História Férias - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fairy Tail
Tags Erza, Fairy Tail, Gajevy, Gray, Gruvia, Happy, Jerza, Juvia, Lucy, Nalu, Natsu
Visualizações 48
Palavras 785
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Luta, Magia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Spoilers
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 5 - No Hotel...


Fanfic / Fanfiction Férias - Capítulo 5 - No Hotel...

Depois que saíram do parque a maioria dos magos foi dormir, claro que uns poucos ficaram no saguão. Gray se sentou no sofá e logo foi seguido por Juvia, Elfman, Erza e Levy sentaram do outro lado, enquanto Wendy e Lucy conversavam em um canto. O mago estava pensando mesmo naquele assunto, e a menina dos cabelos azuis o seguindo o tempo todo com certeza não ajudava. Aquilo o sufocava... Mas ao mesmo tempo ele gostava, não conseguia mais imaginar sua vida sem ela ao seu lado. Depois de um comentário da mesma, Erza o encarou. “Com certeza esses foram os 5 segundos mais longos da minha vida”, pensou. “Mas a Erza está certa, eu tenho mesmo que falar com a Juvia”.

 

- Ei! Onde está indo? – Um loiro alto segurava o braço de uma menina no meio do corredor. – Já vai para a cama? Esperava mais de você Kana.

- Eu vou para o bar. – Disse a morena se libertando.

- E por que não fica mais um pouco aqui comigo?

- Aqui Laxus? Por que não vai chamar a Mira? Ela não te faz uma companhia melhor?

- A Mira não da moral para mim...

- E eu dou?

- Kana... Parece até que se esqueceu da noite passada.

- Se você falar sobre isso de novo... – Ela fez uma pausa, e se acalmou. – Não sou segunda opção. – Ela disse se virando e indo para o bar.

O loiro se virou e logo a viu se aproximando. - Mira... Já vai dormir?

- Vou.

- Mas já? Por que não fica aqui e nós poderíamos...

- Laxus por favor...

- Entendi... Posso pelo menos subir com você?

O Elevador é publico... – Ela se sentia mal em ser tão grossa com alguém, mas ela não havia perdoado ele, todos podiam esquecer, mas ela se lembraria. Ele perdeu sua confiança quando deixou Happy roubar um trabalho de Classe S e depois todo aquele escândalo... Todos podiam perdoa-lo, mas ela nunca o faria.

 

Enquanto isso a Conversa continuava no saguão, Juvia viu quando Erza saiu, e logo depois Gray foi atrás.

- Eu estive pensando e... Vou falar com ela...

- Vai?

- Amanhã... Na festa.

“De quem Gray-sama esta falando? Parece que é uma mulher... Seja quem for será a nova rival do amor.”

- E o que você decidiu?

- Vou falar que não estou interessado. – Gray disse, coçando a cabeça.

- Erza fez uma cara de quem não entendeu. – Mas Gray pensei que...

- Ela... A minha indecisão só vai acabar fazendo ela sofrer e eu não posso conviver com isso, pensar que ela está sofrendo por minha causa...

Não tinha duvidas, ele só poderia estar falando dela. Gray ia... Ela não queria isso de jeito nenhum.

- Entendo Gray... Não adianta mesmo tentar convence-lo do contrario?

- Não.

- Esta bem... Tenha uma boa noite. – Disse Erza indo para o elevador. Logo Gray a seguiu.

 

Depois de uma ou duas horas todos já estavam na cama, tinha sido um dia bem cansativo. Lucy se revirava na cama tentando dormir. Mas as várias respostas que haviam para a sua pergunta a impediam.

- Erza... Já esta dormindo? – A loira perguntou, torcendo para a amiga responder.

- Diga Lucy.

- Eu estava pensando... Hoje... No parque... O Natsu ia me dizer alguma coisa e... Bem... Acabou que ele não disse, mas... Não sei...

- Lucy. – A Titânia disse, se sentando na cama e acendendo um pequeno abajur. – Você gosta do Natsu?

- C-como assim g-gosto? Claro que eu gosto dele, q-que pergunta.

- Tenho certeza que você entendeu o que eu quis dizer, olha só como você fica quando falam dele.

- E-eu não fico-

- Lucy, quer me pedir conselhos? Então seja sincera comigo, o que você sente por ele?

- Eu... Não sei, nunca senti isso por ninguém antes... É só diferente... Nada de mais...

- Já pensou em contar isso para ele?

- O que?

- Lucy, você conhece o Natsu, você sabe que ele é muito... Ele não percebe as coisas. Se você não fizer nada, ele nunca vai fazer. Tenho certeza que ele sente o mesmo, só é muito confuso pra notar.

- Você acha?

- Acho... Não vê como ele fica quando esta com você? Sempre te esperando, te defendendo.

- Ele defende todo mundo.

- Ele tem uma coisa especial com você Lucy, o que ele sente por você não é o mesmo que sente por mim, ou pelos outros, sei disso...

- Bom... Eu...

- Vai falar com ele?

- Acho que sim...

- Bom, Lucy, vou tentar dormir um pouco, boa Noite. – Se virou e desligou o abajur.

- Boa noite. – Disse Lucy se deitando.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...