História FÉRIAS INESQUECÍVEIS COM JAY PARK. - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias GRAY, Jay Park
Visualizações 681
Palavras 1.068
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Festa, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


CAPITULO 3.

Capítulo 3 - "COISAS DE ADULTO".


Fanfic / Fanfiction FÉRIAS INESQUECÍVEIS COM JAY PARK. - Capítulo 3 - "COISAS DE ADULTO".

Coloco o celular de baixo do travesseiro e olho pra janela, tinha que dá essa chuva hoje, não consigo dormir sozinha, quando dá uma chuva dessas, o Jay...não dá pra eu dormir com ele, vaia saber que quando eu estiver dormindo ele vai ficar passando as mãos em mim. Tento fechar os olhos e dormir...não consigo, porque medo dos trovões?! não sei, vou pra cozinha pegar um copo d´agua, abro a porta, dou uma olhada na sua porta, está fechada...desço pra cozinha, pego o copo e abro a geladeira, tiro a jarra e coloco, tomo. Quanto relâmpago um atrás do outro. Coloco o copo na pia e me viro.

Você: Ai! Aigoo, porra Jay! – coloco a mão no coração –

Jay: - dou risada – desculpa, eu não sabia que você ia se assustar desse jeito.

Você: Porque levantou?

Jay: Ouvi um barulho, sabia que era você. Não devia ficar descalça nesse tempo. 

Você: Ok, eu já vou indo me deitar.

Jay: Não quer ir dormir comigo, eu sei que você está com medo de dormir sozinha. – vamos priminha vai ser bom agente dormir juntos –

Você: Ah...não sei não.

Jay: Vamos – pego ela no colo –

Você: Ai! De novo, você gosta de fazer isso... – dou risada –

Jay: Uhum – dou risada –

Ele está subindo as escadas com eu no seu colo, estamos indo pro quarto dele...acho que não tem nada dormir com ele, ele é meu primo. Só vamos dormir nada de mais, isso é o  que passa na minha cabeça.

Jay: - A minha priminha em meus braços...indo pra minha cama, eu sempre quis isso, aqui estamos...abro a porta e desço ela – tem preferência de lado na cama?

Você: Não – deito do lado da cama que está arrumado, ele deita ao meu lado, puxa a coberta e cobre os nossos corpos, ele olha pra mim e sorri...o que passa na cabeça dele…

Jay: Chega mais perto – puxo seu corpo mais pra mim – eu não mordo, a não ser que quer ser mordida, ela faz uma expressão assustada -brincadeirinha – sussurro –

Você: O que você conversou com o Baek- So-Jo?

Jay: Nada demais. O que ele disse?

Você: Coisas de adulto.

Jay: “Coisas de adulto” – dou risada – com certeza ele deve ser um virgem, ele só disse isso?

Você: Só. Um outro amigo meu o Takumi, vai dar uma festa...eu queria ir.

Jay: Quando?

Você: Amanhã, são só 10 quarteirões, antes da minha casa.

Jay: Ok, vamos.

Você: Você vai junto?

Jay: Qual é o problema, talvez eu curto esse tipo de festa, sem “coisas de adulto”.

Você: Então é pra isso que serve aqueles quartos?

Jay: Sim.

Voce: Mas pra que trancar?

Jay: … - a encaro – …

Voce: Tem outras coisas lá a não ser uma cama?

Jay: Talvez.

Voce: Não vai me contar, o que tem lá dentro?

Jay: Não.

Voce: Porque não?!

Jay: Porque não é da sua conta, saber o que tem lá dentro!… - acho que peguei pesado, ela me olha com um olhar triste – desculpa…não me faça de novo essa pergunta.

Você: - Ok, mas isso me deixa mais curiosa de saber o que tem lá dentro, vou fazer outra pergunta, espero que ele não fique bravo – Você gosta de festas de “coisas de adulto”?

Jay: Gosto, é divertido é o que eu sei fazer de melhor. – porque não partirmos pra fazer outra coisa…agora, odeio esses tipos de pergunta! –

Você: Você da direto esse tipo de festa?

Jay:  - Jay, cala a boca dela agora! Respiro fundo – Só quando estou com vontade… mas você está aqui pra saciar a minha vontade.

Você: Eu...saciar o que? – aigoo ele está falando sobre o que... “aquilo” acabo corando –

Jay: - Não acredito que pode ser tão inoscente…- Você está na minha cama...só com calcinha debaixo dessa camisola, em questão de segundos, eu posso, rasgar esse tecido do seu corpo – pega leve Jay, ela é sua prima. Ninguém vai saber se eu fizer algo com ela. Ela se mexe na cama incomodada, acho que ela sabe muito bem o que eu quero fazer, acho que falei agora a sua língua –

Você: Eu vou no banheiro – tiro a coberta e levanto –

Jay: Pode usar o meu. – ficou incomodada priminha? Sorrio –

Você: - entro dentro do banheiro, não tem chave! eu ia me trancar, calma S/n...volta pra lá e ficar quieta, só ouve, não faz nada, abro a porta, deito na cama fico de costas pra ele, sinto a coberta, e uma das suas me puxa pela cintura, sinto a minha bunda encostando em seu membro, engulo em seco. Ele começa a mexer no meu cabelo, suas mãos passam pelo meu pescoço, desse pra a alça fina da camisola, puxando pra baixo, quase expondo os meus seios.

Você: - me mexo, estou sentindo algo…muito bom, eu nunca senti isso, estou excitada pelo meu primo!? -  

Jay: A priminha eu quero me enterrar em você. – A respiração dela está acelerada. Ela mantém certa cautela, mas está excitada, ela não vai conseguir me resistir –

Você: O que está fazendo comigo? – minha voz saia com um puro desejo –

Jay: - está dando certo, puxo ela com que fique com as costas no colchão e subo em cima dela, ela me olha confusa –

Você: não quero fazer isso.

Jay: - ela está me rejeitando. Eu me inclino para beija-la com firmeza, moldando os lábios dela nos meus, ah, que boca gostosa, ela retribui o beijo, ela é suave, doce e desejosa, mas ela para, não está tão bom agora –

Você: Por favor para, você não é meu primo?!

Jay: Sou, o que que tem?

Você: Isso é errado.

Jay: Que se foda que isso é errado.

Você: Não. Eu vou pro meu quarto, sai de cima de mim.

Jay: Não, fique eu não vou fazer nada com você, se você não quiser… Vamos dormir.

O que acabou de acontecer! Meu primo me beijando, eu o beijei, a gente poderia ter transado agora...isso é errado, acho que ele não está bravo, ele está agarrado em mim, vou dormir que essa noite, foi demais, acabo dormindo.

Jay onn.

Ah minha priminha, você me deixou com mais desejo, de eu transar com você, puxo mais ela, gosto de sentir o seu corpo...tão perto de eu sentir ele todo...dentro dela…, poderia fazer isso agora, mas ela está dormindo...isso que é errado, transar com alguém que está inconsiente, amanhã é outro dia, eu não consegui hoje, talvez amanhã...  

Jay off.


Notas Finais


Espero que gostem ;D.O que será que tem nos quartos, que é tão secreto??? Deixem NOS COMENTÁRIOS.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...