História "Find Me" Namjin - Capítulo 5


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Tags Bts, Jikook, Mistério, Namjin, Policial, Sope, Suspense, Vhope
Visualizações 52
Palavras 750
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Ficção, Policial, Romance e Novela, Suspense, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Bissexualidade, Drogas, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


As coisas vão ficar um pouquinho mais intensas , prestem atenção e não abandonem essa historia ela vai fazer sentido, eu juro 😋

Capítulo 5 - V


Aoqueslizafo dedos pela superfície daquela foto, Jin pode sentir todo peso do que vinha carregando em suas costas, pela primeira vez, dentre todos esses dias. Por incrível que pareça, não era o peso da acusação e nem mesmo dos maus tratos que vinha levando no dia a dia.

Era saudade, não que isso fosse algo confortável pra ele, mas Jin se sentia um pouco aliviado no momento.

As lágrimas caiam por sua pele livremente, ele estava aliviado por poder as por para fora agora, durante todo esse tempo, Seokjin teve que ser forte o suficiente para não ser derrotado por todos os olhares julgadores que lhes cercaram e tomaram conta de sua vida, para não ser tomado por aquele sentimento de solidão e a sensação de que que tudo é todos estavam o abandonando, e de fato estavam, isso o fez se sentir só, mas do que já se sentiu em toda a sua vida.

  Dês de o dia em que Namjoon desapareceu, depois da acusação, do julgamento e de todo o resto. A saudade estava lá, sutilmente sussurrando ao pé de seus ouvidos, o seduziu

 um pouco mais a cada dia.

Fácil de ignorar.- era o que ele pensava.

  Talvez por ter passado tanto tempo a ignorando, agora ela estava a estrangula-lo. Por que, assim como a poeira se acumula sobre os livros, a saudade cobre o coração até que ele não consiga respirar.

Jin estava esse tempo todo sem respirar e voltar a essas lembranças era como dar um grande sopro em seu coração, estava doendo, mas era algo que ele precisava sentir, era libertador.- Jin deslizou seus dedos mais uma vês sobre a foto, tirando algumas de suas lágrimas que aviam caído sobre a mesma, pois não queria manchar-la... Fez isso algumas vezes até que algo ochamou sua atenção.

Um pequeno conjunto de relevos na superfície da foto, jin virou a foto imediatamente.- Ele pessoalmente odiava escrever nas fotos, pois tinha medo de estraga-las, automaticamente deduziu ser algo feito por Namjoon, pois era um costume dele escrever pequenos versos em qualquer coisa, inclusive nas fotos, jin sempre reclamva delas mas agora seu corcoração acelerava somente com a possibilidade de aver algum rabisco ali.

(Anotação atrás da foto)

01001110 11100011 01101111 00100000 01100110 01110101 01101001 00101110

  O que?! -  Jin largou a fotografia no chão, a mesma cai em verso lhe dando a oportunidade de encarar-la novamente, seu coração acelerou de repente, suas mãos suavam e ele não conseguia associar de maneira alguma  aqueles números a algo que fizesse sentido.

Jin fechou os olhos e procurou se concentrar em sua própria respiração. 

Não entre em pânico. - Repetiu mentalmente  diversas vezes a si mesmo.

Números repetidos.. - sussurrou para si.

Suas mãos não param de tremer.- não entre em pânico Jin! - Tentou de forma desesperada ser mais autoritário com ele mesmo, mas não adiantou, suas mãos ainda tremiam e seu coração estava a sair pela boca.

  NÃO  ENTRE  EM PÂNICO!!- Jin bateu as duas mãos contra o próprio rosto.

  O som do estralo soou pelo quarto, sua pele ardia e suas bochechas estavam bem vermelhas agora, mas as mãos não tremiam e seu peito batia normalmente.- Namjoon avia o ensinado isso, ele nunca esqueceu, mesmo acreditando que nunca usaria desta "técnica"

  Jin apanhou a foto e a encarou por bastante tempo - Agora que estava calmo, seu olhar profissional o fez ver exatamente do que se tratava.

Sua expecialização na universidade falava muito pouco sobre códigos ou decodificação e esse pouco ele não gostava, então não fez questão de aprender.

  No entanto, isso era o que menos o incomodava no momento. Independente do que se tratasse aquele código, não tinha sido Jin que avia o escrito ali e em sua mente parecia impossível que tenha sido um visitante, logo que levou em consideração o fato de ser uma pessoa que não recebe muitas visitas, o único nome que lhe parecia era Jungkook mas o garoto nunca faria isso com ele.

Jin pegou o celular é discou o número de Jungkook... Mas mudou de ideia e digitou outro número.

Chamando

📱

- Advogado Jung Hoseok, boa noite.- A voz calma e formal se pronuciou sem animo.

- Boa noite, sou eu.. Eu queria lhe mostrar uma coisa.eu ja

- Pensei que já tivesse me dito tudo Jin.

- Eu disse! Mas.., mas isso apareceu nas minhas coisas, eu não sei o que é.

- Do que está falando?

- Me encontre em meia hora no café, eu vou levar.

-a estava por perto.

- Hobe, eu gostaria de e agradecer mais...

Hoseok desliga

📴

Jin encara a tela do próprio celular.- Grosseiro.


Notas Finais


O QUE ESTÃO ACHANDO DESSA LOUCURA???????

Espero que estejam gostando, eu tenho muito amor por essa história é quero passar isso quando escrevo, não sei se estou conseguindo, mas segue o baile rsrsrs...

Até o próximo capítulo^^

😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...