1. Spirit Fanfics >
  2. Femboy >
  3. Hospital

História Femboy - Capítulo 18


Escrita por: e tsukiaa


Notas do Autor


Oii gnt. Desculpa a demora pra postar, eu tinha umas coisas pra fazer, e ontem eu passei o dia com meu pai e meu irmão ent tmb n postei.

Mas esta aqui ^^ espero q gostem, boa leitura ❤💛

Capítulo 18 - Hospital


Quando recebi a notícia que a Ingrid tava no hospital eu fiquei totalmente nervoso. O que será que aconteceu com ela? Ela se machucou feio? Meu Deus o que aconteceu com ela?! Só podemos ver ela amanhã, pois vamos jantar com a mamãe, ela não sabe e não queremos preocupa-la. Eu quero muito ir lá, eu preciso ir lá. 


Sinto algo fazendo carinho na minha cabeça. Olho pra cima e lá estava? Exatamente, mm. Como eu tava deitado no sofá então é mais fácil pra ela. 


— Maninho? 

— Oi — minha voz saiu meio fraca, acho que é porque não falei nada hoje. 

— Eu queria fazer bolo com você 👉👈 ou outra coisa gostosa — ficou passando os dedos na minha testa, acho que é uma boa ideia 

— Vamos fazer cookie então? — ela abriu um sorriso grande e pulou na minha barriga — puf, calma você é pesada 


Pego ela no colo e vou até a cozinha, deixo ela na bancada e pego os ingredientes. 


Sei que to num momento meio triste, mas, posso pelo menos tentar. 


— Você vai querer colocar as coisas? 

— Sim! — deixo a tigela na frente dela, dou os ovos e falo pra ela tentar — mas eu não consigo — falou com um a cara tristinha 

— Você vai fazer assim ó — pego suas mãos e vou meio que guiando ela, bato o meio do ovo na tigela, nem muito forte nem muito fraco. Levo suas mãozinhas até o meio e abro ele, tipo isso. — Agora tenta sozinha — ela pega o outro ovo e tenta quebrar. Não foi fácil, mas ela conseguiu 


Coloco o açúcar e a margarina, mexo bem até ouvir a porta. 


— Você mexe? Vou atender a porta 

— Ok! — Pegou a colher e passou a mexer 


Vou até a porta e abro, vendo Rodrigo mexendo no celular e depois me olhar e sorrir. 


— Oi — me deu um selinho e me abraçou, obviamente abracei de volta — sei que... Você tá triste mas, amanhã a gente vai ver ela, com certeza. 


Entramos, ainda abraçados, e o guiei até a cozinha. 


— Eu também quero! 

— O que? — pergunto

— Abraço! — pulou no colo do saiko e nos abraçamos 

— Se o bairro não soubesse que são irmãos pensariam que são filha e mãe — a mamãe aparece se entrando no abraço junto


Acho que isso é um abraço em família. 


— Ok. Agora vão fazer os cookies. To com vontade



▼△▼△▼△▼△



Skii on


Estou com ela no hospital. Ela ta dormindo, nada de ruim aconteceu, mas aparentemente ela estava muito cansada e com fome, por isso desmaiou. Tinha ficado tão preocupada com ela. 


Sinto que foi culpa minha! Talvez se eu ficasse em casa seria melhor, mas nãão! Tive que ir tentar esquece-la e passear com minha amiga e ir no shopping! Que burra que eu sou (T_T). 


— Foi mal — seguro sua mão e dou um beijinho 




▼△▼△ já no dia seguinte▼△▼△



Ycaro on 


Me arrumo e acordo minha irmã. A mamãe teve que ir pro trabalho mais cedo então vou ter que levar a mm comigo. Estamos meio parecidos, de macacão. Comemos e saímos e ficamos esperando o saiko. 


Ele chegou, com sua moto. É, ele dirige. Fomos em direção ao hospital e quando entramos esperamos poder entrar, depois de um tempo a skii chegou. 


Entramos no quarto onde a Ingrid estava, aparentemente ela acabou de acordar. Corro até ela e a abraço. 


— Que susto que você me deu! — aperto seus ombros e beijo sua testa — O que aconteceu? 

— Eu to bem. Só estava muito cansada — olhou saiko e mm — oi — depois skii, e apenas deu um aceno 


Conversamos um pouco mas percebi um clima meio ruim entres elas. 


— Melhor vocês conversarem — me levanto, seguro a mão de saiko e a mão da mm 


Skii on


Depois que eles saíram eu me sentei na cadeira que ycaro tava. Olhei pra baixo. Não sei se consigo falar normal com ela. 


— Me... Me desculpe — começo a chorar, quanta pressão! — Eu não deveria ter saído de casa. Você não estaria assim. 

— Para — se levantou, ficou em minha frente e levantou meu queixo — Eu deveria dizer isso. Só percebi agora que amo muito você, de verdade, mais que amiga. Me desculpa, por ser só agora 


Abraçou minha cabeça, e eu sua cintura. 


Ycaro on


— Mm

— Oi 

— Não conta pra mamãe que viemos aqui por causa da Aiko ok? 

— Por que? 

— Você quer vê-la preocupada? 

— Não 

— Então não fala ok? 

— Ta 


Notas Finais


Eae, como estão? Bem? Espero q bem.
Vcs gostariam de ver como eu sou? Tipo, rosto?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...