História Feitos um pro outro - Capítulo 29


Escrita por:

Postado
Categorias Malhação
Tags Benê, Felipe, Gune, Guto, Lica, Limantha, Samantha
Visualizações 245
Palavras 1.286
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Famí­lia, Ficção, Ficção Adolescente, LGBT, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Surpresaaaaa!!!

Capítulo 29 - O fim...


20 anos depois 
Tanto tempo desde aquela festa, desde que o Guto soube que ia ser pai, faz tanto tempo que estamos juntos, e a cada vez que ele me olha, ainda é aquele menino por quem me apaixonei na escola... O amor da minha vida...
- Meu amor?
Guto entra no quarto sorrindo, nossos olhares se cruzam, não entendo, mas parece que todas as vezes que nossos olhos se encontram o mundo para é só existe o nosso amor... Ele sorri pra mim...
- Você está maravilhosa, parece uma princesa!
- Não exagera, não estou assim tão linda, mas a ocasião merece...
- E como merece.
Ele se aproxima de mim e põe a mão na minha cintura, continuamos olhando um nos olhos dos outros, e ele me beija, é incrível, mas todas as vezes que nos beijamos, parece ser como na primeira vez, ele é o amor da minha vida...
Ele me aproxima da cama e me deita nela...
- Guto para não podemos nos atrasar.
- Você não resiste as minhas distrações.
- E você adora isso.
Ele se apoia nos cotovelos e continua olhando pra mim...
- Eu te amo, mas do que eu podia imaginar que seria possível.
- Eu te amo!
Ele me da um selinho, se levanta e pega a minha mão.
- Vamos.
Saímos de mãos dadas do nosso quarto, ele me abraça e sorri pra mim, às vezes não parece real...
É um dia importante nada pode dar errado...


A igreja está cheia, mas uma pessoa chama a minha atenção.
- Ei, se acalma vai dar tudo certo.
- E se ela desistir?
- Ela te ama.
- Como a senhora sabe?
- Primeiro eu não sou tão velha, e ela é minha filha, ela te ama.
- Eu to muito nervoso.
- Você parece o Guto no nosso casamento.
Parece que ele percebe que estou falando dele, olho por fundo da igreja e Guto sorri pra mim... Eu me apaixono todos os dias, ao longo de vinte anos...
- Eu vou me acalmar.
- Isso você não pode passar mal.
Alguém põe a mão na minha cintura.
- Filho você precisa se acalmar.
- Tá difícil pai.
- É Lipe, ele é a sua cara.
- Eles são a nossa cara.
Sorrimos juntos, quem diria que a vida reservaria essa surpresa, nossos filhos se casando...
- Eu preciso ver a Lise, cuida do Bem.
- Ouviu Benjamim, Ela mandou eu cuidar de você.
- Palhaço.
- Estamos em uma igreja maninha.
Ele me abraça e sorrimos juntos, nossos filhos realmente vão se casar.
Caminho pelo corredor da igreja e abraço Guto.
- Ela já chegou!
Ele me olha preocupado.
- Como Assim?
- Ela está no carro e disse que precisa de um tempo.
- Eu vou falar com ela.
- Eu vou com você.
- Não meu amor, espera ela lá fora, vai dar tudo certo.
Beijo ele e saiu da igreja.
Ela não está no carro, esta parada perto de uma fonte, quase na entrada da igreja.
- Filha o Bem, vai te ver.
- Eu to com medo.
- Han?
- E se a gente deixar de se amar quando nos casarmos?
- Filha isso não vai acontecer.
- Como a senhora pode saber?
- Meu amor, olha pra nossa vida, você vai se casar com o filho do meu melhor amigo, eu me apaixonei pelo seu pai no Colégio, e faz vinte anos que nos amamos mais a cada dia, filha estamos destinados a grandes amores, é isso inclui você, vocês dois se amam, pode acreditar, tudo vai mudar, pra melhor...
- Eu amo ele.
- E ele te ama.
- Entra na igreja e sorria, é o dia mais importante da sua vida, seja feliz meu amor, vocês dois e meu neto ou neta...
Ponho a mão na barriga da minha filha, ninguém sabe ainda que ela está grávida... É uma surpresa de casamento pro Bem, mas por Guto eu vou contar...
- Vamos.
Ela sorri e caminha em direção ao Guto.
- Minha princesa.
- Pai.
- Não chora meu amor.
Ele abraça Lise, lembro do dia em demos esse nome a ela, Guto chorou tanto, e sorriu tanto, era uma bela homenagem a se fazer...
- Te amo pai.
- Eu te amo, minha Anelise.
- Não demorem.
- Você não cansa de mandar.
O Guto não perde uma de me irritar, olho pra ele é faço cara feia.
- Parem, eu vou morrer de amor.
Sorrimos pra Lise.
- Rápido, o Bem vai infartar.
Entro na igreja, ele realmente está muito nervosa, quando me vê corre pra mim.
- Ela desisti ne?
- Vai por altar, tá na hora do seu casamento. 
Ele sorri pra mim, pega a minha mão e o acompanho ate o altar.
A música toca, Lise está maravilhosa, o Guto parece um príncipe, o meu príncipe, os grandes amores da minha vida, a minha filha e o meu marido, olho por Lipe e ele se derrama em lágrimas, nossos filhos únicos se casando, nasceram um pro outro, feitos um pro outro, Clara também chora, sua única filha, Samantha e Lica, abraçam Pedro, o filho gerado por Lica, o amor delas, MB pisca pra mim, casado com dois filhos, mas sempre o MB, todas as pessoas que amo dentro desse lugar, eu nunca poderia imaginar que teria uma vida dessa, é mais do que tudo que sonhei...


- Eu to morta de cansada.
- Somos dois.
Eu e Guto agora morramos sozinhos, nessa casa não tão grande, mas que agora é enorme, mas logo nosso netos correram na nossa casa, subimos as escadas, quando vou abrir a porta do quarto Guto me para.
- O que foi?
Ele me pega no colo.
- Agora sim.
Eu abro a porta e ele entra no quarto.
- Guto não fomos nós que nos casamos.
- Quem disse?
- Eu te amo.
- Eu te amo.
Ele me beija.
- Agora me coloca no chão, você já é quase um ancião.
- Isso é bullying, eu ainda estou maravilhoso.
- Você fica mais lindo com o tempo sabia?
- Você também.
Ele me poe no chão e sentamos na cama, aqueles sapatos estavam me matando.
- Guto?
- Sim, meu amor.
Ele já tirou a camisa.
- Primeiro coloca essa camisa, assim  eu não consigo falar.
- É sério mesmo, eu sei que sou um gato.
- E como.
Ele sorri pra mim.
- Sabe, nossa filha tem um presente pra você.
- Pra mim?
- Sim.
- Ela deixou com você.
- Não teria como.
- Como assim?
- Ele não pode sair de perto dela, e vai demorar uns meses pra ficar pronto. 
Ele fica meio confuso, mas depois de um tempo arregala os olhos.
- Ela tá grávida?
- Sim. 
Ele começa a chorar. 
- A minha princesa tá grávida?
- Sim.
Sorriu pra ele.
- Eu vou matar aquele garoto. 
- Han?
- Como ele faz uma coisa dessas?
- Que mesmo que eu diga?
- Benedita, eu não estou brincando, aquele moleque engravidou a minha princesa .
- Meu amor, ela não é mais um bebê.
- Ela vai ter um bebê.
- Guto isso é sério?
- Eu surtei ne?
- Muito.
Ele sorri pra mim.
- A minha filha tá grávida, eu não vou ter um neto.
- Nós vamos.
Ele me abraça e me enche de beijos.
- Você é mulher da minha vida, me deu tudo que eu tenho, eu amo você.
- Eu te amo. 
Uma história de amor com altos e baixos, mas com um final muito mais que feliz... Muito mais que um felizes pra sempre... 


Notas Finais


O verdadeiro fim, amo vocês...
Até a próxima meus amores...
Comentem muito 😍😍😍😍😄😚😙😁


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...