1. Spirit Fanfics >
  2. Fetiches >
  3. Sentimento azul

História Fetiches - Capítulo 9


Escrita por:


Notas do Autor


Eu tô dando meu máximo pra tentar explicar os sentimentos do Namjoon e do Yoongi... ;-;

Me ajudem ;-;

(Hoje tem o uso de velas, voyeurismo, exibicionismo, coleira, trela e humilhações, então se você se sentir incomodado-a peço que não leia)

Capítulo 9 - Sentimento azul



Yoongi o olhou perplexo, surpreso pelas palavras ditas. E, por falta de resposta, Namjoon se sentiu um completo idiota. 

Era óbvio que Yoongi não sentia o mesmo, eles estavam nesse rolo apenas por aprendizado, nada iria acontecer mesmo.

-desculpa... Só esquece. 

Fechou os olhos com força, porra, ele não iria chorar de novo, não mesmo!

 -O que você disse...?

-Nada, não é importante, esquece. 

Yoongi sorriu, dando a volta na cama para ficar cara a cara com Namjoon, se ajoelhou e, lentamente, o beijou. 

-Também te amo, meu idiotinha. 

-H-hyung...

-Vamos esquecer o que aconteceu na escola, ok? Vamos nos consentrar na nossa felicidade, ela sim é importante, amor. 

Dias se passaram, Namjoon já estava em casa, seus pais continuaram ali, o ajudando em tudo que podiam, e, mesmo sua mãe não gostando nada da sua relação com Yoongi, o Min sempre ia lá, sempre carinhoso e manhoso com o Kim mais novo. 

No momento, ele e o maior estavam deitados na cama, coladinhos num maior love, trocando beijos e carícias, quando o telefone tocou. 

Preguiçosamente, Namjoon pegou-o e atendeu. 

[-Namjoon, caralho!]

-o que foi, Hoseok..?

[-to aqui na sala, Jimin também tá aqui e a gente vai beber, sai desse quarto, pelo amor de Deus]

-... Sério? Você poderia ter vindo chamar aqui, né?

[-e correr o risco de ver você e Yoongi transando? Não, valeu. Anda, desce]

Desligou, bufando. 

-Quem era?

-Hoseok. Ele tá lá na sala com bebidas, vamos?

-serio isso...?

-Também não entendi. Vamos?

Levantou com certa dificuldade, 

-... Veste um short, por favor? Você nessa calcinha minúscula tá me atiçando!

Deu um tapinha na bunda do mais novo. 

-O-Oppa!!

-Ah, porra, Namjoon...

-Eu tô com saudade das cenas, hyung's... Quando vamos poder fazer de novo?

-Quando você melhorar, amor. Quero lhe levar para uma Play Party, sobre a responsabilidade de Taehyung, claro. Ainda somos de menor, não é seguro irmos sozinhos. 

-... Hyung, eu andei notando algumas coisas...

Falou enquanto se vestia. 

-eu só lhe dominei uma vez... Mas não perguntei se você gostou ou não. 

-Ah, eu gostei, Nam, bastante. 

Sorriu.

-Mas não é isso. É que... Não sei, as vezes parece que eu sou mais sub do que switcher. 

-O que está insinuando?

-... Será que podemos, sei lá, encenar com outra pessoa? Q-Quer dizer, eu não to incinuando que você não me satisfaz! Você é bom pra caralho me dominando!

Falou rápido. 

-Mas é que...

-Ja sei, você quer ser dominado por um Dom de verdade, não é?

-Desculpa... Eu só estou curioso, Hyung...

-... Não tem problema, eu vou estar junto, não? Também vou participar. 

-V-Você... Quer mesmo?

-Podemos tentar. Mas não vamos focar nisso agora, vamos lá pra sala com os meninos. 

...

As unhas curtas de Namjoon estavam cravadas em sua própria coxa, ele observava Jimin conversando animadamente com Hosoek e Yoongi, ele estava o analisando, sem nem perceber. 

Se perguntava se Jimin poderia ser o dom que satisfazeria ele e Yoongi, porém logo afastou os pensamentos ao lembrar de que ele e o Jung estavam tendo um caso. 

Agora, ele se sentia completamente envergonhado por pensar assim. Ele estava namorando Yoongi, seria fiel a ele, até o fim. Mas então por que se sentia assim? 

Como se algo tivesse faltando. 

Não em seu relacionamento, considerava tal coisa como perfeito, mas faltava algo nas cenas em que participava, parecia nunca estar cem por cento satisfeito, sempre queria mais e mais. 

Mas o que faltava? Nem ele conseguia responder. 

Gemeu de dor ao ver os arranhões em sua coxa, não tinha notado que os fizera. 

-Namjoon?

Os três olharam para si imediatamente. 

-Ei, o que aconteceu, cara? Tu ficou calado de repente. 

Hoseok foi o primeiro a falar, 

-Nada...

Respirou fundo, desviando o olhar. 

-Namjoon... Você está bem? De verdade?

Yoongi tocou sua bochecha. 

-h-hyung... Me desculpe... Me desculpe por não conseguir me sentir completo só com você... Me desculpe...

-o... O que?

-Eu te amo, Hyung, muito mesmo! M-mas não... Consigo... Eu sou um idiota, me desculpe... Não sou o suficiente pra você, me desculpe...

-... Como assim...? V-você...

Yoongi apenas resolveu parar de falar, associando aquilo com a conversa que eles tiveram no quarto. 

Respirou fundo, sério enquanto ia para a cozinha. Tempos depois, os pais do Kim saíram da casa, deixando os jovens sozinhos. 

-Não sou o suficiente para você, Kim? Então ótimo, Park, todo seu. O puna como quiser, eu não vou interferir. 

Empurrou-o contra o colo de Jimin, este que rapidamente entendeu o que foi dito e lhe segurou pelos cabelos. 

-Tudo bem, Suga, como quiser. Mas preciso saber da gravidade da situação para puni-lo. 

-Kim disse a mim que queria transar com um Dom de verdade, e agora, diz que não se sente completo comigo. 

Sentou-se no colo de Hoseok, este que apenas lhe olhou um pouco confuso. 

-Onde estão seus brinquedinhos, uh? 

-D-de baixo da cama... Numa caixa preta.... 

Jimin levantou, indo para o quarto do mais novo. Não iria pegar pesado, não o suficiente para piorar seus machucados, iria apenas assustar o Kim com sua primeira punição, até onde sabia. 

Voltou para a sala, segurando algemas, cordas, a mordaça gagball e a coleira, junto com a trela. Deixou os objetos no sofá e foi até a cozinha, voltando com um esqueiro, uma vela e uma bacia com água gelada e um pano dentro. 

Namjoon arregalou os olhos, assustado com aquilo. 

-Não era você que queria ser dominado por um Dom de verdade?! 

Jimin perguntou, rude, colocando a coleira em Namjoon, amarrando com a trela e puxando, o suficiente para apenas sufocar um pouco. 

-Anda, de frente pro Suga!

Namjoon rapidamente o fez, tendo cuidando com sua perna. Vendo a dificuldade, Jimin o colocou numa posição que não machucava ela, porém era desconfortável, já que agora, o Kim se apoiava somente em uma perna e em seus braços, já que a outra estava levantada, apoiada no sofá. 

-Sua palavra de segurança?

-Rock!

Apenas falou a primeira palavra que veio a mente. 

-Otimo, estale os dedos se precisar parar. 

Jimin o amordaçou-o, puxando a trela novamente, deixando-a nas mãos de Yoongi. Ascendeu a vela e, depois da cera derreter, derramou nas costas do Kim. 

Este que apenas arregalou os olhos, com um grito mudo de dor.

Jimin limpou rapidamente com o pano molhado, repetindo o processo até que a pele do maior estivesse com vários pontos vermelhos, queimados o suficiente para doer mas não para ficar marcado. 

Depois disso, o Park tirou a mordaça, estapeando sua bunda. 

-Vamos, me responda! Por que está sendo punido?!

-Por que...-tapa-Hm! P-Por que eu... Não me senti-tapa-s-satisfeito c-com o Yoon!-tapa-ahw!

-Só isso?

Outro tapa. 

A essa altura, Yoongi já rebolava em Hoseok, que tinha as mãos em sua cintura, Namjoon chorava por isso, por que sabia o motivo do Min estar fazendo aquilo a sua frente. 

-e eu-tapa-e eu pedi pra AH!-tapa-EU PEDI PRA SER FODIDO POR UM DOM! 

Gritou, num fio de voz. Seus braços perderam as forças, então ele caiu para frente, apoiando seu peso em seu peito e tronco, ficando ainda mais esposo para o Park atrás de si. 

A trela foi puxada novamente, Yoongi queria que ele visse, queria que Namjoon visse que ele também poderia se satisfazer com outra pessoa além de si. 

-Era isso que você queria, não era?

Namjoon fechou os olhos com força. Não era bem isso que ele queria. 


Notas Finais


Meu café acabou :")
Por isso que o capítulo acabou também :")

Vou fazer mais café kkkk


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...