha, ela tem 27, Matt 25 e eu 20. Vanessa sempre foi gananciosa com o dinheiro da família, mas quando casou com um rapper sossegou. Ela sempre foi ausente, eu sempre briguei com ela por isso, sempre quis uma irmã pra ser minha melhor amiga. Mas pra ela era como se eu e Matt nem existirmos, mas terminou que com o tempo eu me acostumei.

- Tudo bem, você pode ficar.

•••

Durante a tarde meu celular não parava de tocar, Rebekah me ligou 5 vezes seguidas. Sei que ela quer se desculpar, mas não estou afim de falar com ninguém agora.

O telefone começa a tocar de novo e quando eu já ia atender e xingar, vejo o nome de Tom na tela.

- Alô.

- Hey, você ainda vai na festa?

- Sim, porque não iria? - franzi o cenho.

- Não sei, Rebekah não falou nada depois que você saiu mais cedo, e dava pra escutar os seus gritos embaixo.

- Deixa isso pra lá, de qualquer maneira eu vou.

- Posso te buscar então? - Mesmo não o vendo, dava pra saber que ele estava sorrindo.

- Você não é o dono da festa? - Ri.

- O pessoal veio pra , depois que você foi embora. - Tom explicou.

- Entendi, por mim tudo bem.

- bom, eu te pego as 22hrs. - Tom encerrou a chamada.

Fui logo me arrumar, já que não faltava muito tempo para as 22hrs. Tomei um banho rápido e coloquei um vestido vermelho colado, suas alças são brilhantes e é o detalhe que eu mais amo no vestido. Coloquei um salto preto fino pra completar. Fiz uma maquiagem leve, apenas com um batom vermelho de destaque. Deixei meu cabelo natural e gostei do resultado.

Escutei a buzina do carro de Tom tocar e saio de casa, Tom abre a porta pra mim e me enche de elogios até chegarmos em sua casa. De longe eu já vejo vários adolescentes se pegando no quintal, o som alto que dava pra escutar a distância. Primeira festa da Universidade.

Quando eu entrei de mãos dadas com Tom, algumas pessoas já nos encaravam e quando Meed viu a gente, ele soltou a bomba.

- Todos aplaudindo o cara que fez a melhor festa do ano, Tom Jones! - Ele gritou e logo em seguida todos também gritavam.

Algumas pessoas paravam pra falar com Tom enquanto ele me levava até o nosso pessoal, Quando Klaus me viu de longe seus olhos foram diretamente para minhas mãos e as de Tom entrelaçadas. Ele apenas desviou o olhar e continuou a beber sua bebida, Rebekah veio até mim e logo me abraçou de surpresa, Tom continuou o caminho deixando nós duas sozinhas.

- Me desculpa. - Rebekah sussurrou no meu ouvido enquanto me abraçava.

- Me desculpa também. - Disse sorrindo.

Logo a gente se afastou e ela me elogiou e eu fiz o mesmo. Voltamos ao pessoal.

- Olha ela aí. - Disse Yaara me abraçando. - Como você tá gata!

- Assim você me mata Jessie. - Disse Meed beijando minha bochecha.

- Tenho que te apresentar duas pessoas. - Tom me puxou para o quintal.

- Quem? - Perguntei confusa.

Ele nem respondeu, e quando chegamos no quintal eu pude reconhecer que aqueles dois eram parte do "grupinho novo da sala."

- Essa é a peach, e esse é o nate. - Ele diz apontando para os dois. - São irmãos.

- Hey. - Os dois dizem juntos, me cumprimentando.

- Sou Jessie. - Aceno e eles riram.

Tom volta pra festa e eu fico conversando com eles por um tempo. Descobri que eles são amigos de Tom a bastante tempo e que eles fazem parte da banda de Tom. Nate é muito engraçado e me arrancou várias risadas, sua irmã também e muito legal.

Por um momento eu olho em volta do quintal até que percebo Klaus conversando com uma menina do lado de uma árvore. E agora que eu parei pra perceber o quanto ele estava bonito, ele usava uma blusa social de botões preta, com uma calça jeans na mesma cor.

Quando ele percebeu meu olhar, puxou a menina para um beijo ardente, quase engulindo ela bem na minha frente. Apenas ignorei e voltei minha atenção para Peach e Nate.

Qual é, isso é coisa de jardim. Mas Klaus era isso, ele vivia fazendo as coisas por impulso, tudo para me magoar. E era por isso que eu não posso deixar esses sentimentos voltarem, nunca mais.

•••

Acordei com uma puta dor de cabeça, porque eu fui inventar de jogar beer pong ontem? Depois do ocorrido foi a melhor opção que eu achei para me distrair, eu exagerei na bebida e olho que eu não sou de embebedar.

Levanto e vou até o banheiro, meu cabelo está todo embolado, minha maquiagem toda borrada e eu nem sei como eu cheguei em casa.

Tomo um banho longo e lavo os cabelos, coloco apenas um short e uma blusa qualquer. 

Quando vou até a cozinha, encontro Vanessa fazendo o café da manhã. Por mais que eu odeio admitir, eu sentia falta dela e das suas comidas também, ela cozinha muito bem.

- Agora eu vi vantagem em deixar você aqui. - Digo pegando uma xícara e escuto sua risada.

- Como foi a festa jess? - Matt pergunta entrando na cozinha.

- Normal, só bebi mais do que deveria. - Ri vendo a cara de mãe desapontada que Vanessa fez.

- E o Niklaus?

- Fazendo idiotices como sempre. - Reviro os olhos.

- Nicklaus Mikaelson? - Vanessa pergunta se juntando a mesa.

- Pegou o bonde andando. - Matt ri. - Eu explico.

E o meu café da manhã foi só um simples assunto, Niklaus.

•••

Eu estava terminando minha maquiagem quando meu irmão apareceu no meu quarto. Rebeckah me ligou pedindo para eu encontrá-la.

- Vai aonde? - Matt Perguntou se jogando na cama.

- Rebekah me ligou. - Digo retocando meu batom e ele revira os olhos.

- O Sr. Hobart ligou. - Matt diz com um tom de deboche.

Sr. Hobart era como ele chamava meu pai na empresa, os dois sempre tiveram essa briga, meu pai queria Matt nos negócios porém Matt só queria saber de festa. Consequentemente o "Sr. Hobart" virou piada.

- Ele falou algo sobre a mãe? - Perguntei.

- Ele disse que na próxima vez que ligar, vai ser pra avisar a volta deles.

- Tá brincando comigo né?! - Me viro, para fita-lo.

- Não irmãzinha, eles vão voltar.


Notas Finais


Vestido de Jessie: https://pin.it/Jdk3Na5


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...