1. Spirit Fanfics >
  2. Fic camren- How much can you take? >
  3. Capítulo 16

História Fic camren- How much can you take? - Capítulo 16


Escrita por:


Notas do Autor


Ft na capa é a caveira que tem na jaqueta da Skull W.
Espero que gostem.

Capítulo 16 - Capítulo 16


Fanfic / Fanfiction Fic camren- How much can you take? - Capítulo 16 - Capítulo 16

How much can you take. Capítulo 16.


"Você não pode fugir de si mesmo."


Pov autora.


Tommy- você tem uma arma amor, use-a.


Zayn- eu não posso.


Xxx- você sabe que quer.


Tommy- use-a e poderemos ficar juntos para sempre.


Tommy, que não passava de uma alucinação de Zayn se aproximou do garoto pegando em sua mão. Ele levou a Arma até a cabeça de Zayn.


Tommy- só você pode apertar esse gatilho.


Zayn- só eu posso.


Zayn pressionou a Arma contra sua pele buscando coragem para prosseguir.

Quando ele ia atirar Lauren arrombou a porta e foi correndo até o menino tirar a Arma de sua mão.

Lauren- porra Malik ficou doido?! O'Que pensa que ia fazer?!!!


Zayn- não… não. Cadê ele? Onde ele foi?!!!!!


Lauren- ele quem?


Zayn- Tommy!! Laur eu cheguei tão perto dele!


Lauren- quem é Tommy?


Zayn- isso é uma longa história.


Lauren- tenho todo o tempo do mundo, pode começar.


Zayn- Tommy é meu ex namorado. Eu namorei ele quando tínhamos 14 anos, meu pai descobriu tudo e matou Tommy… ele não suporta ter um filho gay e acha que matando todos os meus namorados isso vai mudar.


Lauren- você precisa de ajuda, não é normal ver seu ex morto. Você viu alguém mais?


Zayn olhos para o lado vendo o assassino mascarado pedindo silêncio.


Zayn- não eu só vi ele.


Lauren- vamos passar o dia juntos, o'que acha?


Zayn- eu tenho que fazer uma coisa mas você pode voltar para a escola.


Lauren- só se cuida cara.


Eles se abraçaram em forma de despedida e cada um seguiu seu caminho. Hoje era o dia que Zayn ganharia sua jaqueta e seria apresentado como novo membro da Skull W.



Angel- hoje recebemos um novo irmão! Ele provou sua lealdade e receberá nossos cuidados como membro dessa família!


Angel Whittaker a líder da gangue e mãe do Brian apresentava Zayn Malik para todo o resto da gangue.


Angel- Rapaz essa jaqueta traz grandes dificuldades. Está disposto a enfrentar cada uma ao nosso lado?


Zayn- sim.


Angel- ok então essa é sua, não faça eu me arrepender disso.


Ela entregou a jaqueta com o rosto de uma caveira para Zayn e ele a vestiu.


Depois de algumas horas Zayn decidiu que deveria ir embora.


Xxx-Zayn.


Essa voz tão familiar chamava seu nome, ficava ecoando em sua cabeça.


Xxx- você sabe o'que tem que fazer.


Zayn- me deixa em paz!!!!


Xxx- você quer que a dor pare? Hum?


Zayn- você não é real porra. Isso não é real.


Zayn novamente começou a bater em sua cabeça e sussurrar para si mesmo.


Xxx- é claro que você quer. Eu traumatizei você, você não faz ideia das coisas que eu coloquei no seu corpo Malik.


Zayn- socorro… socorro por favor…


Zayn sussurrou chorando.


Xxx- meu menino… pegue sua faca e acabe com isso.


Zayn- vai se foder nada disso é real.


Xxx- claro que é. Você tem muitos demônios e agora eu sou um deles.


Zayn saiu correndo para sua casa na esperança de não ter ninguém para que ele pudesse tomar seus remédios e dormir.


Xxx- você não pode fugir de si mesmo!!



A hora do primeiro encontro de Camila Cabello e Lauren Jauregui havia chegado. Lauren nervosa foi até a porta de Camila e apertou a campainha sendo recebida por Alejandro Cabello.


Alejandro- então você é a famosa Lauren Jauregui.


Lauren- sim senhor.


Alejandro começou a olhar para os lados e depois para trás de si mesmo.


Alejandro- bom não vejo nenhum senhor aqui.


Ele dizia sorrindo para a menina em sua frente.


Alejandro- me chame só de Alejandro, quando me chamam de senhor me sinto velho.


Lauren- claro Alejandro.


Alejandro- bem melhor! Camila já vai descer. Entre.


Alejandro sentou-se em seu sofá sendo acompanhado por Lauren.


Camila- estou pronta.


Camila desceu as escadas deixando seu pai e Lauren deslumbrados com a vista.


Alejandro- você está linda minha filha.


Camila- obrigada papai.


Alejandro- sua mãe te chamou na cozinha um pouco antes de você descer.


Camila- ok.


Camila saiu da sala deixando Alejandro e Lauren sozinhos.


Alejandro- olha Lauren você parece legal então vou deixar as minhas regras bem claras. Número um: nada de drogas nem bebidas, número dois: mantenha suas mãos para você e sua língua dentro da sua boca por favor, e por último mas não menos importante temos a número três… jamais, nunca mesmo quebre o coração da minha princesa, essa é a regra mais importante Lauren.


Lauren- nunc…


Camila- vamos lolo?


Lauren- claro camz.



Pov Camila.


Quando chegamos na lanchonete eu decidi quebrar o silêncio e perguntar oque tinha acontecido para ela ficar quieta o caminho todo.


Camila- oque meu pai fez?


Lauren- nada camz.


Camila- ah já sei!


Eu disse batendo na minha própria testa lembrando das regras do meu pai.


Camila- ele te contou as regras e depois te ameaçou com uma arma? Já disse para ele não fazer isso.


Lauren- bom... ele me contou das regras mas não me ameaçou.


Camila- então ele deve ter gostado de você. Não se importe com as regras do meu pai.


Eu disse chegando perto do rosto dela.


Lauren- admito que depois que você contou da ameaça deu um pouco de medo.


Camila- só relaxa…


Eu disse chegando ainda mais perto de seu rosto.


Lauren- mas seu pai é prefei…


Antes que Lauren pudesse terminar sua frase eu a beijei.


Pov Lauren.


Camila me beijou e não tive tempo de terminar minha frase.

No início fui pega de surpresa mas depois tratei de retribuir seu beijo, nosso beijo foi se aprofundando e ficando cada vez mais urgente, eu conseguia sentir o gosto do seu gloss, eu acho que o gosto é de… morango? É talvez.

Eu poderia ficar beijando ela pelo resto da minha vida mas infelizmente ainda preciso respirar, quando o ar começou a faltar Camila quebrou o beijo.


Camila- acabamos de quebrar a regra número dois.


Camila me disse com um lindo sorriso enfeitando seus lindos lábios.


Lauren- verdade.


Camila- e foi ruim?


Lauren- com certeza não.


Balancei minha cabeça levemente para afastar certos pensamentos e parar de olhar para os lábios da Camila.


Lauren- nós precisamos ir.


Eu saí do carro e fui mais rápida que a menor para chegar na sua porta antes que ela abrisse.


Camila- que cavalheira.


Lauren- eu realmente sempre quis fazer isso.


Nós duas fomos até a lanchonete brincando e rindo, nunca me canso de ver o sorriso dela.



Lauren- nós conversamos sobre tanta coisa mas você ainda não me contou sobre a ameaça de seu pai.


Camila- ele fez isso uma vez.


Ela disse começando a rir ao se lembrar do ocorrido.


Camila- ano passado eu tinha o baile anual de fim de ano para ir e nenhum menino tinha me chamado a semana toda… lembro que no último dia um menino me chamou e eu aceitei.


Ela mexeu em seu milkshake de banana.


Camila- o menino foi me buscar e meu pai contou as regras e depois pegou a antiga arma dele e ameaçou no menino!


Camila gargalhava e eu também gargalhava imaginando essa cena.


Camila- o menino ficou completamente assustado! Ele até desistiu de me levar ao baile.


Camila ria mais ainda.


Camila- meu pai ficou fazendo minhas vontades por quase um mês.


Lauren- ele é sempre tão super protetor assim?


Camila- sempre. Ele diz que eu sou uma princesa e nem todo mundo é digno de ter o coração de uma princesa. Mas agora me fala um pouco de você.


Lauren- hummm, deixe eu pensar aqui.


Lauren- bom somos só eu e minha mãe desde os meus 12 anos. Meu pai morreu em combate, eu sempre amei essa lanchonete graças ao meu pai. Jogo futebol para ganhar uma bolsa de estudos e sou péssima falando sobre mim mesma.


Camila- você foi bem.


Lauren- obrigada.



Lauren- quer pedir mais alguma coisa para comer?


Camila- não já está muito tarde.


Lauren-então melhor irmos pois eu não quero que seu pai me mate.


Pov Camila.


O caminho até a minha casa foi cheio de brincadeiras, eu e Lauren cantamos, tiramos fotos e ainda conversamos mais.


Lauren- chegamos.


Lauren saiu de seu carro para se despedir de mim. Sabe aquele momento que você não sabe se beija na bochecha ou na boca? Essa era a dúvida que parecia estar na cabeça de Lauren.

Abracei ela e depois roubei um selinho da mesma fazendo ela sorrir.


Lauren- seu pai está nos observando.


Camila- eu sei disso.


Eu lhe respondi e depois roubei outro selinho.


Camila- tchau lolo.


Lauren- tchau camz.


____________________________________




Notas Finais


Tentei fazer esse capítulo o mais amorzinho possivel kkkkk não sou boa com isso mas tentei (=
Espero que tenham gostado.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...