1. Spirit Fanfics >
  2. Férias em Paris >
  3. Dúvido

História Férias em Paris - Capítulo 27


Escrita por: Arlequinaforeve

Capítulo 27 - Dúvido



- Dúvido, é impossível saber TUDO sobre uma pessoa. 

- Sou seu namorado, vai mesmo entrar nesse jogo comigo Hugo ?

- Vou!

- Você é um idiota Piason.

- Calado Raphael, manda ver flor da minha vida.

- Seu aniversário é quinze de maio, você tem 1,86 nasceu em Chicago. Sua mãe trabalhava para a aeronáutica e você viveu em um orfanato dos quatro até os dois anos e meio. Você é obssecado por torta e não surporta as músicas jazz que por alguma razão a Marian está viciada, sua cor preferida é vermelho e você diz que é por que é a cor símbolo de Ares mas é mentira,  é porque sua mãe só usava batom vermelho e você odeia o ano novo porque não gosta dos barulhos de fogos. Você chorou assistindo Ghots o outro lado da vida, Titanic, A culpa é das estrelas e Como eu era antes de você, tem um crush no Sebastian Stan e seu número da sorte é 206. Eu sei que você dorme abraçado com um ursinho porque não gosta de dormir sozinho, não tem noção de espaço e você tá tentando aprender espanhol, francês e japones pra entender melhor quando a gente surta e "esquece" o inglês. Você coloca a mão no rosto da gente pra ter certeza que estamos respirando, confere o Rapha duas vezes por causa da asma e presta atenção na respiração dele com mais frequência que o Will e os instintos médicos dele. Você sabe as dadas mais importantes sejam positivas ou negativas de todos nós, usa meu perfume nos dias de prova na faculdade porque na sua cabeça da sorte, você franze o nariz quando tá confuso...é fofinho. Você só levou aquelas plantas pro chalé de Ares pra provar pro Sherman que você consegue cuidar de uma criatura viva, mas se esquece que você já cuida da gente. Devo continuar ou já tá bom !?

- Tá...okay você venceu. 

- Viu !? Sei sua vida todinha.

- Eu também sei. - Diz o filho de Ares empinando o nariz.

- Claro que sabe. - Lótus sorri beijando o nariz do namorado.

- Você é tipo uma mãe.

- Me chama de mãe de novo e eu te dou um soco Raphael.

- Você tenta, mas de bad boy você só tem a fama Piason. Você é um ursinho carinhoso.

- Lótuuus, olha o Raphael me zuando.

- Mas é verdade amor.

- Não é não, eu sou bad boy sim.

- Falou o cara que tem um ursinho chamado Billy.

- Até tu Nicolas !? E não fala mal do Billy, é uma das únicas coisas que eu tenho da infância...e é um coelho tá legal !?

- Claro...bad boy. 

- Até você flor da minha vida !?

- Não resisti, mas ainda te amo. - O filho de Íris sorri beijando o namorado.

- Ai que ótimo, estamos de vela Nic. 

- Porra Raphael, não estraga o clima. Lótus eu vou bater nele.

- Tudo normal por aqui. - Murmura Nicolas rindo.

- A gente ainda vai sair ? - Pergunta Hugo deitando a cabeça no colo do namorado.

- Lógico, tem um jardim botânico bem legal.

- A gente não vai num jardim botânico Raphael.

- E você quer fazer o que Hugo !?

- Vamos num parque de diversões ué, montanha russa... tirolesa ou...alguma coisa bem legal.

- Tanto faz.

- Ou a gente faz um pouco de tudo e geral sai feliz. - Surege Lótus.

- Serve. - Dizem Rapha e Hugo ao mesmo tempo.


***


- Chris...

- Uh !?

- Por que você tá sentando assim ?

- Assim como ?

- Esquisito.

- Nada...

- Christopher.

- Então...eu e o Charles meio que...

- VOCÊ DEU PRA ELE ?

- Isso, grita mais alto Clarisse.

- Foi mal...caralho...ele é tão bom assim!? Quer dizer, te deixou sem poder sentar.

- Clarisse. - Diz o mexicano totalmente corado.

- Caralho nem pra me chamar.

- Você tá na rua com a Silena...a gente conversou e ai, acabou rolando.

- Foi bom ?

- Não ta brava né!?

- Não, tô curiosa.

- Foi.

- Ele te pagada ?

- Sim.

- É melhor que eu ?

- Jamais, mas foi tão bom.


Clarisse sorri maliciosa e puxa o namorado pra um beijo rápido e afoito.


- Então eu vou conseguir um ménage afinal ?

- Provavelmente.

- Legal.


***


- Não...

- Sim.

- Não.

- Pode acreditar.

- Não, de jeito nenhum. Nem fudendo.

- Tem até vídeo. - Diz Apolo deitado no sofá do escritório de Hades.

- Apolo...não tá ajudando.

- Ih, foi mal.

- Eu...eu fiz tudo isso ?

- Sim.

- E você deixou !? Hades seu filho de puta.

- Primeiro, não fale assim da mamãe afinal ela é sua avó. Segundo, achei que talvez...a quer saber que eu queria ver o circo pegar fogo no começo okay !? Mas quando você começou a falar do Zagreu eu tentei te conter, mas você continuou falando e falando. E no fim, talvez tenha sido bom jogar tudo isso que estava acomulado Pra fora Sef. 

- Santa hipocrisia em Hades.

- Cala a boca Apolo, não vamos falar dos meus problemas e pesares acomulados agora. E você também está sendo hipócrita.

- Touché.

- Eu não acredito que eu fiz isso.

- Pois fez, tá no grupo dos deuses já, bombando. - Apolo vira o celular para a ruiva ver. - A maior fofoca dês de ontem, tá rendendo até agora, ih...tá no Instagram e no site de fofocas da Éris.

- Ai que ódio.

- Relaxa Sef daqui a pouco outra fofoca vem pra abafar.

- Mas certeza que a vadia da Afrodite, a cachorra da Hera e a desgraçada da Despina não vão me deixar esquecer.

- Provavelmente.

- APOLO. - Repreendendo Hades.

- Foi mal foi mal.

- Eu me odeio.

- Vai ficar tudo bem querida.

- Ih rapaz, mentira que Nêmesis catou a Tique... chocado. Sef boas notícias, um babado quente pra encobrir seu mico histórico.

- Oh glória, agora conta tudo.



Hades revira os olhos se jogando em sua cadeira. 



- Eu mereço. Só posso ter salgado a ceia de Urano. 


***


- SEIS, CORNO. - Grita Nico jogando batendo com as cartas na mesa. 

- TRUCO FILHO DA PUTA.  -  Responde Percy subindo na cadeira.


Annabeth que estava sentada no sofá tirou os olhos do livro e olhou pra Will.


- Devemos...

- Não, deixa eles. - Diz Will rindo.

- Tem razão, não vale a pena.

- O bom de jogar truco é que você pode xingar a vontade. - Comenta Bridegt colocando os pés na mesinha. 

- Isso é bom !? - Questiona Jason rindo.

- Com certeza superman.

- Okay né.


***


- Jolly, Jolly... - Armedisa estala os dedos na frente do rosto do italiano. - JOLLY.

- Ah, que !? 

- Pare de babar, ta feio já cara. - Diz Léo rindo. 

- Eu não tô babando.

 - Mas não vai demorar muito querido, parece que tá...hipnotizado. - Reia sorri passando a mão nos cabelos do loiro.

- Não se pode julgar, meu irmão é gatinho e...okay aquela bunda é um pequeno pecado. 

- É... - Diz Jolly vendo Keith e Matheus dançando, mas pra ele só existia o filho de Hefesto. - pecado...


O corpo do filho de Hefesto descia e subia, a cintura "mole" deixava os movimentos soltos e vê sensuais. 


- Cuidado pra não ficar animado bem na varanda. - Léo ri do italiano, mas estava mais ou menos na mesma situação. Porque vamos lá, a prole de Poseidon era uma tentação e tanto. 

- Okay. 


***


- Por que você não usa...não sei...talvez um rosa ou outra cor ? 

- Porque eu sou o Batman, eu não sou a Peppa, não sou a Barbie. - 

- Isso faz de mim o que !? O Robin ? - A filha de Hades diz rindo. 

- Então eu sou a Aquagirl. - Diz Nina empinando o nariz e colocando as mãos na cintura.

- Pode ser, as melhores super heroinas do CHB. - Diz Thalia rindo.


***


- Eu nunca mais...nunca mais vou numa montanha russa na minha vida. - Diz Nic sentando num banco. - Tá tudo girando. 

- Isso não foi divertido...ai minha labirintite.

- Raphael. - Diz Lótus segurando a risada. - Você não tem labirintite.

- Ah é. 

- Eu vou vomitar. - Diz Hugo escorando no banco. 

- Vocês são muito fracos, eu iria de novo. - Lótus revira os olhos rindo.

- Aquilo definitivamente não é uma montanha russa normal, e eu tenho certeza que aquilo não estava na velocidade padrão. Só faltava um palhaço aparecer do inferno pra completar a noite. - Resmunga Nic cruzando os braços.

- Boa noite. Tem horas ?

- AH. - O filho de Despina levanta quase caindo. 

- Ele tá legal ? 

- Ele supera, são nove e meia. - Diz Rapha abraçando o namorado.

- Ah, obrigado. Americanos !? 

- Não exatamente. - Diz Hugo dando de ombros. - Pelo menos eu sou. 

- Boa, eu também. Tchauzinho, e pra você menino bonitinho. - O palhaço sorri e tira uma florzinha entregando pro brasileiro.

- O-obrigado. 

- Boa noite meninos.

- Boa noite.

- Bom...ele não era tão ruim. - Diz Nico ainda tremendo um pouco.

- Quem é você e o que fez com o Nic ?

- Não tem graça Lótus.

- As vezes tem snow prince.

- Engula esse snow prince Hugo Piason, só eu chamo ele assim. Eu não saiu por ai chamando o Lótus de flor da minha vida.

- Tá tá.

- Vamos bater perna ? - Pergunta o filho de Íris pulando nas costas do namorado. 

- Vamos, quero ver mais de Paris. A cidade luz fica tão bonita de noite. - Diz Rapha deixando o namorado subir nas suas costas também.

- Eu era bem pequeno quando conheci Paris. 

- Quando foi que você deixou de ser pequeno Nic ?

- Me deixa Hugo, eu não sou baixinho. Tenho 1,72.

- Pra alguém que tem vinte anos, é sim. 

- Poxa até você Rapha.

- Seguinte, nós não somos baixinhos, vocês são muito altos.

 - Baixinhos. - Cantarola Hugo e Rapha ao mesmo tempo.

- Chatos. - Dizem os outros dois, emburrados.



Os quatro passaram a noite andando,  conversando e rindo pelas ruas de Paris.



 Até Armedisa ligar surtando por eles terem sumido. 





















Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...