1. Spirit Fanfics >
  2. Filho do meu chefe - Kaisoo >
  3. Dias de gloria, ou nem tanto

História Filho do meu chefe - Kaisoo - Capítulo 7


Escrita por:


Capítulo 7 - Dias de gloria, ou nem tanto


14 de Janeiro de 2017.

Depois da surpresa que Baekhyun e Jongin fizeram à Kyungsoo durante a noite, D.O queria retribuir e agradecer por terem melhorado seu aniversário. Ja que o de Baekhyun ainda estava longe, se contentou com o de Jongin. Ele merecia já que a dois dias estava se esforçando ao máximo pra fazer tudo certinho. Senhor Kim tinha feito o pedido de fazer uma vídeo chamada pois queria participar do aniversário do filho, mesmo que estivesse longe. A questao era, Jongin não tinha aparecido ainda.

-Onde é que ele se meteu?- resmungou sozinho saindo de perto da sua porta indo até a mesa do mais novo -Alguém viu o Jongin hj?- todos negaram

-Primeira vez que ele se atrasa depois de entrar na linha- Baekhyun comentou ao seu lado

-Acha que aconteceu algo ou ele só tava tirando uma com a nossa cara esses dias?- questionou baixo apenas para o amigo

-Sinceramente? Não sei o que pensar- suspirou -O seu descontrole tinha melhorado as coisas, ele te ajudou sem fazer piadinhas, mas hj eu não sei pq ele não viria-

-Vc não a acha que ele não tenha vindo por ser o aniversário dele, né? Pq isso é muito idiota- fechou os olhos suspirando

-Tudo é possível vindo de Kim Jongin- o Byun riu deixando Kyungsoo mais desesperado e com vontade de matar o Kim

D.O optou por voltar pra sua sala pedindo pra que quando o Kim chegasse, fosse levado até sua sala. Esperava que o Kim não estivesse aprontando nada, nao queria ter que apelar para seu lado ruim com o moreno depois que ele lhe ajudou. Avisou aos Kim's que ligaria assim que possível, evitou dizer o motivo já que o senhor Kim poderia se decepcionar e querer jogar a conversa sobre ele assumir no lugar do filho, o que ele não queria. Teve sua atenção para o celular assim que viu o número de seu primo.

-Chan? Normalmente vc não me liga nesse horário- questionou confuso

-Soo, lembra quando eu te disse que tinha um melhor amigo meio idiota?- Kyungsoo franziu a testa não entendendo onde o mais novo queria chegar

-Chanyeol, não enrole, fale logo onde quer chegar- suspirou

-Jongin não se encontra em condições de trabalhar hj- disse direto

-Espera, que?- tirou os óculos que tinha colocado para começar a leitura de alguns documentos -Como assim, não se encontra em condições? Como vc sabe disso?-

-Eu vim pra Nova Iorque, Surpresa~, e Jongin acabou bebendo demais por causa do aniversário e até agora tá mal- Kyungsoo precisou fechar os olhos e suspirar novamente, Jongin agia como um delinquente na sua opinião

-Diga a ele que vou o matar assim que aparecer na minha frente e o faça ligar pelo menos pros pais que estão esperando pra falar com ele- resmungou -Se ele se negar, me mande o endereço que eu vou aí socar a cara dele- desligou sem ouvir a resposta do primo

Jongin acabava com a sua mísera paciência, não precisou esperar muito para receber um endereço por mensagem. Tentaria não pegar pesado, mas o faria ao menos ligar para os pais, ainda estava o devendo por ele ter o ajudado. Levantou pegando suas chaves e guardando o celular no bolso da calça social, saiu avisando Baekhyun que teria que sair resolver alguns problemas e logo saiu da empresa indo até o apartamento do mais novo.

-Vc veio rapido- Chanyeol disse surpreso ao abrir a porta

-É praticamente o meu trabalho servir de babá dessa criança- revirou os olhos entrando no apartamento -Cadê ele?-

-No quarto, colocando tudo pra fora- riu fraco acompanhando o menor até o cômodo -Ja aviso que ele não tá lá muito consciente ainda, já tentei dar banho gelado mas não consigo, já tentei dar café puro e tbm não consegui- avisou antes de abrir a porta do quarto -Kai?- chamou pelo amigo

-Channie, não venha com mais maluquice, não quero nada- resmungou como uma criança é sua voz vinha do banheiro -So quero beber e beber- riu saindo do banheiro com uma garrafa de bebida enquanto tentava se manter em pé -Baixinho- sorriu ao ver o mais velho mesmo que esse tivesse uma carranca junto dos braços cruzados

-Pq caralhos vc continua bebendo e pq caralhos achou que poderia faltar no trabalho só pq é seu aniversário?- perguntou calmo memso que não aparentasse

-Pq eu posso- resmungou bebendo mais um gole da bebida

-Não dá pra conversar com vc bebado- revirou os olhos se aproximando tentando pegar a garrafa que foi erguida -Me da a garrafa, Jongin-

-Nao, vc não manda em mim- fez um biquinho que nem uma criança birrenta

-Foda-se- resmungou antes de erguer seu joelho acertando bem no meio das pernas do mais novo conseguindo segurar a garrafa que foi solta

-Caralho, baixinho- resmungou com as mãos no meio das pernas -Pra que agredir?- fez um biquinho com cara de choro

-Vc vai tomar um banho gelado, agora- largou a garrafa na cômoda que tinha ali perto enquanto tentava puxar o braço do mais novo -Da pra me ajudar? Olha o tamanho dele- reclamou com o primo que riu mas foi ajudar

Conseguiram por o mais novo debaixo do chuveiro ainda de roupas, Kyungsoo ligou a água gelada e acabou se molhando junto por ter que segurar o mais novo que tentava fugir, o que resultou em Chanyeol ajudando já que Jongin era bem mais forte que o Do. Depois de um tempo com o Kim reclamando e parecendo mais sóbrio, saíram e trocaram de roupa. Jongin se encontrava sentado na cama embolado pelas cobertas com uma careta enquanto Kyungsoo tentava arrumar as roupas grandes do Kim em si.

-Pq veio atrás de mim?- perguntou baixo ainda com a cara emburrada

-Pq vc simplesmente resolveu não aparecer no trabalho e Chanyeol me ligou dizendo o seu estado- resmungou a resposta desistindo de tentar arrumar as roupas

-É meu aniversário, óbvio que eu não ia trabalhar, sou um Kim- encarou o menor que parecia querer o matar ali mesmo

-Jongin, deixa eu te explicar uma coisa sobre a empresa- respirou fundo se aproximando do maior -Nao é pq ela é do seu pai e futuramente sua, que vc pode decidir quando ir e quando não ir- disse firme -Vc ainda não assumiu o lugar do seu pai, ainda é um mero assistente de secretaria que precisa ir trabalhar sim no seu aniversário-

-Isso é uma droga- resmungou rindo fraco

-Pode até ser, mas isso melhoraria se vc se dedicasse ao seu trabalho, pq assim vc assume a empresa e pode fazer o que quiser- sentou na cama de frente pro maior enquanto Chanyeol apenas observava o primo fazer sua chantagem

-Eu não quero assumir a empresa- disse baixo encarando o mais velho -Ja disse isso milhões de vezes, mas meu pai não se importa com o que eu quero-

-E o que vc quer?- Kyungsoo suspirou tentando ser compreensível, não queria o cargo tbm e acabava precionando o mais novo

-Eu quero abrir uma escola de dança- disse tão baixo que D.O suas e não escutou

-Olha, eu entendo vc não querer assumir- se aproximou um pouco -Mas tem seus lados positivos, vc poderia abrir igual a escola de dança-

-Mas eu não teria tempo para dar as aulas pq estaria em reuniões- resmungou

-Isso é questão de se organizar, além de que vc poderia ter alguém de confiança indo nessas reuniões por vc- tentou novamente, já que era uma opção óbvia

-Meu pai não aceitaria isso-

-Vc nao precisa comunicar ele agora sobre seus planos, apenas faça depois de assumir a empresa, assim ele não poderá opinar- deu de ombros, estava nervoso em mesmo assim Jongin não aceitar

-Da na mesma se eu não assumir, outra pessoa vai estar no comando-

-Jongin, com que dinheiro vc pretende abrir a escola de dança?- suspirou vendo o mais novo pensar -Assim que outra pessoa assumir a empresa, ela não vai mais ser da sua família, vc não vai ter direito a nada-

-Nao tinha pensado nisso- murmurou baixo

-Entao comece a pensar, antes de dormir ligue pro seus pais, eles querem falar com vc, agora eu preciso voltar a trabalhar- levantou mas teve o pulso segurado

-Pq está fazendo isso?- encarou o mais velho

-Isso o que?-

-Tentando mostrar lados bons de assumir a empresa, mesmo que eu não queira- Kyungsoo suspirou e acabou por ser sincero demais

-Meu pai ajudou o seu a praticamente fundar aquela empresa, sei que mesmo não querendo vc leva jeito, mesmo eu tendo te chamado de mimado- resmungou -So não quero que seja qualquer interesseiro a assumir a empresa- se soltou conseguindo sair do apartamento do mais novo


Notas Finais


Esse saiu um pouco maior que os outros, mas bem pouca coisa...

Então gente, em questão ao fim das minhas férias tanto do curso quanto do serviço, vou ter menos tempo pra postar. Esse fic eu tô reescrevendo ela pq teve muita coisa que eu não tava gostando e queria mudar, então talvez ela demore mais pra sair do que minha outra fic, Chanbaek, que já está pronta e não tô reescrevendo.

Espero que gostem do capítulo...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...