História Ferida - Vondy - Capítulo 8


Escrita por: ~

Visualizações 29
Palavras 360
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Mistério, Romance e Novela, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Estupro, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 8 - Capítulo 8


Tinha ido naquela sexta-feira ao clube para me distrair delas, mas depois de longas horas, voltavam a me atormentar. Eu odiava não ter o controle das coisas. Sempre fui assim. Mas prestes a completar 38 anos de idade, sendo chefe de uma família rica e tradicional de Minas Gerais e o todo poderoso por trás dos negócios, me acostumei a ter as coisas do meu jeito. Quando algo me escapava, eu ficava pertubado com aquele roubos de gados  na minha fazenda. O último tinha acontecido há dois dias e terminou com a perda de 88 cabeças de gado e a morte de um dos meus empregados, Abel Silva. Depois de dois meses sem aquele tipo de problema e com o aumento efetivo da vigilância, pensei que não se arriscariam a outra incursão na fazenda, mas estava enganado. Ia aumentar o número de agentes naquela missão e me preparar melhor . Principalmente com armadilha para pegar definitivamente aquela gangue, pois agora já tinha se tornadodo uma missão pessoal. Irritado, saí da br-154 na altura de Capinópolis e a cidade praticamente dormia, com suas ruas completamente vazias. Não demorei muito por lá e logo atravessava Pedrosa e pegava a estrada principal que levava a Florada, cercada por dois lados pelos campos a se perder de vista e por árvores frondosas. Nenhum carro ou outro automóvel passava por mim indo ou vindo. O céu começava a se tingir de tons laranjas do amanhecer e eu acelerei mais,roncando o motor, sentindo o vento no rosto e no cabelo, compenetrado em dirigir, mas com o cenho franzido devido aos pensamentos que me enfureciam. O resto aconteceu e me pegou de surpresa. Logo após uma curva especialmente pronunciada, quando fui obrigado a diminuir a velocidade, me deparei com uma pick-up laranja velha e enferrujada mais á frente,atravessada  na estrada, barrando a passagem. Só tive tempo de frear poucos metros antes de bater nela quando me dei conta inconscientemente de que era uma armadilha. Foi tudo rápido demais e reagi por reflexos. Puxei minha pistola automática de seu lugar tradicional eencaixada sob meu banco exatamente no mesmo momento em que quatro homens pulavam na lateral ds estrada.


Notas Finais


Altas emoções chegando....Em breve terá encontro Vondy! 😍


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...