História Fevereiro azul - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Tags Arctic Monkeys, Originais, R U Mine
Visualizações 25
Palavras 339
Terminada Sim
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico)

Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Olha, se você quiser ler ouvindo 505 ou Do I Wanna Know do Arctic Monkeys eu acho daora.

Capítulo 1 - Capítulo único


Eu sinto falta.

Sinto falta dos abraços apertados que você me dava antes de partir, e da intensidade daquele primeiro beijo que você deu em minha bochecha. Eusinto falta de cada sorriso genuíno que você me fez soltar enquanto me balançava com seus braços em volta de mim.

Você fez eu me sentir bem em meio aquele fevereiro azul que consumia tudo que restava das minhas energias. Você me ensinou a gostar de abraços e me mostrou como a música pode tocar a alma de uma pessoa. "É arte afinal." Você dizia.

Você fez eu me sentir verdadeiramente preocupada quando sumiu naquele feriado, e me fez perceber o quão bom é ter alguém que gosta de gostar de você, e então sentir o mesmo.

É isso, você me fez sentir. SENTIR. E eu te amei por isso.

Até que... Até que em algum momento tudo virou parte do cotidiano. Os mesmos abraços antes de partir (que iam perdendo a força e a intensidade conforme o tempo passava); as mesmas piadas que nem mesmo você gostava mais de contar, os mesmos "Bom dia" no mesmo horário ainda bem de manhã, as mesmas palavras repetidas várias e várias vezes que iam perdendo o significado.

Você queria algo que eu não queria até que as nossas ideias sobre o tal do "amar" não se conectavam mais. E então tudo que você me fez sentir não tinha mais sentido, não tinha mais sentimento. 

Nós não nos lembravamos mais das nossas "promessas de baixinhos" ou das nossas referências bestas a Arctic Monkeys (R Um Mine, Baby?). E em algum momento nossos dedos pararam de se encaixar, tal como nossas bocas, até que eu ao menos conseguia me lembrar da sensação de ter suas mãos em volta do meu pescoço. 

E então o "Nós" não existia mais.


Sabe, as vezes tudo que eu queria era te ver novamente pelos bebedouros nas manhãs quentes de segunda feira, mas nem tudo é como eu gostaria. Da mesma forma que eu adoraria que continuasemos a ser bons amigos, mas não acho que consigamos o fazer.




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...