1. Spirit Fanfics >
  2. Felinos Apaixonados . >
  3. Gatinho .

História Felinos Apaixonados . - Capítulo 33


Escrita por:


Notas do Autor


Gente ! Se vocês não gostarem desse capítulo me avisem . Eu estou morrendo de medo por é o meu primeiro BDSM .

Boa leitura 💜

Capítulo 33 - Gatinho .


Fanfic / Fanfiction Felinos Apaixonados . - Capítulo 33 - Gatinho .


Para domar alguém ,não precisa de força e sim calma e inteligência,ou na melhor da hipóteses, prazer.  

Seu corpo esquentava em expectativa. A cada passo do menor , sentia-se mais excitado. Kenma estava lindo ,lindo e sexy . O menor tinha uma algema presa no cós da saia preta, sua coleira havia um pequeno sininho , seu cropped de couro preto tinha um zíper na frente , suas orelhas de gatinho aveludadas davam um ar de inocência. A meia arrastão que ia até o joelho ,onde tinha uma pequena renda ,o deixava lindo . Kuroo não moveu um músculo .

O menor se aproximou e mexeu em baixo da cama . Kuroo se arrepiou, pois sabia oque tinha lá  . Colocou em cima do criado mudo ,uma venda ,um vibrador liquido e oque Kuroo mais tinha medo . Seu chicote . Novamente, tirou o pirulito da boca , colocou o doce dentro de um copo que estava no móvel e sorriu para Kuroo . Sentou em cima do membro do maior , mostrando não estar vestindo nada por baixo da saia . O moreno Suspirou.

- Hum ...- Kenma gemeu manhoso.- O gatinho gosta de obediência, você vai ser obediente?- Kenma Perguntou enquanto rebolava em cima do membro do maior . Kuroo não conseguiu respoder. Sentiu uma ardência no abdômen ,e o barulho do couro batendo em sua pele , denunciava o uso do chicote.- Eu fiz uma pergunta , não vai me responder?

- S-sim ,s-serei obediente .- Kuroo disse entre um gemido de dor . Kenma se remexeu um pouco ,torturando o moreno , pegou a algema que estava presa em sua saia .

- Junte as duas mãos e levante-as .- Kenma ordenou com seu olhar cortante . Kuroo o fez . Kenma algemou a primeira mão , passou a outra por fora da grade da cama e algemou a outra mão . - Bom menino,gosto assim .

- Kenma ,oque você vai fa- Outra chicotada .

- Não permiti que falasse .- Kenma disse frio . - Eu quero brincar um pouco , então ,deixe me divertir com seu belo corpo .- Não era um pedido .O menor saiu de cima do membro de Kuroo e se ajoelhou no meio das pernas do maior .- Quando eu perguntar, você responda. - Começou passar a ponta do chicote no peitoral bronzeado . - Quando eu permitir que você fale ,você fale .- Passou pelo abdômen .- Quando eu mandar você gemer ,você irá gemer . - Passou lentamente pela pélvis .- Quando me desobedecer...- Deixou a frase vaga ,parando a ponta do chicote em cima do membro de Kuroo . Este que estremeceu .- Estamos entendidos? - O moreno não respondeu . Estava com medo . Aquele chicote estava em um lugar muito perigoso . Kuroo se arrepiou dos pés a cabeça ,ao sentir o chicote bater na parte interna de sua coxa .

- S-sim , sim ! Estamos !- Kuroo falou desesperado fazendo Kenma sorrir .

- Que bom . - O menor disse jogando a cabeça para o lado fazendo o sino da coleira balançar . Mesmo com medo , Kuroo estava duro como uma roxa . Kenma esticou um pouco o braço e pegou a venda .- Vou vendar você ,para ficar mais interessante .- O menor disse colocando a venda em Kuroo . Esticou o braço novamente pegando o pirulito . Colocou-o na boca fazendo barulhos obscenos.

Tirou o doce da boca e se aproximou dos lábios do maior deixando um selar demorado . Pediu passagem com a língua que foi cedida . Bom ... Ele não era louco de negar ,afinal ,ele estava com um chicote em mãos . O beijo era apaixonado . Estar vendado dava sensações diferentes . Algo como , surpresa e expectativa. O pequeno se afastou ignorando o bico de reclamação do maior . - Qual era o gosto ?

- Doce .- Kuroo disse lambendo os lábios . Kenma começou a passar o pirulito pelo peitoral do maior . Quando o mesmo começava a grudar ,ele colocava na boca e voltava a passar . Kuroo suspirou ao sentir o pirulito parar na pélvis . Colocou o pirulito de volta no copo .

- Huuum ... Você está doce .- Kenma disse lambendo o peitoral do maior . Kuroo suspirou em aprovação . A língua quente do pequeno , passava por todo o caminho que o pirulito fez . Chegando na pélvis a respiração de Kuroo ficou mais pesada e os suspiros mais longos . Kenma parou os movimentos e Kuroo resmungou.- Oque foi ? Quer alguma coisa ?

- Quero .- Kuroo disse meio ofegante e Kenma sorriu. O Pequeno esticou o braço para pegar o vibrador liquido.

- Quer ?

- Quero .

- Quer oque ?

- Que me chupe .

- Te chupar ,mas oque é isso ?.- Kenma perguntou em uma falsa inocência enquanto abria o vibrador .

- Kenma ,não faz isso comigo .- Kuroo Suplicou ,tirando um risada maldosa do menor . O pequeno pegou o conta gostas do vibrador e colocou três gotinhas no membro do maior .- O-oque é isso ?-O menor pegou o chicote, e bateu na parte interna da outra coxa.

- Eu faço as perguntas ,meu amor .- Kenma disse com um tom frio . Soltou o chicote do lado do corpo do maior . Com o dedo indicador ,começou a espalhar o líquido no membro do maior ,que já escorria pré-gozo. Kuroo gemeu ao sentir a pequena vibração . O menor pegou o chicote e bateu na virilha do maior que gritou não só por dor ,como também por medo .- Quem deixou você gemer ? - Kuroo não respondeu . Outra chicotada no mesmo lugar.- Quem. deixou. você . gemer ?

- N-ninguém ...d-deixou .- Kuroo disse com alguns suspiros .

A pequena vibração estava diminuindo . Kenma suspirou sofrego ao sentir sua própria ereção reclamar . Abaixou a cabeça lentamente e abocanhou o membro do maior que arqueou as costas fazendo as algemas se manifestarem . Kuroo apertou o lábio tão forte que sentiu o gosto metálico na boca . Não podia gemer ,mas o oral que recebia ...Deus ! Ele  estava fazendo o impossível . Os movimentos de Kenma eram rápidos, oque não cabia na boca ,ele masturbava com a pequena mão .

 Kuroo estava desesperado para se soltar . Era torturante ,não poder tocar o menor . Não poder vê-lo. Não podia gemer . Sentia estar chegando no ápice . Kenma percebeu a movimentação do moreno mudar . Tirou a boca do membro do maior e continuou masturbando-o apenas com a mão . Viu as pernas do maior estremecerem ,e com o polegar da outra mão ,impediu que Kuroo gozasse . O moreno se debateu . Não podia gemer ,não podia tocar o menor e agora não pode gozar ? Sentiu os pulsos arderem pelo movimento brusco.

- Geme para mim , Tetsu .- Kenma pediu com um tom sexy . Kuroo teria gozado ,e como queria ter gozado . - Fale comigo.

- K-kenma ... Putaquepariu ... M-me d-deixa g-gozar ...- Kuroo Suplicou entre os gemidos . Por alguma razão, o barulho que a algema fazia era excitante para o pequeno .

- Você não pode gozar ,meu amor .- Kenma disse e aumentou a velocidade e Kuroo se contorcia cada vez mais . Os movimentos pararam,mas o polegar continuava ali .- Não pode gozar ,tá bom ?

- T-ta .- Kuroo disse ofegante. - Porque não quer me deixar gozar?- Kuroo perguntou e Kenma soltou uma pequena risada . Sem tirar o polegar do membro do maior , engatinhou até o ouvido de Kuroo.

- Eu quero que você goze dentro de mim ,Tetsu . - Kenma disse baixo e mordeu o lóbulo do maior que gemeu em surpresa .- Por que eu preciso de você dentro de mim , então, você não pode gozar , entendeu?

- E-entendi .- Kuroo disse e Suspirou ao sentir o polegar ser retirado . Não iria gozar .

- Que garoto obediente .- Kenma disse fazendo barulho com o sino da coleira . A mão que estava no membro do maior ,foi para o rosto do moreno . Sentou em cima do membro e ambos gemeram com o toque .- Você tá tão molhado , Tetsu .

- Estou esperando por você .- Kuroo disse sofrego . O pequeno Acariciou a bochecha do maior e tirou a venda do mesmo ,jogando-a longe. O Moreno piscou algumas vezes para se acostumar com a luz .

- Então você quer estar dentro de mim ?- Kenma Perguntou enquanto passava o nariz no pescoço do maior .

- Quero ... Céus ! É tudo oque eu mais quero. - Kuroo disse e o pequeno lambeu o pescoço do maior. Rebolou encima do membro ,provocando o maior . Mordiscava e chupava o pescoço bronzeado. Kuroo fechou os olhos . O menor começou a desferir selares no maxilar do maior . Deixou um selar demorado nos lábios do mesmo ,e logo aprofundaram . Enquanto a linguas brigavam ,Kenma rebolava fazendo ambos suspiraram entre o beijo . Separou a contragosto . O moreno abriu os olhos ,encontrado um expressão de dor .

- Hum ... Eu preciso me aliviar .- Kenma disse . - Dobra as pernas para mim .- Kuroo o fez . O pequeno apoiou os braços nos joelhos bronzeados . Abriu as pernas e lanvantou a saia de tecido leve . Só podia ser brincadeira . Kuroo soltou um suspiro longo . Como amava aquela visão . Kenma ia se mastubar para si . Por acaso queria levá-lo a loucura ?

Passou o polegar na glade que já estava molhada pelo pré-gozo . O pequeno gemeu manhoso . Colocou a mão e começou a fazer movimentos lentos . Pendeu a cabeça para trás e fechou os olhos. Estava sensível . Depois de ficar tanto tempo sem gozar no maldito casamento,agora estava mais sensível. Aumentou a velocidade dos movimentos .

- Vem para mim , gatinho .- Kuroo disse rouco , seu membro pulsou e lambeu os lábios ao ver Kenma gozar na própria mão . O pequeno sem se importar muito limpou a mão no lençol .  Sentou novamente um pouco afastado do membro do maior .

- Kuroo, quero que olhe nos meus olhos . - Kenma pediu e Kuroo fez . Se arrepiou ao ver que estava sendo devorado . - Não se assuste , eu realmente estou faminto .- Kenma disse baixo .- Não desvie os olhos dos meus .- Kenma falava . Pegou o membro do maior ,vendo o mesmo suspirar .- Isso , não desvie nem por um segundo . -Se apoiou nos dois pés, forçando uma distância do corpo do maior .- Meus olhos são lindos, não são? Eles querem devorar você , você deixa ? - Kenma Perguntou e Kuroo assentiu lentamente . Estava hipnotizado.- Eles transbordam luxúria , quer se afogar neles ?- Em uma sentada certeira , Kenma foi penetrado. Gemeram alto . Kenma em prazer e Kuroo em surpresa .

- Porra !- O moreno gritou prazeroso . As algemas se manifestaram novamente . Kenma começou a subir e descer no mastro lentamente ,torturando ambos .

- Hum ... T-tão g-grande ...- Kenma disse em um gemido longo e manhoso . Apoiou as duas mãos no peitoral do maior . Precisava de apoio . Kuroo gemia rouco próximo a Kenma ,o que insentivava o menor ir mais rápido . Kuroo batia a algema na cama machucando seus pulsos. Queria tocar o menor ,como queria toca-lo .

A vontade de tocar o menor era tanta que a algema quebrou no meio . As coxas fartas do menor foram agarradas com possessividade e brutalidade . Os movimentos aumentaram a velocidade . A cama batia com força na parede, fazendo pequenos arranhões na mesma  . Kenma revirava os olhos e as lagrimas de prazer passavam livramente pelas bochechas coradas . Kuroo estava indo tão fundo . Tão forte . Os movimentos eram brutos. Os corpos se chocavam ,como se suas vidas dependesse disso . O pequeno já estava duro novamente.

A dor de ser penetrado de uma vez só ,ainda estava ali ,mas era prazerosa . Kenma gritava em prazer e Kuroo não estava diferente. Ambos estavam sensíveis demais . Ao perceber está chegando em seu ápice ,apertou com mais força as coxas do menor . Com certeza ficaria marcado . Gozaram ao mesmo tempo. Ofegantes e suados . Kenma deitou no peitoral de Kuroo . O moreno respirou fundo ,procurando ar . O pequeno se jogou ao lado de Kuroo . Passou seus olhos pelas mãos do maior . Sentiu culpa .

- Seu pulsos... Estão sangrando .- Kenma disse ofegante . Kuroo soltou uma risada safada .

- Ligamos para isso depois .- Kuroo disse ficando encima de Kenma .

- Mas deve estar doendo.- Kenma disse corado e olhando para as orbes avelãs .

- Acha que eu vou ligar para dor ,com um gatinho fodidamente gostoso do meu lado ? - Kuroo perguntou e atacou os lábios inchados do menor com vorasidade. O moreno começou a acariciar o membro de Kenma por cima da saia ,sentindo-o ficar ereto como o seu . Separou o beijo ao sentir a falta de ar . - Fica de quatro para mim , gatinho ?

- Fico .- Kenma disse e se levantou ficando de quatro .

- Céus ! Como pode ser tão lindo?- Kuroo perguntou e desfiriu um tapa na bunda durinha de Kenma ,que arfou surpreso . Outro tapa foi desferido e Kenma gemeu em aprovação.- Huum... Então você gosta de apanhar ?

- Sim ... - Outro tapa . Este que ardeu .- Gosto . - Kuroo vendo que deixou o pequeno bem marcado ,começou a massagear a nádega ouvindo Kenma suspirar .

- Afasta as pernas mais um pouco e empina a bunda .- Kuroo mandou e o pequeno o fez . A entrada rosada do menor ,piscava pedindo para ser penetrado . Conseguiu ver um pouco de seu sêmen ,mas não se importou e o adentrou com a língua. Kenma gemeu alto . A língua de Kuroo entrava e saia do menor ,fazendo barulhos excitantes .

- A-ah ... K-Kuroo ... P-por favor ...- Kenma Suplicou enfiando o rosto no travesseiro . O moreno tirou a língua de dentro do menor.

- O que o meu gatinho quer ?- Kuroo perguntou ,espalhando com o dedo ,a saliva que ficou na entrada rosada . Kenma Suspirou tirando o rosto do travesseiro . Quando ia abrir a boca , Kuroo o penetrou com três dedos .

- T-tetsu ... N-não ... A-ah ... M-me t-torture M-mais ...- Kenma Suplicou .

- Olha ... Você está sugando os meus dedos .- Kuroo comentou ouvindo um xingamento do menor .- Meu gatinho é tão guloso .- Desferiu um tapa forte na bunda do menor . - Mas ele ainda não disse oque quer...

- Me foda! Por favor ! Me foda !- Kenma pediu desesperado e Kuroo sorriu tirando os dedos de dentro do menor e o penetrando de uma vez . Kenma gritou em prazer .- H-huuuum ... I-isso !

- É assim que você gosta ... G-gatinho ?- Kuroo perguntou junto de um gemido . Saia quase por completo e entrava com força no menor que nem responder conseguia . Levou a mão ao membro do pequeno , masturbando-o na mesma velocidade que as estocadas, levando o pequeno a loucura . 

Ambos gemiam alto . Provavelmente acordariam o bairro inteiro . As pernas do menor fraquejaram e os movimentos pararam . O moreno saiu de dentro do pequeno e o virou, deitando na cama . Kuroo abriu o zíper do cropped do menor com força, fazendo-o estourar . Kenma arfou arqueando as costas ao sentir seu mamilo se sugado . Estava tão largo que não sentiu dor ao ser penetrado novamente ,mas gritou ao ter sua próstata atingida de primeira . Kuroo largou o mamilo do menor e foi na direção do pescoço. Tirou a coleira com facilidade e atacou a pele pálida fazendo marcas sem dó . Mordia e chupava com força . Queria marca-lo a todo custo ,afinal, é seu gatinho .

- M-mais ...- Kenma pediu em um gemido . Kuroo parou de chupar o pescoço do menor . Pegou as duas coxas com força . Colocou cada pé do menor embaixo de cada braço seu . As estocadas aumentaram a velocidade . Kuroo ia fundo e forte . Kenma suplicava por mais ,ou,pelo menos tentava . 

O pequeno conseguiu levantar o tronco e enfiou as unhas curtas nas costas de Kuroo que gemeu em resposta . O arranhava com força e com certa possessividade . Era seu. Só seu . Kenma chegou primeiro em seu ápice ,gozando fortemente . Sentiu o corpo amolecer ,mas a mão em suas costas o impediram de cair . Mais duas estocadas e Kuroo gozou dentro do pequeno . Caíram na cama exaustos . O moreno ainda estava dentro do menor . Colocou um pouco de força no corpo e se retirou ,jogando o corpo aí lado do loirinho. Estavam quase se entregando ao sono .

- Eu te amo .- Disseram em uníssono . 


Notas Finais


Então ... Gente ! Aí eu tô nervosa !
É meu primeiro BDSM ,ou seja ,eu estou muito nervosa.
Eu queria fazer uma pequena pergunta .
Gostam de Mpreg?
Não vou dar muitas explicações do porquê ,mas é isso .
Tchau ! Kiss ♥️


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...