História Fim!! Apenas o começo?! - Capítulo 14


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Visualizações 1
Palavras 1.564
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Ecchi, Ficção, Luta, Romance e Novela, Sobrenatural, Violência
Avisos: Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Nada a declarar
"_"

Capítulo 14 - Mudanças


No dia seguinte depois de Victor ter gastado sua energia e ter dormido, Bruna, Pedro, Nick (Nicolás) e Victor foram para a aula, após a aula retornaram para o apartamento e foram para o treinamento, ao chegar no local do treinamento o Instrutor Paulo reunião todos para dar um aviso

Instrutor Paulo – Bem o que eu tenho para falar, é que não so eu como outros instrutores percebemos que depois de um mês de treinamento, vários de vocês não tem afinidade nenhuma com espada, então o concelho decidiu incluir o combate corpo-a-corpo e o arco e flecha, então esse mês sera o combate corpo-a-corpo e no próximo mês o arco e flecha.Eu já dei o aviso então comecem o treinamento e é melhor eu ver sangue! – desse assustando todos – brincadeira – desse sorrindo – bem mas de qualquer jeito vai ter sangue mesmo – pensou

Pedro – Victor, eu contra você topa?

Victor – Claro, vai ser ótimo te dar uma surra

Pedro – Até parece que você vai sair sem nenhum arranhão

Depois de aproximadamente quarenta minutos da batalha de Pedro e Victor um aluno chamou o Instrutor Paulo, pois ambos estavam caídos no chão

Instrutor Paulo – Então qual dos dois ainda esta comciente?

Aluno – Esse – desse apontando para Pedro

Instrutor Paulo – Você tem certeza que é ele que ainda esta comciente?

Aluno – Na verdade não

Instrutor Paulo – Bem, vamos ver – desse enquanto olhava os dois garotos caídos no chão – não tenho mais duvidas os dois estão inconscientes, alguem poderia leva-los para a enfermaria?Bem como ninguém se habilitou Bruna, Nicolás e você levem eles para enfermeira e depois podem voltar para os apartamentos. Entenderam?

Bruna/Nicolás/Aluno – Certo

Em direção a enfermaria Victor recupera a consciência

Victor – Aonde estamos indo?

Bruna – Para enfermaria

Victor – Não quero ir para la, vamos para o apartamento não estou num estado tão grave

Bruna – De jeito nenhum, você vai para enfermaria

Victor – Há, mas não vou para enfermaria mesmo – desse se soltando do aluno que o carregava

Bruna – Deixa de ser teimoso – desse ao ver Victor ficar de pé ainda um pouco tonto

Victor – Eu não posso ir para lá – desse indo em direção ao apartamento cambaleando

Bruna – Victor, volta aqui

Victor – De jeito e maneira nenhuma que eu volto, vocês vão me levar para enfermaria, prefiro morrer do que ir para lá

Bruna – Bem se não tem outro jeito, então te levamos para o apartamento e lá eu cuido de você

Depois de alguns minutos Bruna, Victor e o Aluno chegam ao apartamento

Bruna – Obrigado pela ajuda

Aluno – Não foi nada, o bom é que eu posso dormir o resto do dia agora

Bruna – Não é – desse e fechou a porta logo depois e indo para o quarto onde Victor está

Victor – Com toda aquela discussão eu nem perguntei, mas com esta o Pedro? E o Nicolás? A ultima coisa que me lembro e de dar um forte soco no queixo do Pedro e ele acerta o meu da mesma forma depois disso tudo ficou preto

Bruna – Bem você dois desmaiaram, o Pedro foi para enfermaria e o Nicolás esta junto com ele

Victor – Ufa, achei que ele tivesse me vencido – desse aliviado

Bruna – Você e ele só pensam em ganhar um do outro

Victor – Qual é o problema nisso?

Bruna – Bem com essa disputa vocês dois se machucam

Victor – Ai, isso doi – desse ao ter u ferimento apertado

Bruna – Desculpa, foi sem intenção

Victor – Você já acabou?

Bruna – Sim

Victor – Então vou me deitar

Bruna – Nada disso você vai tomar um banho

Victor – Mas você não acabou de me encher de curativos

Bruna – Não foram curativos, aquilo eram remédios para acabar com os machucados

Victor – Mas a onde você conseguiu aquilo?

Bruna – O Instrutor Paulo que me deu ele desse que tinha certeza que você ia acordar e não ficaria na enfermaria, por isso ele me deu o remédio que acaba com os fermentos assim que aplicado

Victor – E por que ele não usou issa na gente la na quadra mesmo?

Bruna – Também perguntei isso para ele, mas ele disse que ele não tem permição para usar tal remédio nos alunos durante o treinamento

Victor – Certo então vou tomar o banho

Bruna – Espere

Victor – O que foi?

Bruna – Vou tomar banho junto com você, seus ferimentos podem estar curados, mas você ainda esta debilitado

Victor – Nem pensar que você vai tomar banho junto comigo

Bruna – Por que não?

Victor – Porque não quero

Bruna – Não pode ser! Victor você é gay...

Victor – O que você acabou de falar – desse se aproximando da garota

Bruna – Que você é um gay

Victor – Um gay faria isso – desse apalpando o bum bum da garota

Bruna – O que você esta fazendo – desse soltando um leve gemido

Victor – Te mostrando que eu não sou gay – desse susurando no ouvido de Bruna enquanto pagava a garota e a deitava na cama

Bruna – O que você vai fazer?

Victor – Vou continuar – desse enquanto levantava a blusa de Bruna

Bruna – Não – desse com a respiração ofegante

Victor – Qual o problema? Você não esta sempre dormindo ao meu lado? Então fazer isso seria normal – desse olhando dentro dos olhos de Bruna

Bruna – Tá eu acredito que você é homem então por favor pare – desse com uma voz parecendo que ia chorar

Victor – Tudo bem, me desculpe – desse saindo de cima da garota

Bruna – Hã?! – exclamo sem entender nada e vendo Victor sair do quarto – Por que ele parou? – pensou

Victor – Vou tomar banho – desse com uma voz triste

Depois de alguns segundos Victor há estava no banho

Victor – Droga o que eu estava fazendo?Aquele não era eu, parecia que alguma coisa estava me controlando

- Eram seus desejos

Victor – Meus desejos?Mas por que eles apareceram?

- Porque eu os libertei

Victor – Mas como você fez isso?Sombra!

Sombra – Bem, naquele momento eu estava vasculhando o fundo do seu coração para ver se encontrava algo para devorar sua alma mais fácil e acabei encontrando aqueles seus desejos e acabei libertando eles para ver no que dava e foi melhor do que eu esperava, quem imaginária que você tem esse tipo de desejo não so pela Bruna, mas também por outra pessoa que não encontrei quem é

Victor – Essa pessoa é de um passado distante que me xulpo por ele ate hoje

Sombra – Hum

Victor – Mas que coceira nas costas. Isso também é culpa sua?

Sombra – Não. Ate mais

Victor – Espera, droga ela deve voltar a vasculhar o fundo do meu coração

Depois de alguns minutos Victor termina de tomar banho e volta para o quarto, ao entra no quarto vê Bruna sentada na bairada da cama

Victor – Me desculpe pelo que eu fiz naquela hora – desse em um tom triste

Bruna – Não precisa se desculpar – desse envergonhada

Victor -Hã – exclamou – será que ela gostou do que eu fiz? – pensou

Bruna – Mas eu fiquei surpresa com aquilo – desse se levantando da cama e se aproximando de Victor

Victor – O que foi?

Bruna – Nada – desse beijando o rosto de Victor logo em seguida – Vou tomar meu banho, não vai me espiar em – desse com um sorriso e indo em direção ao banheiro

Victor vai para a sala e se senta em um dos sofás e vê Nicolás abrir a porta

Nicolás – Então você esta aqui, tenho uma pergunta para você

Victor – E qual seria?

Nick – Você conhece esse numero? – pergunta mostrando o número

Victor – Não conheço. Por que?

Nick – Não é nada – desse indo em direção ao quarto

Victor – Certo deixa eu aproveitar e preparar o janta enquanto a Bruna toma banho

Depois de alguns minutos Bruna acabou de tomar banho e Victor terminou o jantar e Nicolás havia voltado para sala

Bruna – Onde esta o Pedro

Nick – Já deve estar chegando, a enfermeira desse que que ele voltaria antes da hora de dormir

Assim que Nicolás a desse tais palavras Pedro entra no apartamento, no mesmo instante Victor saiu da cozinha avisando que o jantar já estava pronto

Pedro – Por que ele ta aqui? – desse apontando para Victor

Victor – Por que eu não fui para a enfermaria

Pedro – Mas é isso que eu to querendo saber, por que você veio para cá, e eu teve que ir para enfermaria?

Victor – Por que eu acordei antes re chegar lá e vim para cá

Nicolás interfere

Nick – Parem de discussão, o janta esta pronto?

Victor – Sim

Nick – Ótimo, estou com uma vontade de comer gigante

Bruna – Ele está certo, também estou com você ntade de comer e esse cheiro que vem da cozinha esta ótimo

Victor – Certo, vou trazer o jantar

Depois de jantarem, Pedro tomou um banho, Victor, Bruna e Nicolás vão para seus quartos

Victor – Bruna?

Bruna – Oi?

Victor – Por que você não ficou chateada pelo o que eu fiz mais cedo?

Bruna – Porque...porque...porque...

Victor – De qualquer maneira fico feliz que nós estamos de bem, boa noite

Bruna – Você já vai dormir?

Victor – Sim

Bruna – Espere um pouco

Victor – O que foi? – perguntou ao ver a garota ir em sua direção

Bruna – Você tem que me pagar por aquilo de mais cedo

Victor – Então o que você quer?

Bruna – É bem vergonhoso, mas sera que você pode continuar o que estava fazendo aquela hora? – desse corando levemente e ficando envergonhada

Victor – O que ela quer dizer com continuar? Sera que e para eu continuar com o que aconteceu mais cedo por causa dos meus desejos! – pensou

Bruna – Brincadeira, so quero dormir junto com você

Victor – Certo


Notas Finais


Ate o próximo


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...