1. Spirit Fanfics >
  2. Férias em família >
  3. Um pequeno furo

História Férias em família - Capítulo 4


Escrita por:


Notas do Autor


Caramba, finalmente estou atualizando né? Kkqiwueidk glória! Me desculpem pela demora, tive um bloqueio horrível e não conseguia escrever nada aaaa, mas enfim consegui voltar a escrever ksks

Me desculpem qualquer erro.

Boa leitura 💜
Boa noite 🌙

Amanhã trago atualizações de outras 😋🙌🏼😏

Capítulo 4 - Um pequeno furo


Depois de sair da casa, Jimin ficou sentado no banco de madeira ao lado da casa na árvore, pensando, ou melhor, chorando um pouco, queria por tudo para fora sem que os outros vissem o assim. Queria tanto que aquelas duas semanas fossem legais e divertidas, por que estava tudo indo de água abaixo? Primeiro vinha ele e Jungkook, essa briga deles que estava o deixando doido, e agora ele e Jin com a discussão, o que faltava mais para essas duas semana acabarem de vez?

Jimin enxugou rapidamente o rosto com a camisa ao perceber que Tae se aproximava. O maior sentou do lado dele e sem dizer nada abraçou ele.

ㅡ Eu sou maluco, Tae? Você acha que deveria mudar alguma coisa na educação do Jae? Eu não quero ser assim. Os outros pais devem achar que eu sou um doido também. ㅡ Deitou a cabeça no ombro do amigo que o confortou.

ㅡ Você não é maluco, você só se preocupa bastante com ele, acho que é diferente. E também, eu admiro muito a educação que você da para o Jae, mas eu só acho que você devia permitir ele a fazer mais coisas, entende? Ele é criança e crianças gostam de se divertir.

ㅡ Tipo, deixar ele brincar mais? Fazer ele se inturmar com outros crianças e... Dar sorvete depois do jantar?

ㅡ Ah, talvez. Já levou ele em parquinhos? É muito bom para brincarem e se inturmarem com outras crianças da idade dele, por que não tenta? Crianças gostam de outras crianças ainda mais em parquinho, bom, não todas, a última vez que levei meus meninos a Sol deu um soco na cara de um menino. Até hoje tenho medo de levar ela de novo e os pais brincarem comigo. ㅡ Comentou e riu fazendo Jimin também rir. Sol é uma ômega muito fofa e carinhosa mas tenta tirar a paciência da pequena, de uma gatinha dócil ela se transforma em uma feroz leoa. E não é brincadeira, não é atoa que Yoongi matriculou ela todo orgulhoso de sua ômega em aulas de taekwondo.

ㅡ É, deve ser divertido, digo levar em parquinho, não bater em outras crianças. Só levei ele uma vez porque no dia um menino tinha derrubado ele por querer brincar no brinquedo que ele estava, então não levei mais. Você acha que Jin vai me perdoar por ter dito coisas que possam ter deixado ele... Não sei, desconfortável?

ㅡ Vai sim, ele vai entender que não foi por querer. Somos melhores amigos e sempre depois que brigamos acabamos bem dando risadas enquanto conversamos de coisas bobas que fazemos. ㅡ Deu um beijinho na bochecha dele. ㅡ Vai dar tudo certo.

Depois de alguns minutos, Jimin e Tae voltaram para dentro da casa, o ômega baixinho não conseguiu falar a sós com Jin pois o mesmo assim que viu ele entrando saiu para fora com as crianças, Jimin cabisbaixo se sentou só sofá da sala ao lado de seu alfa que passou seu braço em volta dele para confortar o baixinho. Ambos ficaram ali um bom tempo apenas aproveitando o abraço quentinho e aconchegante um do outro, o ômega planejava tentar falar com Jin quando estivessem sozinhos e resolver isso de uma vez, odiava tanto quando ficava nesse clima ruim com um dos meninos.

ㅡ Papai posso ir na casa da árvore brincar? ㅡ O ômega saiu de seus desvaneios ao ver seu garotinho aparecer correndo para perto dele.

ㅡ Ah, parece ser perigoso, lá deve estar cheio de… ㅡ Já iria responder que não mas pensou bem, pensou em deixar seu filhote sair dessa "bolha" de proteção que Jimin havia criado para ele. Precisava mudar alguns hábitos seus. ㅡ Pensando bem, pode ir sim, mas cuidado para não machucar as mãozinhas com farpas.

O pequeno sorriu largo assentindo em seguida, logo correu de volta para fora da casa. Todos estavam fora de casa curtindo o dia lindo que estava, apenas Jimin e seu alfa estavam do lado de dentro curtindo um breve  momento de sossego, enquanto isso eles conversavam, o alfa dissera que em breve eles iriam levar as crianças no lago e que desse vez era para todos irem. Como uma verdadeira família. Jimin não queria muito ir, estava um pouco disposto para isso, mas também não queria ficar entediado sem nada para fazer.

Mais tarde uma hora depois de terem almoçado, os alfas começaram a pegar as boias e suas crianças para irem ao lago, quem estava mais animados nisso tudo era as crianças, os adultos só queriam um tempinho só deles, mas não trocaram nada por momentos assim, eram únicos, tinham que aproveitar esse momentos pois o tempo passava tão rápido e quando menos esperar suas crianças já estariam grandes homens e mulheres formados e começando a construir seus futuros. Enquanto o pessoal se preparava, Jimin com um pequeno sorriso no rosto ficava observando seu pequeno ômega brincando com as crianças. Olhando em volta do lugar, o ômega viu aproximação do garoto de mais cedo que havia ajudado eles com mais dois amigos quando perderem o caminho do lago, de longe ele acenou para Jimin que fez o mesmo alegremente, se levantou da cadeira que estava sentado e foi até ele para conversarem melhor.

ㅡ Oi, você veio. Ah, e mais cedo não deu para me apresentar direito, sou o Jimin. ㅡ O maior sorriu e fez o mesmo, se apresentou para o ômega.

ㅡ Prazer, me chamo Seojun.

ㅡ Olá, quem é você? ㅡ Ouviram, uma voz conhecida para Jimin, era Jungkook logo atrás de Jimin, o alfa usava uma bermuda junto a uma camisa, ele sorria, mas aquele sorriso era falso, Jimin podia sentir pela marca o quanto ele estava com ciúmes.

ㅡ Sou Seojun, estou acampando aqui perto com alguns amigos e conheci Jimin quando se perderam do caminho do lago. E você?

ㅡ Somos casados, sou o alfa dele. ㅡ Disse passando seu braço em volta da cintura de Jimin o puxando para mais perto de si. ㅡ O que você quer com ele? ㅡ Perguntou sem mais nem menos fazendo Jimin revirar os olhos, sabia que se não parasse Jungkook ali mesmo aconteceria uma discussão por conta dos ciúmes, e não podia deixar aquilo acontecer.

ㅡ Jungkook! A gente só está conversando, para com isso.

ㅡ Mas eu não estou fazendo nada.

ㅡ Seojun, a gente vai no lago novamente, quer ir conosco?

ㅡ Se não for incômodo. ㅡ Disse com receio, ele estava com um certo medo de Jungkook, ele parecia um alfa tão ranzinza e nem era um velhinho, aqueles olhos marrom estava matando ele só pela forma de olhar para si.

ㅡ Infelizmente vai ser sim. ㅡ Jungkook respondeu na hora sem deixar Jimin falar nada.

ㅡ Se você quiser pode vir com a gente. Não há problema nenhum, né Jungkook? É melhor do que ficar de greve por ser idiota com os outros. ㅡ Olhou para seu alfa que ficou sem palavras, deixar aquele alfa ir correndo o risco dele dar em cima de seu ômega ou ficar de greve? Quando Jimin falava isso ele não estava de brincadeiras, as greves dele durava de uma semana e as mais severas duas, era horrível ficar esse tempo todo ser tocar naquele corpinho desenhado pelos deuses.

ㅡ Daqui cinco minutos saímos. ㅡ Sem outra opção aceitou que ele fosse, estava com medo da greve então não queria correr esse risco. Jimin sorriu contente pela atitude dele, antes do alfa se afastar ele deu um selinho nele.

Cinco minutos depois eles já estavam a caminho do lago, Jimin e Seojun caminhavam juntos enquanto davam risadas sobre alguma coisa engraçada, Jungkook não tirou o olhou deles em nenhum momento mesmo com seu filhote tentando chamar atenção dele a cada minuto para mostrar alguma coisa da floresta seja uma árvore mais alta a uma florzinha, mas nada fazia o alfa tirar os olhos de seu ômega cheio de papinho com aquele outro alfa.

Após chegarem no lago as crianças foram correndo se jogar na água, Jin e Tae preferiram sentar um pouco para apreciar a vista e só depois entrariam na água fria, Yoongi e Hoseok tentavam a todo custo passar o protetor solar nas suas crianças e Jungkook não conseguiu entrar na água, ficou sentado ao lado de Jojo que após passar o protetor solar preferiu ficar sentado e seco. O alfa apenas observava Jimin ajudando Jae a colocar as boias nos braços.

ㅡ Tio Kookie não confia no tio Jimin? ㅡ O alfa saiu de seus desvaneios ao ouvir o pequeno falar com ele.

ㅡ Claro que eu confio.

ㅡ O senhor não para de olhar para ele conversando com o amiguinho. ㅡ O garotinho disse o olhou em direção aos dois. ㅡ Eles são só amiguinhos tio.

ㅡ Você não entende Jojo, é uma criança ainda.

ㅡ Tio Kookie está com ciúme do tio Jimin? ㅡ Jungkook olhou para aquela criança e ficou encabulado, primeira vez que uma criança conversava daquela forma com ele, não é atoa que ele é filho do Namjoon. Antes de responder o alfa analisou a situação, é, estava mesmo com ciúmes de seu ômega com aquele boa pinta que não conhecia, logo assentiu para Jojo. ㅡ Tio Jimin gosta muito do senhor, não precisa ter ciúmes, vocês são como cama e coberta, nasceram para ficar juntinhos.

ㅡ Onde você viu isso?

ㅡ No dorama que eu mais o papai Joonie assiste. ㅡ Sorriu. Que criança espertinha.

ㅡ Você não parece ter quatro anos Jojo, fala como gente grande. ㅡ Passou a mão nos cabelo do garotinho bagunçando todo. ㅡ Tem razão, não preciso ficar com ciúmes pois ele me ama muito e eu também amo muito ele, a partir de hoje vou seguir tudo o que o meu coração falar.

ㅡ E o que ele tá falando?

ㅡ Que eu devo seguir o tio Jimin e o amigo dele porque eles se afastaram daqui. ㅡ Disse preocupado ao olhar em volta e perceber que Jimin estava indo para outro canto com aquele cara desconhecido.

Jungkook não se segurou, tinha que seguir eles. Se levantou do chão tirando a poeira de seus short e foi atrás deles, tinha medo de imaginar o que eles estariam fazendo mas seria pior que ficasse apenas ali sentado olhando. Todos ali estavam distraído então não perceberam quando eles se afastaram, exceto Yoongi que observou tudo, ele sabia que Jungkook era estouradinho então não podia deixá-lo sozinhos, saiu da água rapidamente e foi atrás de Jungkook afim de prevenir uma confusão.

O alfa os seguiu entre as árvores e parou se escondendo atrás de uma enorme árvore começando a ver o que eles estavam fazendo, ambos se sentaram em um tronco caído e começaram a conversar, Jungkook não conseguia muito bem ouvir o que eles falavam mas parecia algo… Emocionante? Jimin havia colocado a mão no peito como se estivesse encantado ou surpreso com algo. E então aconteceu o que Jungkook mais tenha, o tal Seojun tirou uma papel de seu bolso da calça e se ajoelhou em frente ao ômega, o sangue de Jeon ferveu e ele não conseguiu ficar mais um minuto seque escondido ali.

O que você pensa que está fazendo?! Ele é o meu ômega! ㅡ De repente Jungkook apareceu gritando e usando sua voz de alfa, seus olhos estavam vermelhos e aquilo estava assustando Jimin que se encolheu no chão com medo. Ele até foi para cima de Seojun e o derrubou no chão pronto para socar a cara dele mas graças ao Yoongi que segurou ele isso não aconteceu. ㅡ Me solta! Ele vai aprender a nunca mais mexer com ômega casado.

ㅡ Jungkook se acalme! Está assustando o Jimin! ㅡYoongi gritou e assim que Jungkook ouviu o nome dele seus olhos voltaram a cor normal e sua fúria foi embora, o alfa correu e abraçou seu ômega tentando acalmar ele.

ㅡ Por que você fez isso? Ficou maluco? ㅡ Perguntou bravo e com os olhos cheio de lágrimas mas não as deixou rolarem por seu rosto.

ㅡM-me desculpa, meu bem, eu não quis te ferir mas eu não me segurei quando vi ele ajoelhado na sua frente! O que ele pensou? Somos casados, eu sou o seu alfa. Eu não poderia ficar quieto, ele iria roubar você de mim.

ㅡ Ele não ia me pedir em namoro ou seja lá o que você pensou! Você sempre tira conclusões precipitadas. Nem ao menos parou para perguntar primeiro, ele estava me pedindo conselhos e eu o ajudando.

ㅡ Em que? ㅡ Jungkook perguntou se sentindo culpado, de novo estava fazendo burrada? Como ele era difícil.

ㅡ Ele vai pedir o ômega dele em casamento e quis minha opinião sobre um textinho fofo que ele escreveu. Satisfeito?

ㅡ Meu ômega nasceu com um problema de audição e desde criança ouvia apenas cinquenta por cento da audição, mas nos últimos meses ele foi perdendo cada vez mais e agora não consegue ouvir nada, nesse tempo eu estive estudando libras para pedir ele em casamento, tenho medo da resposta então pedi a opinião do Jimin antes já que vou embora do acampamento amanhã. Desculpe se deu a entender que eu queria algo com ele.

ㅡ Ah, droga. Eu que te devo desculpas, eu sou um idiota e ver você ajoelhados eu pensei em dezenas de coisas então… Me perdoe, eu não quis te machucar.

ㅡ Tudo bem, eu entendo, fazemos de tudo para não perdermos quem amamos. ㅡ Jungkook se desculpou mais uma vez com Seojun e derem um aperto de mãos em nome da paz. Após aquele episódio eles voltaram para o lago onde todos os esperavam preocupados já que eles não estavam ali.


[...]


Já estava anoitecendo, todos já haviam tomado banho e agora estavam conversando ou jogando um jogo de tabuleiro, Jimin estava em seu quarto com Tae conversando quando ouviram batidas na porta, era Jin com os sapatinhos que o ômega havia pedido.

ㅡ Fiz o sapatinho, e dei um toque de amor para dar certo. Boa sorte. ㅡ Entregou os sapatinhos, pequeno e fofinho.

ㅡ Obrigado. ㅡ Agradeceu, mas antes do mais velho sair, o ômega segurou o pulso dele. ㅡ Jin... M-me desculpa por mais cedo, não foi minha intenção falar aqui para você, e eu concordo que tenho que dar um pouco de liberdade para o Jae pois não quero que ele cresça sem saber lidar com o mundo lá fora, eu gosto muito da forma que você educa suas crianças e não tenho nada que me intrometer falando sobre sua criação, me desculpe mesmo.

ㅡ Oh, tudo bem, Jimin. ㅡ Sentou do lado dele o abraçando. ㅡ Eu sei que você não falou por mau, só foi preocupação. Além disso, eu pensei bem e acho que eu tenho que manerar um pouco a batata frita, não quero que eles tenham algum problema na saúde por comer demais, obrigado por ter me dado aquela lição.

ㅡ Eu também quero um abraço. ㅡ Tae fez um biquinho fofo e os dois ômegas o abraçaram forte também. Nada melhor que um abraço para melhorar as coisas.

Depois da reconciliação dos amigos, os ômegas foram cuidar de seus filhotes. Jimin deixou os sapatinhos no criado mudo e foi buscar Jae no quarto das crianças para dar banho nele e aproveitar para tomar seu banho também. Depois de brincarem bastante com as bolhas de sabão eles saíram do banheiro ambos com seus roupão de banho e se vestirem com roupas de frio já que do lado de fora ventava um pouco frio.

Agora estavam limpos, cheirosos e bonitos. Após o banho seu pequeno voltou para o quarto das crianças onde brincava em cima da cama. Jimin continuo no quarto passando um creme hidratante em seu corpo, passava o creme em seus braços quando sentiu alguém lhe abraçar por trás depositando um beijo na curvatura de seu pescoço o deixando um pouco arrepiado. O ômega se virou de frente ao alfa e passou seus braços em volta dele dando início a um beijo quente e molhado, devagar o maior foi deitando Jimin na cama sem separar as bocas ficando entre as pernas dele. Em um movimento rápido Jimin inverteu as posições ficando por cima.

ㅡ Vamos no chalé hoje depois do jantar? ㅡ O ômega disse se sentado no colo do alfa com suas pernas de cada lado em volta do corpo grande e musculoso do maior.

ㅡ F-fazer o que lá? ㅡ Perguntou receoso. Sua expressão parecia de pânico. ㅡ Podemos ficar aqui mesmo, não? Comemos e depois jogamos com os meninos. Espera… Você não tirou aquela sua ideia de ter outro filho da cabeça né?

ㅡ Não, e não vou tirar enquanto eu não conseguir. Para de ser chato vai. Ou quer ficar de greve por… Um mês?

ㅡ Quanta maldade, Jimin. Mas saiba que eu descobri o seu plano de fazer uma simpatia para engravidar, uhn? E quando você saiu para tomar banho eu escondi bem escondido eles, você não vai pegar. ㅡ Riu deixando o ômega de boquiaberta. Jimin olhou rapidamente para o criado mudo e viu que os sapatinhos não estavam mais lá. ㅡ Eu achei bonitinho então vou deixar guardado para não estragar.

ㅡ Como você descobriu?

ㅡ Eu sou esperto, meu amor. Mas de qualquer forma iremos no chalé, eu quero matar a saudade que sinto de você, daquele jeito. É horrível ficar mais de duas semanas sem tocar esse seu corpinho do jeito que eu gosto culpa daquele trabalho. Tudo bem?

O ômega revirou os olhos saindo de cima do maior, agora seu plano havia ido direto para o ralo, o que faria? Não tinha mais nada em mente no momento para colocar em prática.

Após a conversa de ambos, Jungkook foi tomar banho e Jimin foi para a sala de estar onde as crianças assistiam um filme de animação, os alfas ali faziam o jantar enquanto os ômegas estavam sentados na mesa conversando enquanto esperavam a comida ficar pronta. O ômega se juntou a eles.

ㅡ Aish! Jungkook descobriu o meu plano dos sapatinhos, ele pegou e escondeu de mim. ㅡ Comentou para os ômegas ao seu lado que ficaram surpresos.

ㅡ Mas como ele descobriu? Não era só nós que sabiamos? ㅡ Jin perguntou enchendo a boca de bolinhos feito pelo seu alfa como lanche. Jimin deu de ombros balançando a cabeça, não sabia como ele havia descobrido já que isso estava apenas entre os ômegas.

ㅡ Fui eu. ㅡ Yoongi disse tendo atenção de todos na mesa. ㅡ Desculpa, eu sem querer ouvi a conversa de vocês então disse para ele, mas eu pensei que ele já sabia já que estão com dificuldades de engravidar.

ㅡ Não estamos exatamente com dificuldades, é ele que insiste que não quer outro bebê. ㅡ Disse e Yoongi pareceu nervoso de repente olhando para os lados enquanto mordiscava o lábio inferior. ㅡ Você sabe de alguma coisa?

ㅡ N-não. ㅡ Coçou a nuca.

ㅡ Min Yoongi. ㅡ Taehyung disse firme fazendo o alfa apertar os punhos se rendendo.

ㅡ Olha é coisa pessoal de vocês e eu não quero que saiba por mim, eu prometi a ele que não contaria. Agora se quiser saber pergunte a ele porque eu sou um túmulo. ㅡ Fez um gesto como se zirpasse sua boca e se afastou voltando a cozinhar, estava quase pronto.

ㅡ Eu sabia que tinha algo aí. ㅡ Murmurou. Já sentia que Jungkook escondia algo, só não imaginava o que exatamente era. Mas iria descobrir, custe o que custar ele iria descobrir o que Jungkook anda escondendo.

Ele permaneceu ali na mesa até o jantar ficar pronto, todos se reuniram para comer enquanto falavam sobre coisas aleatórias. O jantar foi calmo, Jungkook mau podia esperar para sair dali e ficar a sós com o seu ômega, já Jimin pensava em dezenas de coisas que seu alfa poderia estar escondendo de si, ele estaria traindo Jimin? Não, ele não faria isso, ou faria? Eles tinham uma história juntos, um filho, não podia fazer isso sem mais nem menos. Seria horrível. Na tentativa de afastar aqueles pensamentos ruins balançou a cabeça voltando para a realidade.


[...]


ㅡ Vão sair? ㅡ Jae perguntou ao ver que seus pais estavam se arrumando demais.

ㅡ Sim meu bem, nós dois vamos... Passear um pouco. ㅡ Jimin disse enquanto ajeitava o cabelo.

ㅡ Posso ir junto? ㅡ O garotinho perguntou novamente, Jimin ficou de joelhos para responder a ele.

ㅡ Uhn... Não, está fazendo muito frio lá fora então é melhor você ficar aqui dentro onde é bem quentinho. ㅡ Dessa vez quem disse foi o alfa passando a mão nos cabelos do filho.

ㅡ Então por que vão passear lá fora que está frio? ㅡ Perguntou fazendo o pessoal sorrir pela fofura e esperteza do menino.

ㅡ Eles vão sair pra olhar as estrelas Jae, papai Jin sempre sai assim a noite com o Jack e deixa eu e meu irmão com o papai Nam. ㅡ Nini, a alfinha de Jin disse fazendo Namjoon com dúvidas, quem era Jack?

ㅡ Quem é Jack?

ㅡ Jack, nosso cachorro Namjoon.

ㅡ O nome dele não era Jerry?

ㅡ Quem coloca Jerry como nome de cachorro Nam? Aí Deus.

ㅡ E por que eu não posso olhar as estrelinhas também?

ㅡ Filho...

ㅡ Eles vão buscar seu irmãozinho ou irmãzinha que está esperando eles lá nas estrelinhas Jae. ㅡ Yoongi disse simples recebendo um tapa de Taehyung. ㅡ O que gente? Não é verdade?

ㅡ Eba! Trás um irmãozinho, porque se for menina ela vai querer brincar de casinha comigo. Correm, ele está esperando. ㅡ Apressou os pais que riram.

ㅡ Jin você pode colocar ele na cama para mim por favor? ㅡ O ômega mais velha assentiu. ㅡ Boa noite meu garotinho, papai volta amanhã  bem cedinho. ㅡ Abraçou Jae e Jungkook fez o mesmo desejando uma boa noite para seu filho e para os amigos.

O casal saiu de mãos dadas e com ajuda da lanterna que haviam pego ainda na casa pegaram a trilha que dava direto ao chalé. A noite estava estrelada e aquela brisa de vento deixava tudo mais bom, uma noite perfeita para se fazer um bebê. No caminho eles davam risadas de coisas bobas e ora ou outra falavam  coisas um pouco ousadas um para o outro. O caminho não era muito longe então levaram em média dez minutos para chegarem, de longe deu para ver o chalé rústico.

Ao entrarem dentro dele, ligaram as luzes e tiraram os sapatos os deixando ali no canto mesmo. Estava só mesmo jeitinho desde a último vez que haviam ido ali anos atrás, os móveis nos mesmo lugares, a lareira a frente que logo seria acendida, era como se tivessem voltado ao tempo. E as lembranças dali também voltaram, os momentos quentes que viveram ali.

ㅡ Nossa, continua do mesmo jeito desde a última vez que vienhemos aqui. ㅡ Jimin disse sorrindo, era bom estar ali de volta. ㅡ Lembra quando transamos ali no tapete? E no sofá?

ㅡ Acho que transamos em todo canto. ㅡ Riu abraçando o ômega por trás. ㅡ E essa noite vamos repetir tudo. ㅡ Distribuiu beijos pelo rosto de seu ômega que apenas aproveitava o carinho.

Jungkook virou Jimin fazendo ele ficar de frente para si e pegou ele nos braços, o menor entrelaçou suas pernas em volta da cintura do alfa enquanto mantia o ósculo gostoso. Com cuidado o alfa foi caminhando para o quarto, em seus planos estava transar primeiro no quarto e depois na sala afim de aproveitar cada minutinho. Assim que se deparou com a porta abriu ela e deitou Jimin na cama grande o aconchegante. Suas mãos ágeis desceram para a barriga do menor onde adentraram por de baixo da camisa, as pontas dos dedos do alfa deslizavam ali causando arrepios no ômega, logo arrancaram aquele peça do corpo dele a jogando em um canto do quarto, a boca de Jungkook foi direto para os mamilos do ômega chupando e passando a língua em volta.

O ômega pegou os cabelos dele puxando de leve para poder sentir mais daquela sensação, era tão gostoso, como poderiam ter ficado semanas sem algum contato mais íntimo assim? Após chupar seus mamilos ele fez uma trilha de beijos em seu corpo até chegar no cós da calça de Jimin, sem cerimônia tirou a calça dele junto a sua boxer, e então abocanhou o membro de seu ômega arrancando um gemido manhoso dele, lambia cada centímetro lentamente para provocar o menor  e estava conseguindo, o ômega estava desesperado a procura de movimentos mais rápidos então mexia sua cintura estocando a boca do maior. O alfa lambeu bastante a glande dele o deixando cada vez mais com tesão, mas logo finalizou dando uma lambida em seu membro.

ㅡ Espere um minuto, eu deixei as coisas na sala. ㅡ Disse se levantando rapidamente da cama e indo para sala buscar os itens deixando o ômega já ofegante na cama. Assim que ele voltou deixou as embalagens de camisinha em cima da cama ao seu lado junto ao lubrificante. ㅡ Me chupa, meu ômega, pois não vejo a hora da melhor parte chegar.

Ambos inverteram as posições deixando agora o ômega por cima, ele tirou todas as roupas do alfa e foi direto para o membro dele já duro de tesão, com certa pressa Jimin colocou todo o comprimento dele em sua boca pequena, o chupava todo como se sua vida dependesse daquilo. Sua língua desceu pelo pau dele até chegar em seus testículos onde os chupou sentindo o peso deles em sua língua, subiu devagar e o levou todo em sua boca novamente. Sentindo que o alfa logo gozaria ele parou os movimentos com a língua dando um beijinho na glande dele sorrindo sapeca.

Em um movimento rápido Jungkook ficou por cima beijando com certa rapidez Jimin enquanto pegava o lubrificante para preparar o ômega. Abriu o vidrinho viscoso e despejou um pouco na ponta de seus dedos, passou um pouco na entradinha de Jimin e enfiou dois dedos de uma vez arrancando um gemido alto de Jimin que arqueou a coluna, os dedos dele entravam e saiam com facilidade, sem avisos prévios ele enfiou outro deixando a entradinha de Jimin bem mais abertinha para recebê-lo. Quando percebeu que o ômega já estava preparado, pegou o preservativo e abriu, estava com pressa e não aguentava mais esperar, assim que conseguiu abrir colocou em seu membro e penetrou Jimin, ambos gemiam alto.

Foi nesse momento que uma luz acendeu na cabeça de Jimin, camisinha, se queria um bebê era só furar a camisinha sem Jungkook perceber e pronto, quando fossem usar os bebês de Jungkook estariam a caminho. Como não havia pensado em algo tão simples desde o começo?














Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...