1. Spirit Fanfics >
  2. Férias com os Uchiha >
  3. Capítulo 2

História Férias com os Uchiha - Capítulo 3


Escrita por:


Notas do Autor


Hey hey, tudo bom com vocês?

O capítulo de hoje é um dos meus favoritos escritos até agora porque temos muita participação da Izumi! (Ícone injustiçado).

Talvez eu não atualize logo porque eu tenho dois simulados Enem nos próximos finais de semana, então vai ficar um pouco apertado pra mim mas prometo aparecer assim que possível!

Sem mais delongas, vamos ao capítulo!

Espero que gostem!

Capítulo 3 - Capítulo 2


Fanfic / Fanfiction Férias com os Uchiha - Capítulo 3 - Capítulo 2

Férias com os Uchiha

Capítulo 2

— Você vai dormir aqui, comigo e Izumi. – Hinata abriu timidamente a porta do quarto para que ela e a Haruno pudessem entrar com as coisas da rosada — Pode ficar com a cama ao lado da janela, eu prefiro esta, perto da parede.

— Mas onde Izumi vai deitar? – Sakura franziu o cenho, ainda parada em frente a porta, enquanto a Uchiha andava até sua cama temporária e colocava sua mochila em cima e mala ao lado.

— Eu vou dormir em um futon, ao lado dessa outra parede. – uma Izumi sorridente apareceu atrás da Haruno, apontando para a parede oposta a elas — Minhas costas preferem o acolchoado do futon, eu tenho escoliose.

— Oh, entendi. – Sakura sorriu, um pouco tímida.

Ao contrário do normal, estava um pouco retraída ao redor dos Uchiha, afinal eram muitas pessoas – poderia jurar que Sasuke e Itachi só tinham a Hinata de prima – e eles eram bastante extrovertidos. Não que não estivesse acostumada com extrovertidos, afinal era parente de Naruto e Kushina, porém era mais tímida com pessoas que não estava acostumada. Por sorte, eles pareciam ser do tipo de pessoa que faria o possível para te deixar confortável.

— HINATA, VAMOS COMEÇAR A VER A PARTIDA CONTRA O SHIRATORIZAWA! – um dos gêmeos gritou do andar de baixo e a Uchiha arregalou os olhos, saindo correndo pela porta do quarto em seguida.

— O que… acabou de acontecer? – Sakura indagou segurando o riso.

Izumi sorriu ao mesmo tempo que se deitava sobre a cama de Hinata.

— Várias coisas tradicionalmente acontecem quando os Uchiha se reúnem. Uma delas é que todos os primos, junto de Obito, sentam na sala para assistir um anime de vôlei, Haikyuu. – a moça revirou os olhos — Eles são malucos por esse anime, Itachi já até largou uma sessão de amassos nossa para fazer uma maratona da segunda temporada com eles.

— O que eles vão fazer quando acabarem os episódios? – a rosada indagou após soltar uma risada.

— Esse é o ponto: eles já acabaram. Mas eles assistem tudo de novo e de novo, em um ciclo sem fim. – a Shimizu suspirou, negando com a cabeça — Você ainda vai ver muito o Obito ou o Izuna chorando com o ataque rápido do Hinata e do Kageyama.

— …hã? – a mais nova franziu o cenho, confusa com o que quer que a mais velha tivesse dito.

— Oh, desculpe. Com todos esses anos de convivência com eles, eu acabei ficando com "sequelas". – Izumi fez aspas com a mão e Sakura riu ainda mais — Mas me conte mais sobre você, Sakura!

— Eu? – a Haruno indagou, com um pouco de timidez.

— Claro! – a quase Uchiha a puxou para que sentasse ao seu lado no colchão — Você parece muito gentil e fofa, só um pouco tímida com quem não tem intimidade. Então vamos criar intimidade! Já tem planos para depois das férias? Vai começar uma faculdade ou ainda não se decidiu? Eu pessoalmente só me decidi com dezenove que queria virar advogada.

— Na verdade, eu decidi que queria medicina. Me especializar em pediatria. – Sakura confidenciou com um sorriso tímido — No final do verão, vou me mudar para Londres para viver com uma tia nossa que também é médica. Vou morar com ela enquanto faço o curso.

— Oh. – Izumi soltou, surpresa. Se quisesse que Sasuke e Sakura ficassem juntos logo, teria de ser ainda naquele verão ou eles poderiam nunca mais se encontrar solteiros — Que legal! Eu queria ter tido essa coragem de ir fazer faculdade fora.

— Como assim? – a rosada franziu o cenho.

— A vida inteira eu sempre fui muito dependente dos meus pais. Só quando finalmente entrei na faculdade que fui pegando um pouco mais de independência, sabe? Aí toda vez que eu pensava em fazer faculdade fora, ficava com medo. – a morena deu de ombros antes de abrir um sorriso — Mas pelo menos assim conheci o Izuna e depois o Itachi. – em seguida, fez uma careta — E o Shisui.

— Então você conheceu primeiro o Izuna? – Sakura perguntou com curiosidade.

— Sim! É uma história engraçada, na verdade. Se você não se importar, posso contar agora. – a quase Uchiha sorriu.

— Pode ficar à vontade, eu adoro ouvir histórias. – Sakura sorriu animada.

— Bom, fazia uns três meses que eu tinha entrado na universidade mas eu ainda estava perdida. Tinha aula em um bloco e fui para outro totalmente oposto. Foi quando esbarrei no Izuna e pedi ajuda. Ele, sendo o Uchiha mais educado e fofo que é, disse que poderia ir comigo até onde a sala ficava. Só que um ponto sobre mim, Sakura, é que eu sempre me apaixonei pelos galinhas que não valem nada. – Izumi pôs uma mão sobre a testa antes de negar com a cabeça.

— É aí onde o Itachi entra, eu presumo. – a Haruno riu da expressão da outra.

— Exatamente. Depois de uns dois meses sendo amiga do Izuna, eu percebi que um: ele tinha um irmão gêmeo insuportável; e dois: ele tinha um primo galinha muito gostoso. – ambas riram com o comentário — A fama de Itachi rodava toda a universidade mas como eu era tímida na época, eu nunca falei nem para o Izuna que super pegaria o primo dele. Mas aí chegou o dia do aniversário dos gêmeos.

— Eu sinto que vem coisa aí. – a rosada riu em adiantamento.

— Ah, pode ter certeza que vem. Eu não sabia, mas o Itachi já estava de olho em mim desde quando me viu pela primeira vez conversando com Izuna. E o maldito do Izuna também já tinha percebido que eu estava de olho no Itachi e não me falou nada. Aí nisso os gêmeos se juntaram pra juntar a gente. – Sakura caiu na gargalhada com a expressão de Izumi — Sakura, guarde o que eu digo. Quando os gêmeos se juntam para fazer alguma coisa, não há nada, repito, nada que os faça desistir. Principalmente o insuportável do Shisui. Na festa de aniversário deles, eu estava sentada do lado do Itachi mas não estava falando com ele, porque eu tinha muita vergonha, sério. E eu já tinha notado que ele estava me olhando de canto mas eu jurava que era me achando estranha.

— Izumi! Pelo amor de Deus! – a visitante se acabava de rir.

— Mas é! Eu tenho umas manias estranhas, tipo ficar batendo o polegar com o indicador quando eu fico nervosa. Eu achava que ele tinha percebido e estava me julgando! – as risadas continuaram — Aí lá pelas tantas, o Shisui sentou entre nós dois, colocou um braço ao redor de cada um e perguntou se eu estava livre na sexta, lá pelas sete. E eu, inocente e sem entender nada, respondi que estava. Aí ele virou para o Itachi e perguntou se ele também tava livre. Eu comecei a me desesperar bem aí, pensando que ia sair os gêmeos, ele e eu. Aí quando o ele respondeu que tava livre também, adivinha o que o Shisui falou?

— Não faço a mínima ideia mas já estou rindo. – Sakura gargalhou.

— Ele falou "Ótimo, porque eu e o Izuna não estamos. Vocês podem sair sem nós, aproveitem o encontro." – Izumi parou para rir junto à mais nova — Aí ele saiu e eu olhei pro Itachi desesperada, achando que o Shisui tinha acabado de constranger ele. O Itachi olhou pra mim e perguntou se ele tinha mesmo feito aquilo e começou a rir. Daí nós começamos a conversar e hoje em dia, seis anos depois, estamos aqui.

— Essa foi a história de casal mais perfeita que eu já ouvi. – a rosada se acabava de rir — Então basicamente vocês só estão juntos hoje por causa do Shisui e do Izuna!

— Infelizmente. É uma coisa que eles jogam na nossa cara até hoje. E justamente por isso vão ser padrinhos no casamento. – a quase Uchiha revirou os olhos, porém estava com um sorriso no rosto.

— Com licença. – escutaram batidas na porta e logo em seguida Sasuke colocou a cabeça para dentro do quarto — Izumi, já está tagarelando sem parar?

— Ah, cala a boca, Sasuke. – a mulher revirou os olhos e virou-se sorridente para a rosada ao seu lado. Seu plano começaria exatamente naquele instante — Ele reclama que não gosta de ouvir falatório, mas eu e dona Mikoto somos as únicas pessoas que ele escuta sem reclamar.

— E só vocês já são suficientes. – o Uchiha revirou os olhos, mudando sua vista para a Haruno em seguida — Tia Kushina está te chamando, ela está na cozinha.

— Oh, obrigada! – Sakura sorriu para ele e Izumi notou um leve avermelhado nas bochechas do rapaz — Mais tarde continuamos a conversa, Izumi!

— Com certeza. – a mais velha piscou para a jovem, antes de observá-la sair do quarto apressada — Que cara é essa, Sas?

— Hã? – o Uchiha, que estava olhando para onde a visitante fora, voltou a olhar para a cunhada.

— Sua cara. Está vermelha. – Izumi sorriu convencida e o rapaz novamente ficou vermelho.

— Não está não-o.

— Você gaguejou.

— Gaguejei nada! 


Notas Finais


Isso mesmo, a autora é HaikyuuFan e sofre até hoje com a falta de renovação para a 5ª temporada.😔

O que falar sobre esse Itazumi incrível totalmente patrocinado pelos gêmeos? KKKKKKK amo uma família.

Eita, e essa olhada do Sasuke ein?👀

Bom, por hoje é só!

Espero que tenham gostado e desculpem os erros!

Favoritem e comentem se gostaram!

See ya,

Beijos da Mahzi.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...