História Férias - Capítulo 6


Escrita por:

Postado
Categorias Saint Seiya
Personagens Hades, Personagens Originais
Tags Cavaleiros Do Zodiaco
Visualizações 57
Palavras 637
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Obrigada a todos que acompanham, visualizam e comentam essa história.

Capítulo 6 - Praia



Depois duas gostosas foram embora, resolvi passar o dia inteiro e descansando, beber, usar droga e passar horas transando cansa.

Bebo um litro de uísque sozinho durante a noite, estava começando a viciar naquela bebida que é muito gostosa, gosto dela pura, já tomei com gelo e não gostei.

Fico bêbado, deito e dormo imediatamente.

Acordo com o sol entrando no meu quarto, ainda não tinha me acostumado com essa luz.

Levanto, tomo banho e vou café, hoje resolvi conhecer um lugar que acho que não irei gostar.

Ouvi muito falar em praias, que era um lugar agradável, bom de fazer exercícios físicos e eu estava precisando exexcitar, estava bebendo demais e comendo muito.

Também sabia que precisava usar uma coisa chamada protetor solar para não queimar a pele e eu sou muito branco.

Olhei no banheiro e junto com produtos de higiene encontrei um protetor fator 60, não sei que o que significava esse tal de fator, mas era esse que eu usaria, não quero ficar com marcas de sol na minha linda pele.

Passo o protetor solar no meu corpo todo e coloco uma suga preta, até isso Poseidon tinha mandado comprar para mim e para variar era na cor preta, não sei se era uma boa idéia usar cor preta no sol quente, mas como não estou afim de sair para comprar outra, usarei essa mesmo.

Vesti uma bermuda azul e camisa branca e coloquei um chinelo preto, não conheço praia, mas sei que tem areia então não era lugar de usar sapato, pelo menos sabia disso.

Vou até a garagem e hoje escolho sair no carro prata.

Dirijo por alguns minutos, sigo umas placas e uns vinte minutos depois chego em uma praia.

Estaciono o carro e saio de dentro dele.

Vou andando pela praia e fico surpreso, não sabia que as mulheres vinham quase nuas nesse lugar, não posso mentir que gosto muito da visão que tenho.

Resolvo nadar um pouco, esse lugar está me deixando excitado.

Tiro a roupa e vou em direção ao mar, gosto de sentir a água em meu corpo, nunca tinha nadado, mas no pouco que observei os humanos nadando, eu aprendi a nadar, afinal sou um deus aprendo as coisas com facilidade.

Fico um bom tempo nadando e resolvo voltar para a praia.

Quando estou saindo da água vejo uma linda ruiva perto de mim, o corpo dela é lindo e tem cabelos longos, ela me sorri e eu retribuo.

Pego as minhas roupas, sento perto dela e ficamos conversando um bom tempo.

Seu nome é Sophia, trabalha como policial e hoje estava de folga, quando perguntou sobre mim fiquei sem saber o que dizer, não poderia dizer que sou um deus, na certa acharia que sou um doido ou bêbado.

Disse que moro muito longe da Grécia e estava passando umas semanas de férias na casa do meu irmão.

O sol estava me incomodando muito e resolvo ir para casa, ao nos despedirmos, acabamos nos beijando, foi um beijo tão gostoso, convido ela para sair amanhã a noite e ela aceitou.

Volto feliz para casa, estava sentindo-me com muita paz.

Fui tomar banho e noto que tenho marcas vermelhas de sol nas costas e aquilo arde.

Me olho no espelho, não gostei nada de ver a minha linda pele branca com marcas, deveria imaginar que o sol me faria mal, não é atoa que vivo bem longe dele.

Não quero nem saber como cuidar daquelas marcas,  está incomodando muito, não penso duas vezes, elevo meu cosmo suavemente, pois não queria que ninguém aparecesse para me perturbar e me curo de todos os queimados de sol que tinha na minha pele.

Mesmo não gostando de sol, valeu a pena ir à praia, pois conheci a linda ruiva e não via a hora de a encontrar novamente, é estranho mas quando penso nela sinto algo estranho no meu peito, não sabia o que era isso mas eu descobriria.

Abro um sorriso e vou comer.



Notas Finais


Hades sentindo algo estranho😉😉
Abraços a todos.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...