1. Spirit Fanfics >
  2. Fierrochase - sempre com você >
  3. Permita que eu fique

História Fierrochase - sempre com você - Capítulo 4


Escrita por:


Notas do Autor


Oiee galera. Me desculpa mesmo pela demora. Por conta dessa quarentena consequente ao covid-19, estou muito ocupada com os trabalhos da escola, já que os mesmos estão sendo dobrados. Aproveitem a história.

Capítulo 4 - Permita que eu fique


Fanfic / Fanfiction Fierrochase - sempre com você - Capítulo 4 - Permita que eu fique

                 

                     Pov: Magnus 


Alex caminha ao meu lado na rua. Estamos a caminho do espaço Chase, a antiga mansão de meu tio, mas que agora ganhou um propósito bem mais honroso: acolher crianças e adolescentes moradores de rua. 

Conforme ela caminha percebo que gotas  de sangue são deixadas pra trás. Acredito que tenham vindo de seu nariz, após socado por Bruce até se quebrar. Se eu pudesse massacraria aquele imundo. Bateria tanto em seu rosto que o mesmo se deformaria. Sei que isso não é o certo a se fazer, porém é essa a minha vontade. 

Continuamos o trajeto, e Alex aparenta-se  pior a cada instante. Claro, ela levou uma tremenda surra. Seu nariz se quebrou, seu estômago foi ferido e suas costelas foram  chutadas por aqueles enormes pés tamanho 46 de Bruce. Mas mesmo com todos esses ferimentos físicos, ainda acho que o que mais dói em Alex é seu emocional. Digo, ela foi humilhada... Trataram ela que nem lixo, como se não fosse nada. Como se fosse algo descartável, usado para se divertir, mas jogado fora depois.

Aproximo meu corpo do seu na esperança de pegar sua mão, mas ela se afasta delicadamente. 

— Agora não Magnus. Não quero que reviste minhas memórias. Espere apenas para que não sejam tão recentes na minha cabeça. Não quero revivê-las agora... — ela virou para mim e falou. 

— Não. Eu não ia te inspecionar. Só achei que talvez se déssemos a mão, você se sentiria melhor, eu digo... — espera, o que caralhas eu  estava dizendo? Para variar, me embaralho com as palavras. 

Incrivelmente, ela não tira sarro de mim. Ela olha para meu rosto e sem desfazer o contato visual, pega minha mão. Seus dedos estão trêmulos e gelados, por isso aperto mais forte. Como filho de Frey, só naturalmente mais quente, então utilizo isso para transmitir segurança à Alex, porém sem usar meus poderes para entrar em sua cabeça.  Como ela mesmo disse, não quer ninguém revirando esses acontecimentos tão recentes. 

Depois de mais alguns minutos andando, finalmente chegamos ao Espaço Chase. Graças à todos os deuses, hoje Sam e Blitz não trabalham, apenas Heart, o que facilita nossa entrada discreta. Pegamos a chave reserva que fica escondida entre as plantas da varanda e entramos. Já está tarde, então provavelmente todos já devem estar dormindo. E embora nosso barulho não acorde Heart, já que ele é surdo, não queremos que as crianças acordem, para não chamarem a atenção dele. 

Subimos as escadas e vamos em direção ao meu quarto. Ele é bem afastados, então não precisaremos nos preocupar em não fazer barulho. Entrando no local, Alex já retira seus tênis All Star rosas e caminha em direção à cama. Ela se deita do lado direito e fecha os olhos, me presenteando com sua imagem angelical. Eu vou em direção ao banheiro, pego minha toalha de rosto e a molho na torneira, torcendo o excesso de água. Volto para a cama e posiciono a toalha no nariz de Alex.

No começo ela se assusta e até reclama, mas depois que percebe que eu apenas quero  ajudá-la, se acalma. Ela olha para mim enquanto limpo seu rosto manchado com sangue. Uma de suas sombrancelhas se arqueam quando eu limpo o quanto inferior de sua boca. 

Volto para a pia e limpo a toalha, deixando que a água vermelha se tornar transparente aos poucos. Quando volto minha atenção para Alex, percebo que a mesma já retirou o colete verde e rosa, vestindo agora apenas uma camisa branca social. Quer dizer, quase branca, afinal a mesma está manchada de sangue. 

— Olha Magnus, eu realmente não sei como te agradecer. Você se meteu em uma furada quando tentou me ajudar. E o pior é que eu deixei. Me desculpe, de verdade. — Alex abaixa os olhos, quase como se estivesse envergonhada. 

— Alex, eu nunca deixaria aqueles idiotas te insultarem e te baterem  sem tentar reagir. Eu é que te deveria me desculpar por não ter dado uma surra neles. 

Nesse momento todo o meu mundo gira em torno de apenas uma pessoa. Alguém estremamente teimosa, determinada e com os pares de olhos heterocrômicos mais lindo que eu já vi. Alex Fierro é o meu centro agora.

Ela continua encarando meus olhos enquanto me abraça e diz: — Obrigada por estar aqui, Meggie. 

— Obrigado por permitir que eu fique — digo para uma Alex adormecida.







Notas Finais


Então gente, o que acharam. Me digam nos comentários. Um grande beijo necterizado!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...