1. Spirit Fanfics >
  2. Filha da Alquimia - Tocada pelo ar ( Livro 1) >
  3. Prólogo

História Filha da Alquimia - Tocada pelo ar ( Livro 1) - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Olá! Depois de alguns meses me dedicando a escrita e longe dessa plataforma eu voltei o/
Trago uma obra original onde o primeiro livro já está completo, e postarei dois capítulos por semana aqui. Essa história alcançou 5K de views em uma outra plataforma de escrita e por isso resolvi disponibilzá-la aqui também. Por favor, não deixem de comentar o que estão achando e se estão gostando, a opinião de vocês é muito importante <3

Capítulo 1 - Prólogo


Fanfic / Fanfiction Filha da Alquimia - Tocada pelo ar ( Livro 1) - Capítulo 1 - Prólogo

   “ Eu sabia que estava sonhando, porém, a sensação era real demais! Caminhei sentindo o desespero tomar conta enquanto lágrimas inundavam o meu rosto. Ao meu redor havia uma porção de pessoas mortas: jovens, velhos e até algumas crianças. A culpa corroía a minha alma.

 — Eu nunca quis que isso acontecesse.  — A voz que saiu da minha boca era diferente, mais madura.

   Uma senhora veio ao meu encontro. Usava um vestido marrom longo e de corte simples. Em seu pescoço pendia um colar com um pingente de meia lua feito de Turmalina negra, a pedra que bloqueia ataques energéticos e neutraliza todas as formas de vibrações negativas. Me perguntei como poderia saber aquilo quando nunca havia visto tal minério antes.

    Apesar da tristeza em seu olhar, ela não conseguiu esconder o tom de acusação em suas palavras:

 — Ele a enganou minha criança. O amor que você sentia custou-lhe a vida de quase todas as pessoas do seu clã. Agora me diga, valeu a pena?

Minhas pernas desfaleceram com o peso da culpa e caí de joelhos na terra.

 — Se soubesse que a pedra faria isso nunca o teria ajudado.

— Existe um motivo para a deusa ter nos presenteado com o elemento derivado do éter. Nossa missão é combatê-los e não nos unirmos a eles.

— Perdi minha magia. — Murmurei em desespero. — Não terei condições sequer de vingar-me.

— Você pode buscar a Caelesis e implorar perdão. Se a sua fé alcançar, talvez ela venha ao seu encontro.

— Acha que seria possível ter o meu dom de volta? — Perguntei esperançosa.

— Está disposta a destruir a pedra?

— Estou! — Falei cerrando os punhos com determinação.

— Mesmo que para isso tenha que matar o homem que ama?

   Por um momento hesitei sem conseguir responder com convicção. Mas então olhei novamente ao meu redor e a imagem do meu clã destruído me deu forças para responder:

— Matarei os dois! ”

Acordei com uma batida na porta do meu quarto.

— Verônica, posso entrar? — Era nossa vizinha que ficou responsável por tomar conta de mim.

— Pode! — Respondi enquanto me sentava sonolenta na cama.

   Ela abriu a porta do quarto e pelo seu olhar de pena já pude pressentir o que estava por vir:

— Precisamos ir até o hospital, sua mãe não está bem de novo.


Notas Finais


Pessoal, tenho um book trailer dessa obra disponível no Youtube, para quem tiver interesse segue o link: https://youtu.be/xpvPsresM0g


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...