1. Spirit Fanfics >
  2. Filhos da Lua >
  3. Capítulo 1 - Run, Hide and Escape

História Filhos da Lua - Capítulo 1


Escrita por: e _Girll


Notas do Autor


Primeira fanfic! Espero que gostem.

Essa fanfic tem como co-autora a _Girll

Beta: Uzziel_Fox

Tenham uma boa leitura!

~Também postada no Wattpad no perfil Heiress_Kuromori~

Capítulo 1 - Capítulo 1 - Run, Hide and Escape


Fanfic / Fanfiction Filhos da Lua - Capítulo 1 - Capítulo 1 - Run, Hide and Escape

A manhã na floresta começou linda. O canto dos pássaros, o desabrochar das flores, as gotas de chuva nas plantas e o cheiro de solo molhado preenchia o ar. 


Lindo, essa é a palavra usada para descrever perfeitamente esse cenário. Palavra essa usada também para descrever a loba branca deitada ao sol da manhã em uma pedra alta, o ressonar leve pode ser ouvido, as orelhas mexendo ocasionalmente para esquerda e direita. O peito da loba subia e descia lentamente, demonstrando o nível de tranquilidade ali presente. 


Tudo seria perfeito se na verdade, essa loba se transformasse em um garoto. Sim, um garoto. Confuso, certo? Mas não se preocupe, uma hora as respostas virão.


Baixo, porte pequeno, pele branca como um lírio, olhos azuis, feições finas e um tanto delicadas, cabelos curtos, bagunçados, puxados para o branco-neve. Esse é Kitty, um jovem de dezoito anos completos recentemente. Mora em uma toca nas raízes de uma das gigantescas e milenares sequóias. Um Sem-Família, também conhecidos como Sem-Matilha. Lobos que não pertencem a nem um bando, tiveram suas famílias completamente extintas ou foram expulsos pelos chefes das famílias. Existem bem poucos Sem Matilha, pois, são caçados e mortos pelos outros lobos.


Kitty, já de volta a sua forma humana, sai em busca de comida. Carne ou frutas, o que achasse primeiro. Hoje ele decidiu que iria se aventurar pelo território da Tribo da Lua, queria conhecer o terreno pois tentaria começar uma vida nova, sem seu tio maluco ou problemas por ser um Sem-Matilha


Ao fazer o caminho de volta para sua toca enquanto procura comida, fica em alerta como sempre. Nunca se sabe quando um lobo pularia do arbusto mais próximo e tentaria te matar. 


— Essas devem servir por enquanto, até eu caçar uma lebre ou pegar um peixe.


O lobisomem murmura ao achar e pegar mirtilos de um dos arbustos frutíferos. Ele os come depois de verificar se são venenosos, mas eram mirtilos normais sem veneno. Kitty decide passar por um riacho e se lavar. Mirtilos realmente podem fazer sujeira(experiência própria do co-autor).


O cheiro e som de água logo se fizeram presente na caminhada de Kitty. O riacho era um tanto largo, água cristalina e pedras redondas e grandes por todos os lados. O lobisomem se aproxima do riacho com cuidado, sempre olhando para os lados e farejando o ar, todo cuidado é pouco quando se é um Sem-Matilha.


Kitty aproveitou o riacho e bebeu água, a caminhada de sua toca até o Território da Lua era um tanto longa, após matar a sede, o lobisomem voltou para a toca, escondendo seus poucos pertences mais ao fundo para ter certeza que ninguém o acharia, ficando apenas com o colar do brasão de sua antiga família e o bracelete dado de presente por sua mãe semanas antes de falecer. Camuflou a entrada com galhos e folhas secas. A transformação de humano para lobo foi rápida, e logo, Kitty estava correndo na direção da fronteira.


-----------------------X------------------------


A corrida até a fronteira do Território da Lua foi consideravelmente rápida e sem problemas. Depois de conhecer o terreno, Kitty voltaria e traçaria um plano para chegar até os pequenos vilarejos das montanhas onde ficam os campos de colheitas do território lunar onde se estabeleceria.


Tudo estava tranquilo, a cruzada de fronteira estava segura. Não tinham lobos patrulhando aquela área hoje, dia de sorte. Ou seria, se o lobo branco não tivesse ouvido passos e rosnados, três deles.


Na tentativa de ficar seguro, Kitty corre mais adentro na fronteira, procurando um local para se esconder. Ele para ao chegar em uma árvore de tronco grosso e largo. Logo o som dos outros lobos fica mais alto e Kitty percebe que não tem saída.


Três lobos surgem da vegetação, todos com coloração padrão de marrom, preto e cinza.


— Olhem só o que encontramos, rapazes. Uma loba! E pelo jeito, sem parceiro.–


Um deles fala 


— Será que hoje é o nosso dia de sorte? Uma loba sem parceiro!–


Outro lobo fala.


Nesse ponto, Kitty estava encolhido contra o tronco da árvore e rosnando baixo.


— Não quero problemas, só estou de passagem.–


Kitty tenta não soar apavorado.


— Oh, não,não… Você não terá problemas, a menos que acei-


O último deles não teve tempo de terminar, uma loba de pêlos branco-amarelados pulou dos arbustos.


— Vocês irão deixá-la em paz, dar meia volta e encolher o rabinho entre as pernas e sumir daqui! –


A loba fala com autoridade. O clima estava tenso, sem dúvidas uma luta começaria e Kitty não queria estar naquele meio.


— E quem seria você, loba ousada?!–


Um rosnado alto com a pergunta sai de um deles, Kitty não se importava de quem fosse. O rosnado foi devolvido pela loba que avançou um passo, um claro gesto de desafio.


— Eyffie, descendente do Líder da Lua. Vocês são apenas vermes que eu não tenho interesse de saber mais!–


"Uh-oh" esse foi o pensamento de Kitty quando um dos lobos avançou rosnando com os dentes à mostra para a loba. O duelo começou.


Tufos de pêlo voavam daquela bola de rosnados e uivos de dor. Bem, pelo menos a loba, agora conhecida como Eyffie, estava ganhando.


Esse foi o momento perfeito que Kitty viu. Usando todo o seu conhecimento e astúcia, ele corrigiu dali. Ninguém percebeu a fuga, ótimo. 


Depois de correr por uns 15 minutos, o lobisomem vê um buraco alto em uma árvore. Voltando para a forma humana, Kitty escala a árvore e se esconde no buraco, grande o suficiente para dois dele. Vantagens de ser pequeno.


Kitty se acomoda no fundo do buraco e começa a relaxar, sentindo todo o cansaço encoberto pela adrenalina lhe bater como uma noz ao cair no chão. Ele acaba fechando os olhos e é levado pelo mundo dos sonhos.


-----------------------X------------------------


 O gosto de sangue tomava sua boca, em passos lentos se afastou observando os lobos em grunhidos de dor se afastarem, Eyffie ofegante observava rápido ao seu redor notando que a loba branca havia aproveitado a deixa da briga intensa.

 Sua respiração torna-se mais pesada e frenética, seu coração batia forte e rápido, estava tentando se controlar estava sentindo aquela dor de novo.


"Nã, por favor! Só dessa vez! Por favor!" a loba mentalmente pedia, e grunhidos de dor já eram audíveis porém baixos vindo da mesma.


 Os pássaros s árvores ali perto voavam espantados pelos gritos... 



Notas Finais


A última parte é uma prévia do próximo capítulo, todos terão uma prévia no final.

Espero que tenham gostado!

Comentem as opiniões de vocês!

Até a próxima <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...