História Filho de Vkook - Hiatus - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin)
Tags Drama
Visualizações 101
Palavras 783
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ficção Adolescente, LGBT, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 2 - Discussão de casal e talvez entendimentos.


Taehyung P.O.V

Eu estou totalmente destruído por dentro por causa daquele filho da p.. Argh! 

Caminhei até a cama e me sentei, encostando-me nos travesseiros, meus braços estavam cruzados junto ao meu corpo, meus olhos ardiam em seguida se encheram de água, olhei para cima pra não ter minhas lágrimas derramadas pelo meu rosto.

Me sinto um inútil por até meu próprio filho não quer ficar perto de mim.

Ouvi batidas leves na porta do quarto, sequei as lágrimas e vi Jungkook entrar no quarto com Taekwon nos braços.

⎯ Eu disse que você podia entrar Jungkook? ⎯  o mesmo sorri cínico e afirma fechando a porta, anda alguns passos até a cama e deixa Taekwon de pé na cama, que vem tropeçando e levantando novamente vindo até a mim.

⎯ Mommy, você estava chorando? ⎯ perguntou Taekwon se sentando em cima de minhas pernas e formando um bico fofo em seus lábios.

⎯ Eu? Não, claro que não.. ⎯ a mãozinha de Taekwon tocou em meu nariz que estava vermelho e sorri fraco ⎯ Estou doente.

⎯ Então Papai deve ficar aqui e cuidar do Mommy ⎯ se levantou de minhas pernas e caminhou tropeçando até Jungkook.

⎯ Não vejo problema nisso ⎯ diz Jungkook sorrindo, respirei fundo e afirmei com a cabeça em seguida olhando para Taekwon e relembrando que o pequeno não estava em sua cama.

⎯ O mocinho não devia estar na cama?  ⎯ dei impulso de leve me levantando ⎯ Vem Kwon ⎯ o mesmo escorregou da cama e caiu de bunda no chão, mas não chorou e sim riu ⎯ Eita, não chorou mas riu.

Levei o pequeno até seu quarto e o deitei em sua cama, deixei seu macaquinho de presente que havia ganhado em seu primeiro aniversário ao seu lado e o mesmo abraçou o macaquinho enquanto dormia, deixei um selar em sua testa e deixei-o dormindo, fechei a porta lentamente e caminhei até meu quarto.

⎯ Já pode ir embora, Jungkook, ele já dormiu ⎯ meus braços se cruzaram.

⎯ Eu.. Quero ficar mais um pouco, posso? ⎯ passou a língua por dentro de sua boca.

⎯ E fazer o que aqui? Jimin deve estar te esperando ⎯ me sentei na cadeira giratória que me era confortável.

⎯ Eu quero conversar com você ⎯ se levantou e caminhou até uma parte da cama que daria de frente a mim ⎯ Sobre nosso relacionamento.

⎯ Qual? ⎯ ri nasal ⎯ Tudo acabou por sua causa.

⎯ Eu sei! Tá legal? Não precisa ficar lembrando não ⎯ disse irritado, fiz um pequeno bico afirmando ironico ⎯ Eu sei que eu errei, mas você também não me ajuda a consertar.

⎯ Sua burrada, você conserta, não eu, porra ⎯ dei um leve tapa em minha boca, eu não posso quebrar minha regra.

⎯ Agora a culpa foi minha termos tido o Taekwon? ⎯ abriu um pouco suas pernas e deixou seus cotovelos em suas coxas juntando suas mãos formando as duas em um punho só.

⎯ Eu não, você que se meteu lá ⎯ o olhei de cima abaixo.

⎯ Você que gemeu ⎯ retrucou.

⎯ Você que se soltou, Jeon Jungkook, ou estou errado? E aconteceu uma coisa que eu NUNCA acreditei que aconteceria com um homem.

⎯ Você nunca quer conversar, sempre quer arrumar caminho pra briga não é? ⎯ respirei fundo ⎯ Lembra do que acontecia depois que brigávamos?

⎯ Sim... ⎯ abaixei a cabeça deixando um sorriso escapar ⎯ Quase na delegacia.

⎯ Claro, talvez se você soubesse gemer mais baixo ⎯ disse se apoiando com as mãos pra trás.

⎯ Sabe que nunca mais vamos voltar, não é? ⎯ o sorriso de Jungkook se desfaz.

⎯ Mas ainda podemos ten⎯ Tchau Jungkook ⎯ me levantei da cadeira e caminhei saindo do quarto.

⎯ Mas Taehyung ⎯ O atrai até a entrada da casa ⎯ E se⎯ Tchau Jungkook.

Respirou fundo irritado.

Puxei a maçaneta abrindo a porta, Jungkook caminhou para fora do apartamento, mas empurrou a porta antes de eu fechar.

⎯ Ah por favor Jeon, não se faça de maluco ⎯ o mesmo colocou a cabeça pra dentro do apartamento ⎯ O que você quer?

⎯ Você ainda sente algo por mim? Seja sincero.. ⎯ encostei a mão na porta.

⎯ Sim. ⎯ os olhos de Jungkook se arregalaram ⎯ Agora vaza daqui.

Empurrei a porta e o mesmo saiu deixando a porta fazer um enorme estrondo, o xinguei mentalmente.

Tranquei a porta e caminhei em passos silenciosos até a porta de Taekwon e dei uma espiadinha pela fresta e o mesmo continuava dormindo.

Respirei aliviado e caminhei até meu quarto, fechei a porta e me joguei na cama.

 

Que dia.. 


Notas Finais


Gente, me desculpa por esse capítulo, está uma m*rda, é que eu tô sem saber sobre o que escrever, se quiser me dá sugestão é só dar, tô aceitando.

DESCULPEM E NÃO DESISTEM DE MIM!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...