1. Spirit Fanfics >
  2. Feelings of a frozen heart.- 1 temporada. >
  3. Primeiro encontro em desastre

História Feelings of a frozen heart.- 1 temporada. - Capítulo 2


Escrita por:


Capítulo 2 - Primeiro encontro em desastre


Fanfic / Fanfiction Feelings of a frozen heart.- 1 temporada. - Capítulo 2 - Primeiro encontro em desastre

♡Jungkook, Jeon.

Quando meus pais, com a ajuda da melhorar amiga e chefe da minha Omma, que por acaso é mãe de um dos melhores amigos, conseguiu a bolsa de estudos para mim no School College Study, eu faltei surtar de felicidade por dentro e por fora. Eu estudaria na mesma escola que Yoongi, meu amigo, onde de quebra conheci Tae-Hyung que virou um dos meus melhores amigos também. E o melhor, era gay como eu. Eu até me divirto que ele tentou me beijar uma vez, mas por minha timidez e medo, eu neguei. Porque tipo, eu sou daqueles clichês românticos sonhadores que buscam e esperam pela pessoa destinada a si. Sim, isso eu sonho desde pequeno. Sempre fantasiei eu com o meu amor em uma praia, vendo o por do sol enquanto as águas batiam nas rochas transmitindo a paz que seu corpo necessita ter pelo menos uma vez na vida e ai depois de declarações, selariamos os lábios em forma de cumplemento a paixão um do outro provocada por um coração travesso que salteia sobre os toques valiosos trocados. E é só por isso e por muito mais que eu não beijei o Tae, era como meu amigo e irmão. Não era a pessoa certa que eu poderia me envolver e além do mais ele estava bêbado e quando contei pra ele, o filho da mãe faltou morrer de tanto rir e falou que eu não era homem de carne e sim só um bebê. Por conta disso, eu inflei as bochechas e fiz um bico entre os lábios cruzando os braços para debater meus argumentos de que não sou um bebê. O que foi totalmente em vão, pois Yoongi chegou e se juntou com o Tae. Traidores!

Enfim, no início do ano, no meu primeiro ano na escola, eu pensei que teria bastantes amigos... claro que não de forma popular e tals, popularidade eu quero é distância. Não que eu seja de  pensar que o estereótipo estava sempre certo e que eles fazia bullying e seria burro, nunca pensei assim. Claro que tinha aqueles valentões e tals, aqueles babacas de rotina. Porém, muitos dos populares eram na deles e alguns bem legalzinhos pra falar a verdade... a única pessoa que seguia exatamente o estereótipo de rainha, metida, soberba e arrogante era a Eun-bi e suas capachas. Igual a Georgina das garotas malvadas, pra quem já assistiu...

E não é que eu não queria fazer amizade com ela, eu queria. Não foi minha culpa se o preconceito dela foi maior a ponto de se tornar minha rival. Ela sempre que me encontra me alfineta e me provoca e passei a descobrir que ela era assim com todos da escola na verdade... o que surge a questão, como ela se tornou popular nas redes e no colégio? Eu não entendo...

Um tempo depois, eu cai na pior sala. Na qual, não deixava de ser verdade. E por sorte, Tae e Yoongi estavam nelas. Dois encrenqueiros que não gostam de estudar. E por que eu caí nela? Minhas notas! Não pense que era por preguiça ou coisa assim, apenas os conteúdos não se revolucionava na minha cabeça. As matérias pareciam mais coisa de Alien do que matérias. Se eu fosse um alien, eu estava reprovado na vida. O máximo que eu sei é 2 2, a tabuada nem tanto, um pouco de divisão, multiplicação de até dois números. Ou seja, o básico da vida. O que era razão suficiente pra Eun-bi me chamar de cabeça de sabri. Eu nunca me importei em ser "burro" e sim pelo meu esforço em tentar aprender. Disso eu me orgulhava, e muito!

Pós semanas, no meu primeiro ano, meus amigos e eu fomos para a primeira festa do colégio. E eu me horrorizei de tão incrível e lindo que foi, na minha antiga o máximo era discursos e multidões de gente suadas e falantes com algumas guloseimas. Enfim, muito diferente.

Então já acostumado com tudo, teve as férias que foi um sacrifício para consegui-las. E por fim, as consegui. Pena que passou tão rápido, mas confesso que as ferias custou muito para minha mãe. Eu, Yoongi e Tae saímos muitas noites e iamos pra parques de diversões, festas e videogamos. Claro que não poderia faltar as festas do pijama, que sempre que rolava, faziamos um streams ao vivo no nosso instagram e curtimos sempre. E quando eu falo curtir em festas de pijama, é Taehyung e Yoongi mortos de bêbados babando em travesseiro e eu tendo que cuidar desses travessos. Nunca bebi álcool e não é agora que eu vou beber.

Enfim, hoje foi o último dias de ferias e estavamos em mais uma festa de pijamas...

Yoongi: fala galera. Aqui quem fala é gostosão da área na sua centésima e uma festa do pijama e hoje eu vou mostrar a festa monstro que vocês não estão.-fala com a câmera virada para si, até Tae estapear seu cabelo enquanto eu arrumava as camas. Folgados!

Tae-Hyung: Para de falar como se fosse uma blogueira, Yoongi. Você é viado cara, Vi-A-DO!!! E festa monstro, é o seu rabiola que tem entre as pernas. Fino mais longo.

Jungkook: TAE!!! Não fale essas coisas. E Yoongi, para de olhar tanto para a câmera. Ta quase beijando ela.- falei em pronúncia aos dois, rindo de seus modos e Tae fala provocativo. Uma dica: Tae odeia ser repreendido, mas se vinga com provocações.

Tae-hyung: Só fala isso porque é virgem.

Jungkook: TAE!!! Por favor, minha intimidade...-falei extremamente envergonhado, com as bochechas rosadas e minhas mãos tampando meus ouvidos.

Tae-hyung: Jungkook, o mundo todo sabe ok? Você é aqueles boiolas que sonham com um romance brega e clichês de cinderela, branca de neve e tals.

Jungkook: Não é brega, é fofo! E eu gosto ta bom? Pelo menos eu não saio beijando todo mundo ou dando em cima. Isso é mais ruim ainda.-bati o pé no chão com o argumento.

Tae-hyung: Ta bebê, senta lá vai. - joga o travesseiro em mim, pegando a câmera da mão do Yoongi que reclama profanando:

Yoongi: Ei, seu viado. Quem mandou pegar a câmera?

TaeHyung: Não mandou, eu peguei mesmo assim.

Yoongi: Argh! Devolve seu boiola.- tenta pegar da mão dele, sem sucesso por causa da altura e Tae se pronúncia se defendendo. Só que esse defender... é perigo! Estou dizendo! Quem avisa, amigo é...

Tae-Hyung: Yoongi, todos tem uma boiolice interior. O mundo é boiola. Aceita isso que dói menos.

Yoongi: Tae, meu pão de açúcar estragado em esterco, devolve essa câmera e para de tentar ficar comigo. Eu sou hetéro. Aceita.

TaeHyung: como um grande filosófico como eu, preciso recitar minha filosófia. "Todo mundo sabe que a maior boiolagem é não admitir sua boiolice Kim Taehyung, 2020. Esse é de graça.-fala piscando pra câmera e soltando um beijinho com um bico formado nos lábios e eu ri da maneira que foi profanado sua fala e Yoongi pegou sua câmera da mão dele e desligou ela.- Yoongi, admita. Você é muito boiolinha...

Yoongi: Vai encher a paciência do Jungkook. Vai.

TaeHyung: Não, Jungkook tem cara de gay aboiolado explícito. Pelo amor, Yoon. O cartão dele de hetéro invalidou desde o semen que caiu no...

Jungkook: Taehyung!!! Para de falar besteiras. Va lá pegar as comidas, vai.-digo o empurrando do quarto, totalmente envergonhado enquanto Yoongi se gravava de novo.

...

Depois de assistir alguns filmes e classificarmos eles, no quais eu dei todo dez porque envolve muito romance. Claro, os filmes, dependendo de quem fosse a vez para escolher o gênero, seria 5 filmes só desse gênero. Eu, boiolado em romance, sempre os escolhos e dou a maior nota sempre. Já eles, ficam com "glicose" principalmente o Taehyung essa viado.

Depois de argumentar e defender o romance sempre, TaeHyung sugeriu contos de terror. Eu fui o primeiro a negar, sempre. O que resultou em nada, dois contra um.

E, depois de me apavorarem, eu fiquei desconfiado se tinha uma mulher vomitando humanos sairia debaixo da cama. Felizmente na... ahh o infeliz do Tae me assustou.

Jungkook: Tae!.-digo choroso, com as mãos totalmente trêmulas. É o meu jeito de demonstrar medo, entendam! Isso não significa que eu seja bebê. Eu só sou muito boiolinha. Ok, chega dessa palavra que já se tornou o enjoo da noite.

Yoongi: Taehyung! Isso. Valeu mesmo. Agora quem não dorme somos nós.

Jungkook: Ah, você ta preocupado em dormir do que com seu amigo que está quase em choro, quase morrendo de tanto medo?

Yoongi: Sim. Digo, não. Quer dizer... ah, você supera. Quem eu quero enganar? Meu sono é precioso. Seu medo é só exagero.

Jungkook: vocês me contaram uma história de mulher que vomita humanos e cachorro que come membros. Isso é assustador!

Tae: Desculpa, Kook. Vem, vamos dormir juntos. Deixa o Yoongi ai, seu insensível!.-fala e vamos direto pra cama, apagando a luz e deixando a do abajur acesa.

...

Primeiro dia, primeira noite mal dormida. Mas que idéia é essa também? Fazer festa de pijamas na véspera de aulas? Só meus amigos mesmo...

Depois de totalmente arrumados, tomado banho e cheirinhos. Fomos levados pelo chofer do Yoon, que palavra chique em, eu gosto.

Chegamos na escola beeeem cedo. Quando nos demos contas que o grande perspicaz do Taehyung adiantou o relógio. Olhamos pra ele, que tinha um sorrisinho orgulhoso no rosto e Yoongi que tinha o olhar de assassino para ele.

Tae-hyung: Viu? Fomos os primeiros. Chegamos bem cedo. Inteligente eu né? Adiantei o relógio para que chegassemos como os alunos exemplares e fossemos limpinhos e cheirosos para escola. Boa essa idéia eu ne?

Yoongi: Boa idéia? Seu viado! Quanto você adiantou?.-me segurei para não rir do Tae, tadinho... hoje ele morre pelas mãos do Yoongi. Se tem uma coisa que eu aprendi foi: nunca acorde o Yoongi se não for urgente. Isso eu tenho de cor. Ele é assustador.

Tae-hyung: Só duas horas. Não foi uma boa?

Yoongi: Duas horas? Duas fucking horas? Duas horas essa que eu poderia ta dormindo embaixo do lençol agora, no conforto do cobertor, babando no travesseiro que foi trocado para ser um aluno exemplar?

TaeHyung: exatamente! Boa idéia ou não?.- Tae-Hyung fala inocente, sem perceber o olhar assassino do Yoongi na qual ele range os dentes e fala de forma assustadora:

Yoongi: TaeHyung. Vou te matar!.- Tae desfez o sorriso e começou a dar passos lentos pra trás, com um sorriso meio forçado e pavoroso. Tentando acalmar a fera, como dizem mas sem deixar sua provocação se esvair. TaeHyung não tem mesmo medo da morte...

Tae-hyung: calma, suguinha. Vamos conversar, não va morder osso. Esse que é muito gostoso e se quiser provar não pode ser com esse olhar assassino.-fala me rodeando enquanto Yoongi o seguia com furias no olhar, e eu tentava ficar longe do mesmo do modo assustador que ele estava.- Yoonie, você é lindo sabia?

Yoongi: TAEHYUNG!!!.- agora era oficial, Yoongi correu para estrangular atras do Tae que correu para fugir do Yoongi e eu para salvar o Tae das mãos do Yoongi. Pra você vê, até nisso sou o sensato.

...

Quando peguei-os, Yoongi tava em cima do Tae o puxando pela cintura para desgrudar suas mãos que estavam praticamente grudadas na janela perto da sala dos professores. Vale ressaltar que estamos já dentro da escola.

Yoongi: Taehyung, sai dai pra mim te matar.

Tae-hyung: Não! Prefiro morrer do que perder a vida. Prefiro ser a cabra fodida do que a cabra fudendo. Prefiro ser o Taehyung do que a Taehyuna. Você nunca vai me pegar vivo.

Yoongi: Sai dai.-fala puxando ele com força, na qual ele parecia grudado como um chiclete.

Tae-hyung: Não, nem tente o plebeu de juacara. Não tiras o meu sangue até ele ser fodido. Nem tentes filho do brando.

Jungkook: quem é brandon.

TaeHyung:parente do branco.- outra coisa que Yoongi odeia, é falar da sua pele. Tenho que ajudar ele...

Fiquei atrás do Yoongi, segurando sua cintura para soltar-se de Yoongi.

Jungkook: Ya, solte ele Yoon. Tae, para de escandalizar! Ta parecendo um cabra levando choque. Yoongi, Solteeee el...eee. ahhh.- Tae, parece ter se desagarrado por algum motivo, Yoongi caiu pra trás me empurrando também.

Meu corpo escorregou para trás e a única coisa que eu senti foi um baque contra o corpo de alguém e algo molhado. Assustados, assim como eu, me virei de costas e caramba, tinha sujado sua camisa com o café que ele tinha em mãos. Arregalei os olhos, implorando para que não tivesse acontecido de verdade. O rapaz estava todo bravo e irritado, não é pra menos, afinal, sujei-o de café.

Jungkook: Omo! Desculpa desculpa desculpa. Eu não te vi. Eu eu...-falei tentando arranjar um jeito de secar sua camisa, mas o mesmo pegou em meu pulso e afastou de sua camisa social branca e ele pegou o lenço no bolso do peito direito do seu casado e limpou todo irritado e o desconhecido se pronunciou rude e grosseiro:

Xxx: Apenas fique longe. Não encoste em mim. E não volte a se encontrar comigo, por favor.-falou e saiu em seguida e Yoongi e Tae, que se encontravam caídos no chão observando a cena, se levantaram e Yoongi falou em indignação:

Yoongi: Nossa, que rapaz mal educado esse em. Espero que se engasgue com aquela camisa dele. Cara metido e arrogante...

Taehyung: ele é bonito. Mas de beleze e carater, a diferença é grande. Que cara soberbo. Tomara que comam ele...-fala enquanto eu mordia meu lábio frustrado.

...

Yoongi: mesmo assim, Jungkook. Aquele cara não tinha que ter falado daquele jeito com você.- sua pronúncia, dirigida a mim, que ainda teve a cena de hoje na mente, me sentindo culpado ppr sujar aquela homem, principalmente com roupas sofisticadas, lavando a mão na pia do banheiro e desligando a água, pegando um papel para secar minhas mãos, falo na sua defesa:

Jungkook: Ah, foi mais minha culpa sabe? Ele só não deveta num bom dia. E além do mais, aquela roupa parecia bem cara mesmo.

Taehyung: Ele é um idiota isso sim! Ha, no meu tempo existia educação. É bonito, mas com a cara carrancuda dele, prefiro ser hetéro. Imbecil, babaca, idiota, lixo, porcaria. Argh! Deixa eu pegar ele na saída, vou esmagar aquela cara bolachuda dele. Esse só deve ser aquele estereótipo de aluno popular metido. Já odiei! Hum. Almofadinha...

Sinal bate.

Jungkook: ah, gente esquece isso.-falo pegando os livros no armário, os fechando e saindo em disparada a minha sala.- só espero não trombar com ele de novo.- falei, agora olhando de frente e o surto interno foi muito grande. A surpresa que eu tive foi quase infartadora. Era e...ele. O cara que eu esbarrei e que estava trocando um olhar intimidador de mim enquanto eu ainda estava em choque.

E, pera, ele é... um professor?

Continua...




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...