História Filia regis. - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Visualizações 11
Palavras 910
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Luta, Magia, Romance e Novela
Avisos: Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Olá, olá, olá!
Essa história que eu vos trago é um estilo bem inusitado para mim, não sei se vai agradar vocês, porém a ideia dessa história surgiu com uma conversa típica entre amigas e ouvindo aquela música da Halsey intitulada Castle...
Entretanto não vou ficar enrolando muito nas "Notas do Autor", mas antes que comecem a ler o capítulo, para vocês mais ou menos se situarem em como eu imagino as personagens, eu vou dizer que pessoas reais eu me inspirei pelo menos no lado físico é óbvio.
Bem, os personagens apresentados neste capítulo representam, se assim posso escrever, o povo do Reino Aer em sua grande maioria. A personagem principal, Adella, é inspirada (aparência) na Kim Jisoo, isso mesmo, pra quem conhece k-pop, sabe de quem eu to falando, mas prosseguindo... A personagem masculina que irá aparecer, é inspirado em ninguém menos que o lindo e maravilhoso (pelo menos eu acho), Gong Yoo! E por fim, mas não menos importante, a última personagem apresentada é representada (aparência gente, aparência) pela atriz Yoo In-na... Provavelmente quem assisti doramas sabem quem são Gong Yoo e Yoo In-na, mas deixa de enrolação, porque eu já enrolei demais!

Espero que gostem meus amores! :3

Capítulo 1 - Perturbatio.


Fanfic / Fanfiction Filia regis. - Capítulo 1 - Perturbatio.

Os olhos escuros da princesa observavam com admiração a paisagem do entardecer no Reino Aer, até porque era um contraste incrível o azul escuro do céu com o pôr do sol alaranjado ainda insistindo em iluminar algumas árvores de folhas laranjas e rosas. Adella também podia ver o pequeno brilho de algumas fadas que alimentavam o mundo com a energia da Lua.

Em um breve momento de reflexão, Adella ficou em dúvida entre ler mais um capítulo do livro A história dos Espíritos, ou sair correndo em direção ao jardim para passar um tempo com as fadas.

Logo os funcionários do palácio começaram a ver um cabelo longo tão escuro quanto às noites do Reino Ignis e tão liso quanto a melhor seda produzida pelos habitantes do Reino Aqua voando conforme a direção desejada do vento. Para muitos funcionários, era ótimo ter a presença alegre da princesa novamente, pois ela era capaz de iluminar o local somente com a sua presença.

Assim que chegou no jardim do palácio, Adella se sentou no gramado verde que havia sido podado há dois dias. Ela então começou a fitar mais de perto as fadas que jogavam o pó brilhante por todo o jardim, algumas mais atrevidas derramavam um pouco de pó em cima da princesa que espirrava quando inspirava todo aquele pó mágico.

As fadas eram realmente muito bonitas, todas elas eram translúcidas, transmitindo uma luz mesmo nos dias mais iluminados e ofuscando a escuridão nas noites mais sombrias. Como os quatro reinos representavam cada elemento, não era diferente com as pequeninas, algumas tinham a cor alaranjada do fogo, enquanto outras tinham uma cor mais esbranquiçada visto que o ar não possui uma cor pré determinada, mas uma coisa que todas tinham em comum, eram os olhos pretos, tão escuros que chega a ser impossível ver algum sinal da pupila. Muitos antigos chegavam a dizer que os olhos das fadas eram como obsidianas e que se elas passassem muito tempo olhando uma pessoa, podia ser um sinal de proteção contra magia negra, mas ao mesmo tempo podia significar que você continha magia negra dentro de si.

De repente todas as luzes do jardim foram acesas, ação que não assustou as fadas que já estavam acostumadas com aquilo - por ser algo rotineiro, porém Adella levou um pequeno susto que a fez rir de quão boba a cena deve ter sido.

Então umas cinco fadas começaram a rondar a cabeça da princesa do Reino Aer, todas elas tinham uma ambição, tocar o cabelo da princesa e quem sabe trançar o mesmo. Em determinado momento elas começaram a brigar entre si, o que fez Adella ficar extremamente preocupada.

“Calma meninas, tem muito cabelo para vocês cinco.” Ela começou a dividir o cabelo em mechas. “Olha esse aqui é pra você, esse outro pra você...” Ela foi entregando uma mecha a cada fada. “Viu? Não precisavam brigar por causa de cabelo.”

No escritório real, estava o então intitulado Rei Harry, o mais novo monarca do Reino Aer. O homem alto estava de frente para a janela enquanto seu olhar estava na figura distante de Adella.

“Você está apaixonado por ela, não está?” Ellen tocou levemente no ombro do irmão mais velho.

“Como poderia? Ela é a filha da minha falecida esposa e a última Rainha que o povo de Aer teve o prazer de ter.” Ele saboreou um pouco de vinho da sua taça há algum tempo esquecida.

“Não queira mentir para sua irmã!” Ela deu um tapa na nuca do mais velho. “Eu vejo a maneira como você olha ela. Tem tanta admiração, tanta paixão… Não é errado amar alguém, e além do mais, ela não é sua filha.”

“Mas há diferença de idade…” Ellen suspirou pesadamente ao ouvir as palavras proferidas pelo homem ao seu lado.

“Pelo o que eu sei você tinha tinha 30 anos quando se casou com a Rainha, e ela já estava com os seus 50 anos recém completados. Portanto não venha falar de diferença de idade.” A linda mulher parou de frente a janela para observar melhor a jovem, enquanto seu irmão já havia se encostado na mesa de madeira. “E antes que você venha me dizer mais baboseiras, você nunca representou uma imagem paterna para Adella, até porque nem teve oportunidade para isso, tendo em vista que a garota estudou por muitos anos no Reino Aqua.”

Ellen então começou a andar em direção a porta dupla do escritório, mas antes de sair, ela se virou na direção do irmão mais velho.

“Você sabe que eu ficarei ao teu lado, não sabe?” Ele assentiu e logo em seguida deu um longo gole em seu vinho. “Só tente usar um pouco mais do seu cérebro, você é um homem bonito, não é por acaso que você tem várias seguidoras e até alguns seguidores.”

E definitivamente Ellen estava certa, Harry era um homem bonito com uma aura misteriosa e sensual que atraía muitas mulheres e até mesmo homens para uma teia invisível de paixão, entretanto não era simplesmente por puro desejo dele, talvez fosse sua boa aparência e os seus lindos olhos escuros que traziam perturbação há muitas pessoas.

Contudo, o homem que já teve seu coração laçado uma vez e devastado por esse amor, tinha seu coração prestes a ser entregue para a filha da mulher que mais amou em sua vida.

“Esse sentimento não pode ser real, ele não pode nem ao menos existir.” Ele falou para si mesmo.

 


Notas Finais


Então é isso galera (só eu que acho essa palavra "galera" extremamente difícil de ser pronunciada?)

Como vocês devem ter percebido, o Gong Yoo é o Rei Harry, e a Yoo In-na a Ellen, irmã do Rei, ai meu Deus, eu complico muito as coisas... Mas enfim, espero que tenham gostado, eu não sei se ficou muito confuso, porém aceito críticas construtivas.

Ahhhhhhh! Verdade!
Para quem não sabe quem são essas pessoas, eu vou deixar o link para vocês verem.
Adella (Kim Jisoo): https://kprofiles.com/wp-content/uploads/Jisoo.jpg
Harry (Gong Yoo): http://asset-a.grid.id/crop/0x0:0x0/700x465/photo/cewekbangetfoto/original/98747_kumpulan-photoshoot-gong-yoo-di-majalah-harpers-bazaar-yang-mampu-bikin-hati-meleleh.png
Ellen (Yoo In-na): https://yeppopo.files.wordpress.com/2011/02/yoo_in_na_6.jpg


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...