1. Spirit Fanfics >
  2. Femboy >
  3. Tempo

História Femboy - Capítulo 24


Escrita por: e tsukiaa


Notas do Autor


Aqui estas. Ow hj eu tava no meu grupinho do zip zop e minha amiga fala q no status de uma garota da sala tava falando sobre transa na igreja e de suruba. ;-; ela tem minha idade, ela tem só 12 anos ;-;

Eu falei q achei estranho mas lembrei das pastas no meu celular ;-;um dia eu mostro uma foto que tem nele. Talvez amanhã, sla

🌸 Boa leitura 🌸

Capítulo 24 - Tempo


Que droga! O domingo já passou e agora to levando minha irmã e minha tristeza pra escola. Chegamos na escolinha e minha "amiga" da recepção e eu ficamos conversando um pouco, já que falta um tempinho ainda.

— Sabe, você tá tão tristinho. Por que esta assim? Menos sorridente, mais perdido do que já é.

— ...

— Terminou com namorado?

— O que? Não!

— Vocês brigaram?

— Não... — será que eu conto? Bom, ela vai saber de qualquer jeito — Eu, aparentemente to esperando uma criança.

— Engravidou uma menina?! Tava bêbado?!

— Não! Que nojo! Eu to grávido — falo a última parte de um jeito mais baixo e abaixo minha cabeça

— O que?

— Eu to grávido

— Mas como isso é possível?

— Eu também não sei. Mas minha tia disse isso.

— Contou pra ele?

— Claro que não. Ele já tá com uns problemas e isso pode deixar mais problemas

— Tudo bem, mas uma hora vai ter que contar. Vai logo pra sua aula que se continuar aqui vai se atrasar — faz carinho em meu cabelo

— Então tá. Tchau — saio de lá e vou pra minha parte

Vou caminhando lentamente até minha sala. Mas eu queria falar sobre aquilo com a Aiko, então eu vim, porque se não fosse por isso eu nem vinha. Iria numa cafeteria e falar minha mãe que passei mal.

Os barulhos de passos foram aumentando, logo o pessoal do terceiro aparece conversando alto, e um deles é Rodrigo que me olha e vem até mim. Ele parecia feliz.

— Oi amor. — me da um beijo na bochecha

— Oi. Por que esta tão feliz? Não que eu não goste de te ver assim, é que ontem você tava meio abalado e-

— Eu to bem. Meu pai teve outra viagem de emprego e minha mãe não foi, ela disse que queria passar mais tempo comigo e que era pra você ir mais lá pra vocês conversarem.

— Hm tendi. Então hoje eu vou com você, pra passar um pouco da tarde com vocês.

— Ok! Mas e você? Ta bem?

— An? Ah sim, to bem sim

— Então tá — me da mais um beijo e eu sigo meu caminho

Eu to meio mal por não conseguir contar. Me desculpa contar depois, mesmo você não podendo me ouvir.

Saiko on

— Ei cara.

— Oi

— Você percebeu que ele parecia meio triste né?

— Sim, só espero que ele não esteja escondendo algo de mim. Ele me prometeu que sempre contaria tudo.

Ycaro on

Dou leves batidas na porta e ouço do outro lado um "entra". Quando entro o professor me olha, junto de quase todos da sala inclusive a Aiko.

— Poderia nos dizer o por que do atraso Carlos?

— Eu... — droga era o que eu menos queria ouvir e explicar — Acordei meio tarde porque meu despertador tava desligado.? — soou mais como uma pergunta mas ele nem ligou.

— Pode ir se sentar

Vou até meu lugar, que não é exatamente meu lugar porque não tem mapa de sala(eu queria não ter, mas quem liga? Agr é EAD). Quando paro na frente da mesa percebo que tem alguém sentado nela, e incomodando ela também. É o garoto que eu costumava a falar quando não tava mais "namorando" com o saiko, e que foi pra cima da Aiko na festa. Se não me engano o nome dele é Noah.

Vou até o fundo procurar uma cadeira e por sorte eu acho. Só quero dizer uma coisa pra ela, no recreio eu falo.

゚ *:;;:* *:;;:* ゚

Eu acordo num pulo quando ouço o sinal bater e minha amiga já não estava mais na aula. Saio correndo da sala e vou a procura dela, teve uma hora que passei pelo saiko e ele nem me viu, espero que eu consiga acha-la antes do sinal bater de novo.

Vou passando pelas mesas até que vejo ela, que... Esta com um grupo totalmente diferente do nosso? Que porra é essa?! Bom quero falar com ela logo.

— Ingrid eu tenho que falar com você! — acabei de interromper uma fala dela — oh desculpe por interromper mas eu realmente preciso falar com você!

— Ehh

— Sai daqui. A gente ta conversando — Noah fala

— Mas é urgente. Amiga vem por favor

— Ela não quer! — ele me empurra e caio de bunda no chão

Será que ela não quer ser mais minha amiga? Será que eu falo demais sobre mim e não deixo ela falar? Eu sou egoísta demais? Por que ele ta respondendo por ela? Acho que uma parte do refeitório ta olhando pra gente, como odeio ser observado por grande quantidade de pessoas ou por poucas.

— Ahh me desculpe novamente por interromper — me levanto, saio dali e fico no terraço.

Eu vou perder ela? Eu realmente não quero isso. Acho que nem vou voltar pra aula. 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...