1. Spirit Fanfics >
  2. Fim, e Recomeço >
  3. A dor da perda...

História Fim, e Recomeço - Capítulo 7


Escrita por:


Notas do Autor


Eita eita....

Capítulo 7 - A dor da perda...


Fanfic / Fanfiction Fim, e Recomeço - Capítulo 7 - A dor da perda...

Rin escuta um barulho estrondoso, ela corre pra fora da casa e encontra sesshoumaru do lado de fora, ele está tentando quebrar a barreira com a tessaiga vermelha, depois de muitos golpes forte ele conseguiu, kohaku arrastou Rin pra dentro, e sesshoumaru chegou em seguida

-você que ela como esposa? Então fique com as sobras. 

Kohaku rasgou as roupas de Rin, que gritava desesperadamente. Ele havia posto um escudo que não deixa nenhum yokai passar

-não faça isso seu moleque, eu vou matar você - disse sesshoumaru mandando um golpe a tessaiga, mas foi inútil, ele viu kohaku amarrar a Rin, com os braços e pernas abertos, Rin chorava e gritava muito enquanto kohaku, lhe lambia olhando para sesshoumaru com muito deboche.

-ah que delícia de mulher, que Pele de pêssego gostosa, vou experimenta seu mel agora. -disse kohaku em tom de provocação 

-pare não a toque, eu vou te matar - disse sesshoumaru desesperado, ele se transforma em um cachorro enorme, mas não consegue passar pela barreira.

Kohaku depois de lamber a intimidade de Rin tira a própria roupa.

-Naaaaaaaaaaoooooooo sesshoumaru me ajuuuda por favooooor. -berra Rin em desperto.

Kohaku introduz seu membro com toda força na garota, que grita mas uma vez, ele começa a se movimenta com muita força machucando muito a garota que desmaia, ele continua, até se satisfazer e gozar.

-Quer suas sobra agora ou posso brincar mas??- pergunta kohaku com muita ironia, ele vira a garota como um saco de batata e começa a estuprar o anus dela, e a machuca ainda mas, ele da muitos tapas na cara dela, ela estava quase morta quando sesshoumaru quebra a barreira, ele mata kohaku que ainda estava dentro dela, sesshoumaru então pega Rin muito machucada e a leva para o rio. Para lavar suas feridas.

-Você ainda vai me amar? -pergunta Rin temendo ouvir a resposta.

-sim depois que eu matar todos os exterminadores. Depois de lavar a Rin, ele a leva nós braços para sua aldeia ele vira uma enorme cachorro e destrói tudo e todos, ela ainda machucada se levanta para tentar proteger Sakura sua irmãzinha, mas é golpeada. Forte por sesshoumaru e cai morta no chão....

-Não- grita Rin, ela olha em volta e vê que foi só um pesadelo, mas pensa em uma maneira de contornar a situação, ‘se eu for Rude demais com kohaku isso pode Realmente acontecer, tenho que ser esperta, como as garotas da era da minha mãe( kagome)’ 

-o que aconteceu Rin você está bem? - entra kohaku desesperado no quarto.

-Não estou bem não estou debaixo da terra nesse quarto escuro, como vou aprender a te amar assim? Você não é gentil comigo, você quer que eu te ame me trate com amor! - diz Rin pensando em uma maneira de escapar manipulando kohaku, isso ia além de tudo que ela acreditava mas ela não tinha opção, precisava ganhar tempo enquanto sesshoumaru não chegava.

-imaginei isso por isso fiz um quarto pra você, mas em volta da casa tem uma barreira muito forte não tente fugir, se não a barreira te matara! -explica kohaku 

Ele leva ela para o quarto, que é muito lindo, com vista para as cerejeiras e com pétalas desenhada em todo o quarto era muito lind, se não fosse tão trágico. 

-nossa eu amei é muito lindo -diz Rin

- eu estou no quarto em frete, qualquer coisa me chama! - diz kohaku, ele sai e fecha a curtinha, Rin então vê a sirueta dele, tentando ouvir alguma coisa, e repara que kohaku arancou todas as portas da casa ficou só as principais( de entrada , e saída) 

-ah kohaku quanto talento você tem, queria ter conhecido você primeiro que o sesshoumaru, assim meu coração seria seu. Queria tanto ter um jardim pra cuidar, seria maravilhoso assim quando as flores nascer quem sabe renascença o amor em meu coração. - ele sai de preto e ela analisa pra ver se consegue escapar, ou pelomenos usar o colar, ela vê fitas vermelhas formando como se fosse uma cerca, em volta da casa, então começa a puxar da memória qual magia ela poder pra quebrar esse feitiço, ela então se lembra do quase beijo de sesshoumaru e seu colar brilha novamente. 

-Sesshoumaru pode me ouvir estamos na casa do kohaku, você me ouve? Por favor espero que sim, eu te amo!

Sesshoumaru on...

Estávamos quase chegando aonde o inuyasha indicou quando ouvi a voz da Rin

“Sesshoumaru, casa do kohaku, eu te amo!” Paro bruscamente. Inuyasha volta,

-o que foi? - pergunta ele, mas eu ignoro totalmente só me transformando em fera e correndo de volta até a casa dele, muleque, vou arrancar seu coração e jogar para os lobos!

Inuyasha me acompanha mesmo eu estando transformado, para um meio yokai ele até que veloz, corremos por 3 dias e chegamos na casa de kohaku, ou aonde ela ficava pois ela parece ter sumido, eu tento ir até lá, mas não consigo, quanto mas ando mas distante está o local, uma barreira eu penso, inuyasha usa a tessaiga mas de nada resolve, ele então vai chamar kagome, que e sacerdotiza, eu me afasto apenas deixando um laço branco no chão, Rin vai entender!

Rin on...

Por uma semana tenho fingido gostar de kohaku, quando tenho que elogiar ele penso em sesshoumaru, o colar brilhou só uma vez, na lua crescente, acho que é quando ele tem mas força, se se passaram 4 dias des de que o colar brilhou, espero mesmo que sesshoumaru tenha me ouvido, principalmente a parte que eu o amo! Por que se eu não conseguir sair dessa eu...

-amor você está bem? Está tão destraida, comprei flores novas pro seu jardim você quer plantar? - diz kohaku, 

-Sim claro, só estava pensando será que encotraria caqui pra mim comer, sabe gosto dessa fruta, eu ficaria tão feliz. - caqui era uma iguaria, muito difícil de achar, Ein precisava saber como kohaku saia da barreira pra tentar sair também. -é que estou sentindo dores por causa das minhas regras, e minha mãe sempre me dava caqui. Se você me der eu te recompenso com um jantar especial. 

kohaku então pegou uma capa e saiu, Rin ficou olhando, ela aproximou uma Joia  na fita que se soltou por um instante, ele então saiu, e a fita retornou. Rin foi até lá pra ver e viu  o laço branco, ela sabia que aquela fita era do seu ceratose que Sesshoumaru havia pego naquele dia, ele estava por perto, e ficou aliviada, Rin então vê seu amado e kagome vindo em sua direção, ela grita e chama mas eles parece não a ver, então ela tira o colar e arremessa na fita que brilha e por segundos eles a bem, Sesshoumaru corre mas é repelido, inuyasha também, mas kagome passa pela barreira, e entrega o colar de Rin pra ela.

-Mãe, que saudade, eu nem se a quanto tempo faz lá fora aqui parecevque é diferente.

-Filha você está machucada, ele te ficou a fazer alguma coisa? - pergunta kagome preocupada.

-não mãe, eu estou bem, estou fingindo estar menstruada, pra ele não me tocar, mas como vamos sair daqui? - Pregunta Rin apreensiva.

-Filha o feitiço que kohaku fez foi de sangue enquanto ele estiver vivo você não pode sair, yokais não podem ver ou entra na casa, só humanos, você vai ter que matar o kohaku, por que ele precisa morrer dentro da barreira se não ela não quebra, e você ficará presa para sempre, quando kohaku dormir, corte o pescoço dele, bem rápido entendeu? - diz kagome, com medo que o jeito doce e gentil da menina atrapalhace.

-deixa comigo avisa o sesshoumaru pra mim, e diga que eu amo ele! - diz Rin e vê sua mãe adotiva sirva barreira, ela então vai pra dentro preparar o jantar...


Notas Finais


Esse foi emocionante né, quando criei ele fiquei anciosa pra postar, e não me contive kkk
Beijos
(Gente nunca tinha escrito hentai, então, se vcs tiverem dicas, recados, sugestão me mande pelo Instagram, lá eu passo meu watts pra quem quiser) 👉🏻@jenniangelrock👈🏻 esse é meu Instagram se me seguir sigo de volta sempre!😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...