História Fillie - Desvio - Capítulo 14


Escrita por:

Postado
Categorias Stranger Things
Personagens Personagens Originais
Tags Cadie, Caleb Mclaughlin, Drama, Fillie, Finn Wolfhard, Gaten Matarazzo, Mileven, Millie Bobby Brown, Noah Schnapp, Sadie Sink, Stranger Things
Visualizações 217
Palavras 2.552
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Comédia, Famí­lia, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Linguagem Imprópria, Spoilers
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Queria só avisar que as vezes de tanto escrever Finn, acabou escrevendo até mesmo quando quero dizer ‘fim’. Me desculpem por isso, mas as vezes me confundo!

Vários flashbacks vindo por aí... Nome do capítulo inspirado pela música ‘New York’

Capítulo 14 - Compartilhe a notícia: Saio hoje!


Fanfic / Fanfiction Fillie - Desvio - Capítulo 14 - Compartilhe a notícia: Saio hoje!

Parte IV – Algo que nos prende (março/2028)

 

“Eu sou meio ciumenta, bem chata, quero ser mãe e acredito no amor da minha vida. Acredito no amor pra sempre.”

Tati Bernardi

 

Millie estava feliz por sair de Los Angeles. Havia se mudado para lá, porque era onde ficava a empresa de Myra, o estúdio de Jacob e Hollywood. Era lá que ela deveria estar, não é mesmo? Sendo atriz precisava estar aberta sempre a novos projetos, mas não sabia o que a desanima tanto.

 

Uma semana antes foi fazer uma audição para uma série da ABC, mas acabou não passando. Myra ficou maluca, mas não porque estava contando com aquele trabalho, mas porque Millie realmente atuou mal. Ela estava sem vontade e foi um fracasso. Myra estava com medo que ela se queimasse para sempre naquela indústria. Nada impediria os produtores de contar o que aconteceu dentro daquela sala. Ela até tentou dar dinheiro para que ficassem quietos, mas não aceitaram. Tinham que então rezar para que ninguém falasse nada.

 

Era como se algo faltasse na vida de Millie e por isso ela não tinha vontade de continuar seguindo e as coisas pioraram depois que terminou com Jacob. Apesar de não estarem em seus melhores momentos, ter um namorado ajudava muito. Ter alguém que estava com ela pois a achava que ela valia a pena, era muito bom. Por isso era errado. Você tem que se afirmar e depois arrumar alguém e não arrumar alguém para se afirmar.

 

Porém, Jacob estava planejando a festa de aniversário dela há algum tempo. Não envolveria nada da imprensa, ela fez ele prometer, mas queria trazer seus amigos para mostrarem como estavam felizes. Era disso que Jacob vivia. Mostrando para todos que estavam felizes mesmo que não estivessem. Mas depois de traí-lo resolveu deixa-lo ter seu momento (isso porque era aniversário dela) para depois terminar tudo. Primeiro que não era justo com ele que ela havia dormido com outro. Segundo que não ia ficar com alguém que estava tão disposta a trair. Ela não tinha pensado duas vezes antes de aceitar ir para a cama com Finn. Isso não queria dizer necessariamente que tinha algo errado com ela, mas com seu relacionamento.

 

Apesar de tudo, Millie não tinha planejado terminar com Jacob no dia de seu aniversário.

 

*Flashback On*

 

Era sábado, 19 de fevereiro de 2028 e Millie podia considerar aquele seu pior aniversário. Havia uma festa em sua casa com alguns familiares e amigos, mas a maioria das pessoas ela mal conhecia. Eram todos ‘amigos’ de Jacob, o que significava que eram provavelmente pessoas que ele queria usar para ajudar na sua carreira e por isso deixou-a sozinha.

 

Estava feliz que Gaten e Lisa estavam ali, mas como eram pais, não podiam dar muita atenção para ela. Rachel tinha acabado de aprender a andar e se tirassem os olhos dela, ela saía correndo.

 

Sadie e Caleb não conseguiram ir, porque Dallas ficou doente. Pegou uma virose feia e eles acharam melhor não viajarem. Millie teve pena da afilhada, mas ficou chateada que não veria Sadie. Depois de dormir com Finn precisava desabafar com sua melhor amiga. Mesmo que tivesse planejado ir em março para Nova York, porque queria ficar um pouco longe daquele ambiente, e claro que Sadie insistiria que Millie dormisse na sua casa, encontrar com a amiga antes não faria mal algum. Mal via a hora de viajar.

 

E Noah estava na Austrália gravando para sua franquia de filmes de muito sucesso, mas mandou muitos presentes.

 

— Cadê o Jacob? – Lisa perguntou quando Millie se aproximou. Era evidente que ela estava irritada.

 

— Por que você acha que eu sei? – Millie respondeu frustrada e Lisa fez uma careta não gostando para onde aquele relacionamento estava indo. Mais tarde, quando conseguiram ficar sozinhas, ela chamou a atenção da amiga, porém Millie já havia terminado com Jacob e Lisa acabou por relaxar.

 

Entretanto, naquele momento, o que a esposa de Gaten pôde fazer foi deixar Millie segurar Rachel para distraí-la. E Millie adorava a menina. Não queria demorar muito para ter filhos, mas estava difícil de arranjar um pai descente para a criança.

 

Um pouco antes do parabéns, Jacob quase pirou por Millie ter sumido. Foi encontra-la na sacada do apartamento deles enquanto todos se reuniam.

 

— Ah, graças a Deus eu te achei, Millie! – ele falou meio que a repreendendo – Você não pode sumir desse jeito! Quase que bagunçou todo o cronograma!

 

Millie revirou os olhos com aquele comentário. Ele não estava preocupado com ela, mas com o fato da festa ter se atrasado. Ela não ia aguentar mais nenhum segundo com aquele homem.

 

— Eu não vou pro parabéns! Você criou uma festa perfeita... Por que não cria uma Millie perfeita também?!

 

Millie nunca tinha falado com Jacob daquele jeito e ele estranhou.

 

— Do que você tá falando?

 

Millie bufou.

 

— Admite que a festa é pra você e não pra mim! Cancela o parabéns e continua usando as pessoas. Eu tô fora! 

 

Millie começou a andar em direção à saída, mas Jacob a segurou.

 

— Você não vai a lugar nenhum! Você vai lá fora e vai se comportar até eu dizer que pode parar!

 

— Eu não vou fazer nada! Me solta! – Ela deu uma cotovelada na barriga dele e usou aquele momento para se soltar, mas sem sucesso. Ele era muito mais forte que ela – O seu joguinho de vida perfeita acabou, Jacob! Nós acabamos! Eu cansei!

 

— Você não consegue ficar sem mim! Desde que aquele idiota terminou com você, você precisa de mim pra não desmoronar! Sem meus planos, você vai se queimar!

 

— Eu transei com ele naquela festa que você me mandou no seu lugar! Isso fazia parte dos seus planos, Jacob?

 

Ele a soltou chocado e Millie disparou para dentro da casa encontrando todo mundo a encarando. Jacob deixara a porta aberta e todos estavam reunidos para o parabéns. Ou seja, escutaram tudo.

 

Finalmente, estavam percebendo que ela existia.

 

Millie foi até a frente do bolo e disse:

 

— E aí? É meu aniversário hoje, gente! Esse parabéns vai rolar ou não?

 

Gaten sorriu para Millie. Ele nunca apoiou Jillie nenhuma das vezes que se relacionaram, e saber que ela tinha se envolvido com Finn novamente deixava-o muito feliz, então ele foi o primeiro a cantar:

 

— Parabéns pra você! Nesta data... – E então todos o seguiram.

 

*Flashback Off*

 

Aquilo foi um caos, pois Jacob a expulsou do apartamento. Ela dormiu no hotel que Gaten e Lisa estavam hospedados – moravam em Nova Jersey perto de seus familiares, e depois teve um dia para achar outro lugar e tirar suas coisas. Ela nem discutiu, porque não queria ficar em um lugar que lembraria ele. Queria o seu próprio lar.

 

Escolheu qualquer apartamento, porque queria pensar melhor onde iria morar. Estava cansada de LA. Agora que estava se mudando mesmo, por que não escolher inclusive outra cidade? Outro estado? Myra enlouqueceu, mas ela ia se mudar de qualquer jeito.

 

Continuou ficando naquele hotel, mas teve que alugar um lugar para deixar aeus móveis que Jacob não quis até se decidir. E até lá, ficaria em Nova York com Sadie. Só não viajou imediatamente, porque teve que esperar a droga da audição que ela não passou.

 

Passar um tempo ao lado de seus amigos lhe faria muito bem, tinha certeza. Não podia mais esperar para decidir o que fazer com sua vida. Prometeu que não voltaria sem retomar sua carreira e um lugar para morar.

 

Millie estava tão animada que nem se importou com o enjoo de manhã. Mas no avião não pôde ignorar.

 

Ela saiu correndo para o banheiro e vomitou. Mas que raios estava acontecendo? Ela não podia estar pegando uma virose agora. A ideia era se divertir em Nova York e não ir lá para passar mal. Isso podia fazer em casa, ou no caso, no hotel. Não importava. Ela já estava no ar mesmo.

 

Depois daquele voo, Millie pretendia nunca mais viajar de avião, todavia sabia que com sua carreira, se a retomasse, não era possível, e que não devia ser por conta do avião que estava passando mal. Será que foi algo que ela comeu?

 

— Caleb! – ela gritou assim que o viu. Sadie havia avisado que era ele quem a pegaria no aeroporto. Os dois se abraçaram – Eu tô tão feliz de te ver! Quanto tempo!

 

Eles se afastaram.

 

— Nem me fale! Essa vida de Broadway tá corrida – Caleb estava estrelando como o Simba adulto em Rei Leão –, mas eu jurava que ia te ver no seu aniversário! Eu sinto muito por aquilo...

 

— Não tem problema! Quem ia prever que a Dallas ia ficar doente?! Ela tá melhor?

 

Fazia umas duas semanas, mas Dallas ficou tão mal - vomitava a cada meia hora - que Millie tinha medo de ela estar sentindo algo ainda.

 

— Está, mas tá assustada. – Os dois começaram a andar em direção ao carro – Nunca ficou assim e tem medo que aconteça de novo. Ela não entende muito bem. A Sadie chorou muito de ver ela sofrendo...

 

— Ai, Leb! Que dó dela! A Dallas é tão delicadinha...

 

— É... Puxou a mãe dela! – Caleb disse com carinho. Ele colocou as malas de Millie no porta-malas e foram para casa.

 

Caleb e Sadie moravam no mesmo apartamente que compraram em Nova York quando Stranger Things acabou. Decidiram ir para lá, porque Caleb desejava voltar para a Broadway e desde então já havia sido o Mark em Rent, Seaweed em Hairspray e agora interpretava o Simba pela segunda vez. Enquanto isso, Sadie decidiu dedicar seus primeiros anos à maternidade. Em 2026 passou o ano inteiro interpretando a srta. Honey em Matilda. Para que isso acontecesse, Caleb teve que tirar o ano de folga. Sadie adorou, mas percebeu que preferia as câmeras, só estava esperando o momento certo para voltar.

 

Caleb deixou as coisas no quarto que Millie ficaria e foi buscar Sadie que estava trancada no quarto de Dallas.

 

Millie suspirou lembrando-se dos poucos momentos que passou com Finn ali. Ela tentando convencê-lo a ficar de bem depois de ter dado uma bronca nele por ter perdido Dallas... Bons tempos! Como foi deixa-lo escapar?

 

— Você pode ficar no outro quarto se quiser... – Sadie disse quando chegou de fininho e percebeu que o lugar significava algo para Millie. Não necessariamente algo bom.

 

— Tudo bem. A gente passou a maior parte do tempo na sua cama mesmo! – Millie brincou e se virou. Parecia que nem era verdade.

 

As duas se abraçaram por um bom tempo. Ambas precisavam de apoio. Sadie por ter sofrido de ver Dallas daquele jeito e Millie bom, tudo tinha acontecido no mês anterior em relação à sua vida amorosa.

 

Sadie havia cortado o cabelo chanel e parecia brilhar. Estava tão bonita. A idade lhe caía bem e a maternidade também.

 

— Aproveita que o Caleb tá distraindo a Dallas pra me contar o que tá te incomodando, porque eu sei que tem coisa no seu desespero pra vir pra cá!

 

Millie sorriu com o fato de a amiga conhece-la tão bem. Depois de vomitar tanto, Dallas não desgrudava mais da mãe dela com medo de acontecer de novo. Caleb estava fazendo de tudo para distrai-la, mas elas tinham que ser rápidas.

 

Sentaram-se na cama e Millie contou tudo que aconteceu com Finn. Em momento algum Sadie achou ruim, porque sempre pensou que Millie e Finn tinham que ficar juntos, só não entendeu uma coisa:

 

— Eu falei com ele ontem e ele tá com a Iris ainda! – Será que eles deram um tempo? Por conta de Dallas com virose, ela acabou ficando por fora das notícias. 

 

— Que Iris?

 

— A namorada dele, a Iris Apatow!

 

Os olhos de Millie se arregalaram.

 

— O Finn tem namorada?!

 

Por um momento havia criado esperanças de que agora que estava praticamente ao lado de Boston e solteira, podia recuperar seu homem, mas aquilo acabou com ela. Finn estando comprometido mudava tudo. Como pôde esconder isso dela? Como pôde trair sua namorada? Tudo bem que ela havia feito o mesmo, mas era diferente! Sua relação já estava acabada. Será que com Finn era a mesma coisa.

 

— Não acredito que você não sabia, Millie! Ele até é feliz com ela. Ela não é você, mas ele tenta! – Sadie contou – Como você pode não saber?

 

— Vocês não falam dele pra mim, porque sabem que eu prefiro não saber! Eu não pesquiso nada sobre ele, mas pensei que uma namorada eu ia saber!

 

— Já estão juntos há um ano! – Sadie percebeu a tristeza pelo olhar de Millie e prometeu a si mesma que assim que pudesse confrontaria Finn sobre aquilo – Ai, Millie! – Ela abraçou a amiga – Vai ficar tudo bem!

 

Mas Sadie sabia muito bem que tinha coisa ali. Finn nunca conseguiu se entregar a mais ninguém...

 

*Flashback On*

 

Sadie foi prestar apoio a Finn no show beneficiente dele para arrecadar fundos para um hospital especializado em crianças com Crohn. Caleb ficou com Dallas, porque ele só estava trabalhando e ela se desgastando com a menina. Insistiu que tirasse um tempo para si mesma e se divertisse com o amigo. Isso foi em julho de 2027.

 

Após o show, ele se misturou e acabou parando no bar para encher a cara. Sadie não pôde deixar aquilo passar.

 

— Você pode desabafar agora que eu tô aqui sem criança e marido, ou ficar aguentando sua namoradinha!

 

Finn riu. Já estava bem alto.

 

— A Iris é uma boa pessoa! – ele protestou.

 

— Eu não duvido. Muito menos que ela goste de você! Até quando vai ficar enganando a coitada?

 

Finn suspirou.

 

— É a primeira que eu gosto que não é a cara da Millie... – Ele não parava de encher o copo  e depois vira-lo de uma vez só – Eu preciso superar, Sadie! Eu gosto dela. Espero com o tempo gostar mais...

 

Sadie acariciou as costas dele. Sabia como havia sido difícil ficar sem Millie. Um ano após o término, ela devolveu o anel de noivado e foi aí que perderam contato total. Era só esquisito demais. Demorou mais um ano para dar uma nova chance ao amor. Saiu com três que pareciam ser sósias da Millie. E então reencontrou Iris. Ela era tão boa para ele... A verdade era que mesmo que não fosse nada parecida com Millie fisicamente, os jeitos eram muito parecidos. Sadie sabia disso e tinha vontade de contar para a amiga que apesar de ter conquistado muitas coisas, Finn entrou em uma grande depressão por conta da ausência dela, mas não queria preocupar Millie, empatar a vida dela que fazia de tudo para reconstruir. 

 

Sadie tentou segurar a barra sozinha e Iris ajudou muito, mas sabia muito bem que não ia durar para sempre. Passou agosto inteiro com Finn em Boston, convenceu-o a fazer terapia. Iris depois foi o suficiente, mas Sadie sempre estava por perto. Só queria que Finn seguisse em frente.

 

No primeiro mês, após pararem de se falar totalmente, ele começou a usar anfetamina, mas Caleb, Sadie, Gaten e Nick interferiram rapidamente e nem a mídia ficou sabendo. Tomavam um cuidado tremendo com Finn. Pelo menos foi tão rápido que dificilmente ele voltaria a usar. Não deu muito tempo de viciar completamente. Sadie torcia para que um dia ele encontrasse alguém que não lembrasse Millie de jeito algum. Qualquer coisa, iria avisar a amiga, mas estava sendo forte.

 

*Flashback Off* 

 

Agora só tinha que descobrir o que ele estava pensando.


Notas Finais


Estou escrevendo de acordo com a criatividade que vem! Vou ver o que faço com príncipe agora. Bjs


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...