História Felídeo - Capítulo 5


Escrita por:

Postado
Categorias EXO, Lu Han
Personagens Lu Han, Sehun
Tags Híbrido, Hunhan, Luhan, Luhan!híbrido, Sehun
Visualizações 425
Palavras 1.054
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Yaoi (Gay)
Avisos: Cross-dresser, Homossexualidade, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


OLÁ OLÁ OLÁ
é o penúltimo capítulo ):
mas enfim, boa leitura <3

Capítulo 5 - Hunnie... Me beija?


 

[...]

 

— Hun, chegamos! — Minhee anunciou abrindo a porta e LuHan correu e se jogou no colo de Sehun.
 

— Graças à Deus, já estava morrendo de fome aqui. — Sehun pegou as sacolas do supermercado e foi pra cozinha. — E então, vão querer comer o que? — Perguntou já tirando os ingredientes e colocando no balcão.
 

—  Waffles. — Minhee sentou-se perto.
 

— Sanduíche! — LuHan se sentou perto dela. — E suco. E bananas! — Falou animado pegando das bananas no cacho. — Meu Deus, eu amo bananas! — Falou com a boca cheia, fazendo Sehun e Minhee gargalharem.
 

Não tinha duplo sentido no que o menino falara, era só uma criança inocente.
 

— Compraram muita roupa?
 

— LuHan só quer suéteres maiores que ele mesmo, então compramos poucas. Algumas calças, shorts e umas camisas, e também uns casacos e três pares de tênis, além de umas toucas e duas coroas de flores que ele adorou.
 

— Poucas? — Sehun riu e balançou a cabeça. — A comida está pronta! — Anunciou colocando os pratos em cima da mesa.
 

— Oba! — LuHan comemorou se sentando, e já atacando o seu sanduíche de queijo e o copo de suco de morango. — 'Tá uma delícia, Hun. — O menino falou de boca cheia. — Ops, desculpa. — Falou envergonhado, depois de engolir a comida.

 

— Fofo. — Sehun beijou sua bochecha e LuHan corou e riu.
 

LuHan balançou a cabeça, rindo. Eles terminaram de comer, Minhee foi assistir TV e LuHan arrastou Sehun para o andar de cima para mostrar-lhe o que ele tinha comprado. Sehun se sentou na cama e LuHan pegou as sacolas e despejou tudo na cama ao lado de Sehun, que arregalou os olhos.
 

— A Minhee ainda diz que vocês compraram pouca coisa. — Sehun revirou os olhos enquanto o menino mostrava as roupas e tagarelava rápido, fazendo Sehun rir. — Acho melhor você tomar banho agora. 
 

Quando LuHan parou de falar e eles guardaram as roupas, Sehun foi a procura de uma toalha que não fosse a sua, para o menino usar.
 

— Tudo bem, meu cabelo está nojento. — LuHan fez uma careta e pegou a toalha da mão de Sehun. 
 

Então surpreendeu Sehun com um selinho, e saiu correndo fechou a porta do banheiro. Sehun balançou a cabeça, sorrindo, e se deitou em sua cama, ligando a TV de Led e esperou LuHan sair do banheiro.
 

LuHan ligou o chuveiro e deixou água quente escorrer pelo seu corpo, pegou o shampoo com cheirinho de morango e passou em seu cabelo, massageando as madeixas e depois os enxaguando. LuHan terminou seu banho, desligou o chuveiro e enrolou a toalha na cintura, saiu do banheiro e encontrou Sehun dormindo. Sorriu e se aproximou, para deixar um selinho rápido em seus lábios.
 

LuHan deixou a toalha escorregar e foi em direção a bolsa que Sehun havia colocado suas roupas, se abaixando e empinando a bunda enquanto pegava as peças de roupa. Mal sabia ele que o Oh estava acordado, e via o que o menino estava fazendo. 
 

Sehun se virou de lado e teve a visão da bunda branquinha e redonda de LuHan empinada em sua direção. Sentiu uma fisgada em suas partes baixas e mordeu os lábios. LuHan se virou e deu um pulo com o susto que tomou, ao ver Sehun lhe observando de sua cama. LuHan rapidamente colocou as roupas na frente do corpo para tentar esconder sua intimidade. Sehun deu uma risadinha e se sentou na cama, ainda com os olhos fixados em LuHan, percorrendo-lhe todo o corpo.
 

— Não precisa ter vergonha, pequeno. — Sehun sorriu, fazendo LuHan corar e se derreter todinho. — Quer que eu saia? — Perguntou apontando para a porta.

LuHan balançou a cabeça, negando.
 

— N-Não precisa, Hun. — Ele falou baixinho e se arrastou de volta ao banheiro, respirando fundo assim que fechou a porta. — Merda! — Xingou a si mesmo e bateu na própria testa.
 

LuHan pegou as roupas e vestiu, a boxer branca, um suéter da mesma cor, que cobria seu bumbum e as mãos, as meias 7/8 rosa-bebê junto a cinta-liga. Secou e penteou os cabelos e colocou a coroa de flores azuis. Abriu a porta e saiu do banheiro, Sehun continuava sentado em sua cama, olhando para o nada.
 

— Hunnie. — LuHan chamou sua atenção e caminhou em direção a ele.
 

Oh, meu Deus, LuHan está muito gostoso nessa roupa! Sehun pensou e mordeu os lábios, involuntariamente.
 

— Hannie. — Ele falou sorrindo e LuHan se sentou em seu colo, passando uma perna de cada lado de seu corpo, e passando os braços pelo seu pescoço.
 

— Hun... — LuHan corou, o encarando.
 

— O que foi, uhn? — Perguntou passando os braços pela cintura do menor. 
 

Sehun já sentia a calça apertar, por dois motivos:
 

Primeiro: LuHan vestido daquele jeito, deixaria até o cara mais hétero do mundo, completamente louco.
 

Segundo: LuHan estava com a bunda bem em cima de seu pênis.
 

— Hunnie... Me beija? — LuHan perguntou ficando com o rosto totalmente vermelho.

 

Sehun arregalou levemente os olhos, mas logo suavizou a expressão, olhando intrigado para LuHan.

 

— Igual ontem à noite... Eu... E-Eu gostei tanto... — LuHan abaixou a cabeça, envergonhado.

 

Uma parte de Sehun estava o dizendo que aquilo era errado, muito errado. Que ele não deveria fazer aquilo. Por Deus, ele era só um adolescente!
 

Mas outra estava gritando para que ele o fizesse. Aquela boquinha carnuda e vermelhinha, tão macia, doce e convidativa...

Sehun ergueu o rosto do garoto com seus dedos, e o encarou. LuHan tinha os mais bonitos e mais brilhantes olhos verdes que Sehun já havia visto em sua vida. Ele começou a aproximar seus rostos, e LuHan fechou os olhos. Sehun roçou seus lábios nos do menor, sentindo a pele do pequeno Hannie se arrepiar. De início um selinho longo e calmo, até que Sehun adentrou a boca do mais novo com sua língua, explorando cada canto.

LuHan segurou a nuca de Sehun com as mãos pequeninas, ao mesmo passo que Sehun passava os braços por sua cintura. 
 

Separaram-se por falta de ar, terminando o beijo com alguns selinhos e colando as testas, ainda de olhos fechados. Sehun passou a mão sobre a bochecha do cacheado, sobre aquele pedaço de pele tão alva e macia. LuHan queria ficar daquele jeito com Sehun para sempre, seu coração estava dando pulinhos de felicidade dentro de si, não muito diferente do de Sehun.
 

Sehun sabia que era errado, mas era mais forte que si, e LuHan também queria aquilo.
 

Não seria errado... Seria?
 

 


Notas Finais


gente
tô em dúvida de qual repostar primeiro: Naive ou LuHan, O Gatinho?
digam aí nos comentários, e pra quem nunca leu nenhuma das duas... Naive é uma história em que Sehun é um lobo e LuHan um humano e ele acaba se apaixonando por Sehun, que não sabe demonstrar pra LuHan que também o ama. Já LuHan, O Gatinho é uma história mais leve e com MUITO FLUFFY, LuHan é um gato (literalmente) e é o bichinho de estimação de Baekhyun, que chama seu namorado pra morar consigo, Yixing, que tem um cachorro, Sehun e conta como é o dia a dia deles. Ah, o LuHan odeia o Sehun e vice versa.
Ambas tem um draminha, mas em Naive é mais pesado, quem já leu sabe KSDJKNJDN enfim, vocês que decidem!

não esqueçam de me seguir e de comentar!!!!! falta 20 pessoinhas pra completar 100 seguidores yeeeeey


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...