História Fight Back - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Black Pink, EXO, Pentagon (PTG), TWICE
Visualizações 9
Palavras 828
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), FemmeSlash, Ficção, Hentai, LGBT, Luta, Romance e Novela, Saga, Terror e Horror, Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Cross-dresser, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 1 - The First Time,Hyunie


Fanfic / Fanfiction Fight Back - Capítulo 1 - The First Time,Hyunie


Jungkook Point Of View
 

Me Lembro muito bem dela...

Tinha os cabelos negros iguais aos meus,ultrapassava meu tom de palidez no inverno.o que     mais me lembrava era de seus olhos.Eles eram quase brancos......um azul claro de gelo,cristalino.Minha Irmã não era da mesma mãe...era uma bastarda.Minha mãe cuidou dela,pois tinha matado sua mãe,fato que eu fui descobrir muito tempo depois.
Hyuna nunca tinha se importado com isso,nem eu. Brincávamos,dançávamos e cantávamos juntos,ela tinha um problema...como os de crescimento,ela não conseguia crescer normalmente,mas nunca tinha chegado a ser uma anã,não tinha todas as características.

Uma das coisas que mais amava na minha irmã era ouvi-la cantar.Sua voz era diferente,não era normal,me lembrava....a voz da Amy Winehouse,talvez uns dois tons abaixo,mas sempre que ouvia Hyuna cantar me lembrava de Amy.

Depois que nos separamos em 2007....Minha vida nunca mais foi a mesma.Minha irmã era muito querida por mim,mas ela e eu tivemos nossas diferenças.As vezes penso que seria bom ter escolhido ter a impedido de sair para o mundo,mas não podia a parar...ela tinha se viciado ,como eu, em ouvir o som da bala perfurando a carne humana,estourando os miolos,o sangue se esvaindo,o mal indo embora junto da alma do infeliz que tivesse cruzado seu caminho.

A verdade era que eu a tinha transformado naquilo,ela era doce,feliz,meiga,odiava violência,ela era perfeita a todos os olhos,hoje ela se tornou perfeita somente aos meus.É ela amava dizer que isso já era o bastante.

Sorrio com as lembranças.

Nunca consegui trabalhar lado a lado com a minha irmã,ela dizia que poderia mudar nossa visão um do outro,e ela estava certa,creio que em uma rua escura,diante dela não gostaria de lembrar o que ela é capaz de fazer com uma pessoa usando somente um garfo.Ela era boa,eu que tinha a treinado,mas como dizem,pode ser o melhor professor,se não tentar ser o melhor aluno nunca vai conseguir executar muito bem a matéria que lhe és dada.

éramos somente nós dois
            éramos os donos da porra toda.

Mas deixamos de ser ''nós'' para sermos ''hyuna'' e ''jungkook'' ou melhor ''Killer Bunny'' e ''BadBunny''.Nossos dentes eram tortos e para frente...era o nosso charme.ou melhor,é o nosso charme.

Deixo a taça de vinho tinto na mesa,fitando a grande janela de meu escritório.Aquela chuva forte,típica na Alemanha,nessa época do ano me trazia boas memorias do passado.

-Jeon?
Me virei calmamente,fitando Jihyo. Minha melhor amiga,minha melhor arma,meu melhor suporte.Relaxo fazendo um gesto com a mão,pedindo para que continuasse.

-Acho que deveria ver o que E'Dawn encontrou nos computadores.

-Estou ocupado,Jihyo. Minha semana não foi muito boa,Daehyun me ligou novamente...disse que me amava e que não iria mais...

-Lhe por chifres?Espere,preciso riscar isso.

Sorri ladino,vendo ela pegar uma caneta,passando um traço diagonal sobre cinco riscos na parede,que estavam ao lado de mais 3 pares iguais a esse.

-Quantas vezes?12?

-14

Sorriu divertida me fazendo rir fraco.Ela conseguia me fazer rir de minha própria desgraça...ou nem tanto,não amava daehyun...so gostava de ter algo para me divertir que não tivesse nenhuma DST.

-Diga a E'Dawn que estou cansado

-Pensei que quisesse saber do paradeiro de Hyuna

Deixei a taça de vinho cair no assoalho de madeira,fitando o vidro se estilhaçar.
Hyuna era um nome que ninguém pronunciava naquela casa,além de mim,à muito tempo.

-Hyuna?E'Dawn Achou Hyuna?

-Venha

Me puxou pela mão,correndo para a segunda escada,que dava acesso ao sótão,escritório particular de E'Dawn.

Um dos cérebros e olhos mais importantes da facção...

            -E'Dawn,mostre á ele o que me mostrou

-Uh.....estava vasculhando no meu lugar preferido da Internet...

-Tirando o Xvideos da DeepWeb

            -Gostaria de não abrir a boca por um minuto,Jihyo?

Suspirou pesado e voltou a me fitar.

-Estava na DeepWeb,procurando por matadores de Aluguel quando encontrei um nome....Killer Bunny....desconfiei ser nossa pequena,mas não liguei muito até ver isso

Ligou os telões da parede,mostrando um tipo de vídeo.

Os saltos pretos batiam no piso polido de um local aberto
Os cabelos negros e curtos balançavam levemente
conforme a mulher de costas andava

Nosso Anjo voltou....e voltou para ordenar,e nos libertar.

J-K-L-H-L-Y-U-Y-E-B-N-A-O-I-N-_-E-U-R-N-N

             -Mas isso...

-Um Anagrama Jeon,Se essas letras forem combinadas perfeitamente,ficará:

Clicou em uma Tecla e as letras rodaram,mostrando...
               Jeon Hyuna _ Killer Bunny

-Wow...

Soltei e os olhei abismado,sentindo o coração acelerar.Será que realmente tinha a encontrado?passei um ano da minha vida a procurando...não quero sofrer atoa,mais uma vez.Hoje as 03:00 da Manhã em Nova York será transmitida uma Transmissão ao vivo ,tem o link abaixo do vídeo,Nove horas da manhã aqui.

Falou e me fitou curioso,pondo os braços atrás da cabeça.

-Irá querer assistir?

-Não sei.

Era um turbilhão de sentimentos e pensamentos se passando pelo meu corpo,naquele momento.

-Não ira perder nada,se não for ela,no dia do aniversário dela,daqui a 4 dias,comemoramos como aniversário de morte,igual a todos os anos.Colocamos Iron Maiden para tocar,bebemos o ponche e choramos no final da festa,igual aos outros 11 anos.

Jihyo se pronuncia e eu concordo mentalmente.
                                                                                                   Não tinha nada a perder.

Saio da sala e resmungo baixinho,indo para meu quarto,batendo a porta.

Dormir seria bom,eu precisava.

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...