História Fera em mim - Capítulo 16


Escrita por:

Postado
Categorias A Bela e a Fera, Descendentes
Personagens Ally, Bela (Belle), Carlos de Vil, Chad, CJ, Dizzy, Doug, Dude, Evie, Fera, Freddie, Gil, Harry Gancho, Jane, Jay, Jordan, Lonnie, Mal, Personagens Originais, Princesa Audrey, Príncipe Ben, Ruby, Uma, Zevon
Visualizações 46
Palavras 648
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Ficção Adolescente, Hentai, Magia, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 16 - "Diretoria"


Narração

(O auto-falante apita.)

- Mal dirijase a sala da diretoria (elas olham uma para as outras.)

Lonnie/Jane/Mal: Audrey!

(A jovem apenas vai ate a sala da diretora e bate na porta.)

Fada Madrinha: entre (com a confirmação ela entra.)

Mal: queria falar comigo senhora?

Fada Madrinha: sim queria, sente (ela vai ate duas cadeiras na outra estava Audrey.) Sabe o porque está aqui Mal?

Mal: não, não faço ideia

Fada: bom a senhorita aqui presente veio falar comigo, disse que vc a derrubou no corredor de propósito

Mal: oque!?

Fada: contenhace senhorita. Não sei como era na sua antiga escola Mal mas aqui bulling e algo inaceitável

Mal: foi ela que mi derrubou

Audrey: eu nunca faria isso

Mal: porque tá enfrentando isso Audrey, eu não tive culpa

Audrey: agora mi acusa de mentir! Viu diretora ela e uma selvagem

Fada: contenhamce senhoritas, uma de cada vez. Mal porque não da sua versão

Mal: ela não mi deixa em paz desde que pisei nessa escola, ela e as amiguinhas, mi derrubam nos corredores, procuram intriga, eu nunca fiz nada com ela

Audrey: e mentira! Não pode acreditar nisso diretora, ela é da Ilha essa gentinha sabe mentir e manipular muito bem

Mal: quem vc ta chamando de gentinha?

Fada: chega as duas, si continuarem as 2 vão ficar de castigo, Audrey conguija seu linguajar isso não é maneira de uma princesa falar. Voltando para o agora, as câmeras do corredor estão com defeito e não foi possível ver oque acontecia então só posso confiar na palavra de vcs

Audrey: ela mi empurrou já disse!

Mal: diretora si eu tivesse realmente a empurrado por ela estar de vestido e normal deixar marcas não é?

Fada: sim

Mal: mais como pode ver, não a nada, já si eu levantar um pouco a minha calça (diz si abaixando e realmente sobindo o tecido até acima de seu joelho, onde avia alguns ralados e manxas roxas.) Terá todos os indícios que fui empurrada (diz deixando a princesa sem fala.)

Fada: bom, diante disso não tenho dúvidas do ocorrido. Mal quero que vá a hinfermaria para fazer um curativo ai. Audrey, fique e iremos desidir como ti punir

Mal: obrigada (diz si retirando, da porta ela ouve a conversa sem querer.)

Audrey: diretora por favor, ela é uma vilã nem era pra estar aqui, ela não é nada e vc sabe nunca vai a lugar nem um, ela não vai sequer passar na escola, não tem futuro aqui, a senhora sabe porque a mantém aqui? Não tem um motivo bom para isso

Fada: a lei diz que uma jovem da Ilha teria uma chance, ela foi escolhida, não pode mudar isso

Audrey: só está aqui por uma lei, expulsa ela

Fada: ela nunca mi deu motivos para isso diferente de vc

Audrey: vc é a diretora não tem que ter um motivo, ela não merece estar aqui, desfavorece nossa escola

Fada: chega Audrey não si fala mais nisso

(Mal apenas sai dali, ela não passa na infermaria ela vai direto para a casa sabendo que está atrasada. Chegando lá ela logo começa a cozinhar, o gato apenas a observa, o cão lar atrás dela a fazendo olhar, em sua coleira um papel dobrado ela pega o mesmo. Onde tinha escrito " não faça nada, apenas venha aqui" escrito letra cursiva, ela deixa oque está fazendo e vai ate a porta do quarto e batendo na porta.)

Mal: desculpe ter....passado do horário, não vou demorar para fazer algo

Ben: calma, não estou com fome, só estava preocupado com vc. Não si preocupe comigo agora, tome um banho, quando estiver descansada venha aqui

Mal: tem certeza? Eu faço algo rápido

Ben: apenas faça oque eu disse, está bem?

Mal: sim senhor

Ben: não mi chama de senhor Mal (diz como si estivesse sorrindo.)

Mal: desculpe Ben

Ben: assim melhorou, agora vai (ela sai dali, vai para o quarto, enquanto toma banho sente seus joelhos doloridos arderem algumas gotas de sangue pingam, depois si sente realmente melhor.)



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...