História Finalmente Feliz - Capítulo 9


Escrita por:

Postado
Categorias Naruto
Tags Bullying, Evil-stak, Finalmente Feliz, Itanaru, Itasasu, Kakanaru, Mikofuga, Naruto, Sasunaru, Yaoi
Visualizações 92
Palavras 1.102
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Romance e Novela, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Estupro, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 9 - Cap - 9


Fanfic / Fanfiction Finalmente Feliz - Capítulo 9 - Cap - 9

Deitado em silêncio em sua cama, Sasuke pensou no que ouvira. O som da voz de Itachi dizendo essas palavras apunhalou seu coração de culpa. 

"'Nossa vítima foi Naruto, pai'"

“'Parece que nossa vítima sofreu anos de abuso e negligência."

"Mãos de um membro da família"

"Abuso"

"Abuso"

"'Abuso..."

Sasuke se sentou de repente e segurou a cabeça nas mãos.

Naruto estava sofrendo tanto em casa... Tudo o que fiz foi adicionar mais combustível ao fogo. 

Sasuke sentiu as cordas do coração se debaterem ao pensar na dor que o loiro teria sofrido.

"Foi um inferno para ele e a escola foi um inferno para ele em casa." Sasuke sussurrou para si mesmo. 

Ele sentiu tantas emoções correrem através dele. Ele sentiu culpa, simpatia e principalmente raiva. 

Raiva de si mesmo por machucar o loiro. Raiva de si mesmo por tornar a vida de Naruto tão dolorosa. A raiva de si mesmo por pensar em machucar Naruto era a solução para os sentimentos que sentia por ele. Em uma corrida de auto-aversão, ele bateu no colchão da cama. 

"Você não precisa se convencer disso." Uma voz disse. 

Olhando para cima, Sasuke viu seu irmão mais velho olhando para ele. Ele estava encostado no batente da porta, os braços cruzados contra o peito. Lentamente, Itachi começou a caminhar em direção a Sasuke até que ele estava a pé da cama dele. 

“Foi um choque para mim também, você sabe. A maioria das vítimas de abuso não revela que foram abusadas. A maioria pensa que é culpa delas e não querem ser vistas como fracas, pedindo ajuda. Acima de tudo, eles estão com medo. Com medo de que ninguém acredite neles..." Itachi disse.

"Eu sei que você e Naruto não são mais amigos. É evidente. Ele não vem aqui como costumava fazer. A casa ficou mais silenciosa." Itachi riu. 

Sasuke deu um pequeno sorriso. 

"Sim, não somos mais amigos. Eu o traí." Sasuke estremeceu com suas próprias palavras. 

Itachi ficou quieto, querendo entende o que aconteceu. 

"Eu lhe causei tanta dor e me odeio por isso! Agora não sei o que fazer! Ele me odeia e pensa que eu o odeio. Tudo o que tínhamos antes se foi e não posso recuperá-lo. Não posso retomar o que fiz e agora não tenho nada além dessa dor e solidão no meu coração..." Sasuke sussurrou, lágrimas caindo silenciosamente em seu rosto, exausto pelos eventos que aconteceram.

Ele sentiu o cabelo bagunçado e ficou parado. 

"Um dia ele iria te perdoar Sasuke." Itachi disse. Ele finalmente sabia o que exatamente aconteceu entre eles. Desde a maneira como Sasuke reagiu às notícias, até a maneira como ele confessou o que sentia, ficou evidente que seu irmão mais novo sentiu algo mais do que amizade e que ficou entre eles. 

"Como você tem tanta certeza?" Sasuke perguntou tristemente.

"Porque isso é Naruto para você. Você era o primeiro e único amigo dele e significava tudo para ele. E acho que você ainda significa tudo para ele." Itachi declarou sabiamente. 

"Obrigado Nii-San." Sasuke disse, agradecido pelo conforto que Itachi raramente dá. 

Na sala de estar

"Não acredito que Naruto passou por tudo isso." Mikoto disse chorando. Ela ainda estava chocada com a revelação de Itachi. Ele era um garoto tão inocente, sempre feliz e sorridente. Ela não tinha ideia de que ele estava passando por um momento tão difícil. 

"Está claro que Minato foi o agressor." Fugaku disse dolorosamente. 

Depois que Kushina morreu, ele mudou completamente. A morte dela ainda é dolorosamente fresca em sua mente, que nublou seu julgamento. Quando uma pessoa está com tanta agonia, encontra uma maneira de culpar alguém por causar isso e, infelizmente, Naruto foi vítima disso.

"A dor faz isso com as pessoas." Mikoto disse, lágrimas leves encheram seus olhos. 

"Isso significa que você vai prendê-lo?" Mikoto perguntou, com medo da resposta. 

"Claro... não seria justo com Naruto de outra forma." Fugaku respondeu. 

O silêncio se estendeu entre os dois, refletindo sobre as circunstâncias da situação. 

"O que vai acontecer com Naruto?" Mikoto perguntou de repente. 

"Como uma maneira de honrar Kushina e seus desejos, porque ela nunca iria querer que seu filho sofresse assim, vamos adotá-lo em nossa família." Fugaku disse em um tom final. 

Os olhos de Mikoto se arregalaram e ela sorriu.

"Essa é uma solução perfeita, querido." Ela disse, feliz por seu marido querer que Naruto fizesse parte da família deles. 

"Temos dinheiro suficiente e Sasuke pode consertar seu relacionamento com ele." Mikoto disse alegremente. 

"Eu me pergunto o que aconteceu entre os dois. Esta casa parece tão sombria sem aquela criança ensolarada." Ela disse com curiosidade. 

"Simples caso de pessoas se afastando, eu assumo." Disse Fugaku. "Tenho a sensação de que isso é mais profundo do que isso." 

"Seja qual for o caso, espero que eles estejam tão próximos quanto antes. Dói-me ver Sasuke parecendo tão vazio." Mikoto disse. 

"Vá em frente e conte a Sasuke os planos. Tenho certeza que ele iria querer saber." Disse Fugaku. Ele beijou a testa de sua esposa antes de sair da sala. 

Mikoto subiu as escadas do quarto de Sasuke e bateu na porta suavemente. 

"Sasuke? Você está acordado?" Ela perguntou

"Sim mãe. A porta está aberta." A voz abafada disse. 

Mikoto abriu a porta e entrou no quarto do filho. Ela caminhou até ele e sentou-se ao lado de sua cama. 

"Eu sei que você ouviu sobre o que aconteceu com Naruto." Mikoto disse, sorrindo para o filho. 

"Eu sei que você não queria que eu soubesse." Sasuke respondeu de volta. 

“Bem, eu só quero que você saiba que vamos adotar Naruto em nossa família. Ele não tem ninguém para cuidar dele e, considerando que nossas famílias eram muito próximas uma da outra, seria ideal que Naruto morasse conosco."

Os olhos de Sasuke se arregalaram e ele olhou para sua mãe em choque. 

"Sério? O Naruto vai morar com a gente?" Ele perguntou. 

Mikoto apenas sorriu e assentiu. 

"Os arranjos para a chegada de Naruto serão feitos o mais rápido possível e, como você tem um beliche no seu quarto, Naruto estaria dormindo aqui. Você está bem com isso?"

Sasuke apenas assentiu silenciosamente agradecendo à mãe. 

Talvez agora as coisas mudem entre nós. 

"Ok! Agora que está resolvido, vamos visitá-lo no hospital amanhã." Mikoto afirmou, levantando-se e saindo do quarto de Sasuke. 

"Boa noite querido." Ela disse e saiu, deixando Sasuke sozinho com seus pensamentos. 

Sasuke apenas sentou na cama e sorriu. 

Talvez possamos ser amigos de novo... e espero que mais.














Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...