História Fight Falls - Capítulo 30


Escrita por:

Postado
Categorias Gravity Falls
Personagens Bill Cipher, Candy Chiu, Dipper Pines, Gideon Gleeful, Grenda, Mabel Pines, Pacifica Northwest, Soos Ramirez, Stanford "Ford" Pines, Stanley "Stan" Pines, Waddles, Wendy Corduroy
Tags Dipcifica, Dipper, Drogas, Fight Falls, Kill, Mabel, Morte, Pinecest, Sangue, Violencia
Visualizações 122
Palavras 1.114
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Ecchi, Harem, Hentai, Luta, Romance e Novela, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 30 - Capitulo 27 - Em Busca Do Diario


Fanfic / Fanfiction Fight Falls - Capítulo 30 - Capitulo 27 - Em Busca Do Diario

Mabel para não dar suspeitas vai atrás de Gideon, mas discretamente pega no telefone e começa a mandar mensagem para Dipper

[Mensagem On]

-Dipper!

Fala, eu já to aqui dentro –

-QUEEEE??? DIPPER, NOS VAMOS COMER AI

E VOCE ME FALA AGORA??? PORRA MABEL –

-E eu sabia? Soube agora e to te avisando, não reclama não.

Abortar? Eu posso tentar procurar ainda. –

-Tenta, eu não quero ter vindo aqui em vao

-apenas não faça merda

-ok?

Ta –

Ta –

Tenho que procurar –

Ate –

-Ate

[Mensagem Off]

Gideon abre a porta da sua mansão para Mabel que entra e fica encantada com oque ve, era um lugar tão brilhoso que ela teve que fechar um poucos os olhos, pois a luz era muito forte e quando seus olhos finalmente se acostumam, era tudo tão limpo que não parecia que ninguém tinha pisado ali antes, haviam luminárias por todo lugar, a casa tinha um contraste de branco e azul, além desse lugar incrível que era apenas a entrada da mansão, havia cerca de 5 mordomos e 5 empregadas aguardando Mabel e Gideon, cinco mordomos do lado direito e cinco empregadas do lado esquerdo

-BEM VINDO MAGINIFICO GIDEON E BEM VINDA MARAVILHOSA MABEL. –dizem os mordomos e empregadas em uníssono

[Maravilhosa...é serio?...isso é muita bajulação…] – pensa Mabel enquanto matinha um sorriso por fora

-Senhor Gideon e Senhora Mabel, venham, sua mesa vos espera. –diz um dos mordomos e então todos os mordomos e empregadas guiam os dois até um lugar imenso, parecia ser uma sala de estar mas não tinha moveis, havia uma mesa redonda de vidro e o pé da mesa era algo todo detalhado era algo lindo de se ver, a cadeira era bem parecido com mesa e era feita com um vidro reforçado e aguentava o peso dos dois, em cima da mesa de vidro havia uma pano branco sem nenhuma única mancha ou fiapo e em cima do pano havia um cardápio e os pratos com os talheres, na sala propriamente dita, além da mesa havia uma tv grande e uma lareira, além de claro as luminárias gigantes parecendo ser de diamante mas era apenas de cristais.

Mabel e Gideon sentam na mesa e Mabel já pega o cardápio e ela mantinha um olhar torto para aquilo, ela esperava ver várias comidas com nomes que ela nunca tinha ouvida falar na vida e que por mais que ela comeria, não gostaria nada mas não, ela arregala os olhos quando percebe que ali tinha apenas o que elas gostaria de comer, hambúrguer, carnes de churrascos, batata frita, açaí, refrigerantes, cachorros quentes, sanduiches, vários tipos de comidas que ela adorava e seus olhos viram para Gideon

-Imaginei que você gostaria desse tipo de comida e hoje não tem porque eu manter meu padrão chique, afinal esse tipo de comida não me enche nenhum um pouco para ser sincero. –diz ele batendo em sua própria barriga e isso faz Mabel rir e então como o garçom estava ao lado da mesa.

-Eu quero uma picanha mal passada, um hambúrguer, batata frita, um açaí grande e me vê também uma coca. –diz ela com um sorriso inocente no rosto

-Nós vamos dividir ta? – ela diz olhando para Gideon que concorda com um sorriso

 

///

Dipper estava no segundo andar da mansão, ele havia escalado uma arvore grande e depois pulado na sacada da mansão e entrando em algo que seria uma segunda sala de estar? Só que no segundo andar da casa, ele começa a revirar todas as gavetas e moveis que ele encontrava pela frente, ele fazia isso no maior silencio e mantendo a cautela, ele não acha nada nessa “sala de estar” e parte para um corredor que dava para os quartos, acontece que havia um grande vidro que o mostrava o jantar de Mabel e Gideon e ele se surpreende ao ver a garota rindo enquanto conversava com o gordo. Dipper fica irritado, mas ele iria falar com ela depois, ele tinha uma missão por agora e ele entra no primeiro quarto, ele faz o mesmo que na área anterior começa a verificar tudo, abrir gavetas e tudo mais, mesmo revirando tudo ate a cama, ele não acha nada naquele quarto e ele parte para os quartos seguintes para investigar.

///

-CARAMBA!!!! *Mastiga* isso ta muito bom!!! –diz Mabel enquanto comia um pedaço de picanha

-Minha casa tem tudo para fazer a melhor picanha que já comeu, quando quiser uma dessas é so vir, será um prazer! –diz Gideon

-Obrigada...mas é serio Gideon, você ficar se gabando assim é chato, aposto que quando você parar com isso as pessoas vão querer interagir mais com você. –diz Mabel

-Como assim? Eu só incrível, eu tenho tudo, porque as pessoas não iriam querer ficar perto de mim?? – diz Gideon

-Para começar que você é um narcisista, egocêntrico, baixinho e gordo que pensa que dinheiro é tudo que importa, personalidade, beleza e o resto não importa. Tudo isso importa Gideon, não é porque você tem dinheiro que você vai ter amigos, você pode até ter, mas eles só vão usá-lo para conseguir o que eles querem. –diz Mabel enquanto cortava mais um pedaço de carne e comia uma batata

-Voce tem razão, eu sou tudo isso mesmo, eu sou um baixinho, gordo e narcisista nojento, mas eu não sei como mudar, eu sou assim desde que eu nasci sabe? Como eu mudaria? – Questiona Gideon

-Bem, se for assim, para começar nunca fique citando o quando você tem de dinheiro ou o que você tem de bens material, agora tente conversar comigo sem falar desde tipo e sem ser egocêntrico. –diz Mabel

-Será que eu contar a história que aconteceu no meu Iate de 2 milhões de dólares conta? – questionava Gideon e Mabel bate sua mão em sua testa

-Gideon!! Você fez denovo, já que você vai contar de algo que você fez em seu iate apenas fale algo como “eu estava no meu iate quando…”, não precisa ficar citando o preço do seu Iate, mas fala pra mim o que aconteceu que estou curiosa, hehehe. –diz Mabel, Gideon abre um sorriso e começa a contar a historia para ela

///

Dipper já tinha vasculhado cerca de 3 quartos e é quando ele entra no quarto de Gideon e enquanto ele procurava a Diário, ele acaba por esbarra numa luminária, com seus reflexos, ele tentar impedir que ela cai, mas ela não cai, ela fica suspensa por uma alavanca que a prendia na mesa e com isso uma porta secreta se abre e lá dentro em cima de uma mesa de madeira, havia o segundo Diário bem de cara, o que faz Dipper abrir um belo sorriso.


Notas Finais


Espero que Tenham Gostado Se Possível, Deixem o Comentário, Favorito e Me Sigam =D


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...