História "Find Me" Namjin - Capítulo 7


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Tags Bts, Jikook, Mistério, Namjin, Policial, Sope, Suspense, Vhope
Visualizações 49
Palavras 519
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Ficção, Policial, Romance e Novela, Suspense, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Bissexualidade, Drogas, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Quando comecei a escrever Find Me eu não fazia ideia de quanto ela se tornaria importante pra mim. Talvez ninguém ligue, mas essa historia fala muito sobre mim mesma e sobre os meus princípios e defeitos.

ME PERDOEM POR ESSE DESABAFO SEM SENTIDO!!
Kkkkkk
Boa leitura😘

Capítulo 7 - VII


Jimin acordou intrigado aquela manhã, teve um pesadelo horrivel na noite anterior que o fez se levantar agitado no meio da madugada.

  Normalmente, ele procuraria o celular no criado-mudo, ligaria para seu hyung e assim que Jin o atendesse contaria tudo o que conseguisse lembrar do sonho, sabia que o mesmo o escultaria até a ultima palavara e depois o ajudaria a dormir, mesmo que por telefone.

Jin cuidaria de dele.

Mas isso não seria possivel desta vez, pois o mesmo tinha sido excluido de sua vida, igualmente da sua lista de contatos e chamda no celular.

 

  Seokjin definitivamente não fazia mas parte da vida de Jimin e o garoto acreditava estar certo quanto a essa decisão,  pelo menos era o que os pais o faziam aparentar e Jimin como um bom e bem treinada filho unico, acatou as ordens sem avaliar seus propios princípios, se é que possuia algum afinal.

  Park Jimim é o unico herdeiro da família e foi criado cercado de mimos e regras que lhe moldaram para o que ele deveria ser hoje.- Um lider, o centro, o dominador,  um protagonista...Entretanto, Jimin apredeu ao decorrer de seus vinte dois anos que, pessoas que não são preparadas para essas posições de forma adequada e por pessoas inadequadas, tendem a ser os piores tipos de pessoa.

Ele apredeu da pior forma, sendo.

  Pelo ponto de vista exterior, para qualquer um que o olhasse, Jimin era apenas um malricinho prepotente e arrogante.- O que de fato era.- Porém, um dia Jimin conheceu alguém que enchergou mais do que isso sobre si, alguém que viu além do seu capital e enchergou  potencial onde so viam um garotinho mimado, essa pesso o ensinou a ser alguem mais respeitavel e lhe deu um pouquinho que esperança, de que ele poderia ocupar todos os titulos que seus pais cobiçavam pra ele, não por que eles queriam e nem por que era rico e por essa razão possuia desse privilégio, ele poderia ser por que ele queria, por que ele tinha potencial.

  Essa pessoa era Seokjin, era seu melhor amigo.

Era.

No seu interior Jimin estava triste em perder o amigo, estava angustiado pelo que poderia acontecer ao mesmo.

  Cuidado.. - sussurou baixinho encolhido em seus  lençóis caros, se sentia mal, a pior pessoa do mundo, aqueles lençois eram caros mas não valiam a vida de alguém, muito meno a de um amigo.

  

  Os pesadelos são reais.- sussurou mais uma vez, seus olhinhos ja estavam enchados pelas lagrimas teimosas que insistiam em cair, indo contra a pose ceria que Jimin figia ter mesmo estando sozinho em seu quarto.- Ja tinha virado um costume.- Seu corpo estava exausto e sua mente cansada de ser castigada pela culpa.

Um "..me perdoe.." se perdeu baixinho em meio aos soluços abafados pelo travesseiro, junto a eles Jimin abafava seu desespero e sua preocupação.

Ele chorou tudo o que podia enquanto seu corpo o traia, seus olhos começaram a pesar e seu corpo se acomodar na cama, e assim Jimin adormeceu novamente.

Sem medo.

Depois de noites como essa, Jimin chegou a conclusão de que seus pesadelos nunca seriam tão assustadores quanto a vida real.


Notas Finais


Eu acho legal ter um momento pra cada personagem, esse é o primeiro capitulo dedicado a um unico personagem desfocando de Namjin por um breve momento, confesso que estava bastante insegura quanto a esse capitulo e realmente espero que tenham gostado.

É isso, bjs até o próximo 🌷


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...